Acusado do crime do Morro do Boi condenado a 65 anos de prisão | Fábio Campana

Acusado do crime do Morro do Boi condenado a 65 anos de prisão

No Paraná Online

Juarez Ferreira Pinto foi condenado a 65 anos e cinco meses de prisão pelo latrocínio praticado contra o estudante Osíris Del Corso, e por tentativa de latrocínio e atentado violento ao pudor contra Monik Pergorari Lima. Os crimes ocorreram em 31 de janeiro de 2009, quando o casal de namorados estava em uma trilha no Morro do Boi, em Matinhos.

A decisão foi divulgada na tarde desta quinta-feira (18) pelo juiz substituto da Vara Criminal de Matinhos, Rafael Luís Brasileiro Kanayama. Juarez deverá cumprir a pena inicialmente em regime fechado e não poderá recorrer em liberdade.

Como existe o crime contra a dignidade sexual, o juiz decretou segredo de justiça no processo. Com isso, somente as partes podem ter acesso à integra da sentença.


39 comentários

  1. Zé da Gargalhada
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 20:35 hs

    ACHO POUCO !!!! PODERIA SER PARA CADA PERNA.

  2. ZÉ DA RECICLAGEM
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 21:15 hs

    PRIMEIRO ELA FOI VIOLENTADA, DEPOIS MOLESTADA, depois descobriu que juarez era doente, tem algo estranho nesta jovem………

  3. Abacaxi
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 21:23 hs

    Fico perplexa com a ignorancia da população, mas tenho fé de que a justiça divina aconteça… agora eu quero fazer um desacato e arco com as consequencias se for preciso… Seu Rafael, como pode tanta burrice em uma pessoa tão estudada? não sabe o senhor das doenças graves que o Juares possui? È desumano alguem decretar tamanha pena para um caso que não apresentou nenhuma prova concreta, contradições mil da própria vitima, arma encontrada com um estuprador, estuprador assume o crime, hora a vitima foi violentada hora somente molestada… camisa amarela sem nenhum vestigio do Juares, que provas são essas? Será que isso é um acerto de contas de uma divida pessoal, de gente grande, e que esta afetando um pobre coitado, meu será que os direitos humanos que defende tantos presos e suas situações dentro das cadeias, já demonstrou solidariedade neste caso? O pouco que desejoa a vc Monique é que nunca mais volte a andar e ao senhor Juiz que não tenha nenhum filho, porque se tiver no minimo sera um tremendo viciado…E que a justiça divina seja feita, porque a dos homens só é valida para quem tem muito dinheiro…E que ninguém passe pela dor que a familia do Juares está passando, pois a injustiça é muito grande e sinceramente esta dor não desejo nem ao meu maior inimigo….

  4. Cérebro de abacaxi
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 21:35 hs

    Ainda bem que sempre há um entendido no assunto para esclarecer os leitores.
    Deveria ser juiz, Abacaxi!

  5. Descacado Abacaxi
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 21:40 hs

    Engraçado, não deseja a ninguem, nem ao maior inimigo, que contradição é essa, pois esta desejando a Munique, que nunca volte a andar e que o Juiz não tenha filho pois será um drogado. Que desejo é esse, que contradição é essa.

  6. cassiano
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 21:45 hs

    atenção neófitos (que pouco sabem da área juridica) .
    os 65 anos de acordo com a lei virarão 30 anos o máximo de pena admitida no Brasil.
    Com bom comportamento o condenado sai com um sexto do regime fechado e vai para o semi-aberto , portanto em 5 anos livre leve e solto. é ruim mas é a lei feita pelos românticos do direito penal que influenciam os congressistas . agora se é culpado ou não há dúvidas razoáveis .

