Osmar Dias conversa com PT, mas sonha com apoio do PSDB | Fábio Campana

Osmar Dias conversa com PT, mas sonha com apoio do PSDB

Deu no O Diário

Osmar, que afirma manter suas convicções em assuntos fundiários. “Com todos os partidos que quiserem fazer aliança comigo, vai prevalecer o meu pensamento, as minhas ideias, as minhas convicções”.

Senador se reuniu com a cúpula petista para fechar apoio à sua candidatura a governador, mas acredita que aliança natural seria com os tucanos

O senador Osmar Dias (PDT) voltou a conversar com a cúpula petista nesta semana, em busca de apoio a sua candidatura a governador do Paraná, nas eleições de outubro. Na quinta-feira, ele almoçou em Brasília com caciques do PT e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, virtual candidata à sucessão presidencial. A despeito da aproximação com a legenda governista, Osmar reconhece que tem pouca identidade com os petistas e que uma aliança com o PSDB seria mais natural.

“Nós não temos uma história com o PT de outras eleições. Precisamos andar passo a passo, colocar as diretrizes na mesa para que não haja divergência depois, na campanha eleitoral”, diz o senador, que esteve nesta sexta-feira (29) em Maringá, participando da Assembleia Geral Ordinária da Cocamar Cooperativa Agroindustrial.

Osmar ainda tem esperanças que os tucanos abram mão da candidatura própria ao governo do Paraná – que poderá ser encabeçada pelo prefeito de Curitiba, Beto Richa, ou pelo irmão e também senador, Alvaro Dias.

No cenário ideal para Osmar, prevaleceria o acordo de cavalheiros feito nas eleições passadas, em que o PDT apoiou o tucano na campanha pela prefeitura da capital. “Estamos conversando com todos os partidos, mas se o PSDB consumar essa ideia de ter candidatura própria, a coisa mudar de figura e teremos que conversar com eles de uma outra maneira”, afirma Osmar.

O PDT de Osmar Dias apoiou o prefeito Beto Richa nas eleições de 2008 e esperava a retribuição na campanha pelo governo do Estado. “Essa seria a aliança natural e se for desfeita, não será pela minha vontade”, afirma Dias. A despeito do que espera o senador, a definição pode ser imposta de cima para baixo, se o PT confirmar aliança nacional com o PDT.

Incompatibilidade

Osmar Dias lançou-se na política como secretário estadual da Agricultura, durante o mandato de Alvaro Dias (1987-91) e de Roberto Requião (1991-94). No cargo, Osmar estreitou seus laços com a classe ruralista e apoiou-se nesta base durante toda sua carreira como senador, cargo que exerce desde 1995.

Uma das possíveis alianças para as eleições deste ano podem colocar o candidato da classe ruralista no mesmo palanque do partido que historicamente defendeu o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). Confirmada essa aliança, a chapa PT-PDT promete ser um verdadeiro paradoxo ideológico.

Osmar se esquiva da incoerência afirmando que o apoio do PT ainda não é uma realidade. “Não temos que, obrigatoriamente, fechar uma aliança com o PT para disputar as eleições”, ressalta Osmar, que afirma manter suas convicções em assuntos fundiários. “Com todos os partidos que quiserem fazer aliança comigo, vai prevalecer o meu pensamento, as minhas ideias, as minhas convicções”, destaca. “O PT sabe disso e aqueles que acreditam em mim, podem continuar acreditando, porque não vou mudar o que penso”, acrescenta.

Foto de Bem Paraná


22 comentários

  1. Paulo Benedito
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 10:15 hs

    Acho que o PSDB deveria abrir mão para o Senador Osmar Dias para Governador do Paraná, e o Beto Richa sairia como candidato para o Senado, com isso, o palanque o Candidado José Serra sairia vitorioso no Paraná, com isso, acomodaria todos no ninho, acalmaria o Alvaro Dias e o Requião.

  2. Alvaro Duarte
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 11:26 hs

    Quadrilha
    Osmar amava Álvaro que amava Roberto
    que amava Pessuti que amava Beto
    que não amava ninguém.
    Osmar continuou senador, Álvaro foi para a oposição,
    Roberto morreu de desastre, Beto ficou para governador,
    e Pessuti apoiou o Gleisi
    que não tinha entrado na história.

