Justiça proíbe Requião de divulgar salários de funcionários da Copel | Fábio Campana

Justiça proíbe Requião
de divulgar salários de funcionários da Copel

Deu no Jornal do Estado

O desembargador Ronald J. Moro, do Tribunal de Justiça, acatou pedido de liminar do Sindicato dos Técnicos Industriais no Estado do Paraná (Sintec/PR) e outros sindicatos representantes de trabalhadores da área de energia elétrica, proibindo o governo Requião de divulgar na internet, os salários dos funcionários da Copel.

Desde o último dia 1º, o governo vem publicando em sua página na rede mundial de computadores, a lista de servidores públicos, com seus respectivos salários, por ordem do governador Roberto Requião (PMDB).
Inicialmente, foram publicados os vencimentos dos servidores do Poder Executivo. Mas Requião já vinha anunciando a divulgação, também, dos salários dos funcionários dos órgãos da administração indireta, incluindo as empresas sociedade de economia mista, como Copel e Sanepar.


49 comentários

  1. NÃO SABE A QUE VEIO
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 19:22 hs

    Depois de tantos anos, termina o último governo de três de um só.
    Termina sem uma política de recursos humanos.
    As discrepâncias absurdas, dentro do próprio quadro de servidores do poder executivo foram reveladas há uma semana.
    Gestão que termina melancólica, sem poder mostrar a realidade dos principais indicadores de qualidade de vida do Paraná em relação a outros estados menores.
    Gestão que termina com relatos semanais de ações de departamentos que fizeram nada mais do que o exercício cotidiano da competência, como se fossem “obras fantásticas”.
    Gestão que termina com o depoimento público de que a política salarial do estado é uma anarquia, com prisão de agentes penitenciários, com ameaças de demissão aos policiais, com o pedágio firme e mais alto, com as estradas alternativas inexistentes, com a aprovação escolar indecorosa de crianças diante de pais incrédulos, e muito mais. Ou muito menos.
    Menos, pois insensível e truculento, ameaça a quebra do sigilo de questões individuais, sem qualquer objetivo construtivo.
    Com isto, faz a única coisa que sempre fez – incrementar conflitos sem se importar com os resultados.

  2. Sabir
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 20:00 hs

    Coisa que as Faculdades não ensinam, e o Bob Gardel não aprendeu na escola da Vida. . . o sálário, o olerite, só interessa ao próprio trabalhador, ao patrão e eventualmente ao Leão.
    A prepotência e arrogância, não está no ról de rotinas de RH “ilustre” Governador. Respeito é bom e todo mundo gosta.

  3. Geraldo
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 20:06 hs

    É uma pena pois o povo tem o direito de saber o salário de todos os funcionários públicos, local de trabalho e benefícios recebidos.
    Realmente é um problema essa justiça do brasil (com j e b minúsculos)

  4. Miguel Junior
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 20:23 hs

    Queremos transparência!

  5. Emerson
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 20:49 hs

    Porque nao podemos conhecer os valores pagos por uma empresa sob controle publico?

  6. verde oliva
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 21:11 hs

    Geraldo, o problema não são os salários dos funcis publicos concursados, mas sim da caterva que entra por fora dos PCS, os comissionados, terceirizados indicados, diretores políticos e demais parasitas. Nunca fui funci publico, mas também não gostaria de ver a minha pequena aposentadoria divulgada, pois a bandidagem está bem atenta a tudo.

  7. Victor
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 21:26 hs

    Quanta perseguição ao funcionário público. Mostrar os salários dos funcionários da Copel seria o cúmulo do ridículo , então vamos mostrar salários de todos os funcionários onde o estado tem participação minoritária nas grandes empresas (Perdigao, Vale, Braskem,etc)e ver se as pessoas vão gostar.

  8. Jango
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 21:37 hs

    A questão é a seguinte: a Constituição do Estado não faz acepção, diferença, distinção entre os servidores dos diversos poderes:

    Art. 33 – § 6º. “Os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário publicarão anualmente os valores do subsídio e da remuneração dos cargos e empregos públicos.”

    Portanto, porque somente os servidores do Executivo (ainda que parte dele) gerido pelo Demagogo da Carta de Puebla estão passando pelo constrangimento de publicação de seus salários individualizados? Onde está a relação do Ministério Público ? Onde está a relação da Assembléia ? Onde está a relação do Tribunal de Justiça ? Tribunal de Contas ?

    O site do Ministério Público, por exemplo, contem a divulgação das tabelas dos cargos de seus servidores e não a individualização. É o correto, é o que comanda a Constituição. Porque o governador não obriga o Ministério Público a fazer o que ele fez com o “resto” da administração pública ? Ou, inversamente, porque o Ministério Público não lhe questiona a falta de isonomia e cumprimento dos ditames constitucionais em relação aos demais servidores públicos ? A individualização é demasia, é exorbitância, é extrapolação só malversamente preconizada pelo Demagogo da Carta de Puebla.