  7. pingo
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 22:07 hs

    Neste caso uma pena de morte estaria bem aplicada.
    Muita controvérsia no caso, minha sugestão fica para a Abacaxi, já que tem tanta certeza sobre a inocência do acusado, vá testemunhar em sua defesa e reuna provas e apresente evidências para a sua absolvição. Porque ter o namorado assassinado na sua frente, levar tiros e ficar sangrando até ser estuprada, e salva descobrir que ficou paraplégica te dá muitos motivos para ver o culpado preso. Dívida pessoal de gente grande, com um tiro na espinha, Abacaxi e as novelinhas e BBB da Globo. Sem Chance.

  8. July
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 0:09 hs

    Ainda acredito que essa história está miita mal contada… Essa Monique demonstrou muita arrogância, nenhum embaraço, nenhuma emoção, e o cara que foi encontrado com a arma do crime, muito parecido com o retrato falado, conhecido por cometer uma série de crimes semelhantes, reconhecido pro quem vendeu a arma, confessou, voltou atrás, aí pegam um coitado de um doente mental, dão uma pena absurda destas… Ah, faça-me o favor… Esperoi que ainda haja algum tipo de justiça nesse país, que esse caso seja relamente esclarecido, e que uk inopcente não pague por um bandido…

  9. Chrystian Sobania Wowk
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 1:05 hs

    Muito bem Cassiano, disse tudo, bem como o regime de progressão, ou seja, acredito que daqui uns 18 anos, ele estará em liberdade já.

    Não posso falar do caso, desconheço os autos, mas como dita supra, as provas não são tão cabais assim.

    Att.,

  10. Ricardo
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 1:37 hs

    Desde o começo essa Monique esta escondendo algo.
    Ontem, em declaração a RPC via msn, ela disse “TA NA CARA QUE FOI ELE”.
    Perae………”TA NA CARA QUE FOI ELE”?…Ué! Não soa meio estranho essa frase?
    Parece que ela esta julgando apenas por fatos.
    Muito estranho

  11. Ricardo
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 1:41 hs

    Complementando uma palavra em meu comentário….
    PARECE QUE ELA ESTA JULGANDO APENAS POR FATOS NÃO COMPROVADOS.

  12. Gilberto
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 9:00 hs

    ESSE CARA PARECE COM O JUNIOR DA AAC.

  13. Robson Sonazzi
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 9:01 hs

    Atenção BACHARELEPÍPEDOS (que acham que sabem da área jurídica)

    Juarez foi condenado a 65 anos e 5 meses de reclusão. Caso seja mantida esta pena, depois de analisados os recursos da defesa, Juarez terá de cumprir ao menos dois quintos antes de pedir a progressão de regime. Com isso, ele deve permanecer mais 25 anos na cadeia, já que estava preso há um ano, aguardando o julgamento.

    Sem mais.

  14. Sou do litoral
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 9:22 hs

    O verdadeiro assassino é sem dúvidas o Paulo ,protegido de políticos de Matinhos e que tem uma ficha enorme .A arma que foi apreendida com Paulo é ou não a arma do crime? Tem vereador e ex. prefeito que pode começar a por as barbas de molho, a casa vai cair!

  15. amarildo
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 9:34 hs

    cassiano, os beneficios que o preso tem direito são computados do total da pena, portanto o correto é 1/6 de 65 para ter direito ao regime semi-aberto, isto se seu advogado superar a lei dos crimes hediondos, pela qual o preso deve cumprir 2/3 em regime fechado.

  16. pimenta malagueta
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 9:56 hs

    Só aki no Brasil em que nem todos são iguais perante a lei, o caso do pimenta neves, réu confesso, que matou a namorada grávida responde o processo em liberdade, já o juarez, que nega o crime, encontra-se preso muito tempo antes do julgamento.
    A CF diz que só será considerado criminoso, e preso, após o regular trâmite processual com trânsito em julgado da sentença condenatória.
    Quem tem $$$$ tem os benefícios da CF.

  17. Dr. Data Venia
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 10:00 hs

    Cassiano (que pelo que escreveu é neófito, ou seja, estudante de Direito querendo aparecer):
    1) 30 anos não é o máximo de pena admitida e sim o tempo máximo de reclusão. Lembre-se de que penas podem ser somadas.
    2) O cálculo de 1/6 para progressão de regime se baseia na pena total (65 anos), e não no tempo máximo de reclusão. Ou seja, vai demorar mais de 10 anos para ter direito a regime semi-aberto.
    3) Estude mais e não escreva besteiras.

