A passagem do Zé Dirceu pelo Paraná | Fábio Campana

A passagem do Zé Dirceu pelo Paraná

Homem-forte de Dilma, Dirceu aposta em campanha ‘para o Sul’

Um dos réus do escândalo do mensalão, ex-ministro de Lula defende como ‘palanque ideal’ no Paraná a aliança entre PT, PMDB e PDT

Marcos Zanutto

‘Existe a necessidade de se fazer uma campanha específica para o Sul porque é uma região que tem características especiais’, afirma José Dirceu.

De homem-forte do primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a um dos principais réus no escândalo do mensalão, o ex-ministro José Dirceu começa a voltar ao cenário político nacional, cinco anos depois das denúncias do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), agora na confortável condição de ”advogado e consultor internacional” em palestras voltadas ao empresariado.

Foi assim que ele se apresentou ontem à tarde na Associação Comercial e Empresarial de Campo Mourão (Noroeste), pouco depois de adiantar, em uma entrevista coletiva, que a campanha à Presidência da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff – hoje, no mesmo posto que ele ocupara no passado -, terá um viés específico na região Sul e no estado de São Paulo.

Ao lado do filho, o prefeito de Cruzeiro D’Oeste e pré-candidato a deputado federal Zeca Dirceu, o ex-ministro citou diversos programas e números do Governo Lula em comparação com o antecessor, Fernando Henrique Cardoso, tucano como o adversário de Dilma, José Serra.

Anunciado na convenção petista da semana passada como um dos nomes de coordenação da campanha atual, Dirceu negou o título, a mesma forma como citou, em mais de uma ocasião, a distância de cinco anos do poder. Essa menção, por sinal, foi feita justamente quando indagado sobre suposto lobby em prol de beneficiários da reestruturação da Telebrás. ”Essa questão é muito complexa e econômica para se atribuir a mim – estou fora do governo há cinco anos. É muita política eleitoral, talvez uma tentativa de atingir o plano nacional de banda larga do governo, mais isso”, justificou.

Sobre a campanha da ministra, disse, após expor as ações previstas, que não é o coordenador, mas ”um dos 84 dirigentes do PT, estou como militante”. Indagado pela FOLHA se participaria de eventual governo petista, foi enfático: ”Não. Enquanto o Supremo Tribunal Federal (STF) não me julgar, eu não aceitaria, nem de coordenação de campanha”.

A respeito da campanha no Sul, o ex-ministro atribuiu a diferença de ações em relação a estados como Minas Gerais e Rio de Janeiro, por exemplo, ou a regiões como Nordeste e Norte, à rejeição sofrida pelo PT nas duas últimas eleições presidenciais nas grandes cidades do Paraná. José Serra (2002) e Geraldo Alckmin (2006) se sobressaíram à candidatura de Lula, perante o eleitorado.

”Lula é Lula, o Brasil não tem outro, não podemos compará-lo com ninguém. Mas a Dilma tem 30% já, a rejeição tem diminuído muito, e o PT hoje é o partido da preferência de 29% dos brasileiros que tem opção partidária, que são 50%”, disse, para completar: ”Existe a necessidade de se fazer uma campanha específica para Sul porque é uma região que tem características especiais. Mas pelo que fizemos pela agricultura familiar, pelo agronegócio, tanto aqui quanto em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, acredito que temos condições de ganhar a eleição na região”.

Sobre os palanques que devem ser frequentados em território paranaense, Dirceu mencionou, mais de uma vez, o ”palanque ideal” de aliança entre o PT, o PMDB do governador Roberto Requião e o PDT do pré-candidato ao governo, senador Osmar Dias. Se as farpas públicas entre Requião e o ministro petista Paulo Bernardo (Planejamento) estremeceram a relação? ”Isso faz parte da política; nós conhecemos o governador Requião, ele é duro, às vezes, mas é o estilo dele, a gente tem que respeitar. Tenho certeza que o Paulo Bernardo não tem nenhuma relação com isso que ele denuncia (sobre superfaturamento na Ferroeste); quero ver se faço uma visita ao governador nos próximos dias.”