    A remuneração do governador deveria constar da listagem, como exemplo edificante de sua determinação de publicar o vencimentos dos “outros”. Mas, não, a sua remuneração é omitida. Ora, o Demagogo da Carta de Puebla está desde 2002 agraciado com vencimento de ministro “presidente” do Supremo Tribunal Federal (hoje em torno de de 27 mil pilas/mes, fora casa, comida, roupa lavada, cavalos e cavalariças, transporte de helicóptero para não pagar pedágio, etc):

    LEI Nº 13981 – 26/12/2002
    Publicado no Diário Oficial Nº 6385 de 27/12/2002

    A Assembléia Legislativa do Estado do Paraná decretou e eu sanciono a seguinte lei:

    Art. 1º. A remuneração mensal do Governador do Estado, a partir de 1º de janeiro de 2003, será igual ao subsídio mensal, percebido em espécie a qualquer título, pelo Ministro Presidente do Supremo Tribunal Federal.

    Ora, esse vencimento de ministro “presidente” do Supremo Tribunal Federal é ofensivo aos princípios da moralidade, impessoalidade e legalidade, a par de ser vinculado personalíssimamente (governador/ministro “presidente”), o que é vedado e proibido pela Constituição – art. 37 , inciso XIII:

    Constituição Federal, art. 37, inc.XIII
    .
    Art. 37: ” A administração pública direta, indireta ou fundacional, de
    qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e, também, ao seguinte:
    Incisos :

    I / XII – …

    XIII – é vedada a vinculação ou equiparação de vencimentos, para o
    efeito de remuneração de pessoal do serviço público, ressalvado no
    disposto no inciso anterior e no artigo 39, p. 1º.

    A falta de exemplo do “servidor maior” do Estado quanto à publicidade do “seu” vencimento talvez seja para não despertar algum abelhudo queira lhe impugnar na Justiça o que recebe e lhe faça devolver o ilegalmente recebido por lei inconstitucional.

  9. Leandro Cortêz
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 21:38 hs

    Por que o Requião não divulga informações sobre os processos que já tem?

  10. Geraldo
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 21:42 hs

    O Requião está certíssimo.
    Isso deveria ser adotado em todo o país.
    Funcionário público deve prestar contas á sociedade e
    aceitar sua condição de servidor pago com o dinheiro público.
    Viva o Requião. Nosso futuro representante no Senado.

  11. FILET MIGNON
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 21:43 hs

    Pois é… O INSANO é tão transparente….. Porque será que não mandou investigar a compra das TVS Laranjas pelo Irmão Metralha 3-Mauricinho VAGABA?
    Porque que o INSANO não determina a investigação dos vários dsvios de condutra da administração no Porto de Paranaguá de seu mano METRALHA 2, EDUARDO GATO DOURADO…
    Porque que não abre a ferramenta “O INSANO DE TRANSPAREÊNCIA NEBULOSA” e conta a verdade sobre os desvios na PARANAPREVIDENCIA?
    Por último, porque será que, como o ARRUDA no DF, aqui não poderia acontecer a mesma coisa?
    Que pena que não tenhamos Tribunal de Contas, OAB do Paraná, Ministério Público…
    Uma pena, mas nós pagamos regiamente esse povo! PRA QUE?????

  12. Carmem de Londrina
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 21:45 hs

    eta justiça mais mequetrefe a nossa..

  13. Cidadão
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 21:55 hs

    Parabéns ao Governador que teve coragem de mostrar os baixos salários pagos aos Policiais do Paraná, agora a população pode ver e não falar asneiras de quanto ganha mau um Policial civil ou militar (Praça) no Paraná, uma das mais importantes classes dos servidores públicos não desmerecendo as demias, mas somos a unica que entrega sua vida ao Estado, comparando a mesma linha é a pior remuneração do Estado, agora posso dizer e provar com aval do próprio governo basta ver na página oficial do Governo do Paraná. Obrigado Governador por tornar público o descaso com que tratou os Policiais Militares (praças) e civis no seu desgoverno.

  14. Justo
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 23:00 hs

    Ao publicar as remunerações dos servidores públicos do Poder Executivo (adminsitração direta), o que o Sr. Requião queria era aparecer, polemizar e permanecer na mídia, já que não tem outros motivos mais concretos e positivos !

