Não é só hospital que Requião promete e não entrega | Fábio Campana

Não é só hospital que Requião promete e não entrega

Não é só hospital que Requião promete e não entrega. Em novembro de 2007, ele autorizou a construção do Teatro Denise Stoklos, em Irati (foto). Agora, o prefeito de Irati, Sérgio Stoklos, diz que o teatro não fica pronto em abril, mas em dezembro de 2010, último ano do governo Requião.

Não é coincidência, Sérgio é irmão de Denise, nascida em Irati, e de talento mundialmente reconhecido como atriz e diretora de teatro. Denise merece a homenagem, ainda que ilegal, já que a constituição brasileira proíbe que espaços públicos recebam nome de pessoas vivas.

Mas isto não é nada para Requião, que está dando o nome de seu pai, Wallace Thadeu de Mello e Silva, para o hospital em construção, também atrasada, em Guaraqueçaba. Wallace, falecido, já é nome de unidade de saúde em Curitiba. Na foto, Requião e Denise em 2007, quando a obra foi autorizada.


31 comentários

  1. MUTUKA
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 – 18:16 hs

    Estive recentemente em Irati.
    A construção do Teatro está caminhando, mesmo que lentamente.
    Mas o município precisa de muito mais coisas antes de um teatro daquele porte.
    Aliás, qdo ele estiver pronto, faltará Público.

  2. Xisburgue
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 – 18:28 hs

    Requião prometeu tb 5 mil km de estradas nível europeus, e ultimamente só temos visto buracos.

    Requião prometeu uma dezena de presidios, e entregou a metade, ainda com atrasos superiores a dois anos.

    Requião prometeu uns 200 colégios estaduais… que nunca entregará.

    Requião prometeu 30 hospitais regionais, dos quais não vai conseguir inaugurar nenhum.

    Requião prometeu impostos baixos… e elevou o icms de energia, combustiveis, telefones e o quase conseguiu elevar o ipva.

    Requião prometeu o fim dos pedágios… e os pedágios seguem normalmente…

    Tem algum imbecil ainda, sobre a face da terra paranaense, que acredita no Requião???

  3. CUSTO DA ALIANÇA CARLI/REQUIÃO
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 – 18:41 hs

    Sem obras para inaugurar em Guarapuava, mas com um empréstimo já garantido ao prefeito Fernando Ribas Carli, na ordem de R$ 14 milhões, o governador Roberto Requião planejou transformar a entrega de um caminhão de bombeiros num comício político.
    Como se diz por aqui, deu com os burros n’água.
    O comício foi cancelado porque não havia clima para isso.
    Requião vinha com discurso pronto sobre segurança pública.
    Quis o malfadado destino que, dias antes, o local escolhido pelo prefeito Carli, a Praça Cleve, fosse palco de um tiroteio com quase uma dezena de menores, um deles atingido mortalmente.
    Requião está “levando” migalhas aos municípios. Em Guarapuava, os investimentos são nulos.
    O prefeito Fernando Ribas Carli aliou-se a Requião, até recentemente seu desafeto-mor, numa tentativa desesperada de viabilizar um projeto eleitoreiro para 2010.

  4. Jaiminho, o Carteiro
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 – 19:33 hs

    hahahahaha

    em pleno seculo 21 quem vai ao teatro?

    passou o tempo em que para vivenciar a arte tínhamos que ir à teatros…

    Quer comédia?
    acompanhe a política nacional…

    Quer suspense, terror?
    visite uma favela carioca…

    Quer emoção, dor, tristeza?
    passe um dia em angra dos reis…

  5. CURTA E FINA
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 – 20:52 hs

    AH PODEMOS APROVEITAR O TEATRO PARA EXIBIR O CIRCO, ONDE OS PALHAÇOS SÃO O REQUIÃO E O CARLI…..