Janaina Garcia
Reportagem Local

‘Alguns compromissos de Osmar são caros ao PT’
Sobre o laço com o PDT, contudo, o ex-ministro José Dirceu deu sinais de que, a quatro meses das convenções, nem tudo está completamente fechado. ”Vemos a candidatura do Osmar assumindo bastante compromisso publicamente, alguns, caros para o PT. Ele sinalizou para nós com uma proposta programática de governo. Agora, vamos ver qual vai ser a reação do Requião.”

Ao final da coletiva na Associação Comercial e Industrial de Campo Mourão, no Noroeste do Estado, e após se dizer ”otimista” com o cenário eleitoral que vem pela frente, ao menos para o PT, a reportagem perguntou ao ex-ministro sobre as declarações de Lula, segundo as quais as comparações de biografias devem dar a tônica da disputa. Se o desgaste e as denúncias pelas quais ele e o governo petista passaram, no primeiro mandato, deverão pesar na balançados petistas, resumiu: ”Acho difícil, porque 85% do país hoje vê o Lula como melhor presidente que o Brasil já teve. Todos temos defeitos, mas o que predomina é que ele melhorou a vida das pessoas. Esse balanço dos dois governos é natural que se faça, mas a pergunta hoje é se as pessoas querem mudar o rumo do Brasil, se o ritmo merece ou não continuar”. Se ele mudaria algo de 2005, para agora? ”Muita coisa. Devíamos ter feito aliança com o PMDB antes, ter articulado com a sociedade, mas na eleição de 2006 resolvemos isso. Deveríamos também ter cuidado mais do PT. E se a gente olhar o passado, encontra as falhas; o importante é que foi superado”, acredita. (J.G)

Prefeito recebe ex-ministro José Dirceu e pede apoio para projetos que tramitam em Brasília
Filed under:
Paranavaí por Joaquim De Paula

===========================================================================

===========================================================================

O prefeito Rogério Lorenzetti recebeu nesta quinta-feira, em seu gabinete, a visita do ex-ministro Chefe da Casa Civil, José Dirceu, e de seu filho, o prefeito de Cruzeiro do Oeste e vice-presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná), Zeca Dirceu. Zé Dirceu estava de passagem pela cidade em virtude de uma palestra que ministrou para um grupo de empresários.

Essa foi a primeira vez que Lorenzetti se encontrou pessoalmente com José Dirceu. O prefeito destacou que a visita do ex-ministro é importante no sentido de valorização da cidade. “Sabemos que com a ajuda de Dirceu a cidade e a região podem avançar muito”, salientou Rogério.

Ciente das boas relações do ex-ministro junto a parlamentares e ao Governo Federal, o prefeito entregou a José Dirceu cópias dos projetos em tramitação em diversos ministérios. Juntos, os projetos somam investimentos de 40 milhões de reais. Cinco desses projetos, de drenagem e pavimentação, que totalizam pouco mais de R$ 10 milhões, são passíveis de serem incluídos no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). A expectativa do prefeito é que a liberação de recursos seja agilizada, com o apoio do ex-ministro.

Zé Dirceu acenou positivamente ao pedido de Rogério e disse que vai buscar apoio da base aliada para os pleitos de Paranavaí. Sublinhou que irá dar prioridade para os projetos encaminhados aos ministérios das Cidades, Saúde, Esporte e Turismo. “Vou trabalhar junto a nossa bancada para concretizar todos esses projetos que Paranavaí tem enviado ao Governo Federal”, declarou Dirceu. “Nesta viagem pude ver o progresso da cidade. O prefeito está fazendo um grande trabalho e estou feliz de saber que ele tem dado prioridade a agricultura, que é a base da nossa economia”, completou.

Já o prefeito Zeca Dirceu disse ter ficado feliz em ver o entusiasmo de Rogério com relação a assinatura dos contratos na ordem de 4 milhões de reais que serão realizados nesta sexta-feira. “Estamos vendo o prefeito entusiasmado com os investimentos do Governo Federal, e vamos continuar contribuindo para que Paranavaí cresça e se desenvolva porque o progresso de Paranavaí é bom para toda a região”, destacou.