    Quadrilha
    João amava Teresa que amava Raimundo
    que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
    que não amava ninguém.
    João foi para o Estados Unidos, Teresa para o convento,
    Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
    Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
    que não tinha entrado na história. (Carlos Drummond de Andrade)

  3. Limão com Vinagre
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 11:37 hs

    SE ESSE TAL DE OSMAR DIAS FOR NO GOVERNO TÃO INDECISO, MURISTA E CHEIO DE IDEIAS DÚBIAS COMO ESTÁ DEMONSTRANDO NAS “COSTURAS” PRÉ-CONVENÇÕES, SERÁ REALMENTE MAIS UM PÉSSIMO GOVERNADOR PARA ESTE JÁ SOFRIDO PARANÁ…

  4. Chico
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 11:47 hs

    Pois então.
    As bases locais do PT e do PDT nunca vão fazer campanha juntas, elas são adversárias históricas e ninguém vai poder reverter aquilo só com o papo “temos que ter um palanque forte para a Dilma”.
    No cenário PT com PDT contra o prefeito da capital, a vitória não está garantida, muito pelo contrário. Tá, a eleição da mulher do ministro para o senado seria um pouco mais fácil. Há um chamado Fruet que não é tão ruim, no caminho da poderozinha petista, não da para esquecer ele.

    Afinal de conta, o Osmar Dias reconhece que não da mesmo e que não vai rolar com o PT (se não for alianças ideológicas, o palanque para a presidenciável só é algo que paquera o poder, não é, algo bem fraco, e a Dilma merece mais, não é?)

    A Lygia Pupatto apareceu com 5%, numa pesquisa encomendada pelo PSDB. O Arns e o Roque, quando disputaram o governo, só tinham em agosto (3 meses antes do primeiro turno) este porcentagem.
    O executiva do PT nativo quis investir só na Gleisi, alguem que não tem militância histórica no partido, que não é carismática, e, pior, que não junta.

    O PT, com a Lygia, vai criar a surpresa. Provavelmente não ganha essa mas tem todas as condições de fazer uma campanha de primeiro turno firme, digna e, melhor, coerente.

  5. emerson palhares
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 12:58 hs

    O Beto Richa leva vantagem, por falta de conhecimento eleitoral da grande maioria dos eleitores, o atual Prefeito da capital, sempre vem com aquelas pesquisas que ninguem sabe quem fez, e diz estar na frente, como o povo tem uma cultura de pensar e dizer que não vai jogar o voto fora então diz vou votar em quem vai ganhar, vou votar no Beto, você não ve as pesquisas ! pena que o povo tem memoria curta, ninguem se lembra que o Beto perdeu ate para vereador em curitiba em 1992, sera que o povo não esta vendo os buracos nas ruas, e a falta de saneamento basico , e o que é pior antes da eleição a maquiagem que é feita na cidade!a qui no campo comprido só se ve buraco por todas as ruas !

  6. emerson palhares
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 13:00 hs

    O Beto Richa leva vantagem, por falta de conhecimento eleitoral da grande maioria dos eleitores, o atual Prefeito da capital, sempre vem com aquelas pesquisas que ninguem sabe quem fez, e diz estar na frente, como o povo tem uma cultura de pensar e dizer que não vai jogar o voto fora então diz vou votar em quem vai ganhar, vou votar no Beto, você não ve as pesquisas ! pena que o povo tem memoria curta,Pessutti ou Osmar e ponto . .! ! !……. ?

  7. emerson palhares
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 13:11 hs

    Gosto da politica do senador Osmar Dias, tem muita gente da educação que apoia o osmar, eu não tenho medo de ser espulso do pmdb por falar o que penso, afinal ser filiado em um partido não quer dizer que tenho que falar amem para tudo, o pessutão tem que fazer uma limpa no governo começando por uma lista de arrogantes, puxa sacos e prepotentes, agora é fato que tem muita , mas muita gente boa mesmo ! agora é a epoca que todos lembram de todos , ou não o piano é pesado, ser formiga cansa, grupos politicos para pensar em beneficios proprios tem um monte se tiver gente seria me chame que eu vou !

  8. henry
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 14:36 hs

    SENADOR, vc pode até ajudar a quadrilheira fazer alguns votos no nosso PR., só q com isso vc vai ficar sem mandato. O TEU ELEITOR Ñ FAZ PARTE DESSA QUADRINHA QUE TOMOU DE ASSALTO A NOSSA NAÇÃO. Não se esqueça disso!

  9. ildo baldo
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 14:41 hs

    LIMÂO COM VINAGRE
    com certeza na eleiçâo passada voce votou no osmar e dizia burro é povo que nâo vota no osmar hoje esta atras com o traira do beto e fala mal do do osmar
    mas acho que voce esta no lugar certinho
    no lugar dos perdedores e esse é seu lugar
    nâo se mexa e esteja preso
    a sequencia é a seguinte
    paraná
    governador OSMAR
    senadora GLEISE
    presidente DILMA
    e o resto bom o resto nâo fica nem na historia

  10. Vaycon Pinto D. Madruga
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 14:52 hs

    A dupla PT-PDT do futuro Governador Osmar Dias, pode criar um bordão para funcionar nessa eleição que já deu certo em outros lugares; ” A gente se junta mas não se mistura!” Vamos em frente, Governador, que a vitória é nossa!