    QUE DUPLINHA HEIN……NINGUÉM MERECE! E AINDA ESTÃO TENTANDO FAZER A POLÍTICA DA BOA VIZINHANÇA POR CONTA DO NOVO “CANO CARLI” QUE SAIRÁ CANDIDATO……

    QUE PENA QUE O REQUIÃO E O CARLI NÃO ESTAVAM NA PRAÇA NA NOITE DO TIROTEIO…OLHA, QUE PELO MENOS FERIADO MUNICIPAL SERIA KKKKKKKKK

    PÃO E CIRCO PARA O POVO FOREVER!!!!!!!!!!

  6. Jango
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 – 21:12 hs

    O pedágio “baixa ou acaba” é um dos maiores fiascos do Inquilino do Canguiri. Não acabou, ficou, aumentou e vai deixar um passivo judicial como prêmio de consolação para o povo paranaense que acreditou no mote eleitoreiro enganoso – são mais de 240 milhões para arrombar o erário público ! E nem as ditas autoridades de controle público nem a sociedade insossa se propõem a exigir a apuração de responsabilidades. É licito que – através deste estelionato eleitoral do pedágio e da renitência do Inquilino do Canguiri em solucionar o impasse que ele mesmo criou – comprometa-se impunemente o erário público em milhões de reais que você – povinho bonzinho do Paraná – vai pagar com seu dinheirinho suado e continuar sem educação, saúde e segurança públicas de qualidade após o Inquilino do Canguiri pular para outro cargo público ?

  7. Cidadão Guarapuavano
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 – 22:05 hs

    Falando em promessas, ele tem uma divida com Guarapuava. Me lembro muito bem como se fosse hoje, o Requião e o Dep. Artagão Jr na campanha de 2002 prometeram eu um comicio na Rua XV de Novembro, que dentro de 6 meses, Guarapuava através da Unicentro teria o curso de Medicina, até hoje não veio e nem virá mais nesse governo dele.

  8. Não era tão "Real" assim
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 – 22:27 hs

    E por falar em curso de medicina…
    A Faculdades Campo Real entrou feio no “vermelho”. Fernando Carli não perdeu tempo. Saiu de fininho da sociedade e deixou os demais sócios à deriva.

  9. Otávio
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 0:38 hs

    Esta gente que só se preocupa com campanha ao invés de administrar vai ver nas urnas o resultado de seus esforços. Vão levar uma surra…

  10. Vigilante do Portão
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 1:38 hs

    O Mutuka está coberto de razão, a obra caminha devagar, nem para dezembro ficará pronta. Caso seja inaugurada no final do ano, será mais ou menos como os hospitais do Requião: “só a carcaça”, sem os equipamentos e sem pessoal para trabalhar.
    É um teatro grande, talvez grande demais para o porte da cidade, temo que não tenhamos público suficiente e nem espetáculos em quantidade e qualidade. Parece que vai funcionar, em anexo, uma escola de artes, menos mal.
    Faço sempre uma pergunta: Quem vai arcar com as despesas de manutenção e de funcionamento do teatro? O Estado ou o Município?

  11. gaspar tozetto
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 8:38 hs

    em matinhos ele prometeu ainda na época do prefeito xiquinho 6 km de rodovias e entregou 600 metros.a engorda da praia já foi promessa de outros carnavais e até agora nada.ele esquece facilmente do que promete,mas nós prometemos não esquecer viu goivernador?

  12. CURTA E FINA
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 9:19 hs

    HAHHAHA CURSO DE MEDICINA EM GUARAPUAVA…….A PIADA DA DÉCADA!!!! ALGUÉM ACREDITOU NISSO??????

    E QUAL HOSPITAL SERIA O HU? SIM, PQ PARA TER MEDICINA, TEM QUE TER UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO…JÁ NÃO BASTAM TODOS OS CURSOS DA SAÚDE QUE DIVIDEM OS CENTÍMETROS DE ESPAÇO ENTRE OS HOSPITAIS E POSTOS DE SAÚDE…. ALGUNS ALUNOS DE FACULDADES PARTICULARES VÃO FAZER ESTÁGIO EM MUNICÍPIOS VIZINHOS.

