Justiça suspende convenção do PMDB | Fábio Campana

Justiça suspende convenção do PMDB

Do Josias de Souza na Folha Online

O Tribunal de Justiça do DF acatou recurso do grupo dissidente do PMDB e suspendeu a convenção que o partido marcara para este sábado (6).

A decisão foi tomada pela desembargadora Vera Andrighi. Cabe recurso. A direção do PMDB já prepara a petição.

São signatários do mandado de segurança que fez a convenção do PMDB subir no telhado os diretórios de São Paulo e de Pernambuco.

O primeiro é presidido por Orestes Quércia. O outro segue a liderança de Jarbas Vasconcelos.

Fechados com o presidenciável tucano de José Serra, Quércia e Jarbas se opõem às articulações do PMDB governista, que joga o partido no colo de Dilma Rousseff.

Obtiveram o apoio de outros dois diretórios: o de Santa Catarina, submetido à influência do governador Luiz Henrique, que também flerta com Serra…

…E o do Paraná, de onde o governador Roberto Requião tenta empinar uma candidatura presidencial genuinamente peemedebista.

Prevista para março, a convenção do PMDB fora antecipada para este sábado com o propósito de reconduzir Michel Temer ao comando partidário.

Tudo fica agora condicionado à revisão da decisão da desembargadora Vera Andrighi.

Na véspera, dois juízes de primeira instância do DF haviam indeferido um par de petições do grupo dissidente: um mandado de segurança e uma ação cautelar.


3 comentários

  1. CLOVIS PENA -
    sábado, 6 de fevereiro de 2010 – 6:33 hs

    Caiu a liminar.

  2. claudemir
    sábado, 6 de fevereiro de 2010 – 9:35 hs

    A JUSTIÇA PODERIA MANDAR PRENDER TODOS ESTES QUADRILHEIROS QUE QUEREM LOTIAR O NOSSO PAIS COMO SE FOSSE DE SUA PROPRIEDADE. É DIFICIL SABER QUAL DESTES SÃO MENOS BANDIDOS .QUE PENA

  3. Agostinho
    sábado, 6 de fevereiro de 2010 – 10:27 hs

    PMDB de Requião e Pugliese tchau, techau………

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*