  11. Marcos Cordeiro
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 15:23 hs

    Acredito ainda que o Senador Osmar apoia o Àlvaro Dias ao governo do Estado. Beto fica como prefeito do PSDB na capital, e nós ficaremos esperando o Osmar vir para candidato só em 2018 ao governo do Estado.

  12. Tino Nhanhoski
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 15:29 hs

    Não tem prá ninguém o Beto Richa já é o Governador do Paraná, não adianta os adversários ficarem esperneando querendo tirar o homem da trajetória para o Palácio das Araucária.
    Só resta agora as vagas ao senado(duas) e para deputados.
    Esqueçam das pesquisas fria e compradas, o povo já sabem o que quer, chega dos mesmo!

  13. domingo, 31 de janeiro de 2010 – 19:27 hs

    Êta visão estreita.
    Falar em Lygia num momento desse é não ter nenhuma visão estratégica mesmo.

    Com Lygia a Dilma será esmagada no Paraná e a bancada do PT
    diminuirá em muito.
    Mas se é para marcar posição, ser derrotado, tudo bem.

    O PDT tem bases? O Chico só para você:

    Ai ai ai ai tá chegando a hora
    OSMAR e DILMA tão na frente meu bem
    E Serra esta indo embora

  14. SOUZA
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 21:18 hs

    SEM DUVIDAS ALGUMA O SENADOR OSMAR DIAS MERECE DISPUTADAR A ELEIÇÃO DE GOV., POIS VAI ACABAR INDO MORAR NA SUA FAZENDA QUE TANTO O REQUIÃO FALOU NA CAMPANHA….
    ELE NÃO GANHA DO PREFEITO BETO O MELHOR PREFEITO DO BRASIL E SEM DUVIDAS VAI SER O MELHOR GOVERNADOR DO PARANÁ…

    VAI BETO VAI PARA O PALACIO….

    UM ABRAÇO…

  15. Carlos
    domingo, 31 de janeiro de 2010 – 23:35 hs

    O PT precisa tomar uma decisão logo e largar o Osmar de lado e seguir com outras coligações no Paraná, a melhor seria coligar com o PMDB e apoiar o Pesuti e indicar o Vice do PT.
    O Osmar só esta enrolando o PT igual enrola o povo do Paraná com um péssimo mandato como Senador.
    PT e PMDB com Pesuti governador e Samek vice.

  16. CLOVIS PENA -
    segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 – 7:43 hs

    Dilma, como a única candidata certa à presidência vai encontrar dia 6 no Paraná um único candidato certo. Aqui, um depende do chefe, outro não sabe para onde ir e o jovem está determinado.
    Quem sabe, para compensar Quércia, Beto não apoia Dilma ?

  17. segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 – 7:54 hs

    DE UMA COISA EU TENHO CERTEZA,,,,,BETO RICHA, OSMAR DIAS,,ALVARO DIAS, ORLANDO PESSUTI,,,…UM DELES SERÁ O NOSSO FUTURO GOVERNADOR…………….

  18. Zé do povo
    segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 – 10:55 hs

    O Pessuti quer a aliança com o PT/Janene. Ele foi humilde na tentativa de aproximação e hoje já está irritado com o descaso, o que o deixa rancoroso e vingativo, mas o grupo hegemônico no PT-PR comandado pelo ministro Paulo Bernardo e o Samek quer a aliança com o Osmar. Com ela o “neopedetista” abriria mão da candidatura ao senado o que facilitaria a vitória da Gleisi e também teriam o estratégico palanque unificado para a Dilma.
    É um caso de “amor não correspondido”, já que ele historicamente sempre foi adversário do PT e vê na Gleisi um perigo, uma ameaça, pois caso não tenha uma boa possibilidade de vitória, o que já começa a ocorrer com o avanço da candidatura Beto, será candidato a reeleição ao senado.
    Em relação à Dilma com certeza ela não é a candidatura favorita na base de apoio do Osmar, que é a Sociedade Rural Brasileira e o seu braço político UDR. Para eles a Dilma ainda tem o cheiro de Estela.

