Richa e ministro de Cingapura abrem nesta quarta a Reunião da ONU sobre Biodiversidade | Fábio Campana

Richa e ministro de Cingapura abrem nesta quarta a Reunião da ONU sobre Biodiversidade

O prefeito Beto Richa reuniu-se nesta terça com o ministro do Desenvolvimento de Cingapura, Mah Bow Tan. Eles conversaram sobre a segunda Reunião de Curitiba sobre Cidades e Biodiversidade, organizada pelas Nações Unidas, que reunirá algumas das maiores autoridades ambientais do planeta na capital paranaense, de 6 a 9 de janeiro, no Parque Barigui.

A abertura será às 9h desta quarta, com Richa, Mah Bow Tan e Ahmed Djoghlaf, secretário-executivo da Convenção sobre Diversidade Biológica da ONU.

A Reunião de Curitiba é preparatória para a Conferência das Partes sobre Diversidade Biológica (COP 10) da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nagoya, no Japão, em outubro de 2010.

As discussões e fóruns servirão de base para a definição de um Plano de Ação sobre a Biodiversidade dentro do Contexto Urbano.

O ministro Mah Bow Tan propôs a Richa uma cooperação técnica entre os dois governos para a troca de experiências e projetos ambientais. “Já aprendemos muito com Curitiba sobre transporte público nas últimas décadas, e queremos aprender ainda mais sobre os projetos de desenvolvimento sustentável, que são uma de nossas maiores prioridades”, afirmou o ministro.

Na Reunião de Curitiba, o ministro falará sobre as soluções que Cingapura, cidade-país do sudeste asiático, encontrou para suprir a ausência de recursos naturais no território, como água, gás e todos os combustíveis, utilizados por 5 milhões de habitantes. Os recursos são importados de outros países e depois reciclados para novos usos.

O ministro também convidou o prefeito Beto Richa para o evento World Cities Summit, que acontecerá em Cingapura, de 28 a 30 de junho deste ano, e reunirá prefeitos e líderes locais de todos os continentes para discutir a sustentabilidade no ambiente urbano.

Acompanharam a visita do ministro o presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento, Juraci Barbosa Sobrinho, e o secretário municipal de Relações Internacionais, Eduardo Guimarães.

Reunião de Curitiba: Será o primeiro grande encontro internacional sobre meio ambiente após o encerramento da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP), em Copenhague, na Dinamarca. “Vamos avançar nas discussões sobre biodiversidade urbana e cidades sustentáveis, tema que será levado à próxima COP, em Nagoya, no Japão”, disse Richa.

A Reunião de Curitiba também terá as participações do biólogo e documentarista canadense Jean Lemire; da sul-africana Kobie Brand, diretora do Conselho Internacional para as Iniciativas Ambientais Locais, entre outros. O encontro na capital também marcará o início das comemorações do Ano Internacional da Biodiversidade.
A indicação de Curitiba para sediar a convenção partiu de Ahmed Djoghlaf. Já confirmaram presença 43 autoridades de 16 países.

“Nossa cidade tem tido uma participação de destaque nas discussões internacionais sobre meio ambiente. Foi em Curitiba que nasceu a proposta de que as cidades, e não apenas os governos dos países, participassem das grandes decisões mundiais sobre o tema, pois hoje a maioria da população mundial vive no ambiente urbano”, afirmou Richa.

A proposta fazia parte da Carta de Curitiba, aprovada por prefeitos do mundo inteiro em Curitiba, reunidos na primeira Reunião de Curitiba, em 2007. A Carta de Curitiba foi apresentada por Richa na COP 9, em 2008, na cidade de Bonn, na Alemanha.


7 comentários

  1. FILET MIGNON
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 22:55 hs

    CARACA.!!!!
    O Beto Richa foi convidado?
    Não convidaram o REIQUIÃO?
    Que sacanagem! Pois, se não fossem os projetos e as intervenções de REIQUIÃO, Beto Richa não seria ninguém na ordem do dia…
    Beto está se benficiando de projétos e idéias de REIQUIÃO!
    É BRINCADEIRA!..

  2. Carlos-Curitiba
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 22:59 hs

    Quanto ele pagou para receber este premio?

    Olha, eu ja vi premios que sao dados a quem paga!
    Uma loja onde eu trabalhava pagava 10 mil por ano,
    para receber o premio, na categoria melhores do ano!

    Esse premio do beto é possivelmente pago!

  3. Mariano
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 9:22 hs

    Para variar, tem gente ao fundo da foto, fazendo cortesia com o chapeu alheio!

  4. Leite Quente
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 9:45 hs

    Taí o cara mais um pouco estara pronto para ser o nosso Presidente da Republica, mas por enquanto governador ta bom.
    A oposição ” Morram de inveja ” o cara é bom mesmo.

  5. ildo baldo
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 10:26 hs

    ISSO É COISA DO PSDB COM AMERICANOS ELES PEDEM E O PSDB FAIS NÂO SE INGANEM GENTE SEMPRE FORAM ASSIM COM O DEFUNTO COVAS COM O CHEFE DAMACONHA FHC COM SERRA EM SÂO PAULO E AGORA JÁ ESTÂO ENTRANDO NO RICHA COMECOU CRIAR PENUJA E JÁ SE VENDEU HA E A YEDA CRUSIS QUE ACABOU COM A GAUCHADA COM MUITO CUSTO PODE SOBRAR SÓ AS BOTAS PORQUE AS BONBACHA JÁ FORAM E É DO PSDB

  6. Zé do Coco
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 13:25 hs

    Esclareçam ao velho aposentado aqui o que realmente foi feito nos últimos 10 anos sobre a questão da biodiversidade em CURITIBA. Estou completamente por fora.
    E olhem que moro aqui desde 1971. Nem na época do Lerner houve quem cometesse o despautério de afirmar que Curitiba tinha algo a ver com biodiversidade, apesar da fama internacional que a cidade angariou como capital ecológica do Brasil.
    Lancem uma luz sobre essa minha dúvida cruel…

  7. FILET MIGNON
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 20:27 hs

    Não duvide não Zé do Coco… Se não gostas da cidade e aqui está desde 1971, porque não se mudou?
    Na Mata Atlântica você encontrará muito, mas, muito mais biodiversidade…
    Se manca ô cara, para não ser chamado de BIODESAGRADÁVEL!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*