Foto : Marcelo Zavan

TRIBUNA DO INTERIOR

05/02/10
Redação

José Dirceu antecipou vinda

Ontem pela manhã o ex-ministro José Dirceu esteve as pressas em Campo Mourão onde gravou as 08 horas o programa Falando Sério e na sequência foi embora. Frustrou assim as expectativas de inúmeros leitores da TRIBUNA e telespectadores da TV Carajás que poderiam fazer perguntas ao vivo. Contudo o advogado Aguiar segurou as pontas e fez o programa com muita galhardia. Assim o engenheiro agrônomo, Nery Thomé acabou não podendo participar do programa como entrevistador e o ex-ministro não respondeu as perguntas, que sem duvida seriam muitas, sobre seu envolvimento com o Mensalão dentre outras tantas. Hum, vai ver o Dirceu ficou com medo das perguntas que seriam feitas sobre o Mensalão e resolveu dar um jeito de sair pela culatra. E laiá.

BLOG BOCA SANTA (Campo Mourão)

Será que foi?
Referente comentário “Que tristeza”. Será que o Zé Dirceu é realmente culpado pelo que acontece em Brasília? O Collor foi o único culpado no caso PC Farias? Tristeza maior é saber que elegemos, eles fazem a renúncia e votamos novamente para elegê-los.

Muito apropriado
É muito apropriado o Zé Dirceu só dar palestra em Campo Mourão mesmo. Mais apropriado ainda seria o povo ir conferir de perto os políticos daqui que ficarão perto dele. Claro que o povo deve aparecer, não para rejeitar o ex-deputado, mas para dar apoio a seus legítimos representantes.

Mudanças na cidade
Como mudaram as coisas aqui na nossa ex-cidade modelo. Senão, vejamos. Daqui saiu um prefeito digno de toda admiração que veio a tornar-se pela sua ilibada conduta, juiz federal. Hoje nosso alcaide é réu de inúmeras denúncias, muitas delas de conhecimento público, já cassado, condenado em primeira instância.

Já recebemos diversas autoridades de elevado conceito moral, quem não de lembra dos presidentes que aqui aportaram? Hoje recebemos o ‘rei do mensalão’, Zé Dirceu, o homem que já foi fugitivo, escondeu-se, casou-se com outro nome, etc. Estamos baixando nosso nível.

Nota da Boca: Só esclarecer que ele “fugiu”, “se escondeu” e “mudou de nome” em função da ditadura militar.

José Dirceu
O ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, esteve em Campo Mourão para proferir uma palestra a empresários. A visita aconteceu em um momento em que o ex-ministro está sendo acusado de realizar operação de lobby para favorecer uma empresa da área de telecomunicações. Ele teria recebido pelo menos R$ 620 mil do grupo privado que seria beneficiado caso a Telebrás seja reativada.

Esta é a segunda visita do político em menos de um mês em nossa cidade. Na primeira esteve em um programa de TV, e entre outras coisas jurou inocência no caso do mensalão, falou de toda sua trajetória de vida, e como é ano político não poderia deixar de garantir que a Estrada Boiadeira será concluída. Aliás, o que também chama a atenção é que seu filho Zeca Dirceu, prefeito de Cruzeiro do Oeste, que é pré-candidato a deputado federal, também se “identificou” com Campo Mourão, agora ele até faz comentários diários em uma emissora de TV local.

É mais um dos muitos candidatos de fora de nossa cidade que aparecerão nesse ano eleitoral para buscar uns votinhos nossos. Se não votarmos em candidatos de nossa cidade, corremos o risco de ficar sem nenhum representante na Assembléia. Já na Câmara Federal dificilmente elegeremos um deputado, pois muitos candidatos paraquedistas já estão sobrevoando a cidade à espera de aterrissar e pousar no colo do eleitor descompromissado com o município. Acorda, Campo Mourão!


25 comentários

  1. asshi
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 11:46 hs

    Lembro de uma frase lida num desses livros distantes de histórias de guerrilha.
    “Vamos fazer uma marcha e no caminho arregimentando pessoas até chegar ao poder.””

  2. sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 11:58 hs

    José Dirceu afirma que Estrada Boiadeira será concluída em breve

    José Dirceu, ex-ministro chefe da Casa Civil, esteve em visita na tarde desta quinta-feira (25) em Campo Mourão. Um dos motivos foi apresentar apoio à candidatura do filho, Zeca Dirceu, a deputado federal. Durante a agenda de visitas, ele concedeu uma entrevista coletiva a imprensa da região onde conversou sobre diversos assuntos. Um dos mais pertinentes foi sobre a conclusão da pavimentação da Estrada Boiadeira, e como sua influência em Brasília pode ajudar a região.