  18. Abacaxi
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 10:52 hs

    Cerebro de abacaxi e descascando abacaxi, pude perceber o quanto vcs são ignorantes, mas se preciso for irei sim depor a favor do réu, pena que a justiça não aceita nenhuma prova a favor do mesmo… e para falar a verdade a Monik e o Juiz não são meus inimigos, eu nem os conheço, então para mim não são nada, são sim, pobres mortais que irão sofrer muito com a justiça divina a qual nós não podemos ver, mas eles poderão sentir…quem comete erros não tem paz de espirito,portanto eu não estou em contradição, mas sim vcs que estão muito fracos de interpretação… Acho que deveriam voltar para o mobral e fazer básicamente aulas de interpretação…

  19. Robson Sonazzi
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 10:59 hs

    BACHARELEPÍPEDOS DE PLANTÃO, LEIAM ANTES DE DAR OPINIÃO:

    Fonte: Lei 11.464/07.

    No caso de crime hediondo ou equiparado (Homicídio qualificado, latrocínio, extorsão mediante seqüestro, estupro, tortura, tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, por exemplo) a fração mínima de pena cumprida é de 2/5 (40%) para primários e 3/5 (60%) para reincidentes.

    PORTANTO, NÃO EXISTE *1/6* NESTE CASO, MAS SIM *2/5* (40% da pena TOTAL no regime inicial – FECHADO).

    ASSIM, VENCIDO O JURIDIQUÊS “BÁSICO”, REPITO O QUE FOI DIVULGADO PELA GAZETA DO POVO:

    Juarez foi condenado a 65 anos e 5 meses de reclusão. Caso seja mantida esta pena, depois de analisados os recursos da defesa, Juarez terá de cumprir ao menos dois quintos antes de pedir a progressão de regime. Com isso, ele deve permanecer mais 25 anos na cadeia, já que estava preso há um ano, aguardando o julgamento.

    INOCENTE OU NÃO, ESTE É O PESO DE SUA CONDENAÇÃO.

  20. Silvano Andrade
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 11:38 hs

    Perguntar não ofende…

    Será que este caso não estaria ligado a grupos Neo-nazistas???

    Por que a policia se embaraçou no início da investigação??? será porque a policia estava fustigada pelo caso da menina Raquel, que até hoje continua uma incognita.

    A monik foi violentada ou não???

    E aquele outro marginal que a policia prendeu e depois “desligou” ele do crime…

    Na minha modesta opinião, houve uma tremenda patuscada na investigação deste crime…

    Deixando claro que não estou defendendo o marginal juarez…por mim ele que apodreça na cadeia…só qro saber o que realmente aconteceu…senão amanhã ou depois, inocentes serão condenados por pura inépcia ou incompetência da policia, ou pior, condenarão inocentes por comodidade e para demonstrar o quão são competentes!

  21. RECADO PARA ABACAXI.
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 11:54 hs

    Sr.Abacaxi…..Como pode sair da sua boca, a palavra .DIVINA JUSTIÇA?……..O senhor ou senhora sei la,…primeiro tera que conhecer a palavra de Deus,coisa que esta mais que evidente que nao conhece……DESEJAR QUE MONIQUE FIQUE PARAPLEGICA PARA SEMPRE. E QUE O JUIZ QUE DEU A SENTENÇA TENHA FILHOS DROGADOS , SO PODE CONHECER A PALAVRA DO DIABO.

  22. Debates Jurídicos
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 12:58 hs

    Conclamo os entendidos no assunto da progressão no cumprimento do regime da pena a observar Súmula Vinculante 26:

    Para efeito de progressão de regime no cumprimento de pena por crime hediondo, ou equiparado, o juízo da execução observará a
    inconstitucionalidade do art. 2o da Lei n. 8.072, de 25 de julho de
    1990, sem prejuízo de avaliar se o condenado preenche, ou não, os
    requisitos objetivos e subjetivos do benefício, podendo determinar,
    para tal fim, de modo fundamentado, a realização de exame
    criminológico.