    TÁ NA HORA MESMO DE SE CRIAR UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO…..UMA IDÉIA PARA O GOVERNADOR E PARA O SENHOR PREFEITO CARLI, PQ NÃO USAM A ESTRUTURA DO ANTIGO HOSPITAL SÃO JOÃO, REFORMAM E CRIAM MAIS UM HOSPITAL EM GUARAPUAVA???? PELOS MENOS OS UNIVERSITÁRIOS DA SAÚDE NÃO PRECISARIAM IR PARA O PINHÃO, PITANGA E AFINS PARA FAZER UM ESTÁGIO, E A POPULAÇÃO DE GUARAPUAVA TERIA MAIS UM LOCAL PARA ATENDIMENTO.

    GUARAPUAVA COMPORTA UM HOSPITAL REGIONAL JÁ DE HÁ MUITO TEMPO…..

    EU PERGUNTO: E OS PROFESSORES DE MEDICINA QUEM SERIAM? NINGUÉM VAI DAR A CARA PRA BATER DE GRAÇA….MUITO MENOS DEIXAR QUE CONSTE O NOME EM CERTIFICADO DE CONCLUSÃO DE UM CURSO CRIADO “NAS COXAS”

    SE TEM GENTE ESPERANDO CURSO DE MEDICINA EM GUARAPUAVA….ESPERE SENTADINHO E ASSISTINDO A ESCOLINHA DO REQUIÃO……

    PROMESSAS, PROMESSAS….PRECIOSAS PROMESSAS ELEITOREIRAS…..E TEM GENTE QUE ACREDITA ….

  13. Ivan/ Fazenda
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 10:22 hs

    Aqui em meu municipio ele fez 2 campanhas se promovendo e promovendo o ex.prefeito do municipio com a contruçao de um terminal rodoviario, acredito eu, que seja mais uma fez marketing para a sua proxima campanha , pois ainda esta em contrução , tambem, a quatro anos atras colocou grandes folders de um hospital, que seria referencia para o nosso municipio , que tambem ficou so na foto.assim não da né

  14. ESPERAR O QUÊ DE CARLI/REQUIÃO
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 10:43 hs

    Curta e Fina…
    Vc acha mesmo que o Coroné Carli está preocupado com Hospital Universitário, com curso de Medicina???
    Nem a pau, juvenal.
    Ele estava preocupado quando era sócio (leia-se a esposa dele, Ana Rita) da Faculdade Campo Real.
    Deu um passo maior que a perna alugando um prédio no centro de Guarapuava, certo de que conseguiria a liberação do “seu” curso de Medicina, para a “sua” faculdade.
    Se Carli tivesse olhado para Guarapuava, com os olhos de prefeito, reivindicaria o curso para a UNICENTRO.
    Afinal, havia uma promessa pública de Requião, do governador.
    Caberia a Fernando Carli, como prefeito, líder do Município, cobrar essa promessa.
    Além do mais, a UNICENTRO é uma universidade pública e gratuita e precisa ser fortalecida a cada dia.
    Agora, infelizmente, é tarde demais.
    Requião está terminando o mandato. E Carli perdeu esta e outras tantas oportunidades.
    O que vier em 2010 são apenas promessas eleitoreiras.
    Ou acordos escandalosos, como esse entre Carli e Requião, que criou uma dívida de quase 15 milhões de reais para Guarapuava.

  15. CURTA E FINA
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 13:26 hs

    SR. OU SRA. “ESPERAR O QUÊ DE CARLI/REQUIÃO”…CLARO QUE O NOBRE PREFEITO NUNCA ESTEVE PREOCUPADO COM O CURSO OU COM O HU….SEMPRE FOI MARKETING ELEITORAL, NADA MAIS…E FORA QUE NÃO CITEI QUE SE O CURSO VIESSE PARA A CAMPO REAL, QUEM PODERIA PAGAR SERIAM SOMENTE OS FILHINHOS DE PAPAI…..

