TRE rejeita pedido de cassação da prefeita de Guaratuba | Fábio Campana

TRE rejeita pedido de cassação da prefeita de Guaratuba

Por Abraão Benício, no Bem Paraná

Por unanimidade, os membros da Corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PR) rejeitaram o pedido de cassação da prefeita de Guaratuba, Evani Justus (PSDB).

Ela é acusada pelo ex-prefeito e derrotado nas últimas eleições na cidade (2008), Miguel Jamur (PTdoB), de abuso de poder econômico. A coligação que elegeu Evani é acusada de comprar votos através da distribuição de gasolina e de dinheiro vivo.

A própria prefeita também teria usado um programa de rádio até o dia anterior à eleição para pedir voto, segundo a acusação.


16 comentários

  1. PARANAENSE
    quinta-feira, 21 de janeiro de 2010 – 21:54 hs

    Prefeita Evani Justus, cunhada do Presidente da Assembléia Legislativa do Paraná, Nelson Justus, dono da rádio litorânea de Guaratuba, citada nas acusações, no ano de Eleições para Governador e Deputado. Alguém imaginou que ela seria afastada?

    Ela somente foi acusada de:
    1. Compra de votos, teve candidato a vereador (humilde), de sua coligação preso em flagrante no dia das eleições acusado de compa de votos;
    2. Usar a rádio litorânea de Guaratuba, de propriedade de seu cunhado Nelson Justus, onde ela tinha programa diário e seu marido era Diretor, para propaganda eleitoral ilegal;
    3. Entrega de centenas de cestas básicas inclusive na noite que antecedeu as eleições à população humilde de Guratuba;
    4. Fornecimento de combustível aos seus cabos eleitorais, tendo sido fechado um posto de combustível em flagrante por estar abastecendo com vale combustível no dia das eleições.
    5. Troca de Emprego na Assembléia e na Prefeitura por apoio político.
    6. Alguém duvida? então confira a lista de funcionários da presidência da AL, do Gabinete do Dep. Nelson Justus e da atual administração municipal de Guaratuba.
    Alguns estão entre os presos na Operação Juçara da PF.

    Se alguém duvida sobre estes fatos, basta ouvir a população de Guaratuba e obterá as respostas.

    Gostaria de saber a opinião de pessoas que entendem do assunto se isto é ou não crime eleitoral e motivo para afastamento da Prefeita.
    Caso não seja, este é um ano eleitoral e todos os candidatos poderão usar estes métodos para eleição.

    Ainda há tempo da Justiça cumprir seu papel de forma imparcial.

  2. PARANAENSE
    quinta-feira, 21 de janeiro de 2010 – 22:28 hs

    Mais uma vergonha na política.

    Comprar votos a dinheiro vivo
    Trocar combustível por voto
    Trocar voto por emprego na A L e na Prefeitura
    Trocar voto por cesta básica
    Usar uma rádio da família de forma ilegal para propaganda eleitoral
    Todas situações de flagrante.

    Tudo isto não é motivo para afastar ou cassar um político ?
    Então o que é crime eleitoral para os nossos juristas?

    Tenho certeza que será revisto este julgamento e a verdade em breve será apresentada à população como demonstração de imparcialidade da verdadeira justiça.

    Nós não podemos desacreditar na Justiça pois ainda é o fator que nos encoraja a continuar na busca de dias melhores a todos, indistintamente.

  3. luizinho
    quinta-feira, 21 de janeiro de 2010 – 23:56 hs

    justus é justus, quando não e justo fica justus.viva À guaratubanda.

  4. Rambo II
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 – 0:04 hs

    Isso é justos?

  5. Marcondes Oliveira
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 – 8:47 hs

    em quanto isso Guaratuba é uma nojeira pede pra sair prefeita.ou vai dar uma voltinha no balneario Eliana.

  6. Paulo Cunha
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 – 11:20 hs

    Importante lembrar que o autor da acusação é o Sr. Miguel Jamur – ex prefeito derrotado nas eleições e que já foi condenado e responde por mais de 20 processos do Tribunal de Contas do Paraná e na Justiça Comum – todos em razão da má administração e desvios de dinheiro PÚBLICO de Guaratuba.