    Para quem quisesse conhecer a realidade salarial dos servidores públicos do Paraná (Poder Executivo – administração direta), antes da públicação das remunerações brutas (sem IR: 15 a 27,5% e contribuição para a previdência: 10 a 14%), bastava entrar no site (www.pr.gov.br) e ver nome, cargo e lotação e as tabelas salariais de todas as carreiras.

    Ou seja, certa transparência já existe e há muito tempo, o precisa é aperfeiçoar-se os mecanismos de publicização das informações do governo e do Estado, bem como abrir espaços de participação popular na adm pública, coisa que o Sr. Requião foge como o diabo da cruz.

    Então, o ato e discurso do quase ex-governador do Paraná divulgando nomes e salários dos servidores públicos, soa mais como “demagogia” e “populismo”, do que verdadeiras intenções de abrir a “coisa pública” aos seus financiadores, os cidadãos !

    E isso fica comprovado porque acontece no limiar do seu terceiro mandato !

  15. Justíssimo
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 23:10 hs

    Sindicato entra com ação contra Governo do Estado por divulgar salários dos servidores públicos

    12/2/2010

    O Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná ingressa hoje com ação judicial pleiteando a suspensão imediata da divulgação dos salários dos servidores públicos no site do governo do estado.

    Para o sindicato, o ato determinado pelo governador Roberto Requião afronta direitos de segurança e de intimidade, garantidos pelo artigo 5.º da Constituição.

    O presidente da entidade, Valter Fanini, diz que o interesse público pode ser resguardado sem a violação dos direitos individuais. Na opinião do engenheiro, a divulgação de cargos e salários, sem a referência dos nomes dos trabalhadores, seria suficiente para atingir a transparência.

    Confira na Gazeta do Povo em http://twurl.cc/26ux

  16. Transparildo
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 23:51 hs

    05/02/2010
    Falsa transparência

    O Fórum das Entidades Sindicais e o SindSaúde têm como princípio a defesa da transparência na administração pública. Sempre defendemos a necessidade de que os gastos com pessoal, as contas da Paranaprevidência ou a totalidade do orçamento do Estado, por exemplo, sejam de conhecimento da população paranaense.

    Contudo, discordamos da maneira com que o governo estadual divulgou os salários dos servidores. Um governo deve prezar pela transparência. Porém, deve respeitar também o princípio da privacidade do funcionalismo.

    O modelo adotado pelo Estado recai na invasão de privacidade. Revela informações pessoais que podem até comprometer a segurança dos trabalhadores. É o princípio da transparência que invade o da privacidade.

    Existem outras maneiras de demonstrar transparência, sem expor, de forma desnecessária, o nome e o vencimento de cada servidor. Um exemplo seria a divulgação dos salários vinculados aos cargos, por grupos de servidores em cada categoria, ou por secretarias e órgãos do Estado.

    Não são de interesse público o nome e o salário de cada servidor do Estado. Não é isso o que assegura transparência na administração pública.

    O que garante transparência é dar visibilidade à origem dos recursos, para onde devem ser destinados, e quanto desse montante foi aplicado.

    As licitações, os concursos públicos, os termos aditivos, a lei orçamentária e sua execução ou não, enfim, tudo o que faz parte da administração do Estado deve ser de domínio público.

    Além disso, o Fórum entende que os servidores que tiveram os salários divulgados foram discriminados, uma vez que o mesmo não aconteceu com os funcionários do Tribunal de Justiça, da Assembleia Legislativa, do Ministério Público e do Tribunal de Contas – o que acarreta em uma “falsa transparência”.

    Não é uma ação isolada como essa que garante a transparência tão necessária. Há muito a ser feito para que a população tenha acesso pleno a informações que realmente demonstram o volume de recursos à disposição do Estado, sua destinação e qual é o impacto dessas ações públicas sobre a qualidade de vida do conjunto da população.

    Fonte: http://www.sindsaudepr.org.br

  17. Transparildo De Arake
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010 – 23:57 hs

    Boca no trombone

    Publicado em 12/02/2010 | Bia Moraes – interina /
    rbessa@gazetadopovo.com.br

    O Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná ingressa hoje com ação judicial plei­­teando a suspensão ime­­diata da divul­­gação dos salários dos servidores públicos no site do governo do estado. Para o sindicato, o ato determinado pelo governador Roberto Requião afronta direitos de segurança e de intimidade, garantidos pelo artigo 5.º da Constituição.

    O presidente da entidade, Valter Fanini, diz que o interesse público pode ser resguardado sem a violação dos direitos individuais. Na opi­­nião do engenheiro, a divul­­gação de cargos e salários, sem a referência dos nomes dos trabalhadores, seria suficiente para atingir a transparência.