    SE TIVESSE PREOCUPAÇÃO COM A POPULAÇÃO, AQUELE PRÉDIO ABANDONADO DO ANTIGO HOSPITAL SÃO JOÃO TINHA VIRADO MAIS UMA URGÊNCIA MUNICIPAL PARA ATENDER O POVO….VC DEVE SABER QUE NÃO EXISTE POSTO DE SAÚDE OU PSF PARA ATENDER A REGIÃO CENTRAL DA CIDADE……COM AQUELA ESTRUTURA, APÓS UMAS REFORMAS, DARIA UM EXCELENTE HOSPITAL.

    PASSE RAPIDAMENTE PELOS HOSPITAIS DA CIDADE E VEJA A QUANTIDADE DE ESTAGIÁRIOS DISPUTANDO ESPAÇO….ISSO É PREJUDICIAL PARA TODOS, HAJA VISTO QUE OS ACADÊMICOS PRECISAM DESENVOLVER SUAS HABILIDADES E COM TANTO CURSO “EMPULEIRADO” MUITO DIFÍCIL…..NÃO EXISTE CAMPOS DE ESTÁGIO SUFICIENTES….A CRIAÇÃO DE MAIS UM HOSPITAL NA CIDADE, QUER MUNICIPAL OU REGIONAL, FACILITARIA A VIDA DE MUITA GENTE, INCLUSIVE DOS PACIENTES. MAS E VC ACHA QUE O PREFEITO VAI SE MEXER? HAHAHHAHA BEMMMM CAPAIZZZZZZZZZZZ MESMO!!!!!

    DIFICILMENTE O CARLI VAI LUTAR PELO CURSO DE MEDICINA PARA A UNICENTRO, QUEM DIRÁ PELO CAMPUS CEDETEG, QUE ABRIGARIA O CURSO……JÁ QUE ELE FOI CRIADO NA ÉPOCA DO ENTÃO PREFEITO VITOR HUGO, SE BEM LEMBRO…..NA VERDADE EU NUNCA VI O PREFEITO CARLI LÁ NO CAMPUS…..SE É QUE ALGUM DIA FOI VISITAR…..

    MAS VAMOS ESPERAR PELAS PRECIOSAS PROMESSAS DA PRÓXIMA ELEIÇÃO……ENQUANTO ISSO, A POLÍTICA DO PÃO E CIRCO PERPETUA EM GUARAPUAVA………

  16. FILET MIGNON
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 13:31 hs

    Não fui testemunha do que REIQUIÃO tratou com o CAPETA quando se juntou a ele nas eleições…
    DIZEM QUE TRATO COM SATÃ NÃO TEM COMO NÃO SE CUMPRIR…
    QUE SATÃ FAÇA BOM USO DE SUA ALMA!

  17. EM GUARAPUAVA, TODOS À LUTA
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 14:46 hs

    Vc está coberta de razão, “Curta e Fina”.
    Apenas discordo dda última frase: “Enquanto isso, a política do pão e circo perpetua em Guarapuava”
    Sorry!
    Não posso concordar, porque aí seria acometido de uma doença chamada “comodismo”.
    Isso não combina comigo nem com você.
    A hora de lutar é agora, em ano eleitoral.
    Mãos à obra.

  18. CURTA E FINA
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 18:48 hs

    PARA EM GUARAPUAVA, TODOS À LUTA:

    SOU COMPANHEIRA MESMO…..MAS ESSA POLÍTICA DO PÃO E CIRCO TA AÍ FAZ TEMPO…..ISSO DESDE OS TEMPOS DO VELHO NIVALDO……SÓ QUE NÃO ADIANTA MEIA DÚZIA DE GATOS PINGADOS FEITO NÓS DOIS, TERMOS SENSO CRÍTICO…..TEMOS QUE PÔR ISSO NA CABEÇA DA POPULAÇÃO GUARAPUAVANA…..

    ESPERO QUE NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES TENHAMOS MELHORES ESCOLHAS…..

    E A NOSSA MAIOR ARMA É O NOSSO VOTO….SE VOTARMOS BEM, SABEREMOS EXIGIR NOSSOS DIREITOS….