    Seu filho, ex secretário de administração, Miguel Jamur Jr. inclusive foi preso e responde por desvio de dezenas de milhões de reais do Instituto de Previdência de Guaratuba e da própria prefeitura, ou seja, a familia acusadora quebrou as contas de Guaratuba, garantiu várias gerações com desvios de dinheiro do povo e ainda chora por não ter conseguido continuar no poder roubando um pouco mais ou – ao menos – tentando esconder as provas dos crimes ….

    Como é que dão crédito para uma acusação-notícia dessas??!

  7. Paulo Cunha
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 – 11:26 hs

    O Justiça avalia a REALIDADE que, no caso, é dura para o perdedor….

    Como bem ressaltado no julgamento não houve sequer indício de compra de votos, entrega de cestas básicas ou uso de meio de comunicação.

    O juiz de primeiro grau absolveu, o Tribunal por unanimidade absolveu e quem entende um pouco de direito sabe que o recurso para TSE não pode reavaliar provas, ou seja, será improvido.

    Ao perdedor resta espernear e se defender nos processos judiciais em tramitação – que infelizmente não permitem a prisão do ex prefeito em razão da avançada idade…

  8. luizinho
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 – 13:07 hs

    talvez o paulo tenha razão que pena, em guaratuba se correr o bicho pega se parar o bicho come; tem quantos presos da aual administração, por quantos motivos, quantos ou todos tem ligação com a maquina admininstrativa aiaiaiaiaiai

  9. Divanir
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 – 13:24 hs

    Caro Paulo Cunha, sou de Curitiba, mas acho que não devemos tomar partido só porque quem acusa, trás consigo a derrota nas eleições, mas sim porque a denúncia é muito forte, e nós sabemos como a justiça trata as pessoas quem tem poder e influência com grandes políticos. Espero que a verdade venha a tona, e quem deva seja punido, pois, chega de corrupção sem punição, ou cadeia é só parta pobres, negros e prostitutas?..espero que não.

  10. O QUE ME DIZEM DEMATINHOS
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 – 14:05 hs

    LÁ A COISA FOI E ESTÁ SENDO MUUUUUITO PIOR!!!!
    QUEM PROCURA ACHA!

  11. Guaratubano
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 – 15:36 hs

    Entendemos que não se trata de defender o ex prefeito nem seu filho.
    Eles já estão respondendo pelas acusações na Justiça.
    O que está em discussão neste momento são os crimes eleitorais que a atual prefeita Evani Justus, cunhada do Presidente da A.L. Nelson Justus está sendo acusada. Será que isto não é motivo para no mínimo afastar a atual prefeita? Isto não abrirá precedente a outros políticos? Será que não foi condenada por ser cunhada desse indivíduo?
    Sabem quem é o seu principal Secretário e que está mandando na Prefeitura? O nome dele é CARLOS CARVALHO, ex Secretário do Governo Taniguchi. E agora a situação dos quiosques? Já foi investigado quem são os verdadeiros proiprietários? Tem muito mais, em breve sairão novas manchetes como foi o caso da Operação Juçara onde o ex chefe da Ciretran de Guaratuba e ex vereador Morde cai de Oliveira, o ex Prefeito Ananias e seu filho Ananias Junior, atual Vice Prefeito de Evani, o cunhado de ananias e sua esposa, a filha de Ananias, outros funcionários da Prefeitura de Guaratuba – atual administração e da Assembléia Legislativa – Gabinete de Justus, foram presos pela Polícia Federal.
    Será que todo mundo está mentindo e os Justus não têm nada a ver e não sabem de nada?

  12. ser normal
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 – 17:35 hs

    A família Jamur, roubou o que podia, o que não podia, e ainda largou um rombo de 35 milhões.A prefeita lá está se batendo para tentar colocar a prefeitura no rumo, e os perdedores sem a mínima vergonha, tentam derrubar a atual gestão..Ora senhores, tomem vergonha na cara.