    Firme na decisão

    Do gabinete do governador vem a informação de que ele se mantém firme na decisão de divulgar cargos e salários de funcionários públicos – e não é só. Requião vai avançar na decisão, e planeja que se publiquem, já no próximo mês, também os vencimentos de funcionários de autarquias estaduais e empresas de eco­­no­­mia mista do estado. O governo sabe que outras instituições estão entrando com ações para contestar a decisão da transparência.

    Confira na Gazeta do Povo em http://twurl.cc/26ux

    Fonte: http://www.senge-pr.org.br/noticias.asp?codigo=65&titulo=Sindicato_entra_com_acao_contra_Governo_do_Estado_por_divulgar_salários_dos_servidores_públicos

  18. JUSTICEIRO
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 1:44 hs

    Embora com posição totalmente contrária a forma de governar, adotada por Reiquião, o ditador, essas medidas por ele adotada com relação a exposição do salário de cada merece todo o meu apoio.
    Afinal de contas por que esconder os ganhos?
    Quem não deve não teme, não é mesmo? Creio que essa oposição vem apenas de uma meia dúzia, ou seja, uma pequeníssima minoria de empregados da COPEL.

  19. Diógenes®
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 2:44 hs

    Só pra saber:
    Em algum país isso é assim?
    Se a Constituição Estadual determina a divulgação dos salários de cada cargo ou emprego público, e se ao funcionário público não é dado fazer o que a Lei não determina ou autoriza, não estaria o governador cometendo crime de prevaricação*?

    *Prevaricação
    É crime praticado por funcionário contra a Administração Pública, que se configura quando o sujeito ativo retarda ou deixa de praticar ato de ofício, indevidamente, ou QUANDO O PRATICA DE MANEIRA DIVERSA DA PREVISTA NO DISPOSITIVO LEGAL, A FIM DE SATISFAZER INTERESSE PESSOAL. A pena prevista para essa conduta é de detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa.

    Grato se alguém tiver a informação

    Só pra saber:
    Já curaram o câncer da corrupção e do nepotismo antes de arrumar a pontinha da unha encravada da falta de publicidade do salário de cada funcionário?
    Muito obrigado se alguém puder informar.

    Só pra saber:
    Uma viagem com tantos aspones e os respectivos gastos com hotéis, restaurantes, seguranças, despesas de transporte, etc. para inaugurar um tomógrafo, acrescida das despesas das autoridades locais e seus respectivos assessores não custa mais que o tomógrafo?
    Agradecido por eventual informação.

  20. Felipe
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 6:26 hs

    Ou divulga de todos ou não divulga de ninguem.
    Temos o direito desaber como esta sendo gasto os impostos que pagamos.
    A Copel é a maior vergonha do Estado do Paraná!

  21. Vigilante do Portão
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 7:55 hs

    Era exatamente o que o Requião queria, com isso ele vai aparecer na mídia, e no papel que ele mais gosta, o de paladino da moralidade.
    Só falta denunciar os Marajás da Copel e da Sanepar. KKK
    Em princípio, não vejo nada de mais em divulgar os nomes, cargos e salários dos funcionários publicos, inclusive os das estatais. Quem paga, que é o povo, quer saber o destino dos recursos.
    Não me venham com o argumento que “empresa pública é diferente de serviço público”. Recebe verba pública? Então é serviço público. Pena que o governador está fazendo isso apenas para aparecer. A falta de zelo com a coisa pública, por parte do Requião, traz distorções, como aquele caso do sujeito que passa os dias na praia de Copacabana e recebe como se estivesse trabalhando na TV Educativa.
    Aliás, vamos abrir a caixa preta da TV Educativa? Quanto ganha o capachista, digo jornalista Carlos Moraes? Será que ele tá na listagem da Internet? E os salários indiretos, tais como carro, diárias, despesas pagas com verba pública, até cachê, como se fossem artistas, os funcionários da TV Educativa recebem, Lembrando que são contratados SEM CONCURSO PÚBLICO.

  22. Borduna
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 9:45 hs

    Salário privado interessa só ao empregado, ao patrão e ao leão, concordo. Salário de servidor público, de empresa pública autarquias etc., gente que é indicada politicamente para um cargo em comissão, ou é de carreira gozando de estabilidade e aposentadoria integral, fundos de pensão com aportes públicos ou das estatais, têm de ter publicado o salário sim. O governador tá certo. Mesmo quando acerta só toma pau. Assim também não dá. Neste caso o cara tá certo e merece um elogiozinho ao menos. Dá-lhe Requião….. Nós povo queremos saber os salários da COPEL sim. Senhores Juizes e Desembargadores, parem de sentenciar de costas para a sociedade….

  23. celso
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 10:54 hs

    o tal filet mignon de antonina funcionário fantasma nelson logo vai para a rua por abandono de cargo e por transgressão ao estatuto dos servidores públicos portanto não precisa se preocupar que seu salário apesar de imerecido já que nunca trabalhou não vai ser divulgado.