  3. Salvador
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 12:06 hs

    Réu inocentado em todos os processos até agora julgados.

  4. Dagmar Servia
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 12:17 hs

    Sr. Fabio Campana:
    Seria interessante e importantíssimo que Vossa Senhoria encaminhasse esta notícia ao Sr. Carlos Alberto Richa, a seus assessores diretos e principalmente aos Deputados do PSDB para que reflitam quanto a aventura de se lançar uma candidatura ao Governo do Paraná, em vez de fortalecer a aliança firmada em 2006.
    Enquanto as vaidades insanas e burras prosperam no ninho Tucano, os especialistas do PT raciocinam com grande inteligência como se vencer uma eleição para Presidente da República.
    É tão obvia a estratégia, e eu que não tenho poder nenhum já havia levantado esta hipótese a meses aqui no blog, que a eleição se transformaria numa guerra entre Norte e Nordeste contra Sul e Sudeste, que só as mentes obscuras e burras do PSDB não enxergam.
    Tirar votos do adversário (José Serra) onde ele é mais forte ou seja no Sul até quem é leigo no assunto sabe disso, só lá no ninho fingem que não sabem para poder garantir suas cabeças coroadas.
    Vai fazer o quê não é senhores do PSDB, infelizmente a burrice impera no ninho.

  5. sergio
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 12:19 hs

    quadrilheiro (pegou em armas, metralhadora, quando trocaram o embaixador dos Estados Unidos), estelionatario (falsificou documentos para se passar por outra pessoa em Cruzeiro do Oeste); meu DEUS do céu, acordem, populaçao, esse cara é do MAU……………..

  6. PABUFE
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 12:41 hs

    SE ELE FIZER UMA PROPOSTA NO ESTILO MENSALÃO, VAI FAZER SUCESSO NO PARANÁ. AINDA TEM MUITO POLÍTICO QUERENDO ENTRAR NESSE NEGÓCIO DE MENSALÃO, QUE COMEÇOU NO PSDB, FOI PRO PT E ACABAOU NO DEM. TEM ATÉ FILA NO PARANÁ.

    DIGAM PRO JOSÉ DIRCEU, CONVIDAR O ADVOGADO JOEL DOS SANTOS, AQUELE QUE DEU INÍCIO DO ESCÂNDALO DO MENSALÃO DO PT, LÁ EM BRASÍLIA, NOS CORREIOS E FILMOU A ROUBALHEIRA POR INTEIRO.

    ELE É DE CURITIBA. ESTÁ POR AÍ

  7. Antonio Moreira
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 12:41 hs

    O Zé(dirceu) tá vindo aí, cuidado com o bolso, o cara é ligeiro.

  8. sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 13:15 hs

    Claro, região mais instruída e que não se engana com um partido sujo e corrupto como PT.

  9. Zangado
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 13:25 hs

    Em qualquer país sério, este comissário do mensalão estaria ao menos reduzido à sua mínima expressão se não devidamente enquadrado nas malhas da lei. Aqui na República Papagalis o mesmo tem amplo espaço na mídia, representa até o governo em atividades no exterior, suspeita-se de interveniencia em negociatas, e com a maior cara de pau fala em público a empresários, que sequer lhe fazem uma primeira pergunta: como você não sabia do mensalão ?

  10. Olegário M Dias
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 13:57 hs

    Taí!!!
    Qual das eminências pardas* é mais nefanda ou nefasta para a repúplica, quem é ou foi pior, Golbery do Couto e Silva ou Zé Dirceu?

    *Eminência parda (no Francês, Eminence Grise) era como chamavam François Leclerc, Marquês de Tremblay (1577-1638), que se retirou da vida mundana e ingressou na ordem dos Capuchinhos, com o nome de Père Joseph (Frei José), tornando-se o secretário particular, conselheiro e confidente do Cardeal Richelieu, o verdadeiro homem forte da França de Luis XIII. A influência que Père Joseph exercia sobre o Cardeal fez dele um das mais poderosas figuras do reino, embora não ocupasse nenhum cargo oficial.