    Data de Aprovação
    Sessão Plenária de 16/12/2009
    Fonte de Publicação
    DJe nº 238, p. 1, em 23/12/2009
    DOU de 23/12/2009, p. 1.
    Referência Legislativa
    Constituição Federal de 1988, art. 5º, XLVI, XLVII.
    Código Penal de 1940, art. 33, § 3º; art. 59.
    Lei 7.210/1984, art. 66, III, “b”.
    Lei 8.072/1990.

  23. Joel
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 13:31 hs

    Não é atoa que a maioria dos Brasileiros não acredita na justiça, não precisa ser Formado para ver que esse processo esta cheio de vicio, é só acompanhar as meterias jornalistica que vai ver que tem algo errado nesse processo, cade o individuo que foi preso com arma do crime, e provado pela pericia balistica.me lembro do caso Lira, foi semelhante a esse, esse é nosso Brasil essa é nossa Justiça.

  24. Isolda Weber
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 15:36 hs

    Não importa o que vocês sabem ou não do crime. O que importa é que a JUSTIÇA FOI FEITA! Quem deve se preocupar com a análise das verdades expostas são as autoridades responsáveis: estas sim analisaram todos os fatos, provas, depoimentos etc e deram a sentença justa. O que está ou não na boca do povo é, na maioria das vezes, balela. Se não pudéssemos acreditar em homens e mulheres com altos níveis de estudo e na própria vítima sobrevivente, por quê teríamos que acreditar em um homem que, no mínimo, já foi preso por tráfico de drogas? Aí talvez justificaria o fato do Brasil não ir pra frente nunca mesmo!

  25. Divanir
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 16:14 hs

    Todos sabemos que se acusar e não provar, o feitiço volta contra o feitiçeiro. Não sei se Juarez é relmente culpado ou não, mas se realmente as provas testemunhais e técnicas não foram aceitas, pode ser considerado nulo o julgamento e com erro muito grave pelo magitrado. Todos sabemos que se monik voltar atrás no seu reconhecimento, pagará um preço muito alto, e o estado também. Agora se realmente ele não for culpado, como dormirá os envolvidos neste julgamento?. Sabemos que no Brasil, muitos inocentes já foram condenados, reparar isto depois fica impossível. É melhor um bandido solto, que um inocente preso.

  26. uai!
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 16:40 hs

    Alguém da banda boa da imprensa poderia fazer uma ampla reportagem investigativa sobre esse caso nebuloso. Como a arma do crime acabou na mão de outro? Como um confessa e é solto. E outro paga. Daria um bom roteiro de cinema. Mas claro, alguém tinha que ter coragem de olhar embaixo do tapede desse caso.

  27. PELA VERDADE PURA E CRUA !!!!
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 18:11 hs

    Minha pergunta é para o “SOU DO LITORAL”:- Pelo que estou sabendo, “por ouvir dizer” esse tal de PAULO DE TAL, que chegou a confessar o crime e que “dizem” estava com a arma do crime, NÃO FOI PRESO POR ESSE CRIME ( do Morro do Boi) E SIM POR OUTROS (COMO ESTUPRO, ASSALTO A MÃO ARMADA, ENTRE OUTROS).
    PERGUNTO ENTÃO:-
    ELE ESTÁ PRESO, AINDA, POR ESSES CRIMES ?
    ELE RESPONDE, NA JUSTIÇA, POR ESSES CRIMES ?
    ELE AINDA MORA AI, NO LITORAL ?
    ELE É PESSOA CONHECIDA DA POPULAÇÃO DE MATINHOS ?
    ELE TRABALHA (ou trabalhou) AI, NA CIDADE DE MATINHOS ?
    Agradeço se houver respostas.