  24. CLOVIS PENA -
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 11:35 hs

    Falta noção de limites.

  25. Zé do Coco
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 11:42 hs

    Isso de divulgar salários foi o fim da picada. Acho eu que isso por si só já daria IMPEACHMENT porque configura subversão da ordem.

  26. Pinel
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 12:31 hs

    O futuro do reizinho vai ser numa camisa de força. Sussega leão.

  27. Jango
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 12:44 hs

    Porque somente os servidores do Executivo – da ativa, aposentados e pensionistas – estão passando pelo constrangimento ilegal de publicação de seus salários individualizados ? Onde está a relação individualizada do Ministério Público, da Assembléia Legislativa, do Tribunal de Justiça, do Tribunal de Contas ?

    Será que não interessa também ao povo paranaense saber quanto paga ao governador ou quanto lhe custa o governador no seu bolso ? Além do vencimento vinculado ilegalmente ao de ministro “presidente” do Supremo Tribunal Federal, mais casa no Canguiri, luz, água, roupa lavada, comida, transporte, cavalos, cavalariços e cavalariças …

  28. sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 16:00 hs

    Novamente o imperador das araucarias tem um surto de transparencia seletiva.Ao discursar na Alep no dia 02 de fevereiro o Duce bateu na tecla da transparencia… ridiculo… só os salarios da raia miuda estão lá.Eu pergunto onde estão a relação do TC, do TJ, do MP e da Assembléia Legislativa???
    Por favor senhor governador tenha dó!!

  29. Sabir
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 16:23 hs

    Parabéns moçada, a transparência que todos queremos não é a violação da privacidade (crime).
    Todos, especialmente, aqueles que tem interesse em prestar concurso para um cargo público; querem saber quanto ganha um Aux. Administrativo, um Aux. de Secretaria, um C-1, C-3 ou DAS-1 , DAS-4, ou ainda um Motorista do Tribunal de Justiça, um Aux. de Gabinete do MP, um Médico Legista, Um Policial de rua, um Bombeiro, uma Professora de ensino fundamental e ai por diante.
    Agora, para satisfazer uma demagogia medíocre, um populismo arrogante ficar divulgando quanto ganha o Pedro; a Marilda, o Dr Juncundino, ou a Dra Felizberta é violação de privacidade sim Sr Governador.

  30. Obvionildo
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 18:17 hs

    Por que te calas ?

    A propósito, o que acha o Ministério Público do Paraná (MP) ?

    Concorda com o governador Requião ou não ?

    Por que te calas ? Se concordam, então por que até agora não publicaram as suas remunerações no site: http://www.pr.gov.br ?

    Se não concordam, por que não agem contra esse ato que para alguns juristas tem facetas de inconstitucionalidade ?

    Com a palavra o Ministério Público do Paraná !

  31. Pé Vermelho
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 20:26 hs

    Geraldo, Cidadão et alli.Todos prá dentro. Tá na hora de lavar os p’s prá dormir. Enxuguem bem entre os dedos por causa da frieira. É isso que dá solta a locaiada pro banho de sol. Um descuido, eles pulam o muero e se mandam prá lãrausi do outro lado da rua. Babando…

  32. COMANDANTE
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 21:57 hs

    SOU CONTRA a divulgação dos salários dos servidores concursados pois é uma merreca….se comparados…com os funcionários do Lula…que iniciam no cargo com R$ 12.000,00 e aqui R$ 3.500,00.

    Deveria sim colocar os vencimentos (salários, Comissões, etc) dos cargos em comissão (sem concurso público)….aí é que reside a imoralidade……….

  33. CADE MINIST PUBLICO.OAB.E SIND
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 22:28 hs

    ESSA ATITUDE TOMADA PELO GOVERNADOR, E DIGNO DE UM PROCESSO CRIMINAL, POR INVASAO DE PRIVACIDADE..INDENIZAÇAO POR DANOS MORAIS,….. . SALARIOS VERGONHOSOS E AINDA EXPOSTO,… CAUSA DEPRESSAO E DANO MORAL IRREPARAVEL……..CIDADAO…,PARABENS., ENFIM APARECEU ALGUEM DA NOSSA CLASSE POLICIAL,PARA FAZER COM QUE A POPULAÇAO ENTENDA, O CAOS DA SEGURANÇA PUBLICA, SALARIOS DE ESCRIVAES COM MAIS DE TRINTA ANOS DE SERVIÇO RECEBE NA SUA APOSENTADORIA ,SEM CONTAR OS DESCONTOS , TRES MIL REAIS…….UM PAPILOSCOPISTA NAO PASSA DE DOIS MIL E UMAS MIGALHAS,,……………………..ALERTA PARA NOSSOS COLEGAS QUE HOJE INGRESSAO NA POLICIA……NAO SE ILUDAM E MUITO MENOS ACREDITEM EM PROMESSAS NAS EPOCAS DE ELEIÇAO ,POIS VOCE VAI SER MAIS UM NA LISTA QUE HOJE ESTA AI NA INTERNET ,

  34. CADE MINIST PUBLICO.OAB.E SIND
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 22:31 hs

    OBS .QUERO RETICAR ILUDAO.

