"Um verdadeiro governo do PT" | Fábio Campana

“Um verdadeiro
governo do PT”

De Lauro Jardim, da Veja

Uma grande faixa estendida logo na entrada do Congresso do PT, que começou hoje em um centro de convenções de Brasília, traz algumas propostas de deixar o empresariado (e qualquer pessoa de bom senso) de cabelo em pé. Assinada pela corrente trotskista O Trabalho, apresenta as propostas para o que considera “um verdadeiro governo do PT”. Ei-las:

*40 horas e estabilidade no emprego;
*Petróleo 100% estatal;
*Fim do superávit primário;
*Retirada das tropas do Haiti;
*Candidatos próprios a governador


25 comentários

  1. Rafael
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 17:25 hs

    Pq o cabelo de pé Fabio?, não entendi a ironia

  2. ▄▀▄†Ψ REQUEIJÃOΨ†▄▀▄™
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 17:28 hs

    Candidatos próprios a governador e não Osmar Dias.

  3. Palhaço
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 17:43 hs

    – Impressionante !
    > Bom senso tem limite, infelizmente o oportunismo e burrice não !
    > Porque eles não começam a “Reforma Trotkista” em suas próprias casas:
    – Concedam estabilidade no emprego e jornada de 40 horas para sua empregada.
    – Aumento salarial com ganho real todo ano.
    – Direito a greve…
    – Vale refeição, vale alimentação, bolsa família, vale gás…etc.
    >Enfim, alguém tem que trabalhar…produzir, assumir risco…desde que não seja eu ! (Não é assim ?)
    Calma que ainda não terminou….certamente virão outras idéias !!!
    Impressionante..!!!

  4. Valéria
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 17:44 hs

    É o PT da Dilma mostrando sua cara sanguinária. Vai de retro satanás!

  5. quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 17:47 hs

    e tá muito certo!!!

  6. Claudia Wasilewski
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 17:48 hs

    Hoje estou com minha artéria anarquista pulsando. Um pouco de Bakunin.
    “Assim, sob qualquer ângulo que se esteja situado para considerar esta questão, chega-se ao mesmo resultado execrável: o governo da imensa maioria das massas populares se faz por uma minoria privilegiada. Essa minoria, porém, dizem os marxistas, compor-se-á de operários. Sim, com certeza, de antigos operários, mas que, tão logo se tornem governantes ou representantes do povo, cessarão de ser operários e pôr-se-ão a observar o mundo proletário de cima do Estado; não mais representarão o povo, mas a si mesmos e suas pretensões de governá-lo. Quem duvida disso não conhece a natureza humana.”
    Bakunin

  7. Carlos
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 18:08 hs

    Vrejo como um avanço estas propostas:
    *40 horas e estabilidade no emprego; – Concordo com as 40 horas pois pelo que as empresas pagam os funcionários ainda seria muito. Pelas 40 horas o salário minimo deveria ser de R$ 1.200,00
    *Petróleo 100% estatal; – Concordo e vejo que o preço poderia baixar e ainda deveria ter um preço máximo pois tem posto que cobra um preço absurdo e na maioria das vezes parece que os postos combinam os preços pois é o mesmo e tem um que outro que vende até R$ 0,23 a menos por litro.
    *Fim do superávit primário; – (este não aprovo no total)
    *Retirada das tropas do Haiti; – Também não concordo.
    *Candidatos próprios a governador – Concordo totalmente que o PT deveria ter candidato próprio.
    Obs. Não sou Petista.

  8. Rock
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 18:56 hs

    Para parar com os balcões de negócios todos os partidos teriam que lançar candidatos proprios, quem não é confiavel não deve se estabelecer.

  9. Marcos Cordeiro
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 19:09 hs

    Tudo bobagem, balela… isso é só para promoção eleitoral.. nada mais.!!!!!
    Se isso acontecer no país, quebra e vai a falência!
    -Nós ainda não temos material humano e técnico suficiente para termos 100% do controle petrolífero.
    – Não temos oferta de emprego para suprir a demanda de desempregados, se houver oferta haverá aumento natural do bom e digno salário, optando o trabalhador pela empresa que desejar trabalhar, valorizando seu conhecimento profissional.
    -Acho que todos os partidos devem amadurecer e lançarem seu candidato próprio como obrigatoriedade, evitando assim acertos em alianças mal intencionadas
    – Sou a favor do auxílio humanitário, mas primeiro vamos cuidar dos nossos, tem muita gente pobre e precisando de ajuda, remédios, comida, àgua tratada no brasil. Vamos alimentar e cuidar da saúde do nosso povo.
    -Quanto ao superavit primário, vamos mexer primeiro nas reformas que nunca são votadas; ref. trabalhista, política, social e principalmente tributária!

  10. Austragésilo
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 19:12 hs

    Levando-se em consideração que todos os governos são incompetentes, pois, nada produzem e gastam mal o dinheiro arrecadado de impostos abusivos do pobre cidadão e não lhes oferece a contrapartida com serviços públicos de qualidade; é um absurdo às propostas dessa ala chiita do partido que, por si só, já é delirante.

    Essa turma está esticando a corda sem a mínima responsabilidade. Vão acabar desmontado a economia do país, o interesse internacional em investir no Brasil, amordaçar a imprensa, tolher a liberdade de expressão do cidadão, pisar na democracia e transformar o país numa republiqueta de quinta categoria ao lado das demais que já se espelham na Cartilha cubana do tal socialismo decadente e vexatório, em que o povo vive num miserê danado!