  28. LÉO
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 21:04 hs

    E O QUE MAIS É INCRÍVEL NESSA HISTÓRIA É QUE O BANDIDO VAI FICAR 65 ANOS NA PRISÃO…COMENDO, BEBENDO, TOMANDO BANHO DE SOL, TENDO DIREITO A ENCONTRO INTIMO, COM DENTISTAS, MÉDICOS, PSICÓLOGOS, ASSISTENCIA SOCIAL E ADVOGADOS..A VONTADE.
    ELE IRÁ CUSTAR A BAGATELA DE R$ 1500,00(HUM MIL E QUINHENTOS REAIS) POR MÊS E SUA FAMÍLIA AINDA RECEBERÁ R$ 798,00(SETECENTOS E NOVENTA E OITO REAIS ) POR MÊS DE AUXILIO RECLUSÃO.
    AGORA VAMOS PRA MATEMÁTICA.

    65 ANOS = 780 MÊSES X R$ 1500,00(CUSTO DO PRESO NO SISTEMA PRISIONAL)= R$ 1.170.000,00(HUM MILHÃO CENTO E SETENTA MIL REAIS).

    65 ANOS = 780 MÊSES DE AUXÍLIO RECLUSÃO NO VALOR DE R$ 798,00 = R$ 622.440,00(SEISCENTOS E VINTE E DOIS MIL, QUATROCENTOS E QUARENTA REAI).

    R$ 1.170.000,00 + R$ 622.440,00 = R$ 1.792.440,00 (HUM MILHÃO SETECENTOS E NOVENTA E DOIS MIL QUATROCENTOS E QUARENTA REAIS).

    QUANTO CUSTA UMA MUINIÇÃO CALIBRE .38…VOCÊ SABE?
    A DE BOA QUALIDADE CUSTA R$ 6,00(SEIS REAIS), SE VIER DO PARAGUAI DE CSTAR UNS R$ 2,00(DOIS REAIS) JÁ COM A COMISSÃO DO MUAMBEIRO…

    E QUEM VAI PAGAR A CONTA É O POVO BRASILEIRO QUE NÃO TEM SAUDE, EDUCAÇÃO E NEM SEGURANÇA PÚBLICA, PORÉM PAGA MUITO CARO POR NÃO TER……

    PRESO TEM QUE TRABALHAR, DIREITOS HUMANOS TEM QUE DEFENDER SERES HUMANOS E NÃO BANDIDOS, E JÁ PASSA DA HORA DE REVISAR AS LEIS E QUEM SABE PENSAR EM PENA DE MORTE PARA CRIMES BÁRBAROS, E DEIXAR DE LADO ACONCHAVOS POLITICOS FORA DE HORA, COMO ESTES QUE VEMOS DIARIAMENTE ACONTECENDO EM TODO O PAIS….
    ESTE REALMENTE É O BRAZIL COM Z………
    Z…..DE ZONA.

  29. ESTA DADA A RESPOSTA.
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 22:00 hs

    QUE DIFERENÇA FAZ, JOGAR UM CRIME A MAIS ,PARA QUEM JA ESTA CONDENADO.? ..ESTA BEM CLARO QUE TENTARAO ENGANAR. JOGANDO TODA ESSA PODRIDAO PARA CIMA DESSE INFELIZ…QUE RAZAO TERIA MONIQ DE MENTIR?…..QUE RAZAO E INTERESSE TERIA O MAGISTRADO DE DEFENDER MONIK E DAR UMA CONDENAÇAO DE 65 ANOS ?……SEGUNDO ESTOU SABENDO, TRATA-SE DE DUAS FAMILIAS POBRES. …ERRO NAS INVESTIGAÇOES?….COMO EXPLICAR AS PROVAS QUE CONDENARAO JUAREZ?…A CONDENAÇAO E FEITA BASEADO EM PROVAS DOCUMENTAIS E TESTEMUNHAS……….A VERDADE E UMA SO…ESSE CRIME DESDE O INCIO TENTARAO TUMULTUA ,…O MAIS INCRIVEL ,QUE ALEM DA MONIK PERDER O NAMORADO ,FICOU PARAPLEGICA…E AINDA SER ACUSADA DE MENTIROSA….. ..EU GOSTARIA DE SABER QUAL O MOTIVO QUE MONIK TERIA PARA ACUSAR JUAREZ????