    MAS AINDA ASSIM ACREDITO QUE A NOSSA GUARAPUAVA VAI PROGREDIR…..APRENDE-SE ERRANDO…..SE O POVO NÃO APRENDER AGORA, NEVER MORE!!!!!

  19. PREZADA "CURTA E FINA"
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 10:15 hs

    Há uma voz recorrente em Guarapuava clamando por mudanças.
    Ela está presente em cada rua, em cada bairro.
    E torna-se ainda maior entre as pessoas conscientes, que dependem de suas próprias forças para sobreviver e, por isso mesmo, querem ver Guarapuava se desenvolvendo.
    Guarapuava tornou-se uma cidade de poucas oportunidades.
    Mas é um município com potencial gigantesco.
    Os políticos, principalmente o sr. Prefeito Municipal, sabem muito bem disso.
    Mas, no lugar de oportunidades, o que vemos é o oportunismo.
    Esse empréstimo de 15 milhões de reais que será contraído pela Administração Carli junto ao Governo Roberto Requião é um autêntico escárnio político.
    Carli foi um dos críticos mais vorazes de Requião,em toda a sua trajetória política. O centro de suas críticas era exatamente o fato de Requião não ter uma política de desenvolvimento, que evitasse o endividamento dos municípios.
    Qual “oportunidade” Carli viu nesse empréstimo monstruoso?
    Dinheiro em ano político, obras em ano político. E Carli lançando seu filho caçula para substituir seu outro filho, o ex-deputado Fernando Carli Filho.
    Guarapuava tem uma grande e natural vocação para o setor madeireiro.
    O Prefeito Carli sabe muito bem disso, pois ele próprio é empresário do setor madeireiro.
    Que projeto Guarapuava tem nesse setor, patrocinado pela Prefeitura Municipal para incentivar pequenos e médios empreendedores?
    Aliás, até que ponto a Prefeitura do madeireiro Fernando Carli tem interesse em incentivar a ampliação de oportunidades de negócios no segmento da madeira?
    Talvez ele queira dizer: não mexo no setor da madeira, para não “me” beneficiar.
    Não estou dizendo que ele disse isso. Podemos imaginar que esta seria sua “justificativa”, pela inércia de sua Administração, já que o setor madeireiro continua a ser um dos pilares da economia regional, por mais de 50 anos.
    Carli lançou um monte de ideias, prometendo pólos “disso” e “daquilo” (calçados, móveis, jóias), e nada saiu do lugar. Entendível: ele atirou para todos os lados, na tentativa de acertar algum alvo. Errou em todos, porque não focou em nenhum.
    Politicamente é um desastre. Nas últimas duas vezes que foi eleito prefeito, não conseguiu eleger o presidente da Câmara, mesmo tendo a maioria dos vereadores na coligação. Tentou impôr seu candidato a presidente pela força do “tacape” e foi humilhantemente derrotado. Não por “desobediência” dos vereadores, mas por repulsa, revolta, à maneira truculenta que sempre foram tratados.
    Em nome da “governabilidade”, Carli conseguiu recentemente uma maioria débil na Câmara. Num “passe de mágica”, os novos seguidores de Carli voltaram atrás e aprovaram contas de Fernando Carli que antes eles mesmo haviam reprovado. Sob a batuta de Fernando Carli, estes vereadores aprovaram o empréstimo que vai endividar Guarapuava por muitos anos.
    Curiosamente, até o presidente da Câmara, Admir Strechar, silienciou com suas denúncias envolvendo a vereadora Maria José Ribas, prima do Prefeito. Denúncias graves, feitas em público.
    E as denúncias contra a empresa Pietrobom? A empresa de balas e doces, com origem no Rio Grande do Sul, é cantada em versos e trovas pelo Prefeito Carli como uma conquista sua. Dizem os vereadores, porém, que a empresa veio para Guarapuava por uma estratégia natural de mercado, mas que recebeu da Prefeitura desde a argamassa até os parafusos.
    Pelo menos era o que eles diziam, em público, até serem cooptados pela “governabilidade”.
    Há quem diga que o apoio desses vereadores vai até o início da campanha eleitoral, pois eles têm compromissos “fechados” com outros candidatos. Carli pode estar se enredando na própria teia que ele construiu.
    Mas o custo disso tudo para a sociedade é muito alto.
    Custa o atraso, o anti-progresso, o jogo de bastidores, perseguições, ameaças, a enganação.
    Guarapuava comporta e merece muito mais que isso.
    Daí porque a responsabilidade dos que enxergam, dos que veem, dos que sabem, é muito maior que a do restante da população, que é conduzida à cegueira para não ver, para não enxergar, para não saber.
    As mudanças começam por poucos e se multiplicam.