  35. FILET MIGNON
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 23:57 hs

    GRANDE CELSO…. Continua misturando as bolas…
    Mas, pelo que sei, “CELSO MARVADEZA”, como é alcunhado em Matinhos.
    Não foi o FILET MIGNON que foi exonerado A BEM DO SERVIÇO PÚBLICO QUANDO SERVIDOR DA SECRETARIA DE ABASTECIMENTO, após sindicância….
    Não foi o Filet Mignon, que, quando em cargo comissionado lhe presenteado pelo ZÉ MARIA, quando “INTERVENTOR NOMEADO POR REIQUIÃO”, lhe deram o cargo de chefe da fiscalização e você, arrestou um KOMBI lotada de cerveja de um ambulante, e levou o objeto da apreensão para sua churrasqueira!
    é MENTIRA?
    aQUI EM cAIOBÁ TODOS SABEM DE SUAS MALANDRAGENS, GATUNAGENS, E CORRPÇÃO….
    Fermèe la boucha! É o mínimo que um desqualificado como você pode fazer…

  36. Curitiboka
    domingo, 14 de fevereiro de 2010 – 11:31 hs

    Se o capa preta mandou não divulgar, assunto encerrado. Pau, cacete e porrada em quem desobedecer.

  37. domingo, 14 de fevereiro de 2010 – 13:09 hs

    Bem fez o sr.desgovernado,para variar desrespeitou a constituição mais uma vez,como não existe justiça para ele,não existe controle sobre ele,como é comum em seu desgoverno,pode citar nomes,salários,etc…mas,esqueceu de pedir a expressa autorização de seus titulares,vai receber mais ou menos 20mil processos por violabilidade da intimidade funcional dos servidores públicos.Já fui funcionário,hoje desfruto do sabor de ser aposentado ,mas, ainda na ativa.Assim como foi o seu primeiro desgoverno,o louco do Canguiri demonstra seu ódio em seus instantes finais de carreira, o ápice de sua loucura pela perda de seu comando,e,a desforra com aqueles que com certeza irão votar contra ele e trabalhar eleitoralmente contra ele o deixa mais desiquilibrado ainda. Servidores públicos,prestem bem atenção,somos em torno de 250 mil (ativos ,inativos,pensionistas,etc…)se cada um de nós angariar 5 votos contra este insano ele está “FERRADO”,pois, então teremos nada mais nada menos do que 1.250.000(um milhão, duzentos e cinqüenta mil) votos contra,afora os seus desafetos pessoais.Portanto servidores públicos este é o ano da desforra,o ano da reação,temos tudo para inviabilizar a eleição do desequilibrado do Canguiri,e, fazer ele pagar na justiça pelos seus desmendos,vamos barrá-lo a qualquer objetivo político a que venha tentar neste ano e de sua família também. Para o Duce e sua família o mesmo tratamento, vamos varrer esta turma da história política de nosso Estado.
    Vamos voltar a transparência,alguém acima comentou sobre os demais servidores,esqueceram os da Ju$tiça,que, como o$ do Tribunal do Faz de Conta$,tem $eu$ $alariozinho$ e$condido$ ,principalmente $eu$ nome$ e sobrenome$,não é $r$.Con$elheiro$….Que tal uma transparência abrangente,aquela que mostra o $alário integral do próprio $r.governador,o que apresentam é o $alário $em a$ vantagen$,como TIDE que varia de 100 a 120% a mais no $alário bruto,afora toda$ a$ de$pe$a$ paga$ como cabelereiro,manicure,massagista,esmalte,etc…etc…todas as despesas com alimentação,filé$ para churrasco,jantares,confraternizações do Canguiri,tudo isto deveria ser publicado,os gastos das farras na Ilha das Cobras,os parnanguaras estão escondendo o jogo,ah! sim é tudo pago pelos cofres da APPA, todos os banquetes oferecidos pelo insano na ilha,que tal divulgar o quanto tem de gente mamando nestas despesas,que tal mostrar ao povo do Paraná os gastos com publicidade não divulgada,principalmente as do mano mais velho na sua grrrraaaaannnndddeeeeee secretaria de representação em Brasília,que teta hein!!!!!!E assim vai por adiante,vamos ver insano do Canguiri, logo ,logo chegará o dia de sua saída,e, DEUS é grande e vai te botar pra fora….
    Lembrem-se este é o ano 2010 não elejam o Duce e ninguém de sua família, não votem em Dilma, Cássio o oportunista,Álvaro o menino da bola,os Collor de Mello e Silva,ffffoooorrraaaaa com todos os deputados estaduais que tiveram tanto tempo para tirar o insano do poder e não o fizeram,só mammaram na teta do governo, fora com a pior bancada de deputados federais,sequer apresentaram algo de bom para o Paraná e muito menos para o povo paranaense para eles um grande FFFFFFFFOOOOOOORRRRRRRAAAAAAA……