  30. ESTA DADA A RESPOSTA.
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 22:10 hs

    QUE DIFERENÇA FAZ, JOGAR UM CRIME A MAIS ,PARA QUEM JA ESTA CONDENADO.? ..ESTA BEM CLARO QUE TENTARAO ENGANAR. JOGANDO TODA ESSA PODRIDAO PARA CIMA DESSE INFELIZ…QUE RAZAO TERIA MONIQ DE MENTIR?…..QUE RAZAO E INTERESSE TERIA O MAGISTRADO DE DEFENDER MONIK E DAR UMA CONDENAÇAO DE 65 ANOS ?……SEGUNDO ESTOU SABENDO, TRATA-SE DE DUAS FAMILIAS POBRES. …ERRO NAS INVESTIGAÇOES?….COMO EXPLICAR AS PROVAS QUE CONDENARAO JUAREZ?…A CONDENAÇAO E FEITA BASEADO EM PROVAS DOCUMENTAIS E TESTEMUNHAS……….A VERDADE E UMA SO…ESSE CRIME DESDE O INCIO TENTARAO TUMULTUA ,…O MAIS INCRIVEL ,QUE ALEM DA MONIK PERDER O NAMORADO ,FICOU PARAPLEGICA…E AINDA SER ACUSADA DE MENTIROSA….. ..EU GOSTARIA DE SABER QUAL O MOTIVO QUE MONIK TERIA PARA MENTIR ? AFINAL ,ELA ESTEVE DE FRENTE COM ASSASINO E NAO FORAO POUCAS HORAS, FOI SUFICIENTE PARA FAZER O RECONHECIMENTO….

  31. LEO
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 22:54 hs

    PARA JUAREZ/ NÃO HÁ PROVAS CONCRETAS PARA UMA CONDENAÇÃO / AGORA O SR ARRUDA E SUA CORJA DE BRASILIA ROUBAM O DINHEIRO QUE DEVERIA MELHORAR AS CONDIÇÕES DE VIDA DOS BRASILEIROS, E MUITOS DE NOIS MORREREMOS POR FALTA DE SEGURANÇA/ SAUDE/ FOME / INJUSTIÇAS ETC. ESSE SIM MERECIA SER CONDENADO A PERPETUA E NADA DISSO IRA ACONTECER! ESTÁ NUMA SALA C/AR CONDICIONADO E COMENDO CAVIAR! É JUAREZ CONTRA VC SÓ HÁ UMA POBRE MOÇA COMO PROVA, E PEGASTE 65 ANOS , SEU ARRUDA PROVAS VISIVEL DE ROUBO ! E NADA ACONTECERÁ C/O CARA! MEU DEUS POBRE JUSTIÇA BRASILEIRA, É NOJENTA , SR. GILMAR MENDES O SR. É ´DIGNO DE REPUGNANCIA DE MINHA PARTE, BANDO DE JUIZINHOS DE FUNDO DE QUINTAL!
    QUERIA SABER COMO JUAREZ PASSOU A ARMA PARA O OUTRO ESTRUPADOR COMO?????????? SERÁ QUE VENDEU ?

  32. LEO
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 23:02 hs

    POVO BRASILEIRO, PRECISAMOS SABER A VERDADE DESTE CASO
    NÃO ME INTERESSA SE O JUAREZ É CULPADO OU INOCENTE,
    SÓ QUERIA SABER QUE NO BRASIL TEMOS UMA JUSTIÇA SÉRIA, QUE JULGA SEUS CIDADÕES, INOCENTANDO OU CONDENANDO SEM Q HAJA DUVIDA.