    **Esta expressão serve até hoje para designar (ironicamente) qualquer pessoa que se mantém nos bastidores da vida pública mas exerce (secretamente) o poder. É o que realmente manda, mas não aparece, tipo Zé Dirceu, Gushikem e toda a gangue mensaleira.

  11. Borduna
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 14:51 hs

    Tem empresário que vai nessas palestras do Zé? É, não se fazem mais empresários como antigamente…

  12. Motoqueiro Infernal !!!
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 15:12 hs

    Existe a necessidade de se fazer uma campanha específica para o Sul porque é uma região que tem características especiais’………… claro, na VOX POPULI, já aparece o principal motivo de uma campanha especial….. na minha opinião……. é que somos mais bem informados.

  13. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 15:38 hs

    IMPORTANTE RELEMBRAR MINHA GENTE ANTES QUE ALGUNS FATOS CAIAM NO ESQUECIMENTO.

    AI ESTA “O CARA” E SUA GUADRILHA DE ASSALTANTES DO DINHEIRO PÚBLICO QUE PRETENDEM ELEGER A CABEÇA DA MAIOR ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA JA EXISTENTE NESTE PAIS.

    PODEM ESPERNEAR PETISTAS, E NÃO ADIANTA FICAR BRAVINHA SENHORA SALETE, A COBRA VAI FUMAR.

    VEJAMOS A MATÉRIA:

    LULA PODE VIRAR VÉU NO PROCESSO DO MENSALÃO

    Advogado do PTB pediu cancelamento do depoimento do presidente para pressionar o Supremo

    Josie Jeronimo, do R7 em BrasíliaTexto: O presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderá passar de testemunha de defesa a réu no processo que investiga o esquema que ficou conhecido como Mensalão. Luiz Francisco Correa Barbosa, advogado de Roberto Jefferson, presidente do PTB, encaminhou nesta segunda-feira (19) ao STF (Supremo Tribunal Federal) e à 12ª Vara Federal de Brasília pedido de suspensão do depoimento por escrito que Lula faria como testemunha de Jefferson. O objetivo da defesa é pressionar o Supremo a analisar no plenário recurso que transforma o presidente Lula em réu.

    De acordo com o advogado de Roberto Jefferson, desde 2007 o relator do caso, ministro Joaquim Barbosa, tem negado seguidamente a inclusão do presidente Lula como réu sem consultar os outros ministros. O então procurador-geral Antônio Fernando Souza não incluiu Lula na lista dos réus do mensalão, apresentada ao Supremo.

    Segundo Barbosa informou ao R7, o PTB vem argumentando que a participação de três ministros de Lula no esquema – José Dirceu (Casa Civil), Luiz Gushiken (Comunicação Estratégica) e Anderson Adauto (Transportes) – indica “co-participação” do presidente.

    – Os ex-ministros são acusados de pagar mesada para que parlamentares votassem a favor de projetos do governo. Mas ministros não têm o poder de enviar projetos, então fica claro que há uma co-participação no caso.

    O cancelamento do testemunho de Lula prejudica a defesa dos réus e força o STF a decidir sobre a inclusão do presidente na lista dos réus. Como o recurso do PTB ainda não foi julgado pelo plenário, o presidente ficaria impedido de responder perguntas que pudessem incriminá-lo.

    – Se os advogados formularem perguntas que incriminem o presidente, ele não é obrigado a responder. Não podemos receber o testemunho por escrito sem que o Supremo resolva se o Lula deve ser denunciado como réu no processo.

    O advogado sustenta que apesar de o procurador não ter denunciado o presidente, existe entendimento jurídico que concede aos juízes o poder de citar outros envolvidos em caso de irregularidade envolvendo dinheiro público quando o processo indicar uma situação mal explicada. O escândalo do mensalão explodiu em 2005 quando o então deputado Roberto Jefferson denunciou esquema de pagamento de mesadas no valor de R$ 30 mil para parlamentares votarem a favor de projetos do governo.

    Amanhã (20) a ministra Dilma Rousseff, chefe da Casa Civil, também indicada como testemunha de defesa de Jefferson, vai ser ouvida pela juíza da 12ª Vara Federal de Brasília, Pollyana Kelly Martins. O advogado de Roberto Jefferson não quis explicar como Dilma poderia contribuir para a defesa do parlamentar responsável pela denúncia do esquema do mensalão.