    Do jeito que vai, chegará o dia em que à Constituição brasileira será pendurada no mictório dos endereços furrecas para ser usada, página à página, substituindo o papel higiênico…
    Quem viver – e negligenciar o poder do voto! – verá…
    Depois, não adianta lamentar.

  11. ▄▀▄†Ψ REQUEIJÃOΨ†▄▀▄™
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 19:12 hs

    não O$mar Dia$

  12. Arthur
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 19:34 hs

    Certinho….

    Os escravos do sistema reclamam….
    44 horas semanais de trabalho escrevo(disfarçado) a troco de merrecas que não garante as necessidades básicas de uma família como prega a constituição de 1988.

  13. Moisés
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 19:51 hs

    É nitida a parcialidade e a intenção de confundir os menos desavisados. Esta corrente é minoritária no PT e não poder de decisão.

  14. Carlos Imperial
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 20:51 hs

    A primeira parte da primeira proposta, a das 40 horas, é bacana. Geraria emprego para muita gente e daria mais tempo para as pessoas fazerem o que lhes der na telha. A outra metade, a da estabilidade no emprego eu não consigo nem imaginar como pode funcionar. As demais são uma baboseira esquerdista. A última não interessa a ninguém, a não ser ao PT e, no fundo, não faz diferença alguma para a Nação, já que os partidos são todos bonzinhos e todos desejam apenas o nosso bem…

  15. quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 21:30 hs

    Então a boneca barbie, a guerrilheira…….está mostrando sua cara. O povo brasileiro abra o olho, ou teremos um país ingovernável a longo prazo. Sómente o tempo dirá. Cada dia que passa, estou pensando mais sério em morar em outro país………vai ficar feia a coisa…..abra o olho povo………os que trabalham

  16. Mutuka
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 21:55 hs

    A corrente O Trabalho é Minoria dentro do Partido.
    Não decide nada, e não representa nada.

  17. Luana
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 22:07 hs

    Esse é um governo amplamente apoiado pelo povo brasileiro por que pratica mudanças para melhor na vida das pessoas. Até os prefeitos tucanos recebem recursos para investir o que com o FHC não acontecia… Tem gente esquecida e a Veja não tem crédito!

  18. Cristiano
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 22:14 hs

    Ainda bem que esses trotkista não enche um onibus no paraná e no Brasil não enche o estadio do antigo malutron ( com todo respeito que o estadio ecologico merece) e no PT eles não existe na disputa interna não consegue fazer nada.

  19. eu
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 22:55 hs

    Eu concordo com tudo que o PT propõe. Acho também que cada família deve ter algum membro empregado no GOVERNO, que fature o suficiente para sustentar todos os seu membros. Também acho que este empregado deve, ou deverá estar prestes a se aposentar de forma que toda a família possa usufruir das benesses do poder. Não necessariamente um cartão corporativo, para cobrir seu gastos nos períodos de descanso. Mas, deverá ser lhe ofertado uma opção de lazer, tanto numa praia protegida pelos fuzileiros navais ou quem sabe a ilha de Fernado de Noronha, que tal?

  20. pedro
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 22:56 hs

    estabilidade na iniciativa privada, quem se abilita a ser patrao.tem do,

  21. Ronaldo
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010 – 23:18 hs

    Sem discutir os meritos das questões colocadas na faixa, no meu ponto de vista a revista Veja não tem autoridade nenhuma para emitir opinião a partir da hora que foi comprada por José Serra, a troco de 30 dinheiros.

  22. sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 0:02 hs

    Não entendi o susto! O neoliberalismo quebrou o mundo. O Brasil só se saiu bem porque estancou o que o psdb fazia: entregar as estatais!
    Vamos aas propostas (e minhas sugestões/explicações)que não são tão assustadoras assim:
    *40 horas e estabilidade no emprego – demissão só por justa causa (havendo justa causa, não há pagamento de direitos, como a multa de 40%);
    *Petróleo 100% estatal – Qual o problema disto? Alguma empresa privada dá moleza prá nos povão? Que tal os pedágios como exemplo do que falo (eles não tem maquiniha do visa, se vc por exemplo, não tiver os trocados, eles não te deixam passar. Não aceitam cheques)??
    *Fim do superávit primário – Que tal investir um pouco do que pagamos de impostos na qualidade da saúde, educação etc? Assim, justifica o fim do superávit
    *Retirada das tropas do Haiti – isto é bobagem, afinal, é melhor manter os milicos ocupados do que com a mente vazia “cabeça vazia é oficina de general, digo, do diabo”;
    *Candidatos próprios a governador – Que bom, assim teríamos candidatos próprios e não ficariamos a reboque do Agro busines.

    Obs, sou petista e milito junto com a corrente O Trabalho

    js

  23. MANÉ
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 7:44 hs

    Já que esta corrente “O Trabalho” é minoria e não representa nada, por que a maioria “Paz e Amor” não manda tirar?

  24. OSSOBUCO
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 9:13 hs

    É Campana, a VEJA tá parecendo a Globo quando apoiava o Collor, diziam que o PT do Lula iria desapropriar as casas das pessoas para que 2 famílias passasem a morar no local, diziam que o comunismo seria implantado no Brasil, ahahahahah
    Quem é que acredita nisso, eu sei que você não acredita!
    Que tal postar uns textos de outras fontes, só pra variar? Do tipo menos tendencioso?

  25. Rafael
    sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010 – 10:51 hs

    Chuquinho, te dou uma passagem de ida para o Paraguai se a Dilma ganhar. Fique tranquilo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*