  19. Sales - Cornélio Procópio
    segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 – 12:15 hs

    Bom minha gente, gostaria de emitir o meu parecer sobre o quadro político. O Senador Osmar Dias sem dúvida é o melhor candidato para governar o Paraná, pelas seguintes razões: A uma, porque é honesto e tem muita experiência política, e é competente. A duas, o Senador Osmar, tem muito conhecimento técnico na área da agricultura, o que lhe é favorável, eplo fato de que o Paraná seja um Estado eminentemente agrícola, um dos maiores produtores de grãos do Brasil. O Paraná será o celeiro brasileiro. A questão nodal, é refente as dúvidas quanto as coligações, que pode até prejudicar a estabilidade no processo político, porém, a decisão deve ser tomada com responsabilidade. Coligar-se hoje com o PT foge um pouco da ideologia de Osmar, mas, não quer dizer os polos não se unam. A candidata do PT (Dilma) no Paraná, não terá o mesmo sucesso que Serra. Exemplo clássico foi a eleição de Lula aqui no Paraná (reeleição). Osmar está certo, em esperar pela decisão do PSDB. O partido de Serra, não pode de forma alguma, dar sustenção política à Beto Richa, pois, com a união de Osmar e Dilma, a eleição de Serra estaria prejudicada. E, se Osmar e Beto for para um 2º turno, com certeza, com certeza mesmo, o PMDB (ligado a Lula), Requião e Pessuti viram a todo custo apoiar Osmar. Pense bem PSDB nacional, pense bem, não chegou a vez de Beto Richa, deve ele defender o palanque de Serra/Osmar, para garantir talvez um Ministério quando do término de seu mandato de Prefeito da Capital, que terá que administrar um orçamento grandioso para iniciar várias obras para antender a demanda da copa do mundo. O PSDB/PR está totalmente equivocado. Sabe do risco, mesmo assim continua intransigente. Evidentemente que se não houver alguem com o juízo perfeito dentro do partido, leia-se (Euclides), para direcionar a campanha de José Serra, vão peder a eleição para governo Estadual e Federal. Taí, quem quiser contestar esteja a vontade. Muito Obrigado caro eleitor.

  20. pequeno agricultor do oeste do
    segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 – 14:42 hs

    p/ sales:

    falou falou falou, mas estás equivocado.

    OSMAR NAO SERVE P/ GOVERNAR O PARANÁ

    ELE TEM POSIÇOES AMBIGUAS S/ OS SEMTERRA, E UNIR-SE COM O PT SERIA AVALISAR TODOS OS ATOS DESTES BADERNEIROS QUE ESTAO AUMENTANDO CADA VEZ MAIS NO PR

    A MAIORIA DOS PEQUENOS AGRICULTORES NAO CONCORDAM COM ESSES PETISTAS E AS VIOLENCIAS DO MST
    OSMAR PERDERÁ FEIO DESSA VEZ, O CAVALO ENCILHADO PASSOU NA PORTA DELE NA ÚLTIMA ELEIÇAO, E ELE NAO SOUBE MONTAR
    E DEPOIS DISTO , NAO FEZ NADA EM BRASILIA, A NAO SER TENTAR APROVAR A FAMIGERADA CPMF, FICANDO DE 4 PARA A TURMA DO LULA

    VEREMOS QUEM TEM VOTOS, SE OS PEQUENOS AGRICULTORES, OU OS BANDIDOS DO MST E DO PT

    A DERROTA DOS BARBUDOS SERÁ MUITO FESTEJADA NO PARANÁ

    QUEM VIVER VERÁ..

  21. Velhinho
    segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 – 15:17 hs

    Independente da coligação… É Osmar Dias pro governo, não há outro… Político maduro e com capacidade para comandar a administração que vai entrar para a história do país como uma das melhores de todos os tempos… Observa-se isto na postura do candidato, buscando o povo, estrurando todo o seu projeto de governo nos anseios da sua população… E o povo paranaense há de enxergar e eleger Osmar Dias governador do Estado do Paraná, pois como diz a velha máxima: “Contra fatos, não há argumentos…”

  22. Jarbas São Jorge do Ivai
    segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010 – 22:11 hs

    Sobre o comentário deste pequeno agricultor do oeste “Tá chegando a hora de vocês da direita do atraso, do retrocesso, engolir estes bandidos notáveis do PT por mais 8 anos, ainda bem! e diziam que a gente só ia ficar por seis meses, vc se lembra quando vcs detonaram o Banestado, O Banerge, O Banespa e muitas outras instituições …..pareciam um bando de cabritos famintos. Aínda bem que o Pr não é formado só pelo pequeno agricultor do oeste, sem memória. O Pr é muito mais que isso ! Tem gente lendo, acompanhando dados, escutando fatos e notícias.Tem gente acompanhando as políticas públicas. Tem muita gente viajando, inclusive de avião. Tem gente que vale a pena sonhar!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*