  33. CARLA MENEGHALL SANTANA -
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 23:21 hs

    VOCÊS SABEM O QUE EU ACHO?
    QUE ESSE BANDIDO DEVE FICAR NA CADEIA CUMPRINDO O TEMPO QUE FOI DETERMINADO PELO JUSTIÇA. ENQUANTO A MUNIK, NÃO CREIO QUE ELA QUEIRA DEIXAR UM INOCENTE PAGAR POR UM CRIME QUE NÃO COMETEU.ELA É A GRANDE PROVA VIVA, QUE PODE, GRAÇAS A DEUS IDENTIFICAR O SALAFRÁRIO QUE A TORTUROU E MATOU SEU NAMORADO. NÃO PRECISA DE PROVA NENHUMA COM ESSA MOÇA VIVA, BERRANDO AOS QUATROS CANTOS DO MUNDO QUE “É O CARA” QUE A FEZ PASSAR PELO PIOR PERÍODO DE SUA VIDA. AGORA, AOS QUE DEFENDEM UM INSANO DESSE, QUE REZE PELA ALMA DESSE ANIMAL, POIS ELE DEVERIA TER PENSANDO NAS CONSEQUÊNCIAS, ANTES DE FAZER O QUE FEZ. E QUANTO AS PROVAS, PRA QUE MAIS? LEMBRAM DAQUELE VELHO DITADO?
    FULANO NÃO SOBREVIVEU PARA CONTAR A HISTÓRIA? POIS BEM, O NAMORADO DA MUNIK NÃO, MAS ELA, SIM ! SEI, QUE NEM O TEMPO APAGARÁ O QUE ACONTECEU A ESTA MOÇA,MAS TENHO CERTEZA DE UMA COISA, A JUSTIÇA FOI INTELIGENTE E SÁBIA.

  34. sábado, 20 de fevereiro de 2010 – 14:57 hs

    SIGILO: Por que o sigilo neste momento dos autos? O processo foi público o tempo todo. Decretar o sigilo no momento da sentença foi uma forma do MM. Juiz de Direito prolator não passar por um controle público. Cadê o princípio da publicidade? O que a sentença tem que não pode ser mostrada?

    ELIAS ASSAD: O sr. advogado atua em outro caso famoso, do ex deputado Carli. Ali não há controversia quanto à materialidade. Porém, o acusado ali não responde ao processo preso, e tem uma ficha de várias ocorrências de delitos de trânsito. E ainda não foi julgado. Ele também pode dar sua versão na imprensa paranaense. Por que? Qual a diferença entre ele e Juarez Ferreira Pinto, que tem que responder ao processo preso, sem indícios de autoria consistentes, e não pode até o momento dar uma versão pública

    AUSÊNCIA DE RECONSTITUIÇÃO DO CRIME E BUSCA E APREENSÃO NA CASA DE JUAREZ. Ao que se sabe não houve busca e apreesnão na casa de Juarez, nem reconstituição do crime. Se assim tivesse ocorrido, poderiam os fatos serem melhor apurados.

    AUSÊNCIA DE MATERIALIDADE DOS CRIMES ROUBO E DE ATENTADO AO PUDOR. Ao que foi publicado, não há qualquer registro de que foram encontrados objetos do crime com Juarez, nem lesões relativas ao atentado ao pudor na vítima Monique.

    ARMA DO CRIME. Foi a arma do crime encontrada com uma outra pessoa, Paulo Delci Unfried, semelhante fisicamente com Juarez e, em um primeiro momento, preso em flagrante pela prática de crimes semelhantes ao praticado. Se o autor não ele, como a arma chegou nas mãos de Juarez? Não poderia haver algum cúmplice? Se Paulo Unfried não é o criminoso do Morro do Boi, não cometeu ele, ao menos, o crime de porte ilegal de arma? Então, porque não foi denunciado, nem ficou preso em flagrante por este crime. Da forma como foram conduzidos os fatos pelo Ministério Público, dá a entender que houve um pacto com Unfried, para ele negar a autoria do crime e, em troca, sair livre de todas as demais acusações. NESTE CONTEXTO, A SOCIEDADE NÃO SAIU DESPROTEGIDA?