  38. TIRO NO PE.
    domingo, 14 de fevereiro de 2010 – 23:57 hs

    SENHOR GOVERNADOR ,…..UMA ATITUDE IRRESPONSAVEL,A EXPOSIÇAO DOS SALARIOS ,NAO FOI PARA ATINGIR O FUNCIONALISMO PUBLICO,…MAS A SEDE DA VINGANÇA,….TERMINA SEU GOVERNO , COM A SEGURANÇA PUBLICA SUCATEADA……PEDAGIO QUE PROMETEU PARA OS CAMINHONEIROS BAIXAR OU ACABAR A VER NAVIOS…..AS ESTRADAS DA FELICIDADE..AQUELA QUE O POVO NAO PAGARIA PEDAGIO…ATE HOJE NOS PARANAENSES ESTAMOS AGUARDADO…..PARA O FUNCIONALISMO PUBLICO TER UM REAZUSTE DE 15 POR CENTO , FEZ AMEAÇAS A DEPUTADOS CASO FOSSE CONTRARIADO AO MISERO 5 POR CENTO…..COMO SE ISSO NAO BASTASSE, FEZ QUESTAO DE HUMILHAR O FUNCIONALISMO EXPONDO ESSE SALARIO MISERAVEL QUER O GOVERNO PAGA, SO QUE O TIRO QUE ELE DEU ,VAI SAIR PELA CULATRA ,..DEPOIS DESSA ATITUDE INSANA SO LHE RESTA PEGAR O CHAPEU E SAIR DE FINO.

  39. LADEIRA ABAIXO -
    terça-feira, 16 de fevereiro de 2010 – 6:49 hs

    Órfãos de abril e os de janeiro – alguns arrependidos.

    Seis meses em média, antes do final de um governo, inicia-se a fase das infidelidades dos que buscam garantias para garantir um cargo.
    Nesta fase, outros, que foram reprimidos e constrangidos já iniciam atitudes discretas de vingança e até de sabotagem.
    É a fase do “faz de conta” ou até do “só faço se eu quiser”, dos funcionários de carreira. O governo passa e eles permanecem.
    Por isto historicamente há um período atípico de UM ANO em cada transição governamental, especialmente em caso de vitória da oposição.
    Um ano, pois os seis meses iniciais de um governo quase nada de consistente acontece. Até o orçamento é do governo anterior.
    Quando um vice assume, este período é bem maior. Pode ser de um ano e meio.
    Como os órfãos comissionados desaparecem, aumenta o poder do pessoal técnico, da base.
    É preciso cuidado, pois muitos que foram ofendidos aproveitam para dar o troco e até, em determinados casos, apoiados pelo novo governo.
    Já houve casos até de foguetório na saída de alguns truculentos.

  40. Silvano Andrade
    terça-feira, 16 de fevereiro de 2010 – 10:25 hs

    O Governador Requião esta de Parabéns…confiram a lista de salários dos servidores do Executivo…tem vagaba que não tem utililidade alguma para a sociedade Paranaense….mas ganha limpinho 10.000 reais por mês….esta situção desanima quem realmente quer trabalhar e produzir….

    o MP tem a obrigação e a vergonha na cara de investigar estes sangue sugas….URGENTE!!!!

  41. Reinaldo Luís Ono
    sábado, 20 de fevereiro de 2010 – 13:08 hs

    Relativo à divulgação dos salários, creio que se há o desejo de se dar transparência e se apurar abusos, não há a necessidade de divulgação de nomes de ninguém, até que hajam irregularidades comprovadas. Que se divulgue os vários salários sem identificar o “dono” e, havendo alguma suspeita, se investigue devidamente. Caso contrário todos correm um risco desnecessário e há uma exposição que, pergunto, se fosse você, estaria realmente de acordo e disposto a divulgar seus rendimentos e bens a todos, sem distinção? Em nosso pais, infelizmente, para quem não tem renda ou vive de salário mínimo, todos os outros são milionários!
    Então, acho realmente que, esta medida está sendo tão somente eleitoreira e oportunista, mas efetivamente não surte o efeito que querem fazer entender, se dará. Moralizar os gastos públicos passa por gastar no que é importante, fazer a máquina estatal trabalhar com mais eficiência e de forma profissional, valorizando os que trabalham de forma correta e efetivamente punindo quem se desvia deste caminho.