    – Seria uma descortesia contra a testemunha.

    O R7 entrou em contato com o chefe de gabinete de Joaquim Barbosa , mas de acordo com o assessor do ministro, os documentos enviados pelo advogado de Jefferson – aos quais o R7 teve acesso – não haviam chegado. A assessoria de Barbosa também alegou desconhecer pedidos do PTB para que Lula vire réu no processo do mensalão.

    QUE VERGONHA HEIN SEU LULA DA SILVA

    ACORDA BRASIL

    FORA DILMA BANDIDA
    FORA CORJA DE PELEGOS DO PT

  14. asshi
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 16:09 hs

    Se não me engano, o Sr. presidente atual perdeu no sul.
    Preciso consultar os oráculos!!!!

  15. Benhur
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 16:52 hs

    Dagmar pelo que escreve demostra se acovardar diante dos poderosos, a maioria absoluta da população voto no candidato e não no partido, muito podem votar no PT para presidente e não na coligação para governo.A gangue do PT vai invadir o sul com certeza, mas somente os fracos cairão diante deles, os fortes brigaram até o final, Beto Richa não vai se acovardar! Fato!

  16. TUNICÃO
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 17:44 hs

    Quando era o super ministro do Lula não fez nada para conclusão da estrada boiadeira. agora que o filho é candidato aparece promentendo que vai terminar a estrada… que vergonha descarada…pura promessa para angariar votos para querer eleger o filhote de mansaleiro… O povo da região sul do Braisl, não são bobos não, vão saber escolher e votar em pessoas honestas e que tem história de vida pública LIMPA…

  17. Divanir
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 21:55 hs

    José Dirceu não tem o mínino de vergonha na cara. Depois de achacar o povo brasileiro, e contar com uma ajuda e tanto, pois um de seus melhores amigos é simplesmente presidente da república, e somos sabedores como isto influencia até indiretasmente na hora de ser julgado o processo, e que após 5 anos, ainda está nas mãos do STF.

    O brasileiro que apoiar este camarada, com votos a seu filho, deve morrer de vergonha, e pensar como justificará isto a seus filhos.

    Caro Caçador de Petistas, Lula deve ter sido isentado da denúncia pelos envolvidos e pelo denunciante, pois como pode, o principal beneficiado do mensalão não saber de nada, isto é uma afronta a inteligência do povo brasileiro, aquele que não depende de receber esmóla do governo, aquele que independe de bolsa família para sobreviver, pois sabemos que isto é a maior compra de votos que já existiu neste país, e o que é pior, em suas andanças pelo Brasil, juntamente com seu papagaio de pirata (Dilma), informa que, se não votarem em Dilma, a bolsa família acaba, e se isto não for considerado pelo magistrados como campanha eleitoral, chantagem, não sei mais o que é. Não pode o STF analisar a questão de outra forma. Votei nele em 2002, mas me decepcionei com o que fez à nação. Não sou contra assistêncialismo, mas tem que ter contra partida (regras mais objetivas) de quem recebe, pois, vem do suor do povo brasileiro.

  18. Dagmar Servia
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 23:06 hs

    Caro Benhur deixe de ser sonhador.
    Depois das eleições e apurados seus resultados conversamos.
    Não se trata de covardia e sim de estratégia política.
    Querer enfiar o Betinho pela minha goela abaixo vc não vai conseguir.
    Sou partido, os candidatos sem partido não são nada.
    Pelo que li de seu comentário vc não conhece nada de política.
    Beto Richa não tem força para enfrentar Lulla no Paraná.
    Esse filme já aconteceu em 2006, quando Alvaro Dias quase dançou porque o Lulla desembarcou aqui pedindo votos para Gleise, e o Requião só ganhou do Osmar por isso.
    Admiro sua preferência pelo Betinho, mas seus argumentos não tem consistência nenhuma.
    Como disse continue sonhando e verás um futuro tenebroso com o Betinho para síndico de prédio.

  19. Alessandro T
    sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 23:23 hs

    Vai de retro!