    TORTURA EM UNFRIED. Paulo Unfried afirmou que somente confessou os fatos, que ele nem conhecia – a não ser que estivesse no local do crime. Posteriormente, disse que foi sob tortura. Tortura na Delegacia de Polícia é crime. O Ministério Público apurou tal fato?

    OITIVA DO PORTADOR DA ARMA. Paulo Unfried afirmou entregou a arma para um terceiro, Celio. Porém, incompreesivelmente, não foi permitida sua otiva pelo Juiz. Isto poderia esclarecer como a arma chegou às mãos de Juarez. Ou trazer aos autos algum co-autor, ou novos fatos. Pessoas têm consigo armas que praticaram crimes graves, não precisam ao menos esclarecer os fatos? Isto é proteger a sociedade?

  35. PARA MENEGALIA
    sábado, 20 de fevereiro de 2010 – 15:51 hs

    CARLA MENEGALIA…….Sao pessoas como voce , que tem conciencia e capacidade de separar o certo o errado e a justiça. Realmente a justiça foi sabia e inteligente……Sempre digo, a justiça existe sim,para aquelesque acreditam nela. agora, o fato desses politicos corruptos roubar nossa naçao e problema que terao que prestar contas com justiça,isso nao compete a nos, a velha historia CADA CABEÇA SUA SENTENÇA..Mas com certeza que pra esses coruptos a casa deles tambem um dia cai. Aos meus sessenta e dois anos ,a experiencia que a vida nos ensina ,posso dizer . Deus e o todo poderoso,ele e nosso Juiz, maior…..Aqui se faz aqui se paga….Para Monik ,desejo que a medicina consiga o mais breve devolver a ela do direito de andar e trazer para essa familia de volta a felicidade que merecem….Quanto ao juiz ,Meus parabens,.sempre acreditei no nosso glorioso Ministerio Publico.

  36. SÉRPICO
    domingo, 21 de fevereiro de 2010 – 23:12 hs

    Cambada de ignorantes os que colocam dúvidas quanto à autoria do crime. O reconhecimento da vítima, já é o suficiente para enjaular esse maníaco para o resto da vida. Na verdade o que acontece é que tentaram manipular os fatos, fazendo com que esse monstro parecesse inocente. Só quem está dentro da instituição sabe dar nome aos bois nesta história.

  37. Ulisses Moroni Júnior
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010 – 10:27 hs

    DEFESA DA SOCIEDADE. Este caso revela que dogmas e justiça podem ser mistura prejudicial à sociedade. Tratar vítima, que muito já sofreu, como computador ou máquina fotográfica, cujas opiniões não podem ser sujeitas à falibilidade humana, fez com que não se esclarecesse qual o motivo que levou o portador da arma de um crime a tê-la em mãos. Para dar uma resposta rápida, pelo caminho mais fácil, o Ministério Público do Paraná deixou impune alguém que possuía uma arma irregularmente e, pior, que foi utilizada na prática de crime grave. E também deixou uma lacuna aberta – em grave falha de investigação: havia co-autores no caso, ou realmente o condenado não praticou o crime, estando o verdadeiro criminoso à solta, pronto para agir…

  38. COBRA COMENDO COBRA.
    quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010 – 15:52 hs

    ESSE CASO, REALMENTE DARIA UM BOM ROTEIRO DE CINEMA…….COBRA COMENDO COBRA….QUAL DOS DOIS O MAIS PERIGOSO ……JUAREZ OU PAULO?…..SE JUNTAR OS DOIS E POR NUM SACO DE LIXO E UM FAVOR PARA A SOCIEDADE.

  39. ROTA POLICIAL
    domingo, 28 de fevereiro de 2010 – 20:45 hs

    Ulisses….. da pra perceber que voce deve estar iniciando uma faculdade de direito…..Investigaçao e para a policia….Siga o conselho do nosso amigo SERPICO…..So quem esta dentro da instituiçao para sabe dar nome aos bois nessa historia.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*