  13. ser mais que normal
    sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 – 22:21 hs

    O ex prefeito nomeou seu filho para cuidar do dinheiro público da prefeitura.
    A atual prefeita Evani Justus colocou seu marido.
    Não é muita coicidência?
    Será que em Guaratuba não existem pessoas capacitadas e que se pode confiar para administrar o dinheiro público senão alguém da família dos prefeitos.
    Bem, o atual Procurador da Prefeitura foi preso pela PF recentemente,juntamente,juntamente com o atual vice prefeito e seu pai, ex prefeito.
    Esta é a Guaratuba no rumo certo?
    Quem viver verá.
    Ninguém derruba ninguém,em um País sério os culpados pagam pelos seus erros.
    Democracia sim – Demagogia não.
    A Lei deve ser para todos, até para cunhada de Presidente.

  14. sábado, 23 de janeiro de 2010 – 11:54 hs

    Quem julgará aquele que lhes garantirá o reajuste,ou a concessão de cartório,ou uma boa aposentadoria??????
    Ninguém julga ninguém,aos acusados que tem padrinho estão nas mesmas condições dos ex-acusados e processados que tinham padrinhos.
    Vocês acham que haverá um que vai cassar a cunhada daquele que vota seu salário,ou melhor ainda um Poder vai se opor ao outro????Jogo de poderes,prestígio é o que se conta o resto é conversa de fofoqueiro do litoral,quem os elegeu agüente e os defenda…
    Vejam o Duce,quem,massss qquuueeemmmmm até a presente data falou a palavra “impeachment” do Duce só pelo ato praticado por ele de nepotismo,só faltam apenas alguns dias para acabar seu desgoverno e algum destes poderes falou esta palavrinha “impeachment”???? Nem TC,nem AL,nem TJ,nem MP,nem ANJ,nem STF,nem a vó Joana,então esta nossa representatividade não serve pra nada,é somente fofoca de cumadre….o resto é estória,nepotismo,desrespeito ao povo, dólar na cueca, dolar na meia, sanguessuga,etc…etc…tudo estorinha de alcoviteiras,este estado tem um fanfarrão que já está de saída,com seus súditos que o protegem por interesses comuns,assim caminha a humanidade….Há justiça,então cumpra-se em todo o seu âmbito…
    Parabéns Duce controlou bem os poderes,parabéns prefeita da cidade litorânea,parabéns presidente do legislativo paranaense,parabéns outros parabéns aos chefes de outros poderes que dependem do PODER EXECUTIVO…..
    Lembre povo paranaense,este é o ano da vingança,o ano do voto que poderá derrubar todos estes que nos oprimem com seus desmandos,CHEGA DE SER PALHAÇO DOS MESMOS….

  15. justiceiro
    sábado, 23 de janeiro de 2010 – 11:59 hs

    Paulo Cunha, vc e cargo de comicao em guaratuba ou na A.L.E no gabinete do presidente nelson justus? Tá na cara que a pressao do presidente da assembleia forçou os senhores da verdade a julgar improcedente. assim caminha a humanidade. espero q no supremo a força da assembleia nao interfira.

  16. COMANDANTE
    domingo, 24 de janeiro de 2010 – 17:02 hs

    GUARATUBA merece que seus gestores se preocupem com o seu desenvolvimento. estamos dando uma carta de crédito a Prefeita…..assim, como foi dado para o Ananias, e Jamur. Se cometerem improbidades a JUSTIÇA DAQUI A DEZ ANOS IRÁ colocá-los na cadeia ou afastá-los das eleições…….

    Vejam o Caso do Burko ex-Prefeito de Guarapuava, estava desde 2008, inelegível, sujeito a prisão e/ou trabalhos sociais com carga horária de 8 horas/dia, proibido de assumir cargos públicos, e não sabia…..Hoje ele é Presidente do IAP. Agora em 2010 é que a Justiça notificou o Governador……
    Falam que ele queria ser candidato estadual…..Mas o Conselheiro do TCE tem dois filhos um para estadual e outro para federal; o Cesar Silvestre Deputado Federal, tem um filho para estadual; o atual Prefeito largou o 190km/hora ex-Deputado Fernando Carli Filho e sapecou o segundo filho o “BÊ” um primorrrrrrr de menino para deputado estadual…….ENTENDEUUUUU.

    o Burko estava pretencioso demaissssssssssss.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*