  20. sábado, 27 de fevereiro de 2010 – 2:27 hs

    A pior decepção do Zé Dirceu é não ser candidato a Presidente…pois ele seria o escolhido pelo Lula se não fosse cassado…e aí Brasil….o barco afundaria de vez…mas não satisfeito…conseguiu de nossa eminência parda, e boneco da mídia… a autorização presidencial de ser o Chefe Supremo da campanha da barbie…auxiliado pela camarilha…José Jenuíno, Ming..entre outros assaltantes e pseudos guerrilheiros…pois se segurassem uma metralhadora na mão…se borrariam todos com a primeira rajada….

    Eu fui segurança do Presidente da Comissão Militar Mista Brasil Estados Unidos em 1969/70 no RJ e esses pseudos cagões eram um bando de covardes, que nunca nos enfrentaram…apenas gastavam o dinheiro vindo da Rússia…ou de outros paises…para promoverem disturbios urbanos…

    Os jovens ainda guardam sem conhecer a figura do Che..romântico…promovendo e querendo transformar a cultura india da Bolívia …em segregação social. Porque não foram`para a Africa, tentar mudar o pensamento dos Senhores da Guerra, Chefes Guerreiros de tribos….

    O PT é uma falácia…uma quadrilha…

  21. Wilson
    sábado, 27 de fevereiro de 2010 – 10:08 hs

    O Dagmar Servia, verdadeiro serviçal do Osmar, é sócio do Chick Jeitoso, aquele bruxo que chuta todas e não acerta uma!

    Sem nenhuma fundamentação científica baseada em pesquisas ou mesmo no estudo da ocupação real de espaço de poder, tal qual o canto fúnebre de uma ave de mau agouro, vem querer agourar a caminhada do Beto.

    Se mandinga desse certo todo jogo de futebol na Bahia terminava empatado!

  22. Dagmar Servia
    sábado, 27 de fevereiro de 2010 – 20:40 hs

    O Wilson e eu é que sou serviçal do Osmar.
    Vcs é que são capachos do beto Richa ou então estão com algum deputadozinho do PSDB a lhes bancar tanta besteira junta.

  23. Dagmar Servia
    sábado, 27 de fevereiro de 2010 – 21:01 hs

    Vai lá no início da página e veja o resultado da insanidade do PSDB lançar candidato aqui no Paraná e deixar a porta aberta para o Osmar ajudar a Dilma a ser presidente otário.
    Isso nada tem a ver com agourar esse ou aquele, vc é que é analfabeto político ou deve estar na fila para arranjar um lugarzinho no futuro governo (isso se acontecer) do betinho playboy.
    Existe um projeto muito maior que é a eleição a Presidência da República e esse o PSDB do Paraná está jogando no lixo por pura vaidade e medo de não eleger nenhum deputadozinho, que como disse acima vc deve estar lutando para não perder a boquinha.
    É muita burrice junta no PSDB do Paraná.
    Não devia mas só para seu conhecimento, não trabalho para o Osmar e muito menos para qualquer político seu analfa. Como disse se continuar o estado de coisas espere e verá o resultado em outubro da PT aqui e PT lá em Brasília.

  24. geraldo
    sábado, 27 de fevereiro de 2010 – 21:42 hs

    Ele voltou… e tá com sede ao pote te cuida povo brasileiro, esse cara é muito perigoso.

  25. BR487
    terça-feira, 27 de abril de 2010 – 12:06 hs

    Sobre a parte que trata da estrada boiadeira: lula, ze dirceu, dilma, etc., esses caras tiveram toda a oportunidade (e poder) do mundo para asfaltar a boiadeira nos ultimos 4 anos e NÃO fizeram nada além de discursos eleitoreiros, seguraram as obras (botaram culpa no TC, usaram o resultado das auditorias a seu favor sem providenciar as respectivas soluções) para agora na época da campanha virem fazer um discurso que da “ibope” junto a população que espera essa obra há décadas. Com essa corja eleita, essa estrada continuará tendo as obras reinicadas e paralizadas muitas vezes até o algum “dirceu” se candidatar a senador daqui a 5/6 anos e reiniciar a lenga-lenga para enganar os incautos da região. O osmar serraglio também se mostrou um embusteiro que podia ter lutado muito mais por esta obra e tb não fez quase nada. (só encaminhou uns insignificantes ofícios ao dnit pedindo informações), esperar alguma atitude positiva do “faroleiro maluco” (requião) sobre esse assunto seu muita ingenuidade mesmo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*