  42. NELSON
    domingo, 21 de fevereiro de 2010 – 12:13 hs

    Se nao querem expor o salario vao trabahar na empresa PRIVADA (nome ja diz) como eu… Se dizem que o salario so interessa ao proprio e ao PATRAO, otimo; SOMOS NÓS OS PATRÕES, que pagamos esta classe toda e inclusive estes sindicalistas. sem dizer outros que ditam… Na Copel tem muita gente que deveria estar aposentado, ainda estao la POR QUE.
    PARABENS REQUIAO…

  43. PAPAGAIADA
    domingo, 28 de fevereiro de 2010 – 22:25 hs

    E SEU NELSON…….PARABENS PARA REIQUIAO , QUE NO SEU GOVERNO COLOCOU TODA A SUA FAMILIA A TRABALHAR , AFINAL ISSO NAO E NEPOTISMO.

  44. Vida Loka
    sexta-feira, 5 de março de 2010 – 18:26 hs

    Entendo que lambança com dinheiro público deva ser combatida… existem pessoas dentro da COPEL que ganham grandes aumentos de forma questionável. Isso deve ser investigado… agora apenas divulgar os salários levaria a uma investigação…
    O governo do Estado já tem acesso aos salários… pq ele mesmo não entra com investigação, processo administrativo, contra aumentos injustificados?

    Acho q técnicos q ganham 10 conto tem q ser investigados e começar a ganhar os 2 conto de todos os outros… mas será que isso vai acontecer… ou apenas uma fofocaiada desgastante e inútil!

    Solomar que conseguiu barrar na justiça essa divulgação foi cassado do sindicato. O Requião já está atacando pelas bordas novamente… isso não é justo! Sempre achei o SINTEC uma porcaria de sindicato.. e quando os caras resolvem trabalhar são cassados… independente do mérito não deveriam ser cassados! Essa medida é absolutamente rasteira…

  45. Amélia
    terça-feira, 16 de março de 2010 – 16:37 hs

    Tem mais coisas para se tornar transparente neste estado do que divulgar salários de funcionários. Isso é uma grande hipocrisia, Porque não cuidar da segurança, da educação, da saúde, já que quer aparecer, faça uma revolução no IML, para amenizar a dor dos usuarios. E agora como que fica, a vergonha dos avulsos da Assembleia Legislativa. Nossa! como tem coisas para tornar transparente neste estado.

  46. terça-feira, 16 de março de 2010 – 18:33 hs

    e isso ai Amelia …gostei do seu comentario…

  47. sandra
    segunda-feira, 29 de março de 2010 – 23:35 hs

    o patrão tem que saber quanto está pagando ao seu funcionário e o patrão do servidor público é o povo parabéns pela transparencia

  48. José
    quinta-feira, 29 de julho de 2010 – 10:48 hs

    Altos salários e agora altas tarifas! Até quando?

  49. quarta-feira, 17 de novembro de 2010 – 20:36 hs

    vcs querem saber quanto ganha um funcionario da copel ok eu lhe direi,,trabalho a 12 anos nessa empresa que é injusta com os eletricistas.
    eletricista aprendiz…850 reais
    eletricista nivel 1……920 reais
    eletricista nivel 2……1020 reais
    eletricista nivel 3…….1180 reais…vai até o nivel 5….mas pra chegar a esses niveis tem q ser muito puxa saco..infelismente é assim que funciona.
    gerente de agencia ….5.000 mil reais….atendente de agencia 1400 reais…tecnico comercial…2800 reais.(esses são os mais puxa sacos de todos)….atendente de call center 786 reais isso mesmo 786 reais……gerente regional 9 mil reais……superintendente..14 mil reais…..diretor ( tem varias areas) mas em torno de 25 mil reais……….agora vcs vejam o absurdo…os eletricistas e operadores de call centers…são os que mais trabalham…os que seguram essa merda de empresa de pé….e ganham essa miseria……se todos os eletricistas pararem a copel pode fechar as portas e mudar de ramo….o serviço de eletricista não é ruim .o problema que os puxa sacos do administrativos viram chefes..e esses se julgam os donos ‘do mundo’…pisam.ameaçam.humilham os eletricistas (os que realmente trabalham) pois os eletricistas puxa saco.esse pagam carne e cerveja p chefe….é uma corrupção do inferno.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*