'Rebolation' baiano inaugura o confronto Dilma X Serra | Fábio Campana

‘Rebolation’ baiano inaugura o confronto
Dilma X Serra

Do Josias de Souza

Depois de injetar política no Carnaval do Galo da Madrugada, em Recife, Dilma e Serra foram medir asfalto em Salvador.

Campanha? Não, não. Absolutamente. De jeito nenhum. Imagina!

“Não vim aqui por questões políticas. Acho que todos os brasileiros, seja de onde forem, têm todo o direito de vir aqui para aproveitar o carnaval”, disse Dilma.

“Pelo menos para mim, não tem nada a ver com campanha antecipada”, Serra ecoou.

Na capital baiana, os dois neofoliões foram submetidos ao ritmo da moda: o rebolation.

Para dançar, é preciso ter roldanas na cintura. Os movimentos são, por assim dizer, libidinosos. Mulheres na frente, homens atrás.

Tomado pelas últimas pesquisas, Serra continua à frente de Dilma. Mas ela, com um pé no elevador, conta com uma reversão de posições.

Enquanto aguardam pela chegada das novas sondagens eleitorais, Serra e Dilma abriram o debate sucessório em torno do rebolation.

Candidatos em campanha, como se sabe, são capazes de tudo. Porém, instados a arriscar alguns passos, Serra e Dilma não deram chance ao ridículo.

Mas não se deram por achados. Dilma disse que, “se treinar um pouquinho” qualquer um consegue dançar o rebolation.

E Serra, entre risos: “Eu não vou arriscar não, pelo menos publicamente. Vou treinar sozinho”.

Abaixo, imagens do rebolation, na versão da banda Parangolé. Assista. Depois, feche os olhos. E imagine o bailado da dupla de presidenciáveis. Ela na frente. Ele atrás.

Os embates televisivos da sucessão só começam depois de julho. Há tempo de sobra para que a dupla amoleça as cadeiras. Vai ser divertido assistir ao skindô, skindô…


9 comentários

  1. bimbo
    segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010 – 10:43 hs

    Político não tem jeito, sempre mentindo.

  2. salete cesconeto de arruda
    segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010 – 11:12 hs

    Você gostaria de trabalhar numa empresa ou depender dela para várias coisas …. se o PATRÃO fosse INDECISO?!
    Leia a história do PSDB e suas escolhas de candidatos.
    Depois pense:
    E se der uma ENCHENTE na cidade e você PRECISAR DE SOCORRO IMEDIATAMENTE?!
    E tem gente que tentou fazer piada dos: “companheiros…!”
    Pois é.
    Essa nem Sigmund explica.

  3. MARIA DE FÁTIMA
    segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010 – 11:29 hs

    Perguntar não ofende. Será que o ano que vêm esses políticos irão pular carnaval em vários estados . São todos oportunistas…..e o povo que se…………o tempo dirá……..

  4. Borduna
    segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010 – 13:17 hs

    Não dá pra votar nessas caras. Temos saída? Claro que sim: MARINA que não está rebolation e como pretensa estadista não se submete a esse ridículo. Mas a PTzada e a Tucanalha vai acabar elegendo um deles dois aí. Esse é o país em que quem governa é mesmo o Rei Momo e os demais são seus meros ministros. Como diz a marchinha, e o cordão dos puxa saco que cada vez aumenta mais……

  5. Folião
    segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010 – 13:52 hs

    Tudo bem, é Carnaval, dá um tempo a eles, talvez nem sejam eles que lá estavam, mas suas máscaras e fantasias …

  6. Andressa
    segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010 – 21:35 hs

    É isso ai gente, larguem dessa picuinha e vamos dançar o REBOLATION.

  7. Cris
    segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010 – 22:30 hs

    Qtos dias o Serra ficou com a mesma camisa?

  8. Borduna
    terça-feira, 16 de fevereiro de 2010 – 15:23 hs

    Por que tanto holofote no Serra? Alguem pode me dizer a que essa cara é candidato???????

  9. BARÃO
    quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010 – 16:36 hs

    Enquanto a fiel serva vermelha do satã de nove unhas dançava no Rio com um gari, o mais baixo da escala de trabalho, como bem lembrou nosso eterno membro da CCC, Boris, o Casoy, nosso almirante do Tietê, que longe de fazer campanha como o demônio de saias, saiu às ruas de Pernambuco neste carnaval apenas para descansar, e mal pode andar pois todos os reconheciam e gritavam seu nome.

    Obviamente a plebe ignara pernambucana estava querendo água e esgoto na porta e dentro de suas casas, assim como acontece hoje em nossa Veneza brasileira. Vejam o vídeo e reconheçam a verdadeira liderança mundial percorrendo as vielas pernambucanas e sendo ovacionado pela plebe, mas que (ainda) tem direito a voto

    Segue o link de nossa liderança máxima (depois de D.Fernando I) sendo ovacionado pelas ruas pernambucanas embora para alguns seja apenas um pacato cidadão tentando atravessar uma turba de alcolizados, que por estarem em estado semelhante ao de nossa irmã Lucia Hic Hipólito não reconheceram um líder mundial bem a seu lado.

    http://www.youtube.com/watch?v=1XzmW5fKpzk&feature=player_embedded

    Mas nada é em vão, nosso guia e mestre D.Fernando I teve até que degustar buchada de bode para derrotar o desmindinhado comunista.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*