    Prezada “Curta e Fina”: o momento se aproxima…
    Todas as pessoas de bem de Guarapuava estão convocadas!!!!

    O ANALFABETO POLÍTICO, por Bertold Brecht:

    “O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
    O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais.”

  20. Claudia Wasilewski
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 10:43 hs

    Feliz 2010 Mutuka. Nào vou entrar no mérito do que Irati precisa.
    Se eu fosse prefeita de Irati nào cogitaria outro nome para colocar no teatro. A lei de homenagear somente os mortos nào funciona lá. O nome do meu tio foi colocado na Câmara de Vereadores, enquanto ele estava vivo. Ele adorou, virou assunto, deu entrevistas, foi fotografado. Depois de morto serveria para que? Família chorando, algum de nós gaguejando um discursso.
    A Denise merece. Se convida estarei lá rendendo minha homenagem a esta iratiense ilustre, que faz questào de levar a cidade e seus moradores, como personagens aos palcos. Que é atenciosa, carinhosa, com seus telegramas brilhantes nas nossas alegrias e nas nossas perdas.
    Agora que não mais existe o Cine Teatro Central, teremos o Teatro Denise Stoklos.Mais uma vez Stoklos e Wasilewski juntos, misturados, como ela mesma diz.

  21. CURTA E FINA
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 12:23 hs

    COM CERTEZA…..O MOMENTO DE MUDARMOS ESSE JOGO EM GUARAPUAVA E TAMBÉM NO PARANÁ SE APROXIMA…..E A NOSSA MEIA DÚZIA DE GATOS PINGADOS AUMENTA A CADA DIA…..E DE GATO EM GATO RSRSRSR ESPANTAMOS OS RATOS!!!!!!!! É UM TRABALHO DEMORADO….A CONSCIENTIZAÇÃO POLÍTICA…….

    É PRECISO FAZER TREMER AS TERRAS GUARAPUAVANAS PARA QUE A POPULAÇÃO ACORDE……E VAI ACORDAR!!!!!!!!

    ACORDAAAAAAAAA GUARAPUAVA AMADA!!! ACORDA PARA MUDAR!!!!!!!!!!

  22. Defensor da cultura
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 13:45 hs

    – As obras do Centro Cultural Denise Stoklos estão caminhando de acordo com as condições técnicas existentes;

    – Quando se faz uma coisa, se fala que precisa de outra… é “por isto que o país não vai para frente”;

    – Em se tratando de teatro, mesmo que fosse só a carcaça…

    – Quanto ao custeio das despesas, com certeza não serão pagas pelo distinto cidadão que fez este questionamento;

    Ironias à parte, temos que acabar com este preconceito quanto ao setor cultural. O Brasil e o Paraná estão buscando a descentralização da cultura. Por que apenas os grandes centros devem ter acesso a arte?
    O Centro Cultural de Irati é principalmente uma ação social, pois permitirá que projetos culturais que estão em prática no município possam tomar proporções maiores, atingindo inicialmente toda a região, além de estimular os setores de turismo, comércio, gastronomia, hotelaria, enfim, toda a economia regional. Apenas para constar, três novos hotéis já estão sendo edificados nas imediações do Centro Cultural.
    A cultura é o remédio da mente que ajuda a curar o corpo. Faltará público apenas se prevalecerem pensamentos pequenos e preconceituosos, como alguns dos postados, onde não há a compreensão necessária para mensurar a importância da cultura na busca de melhorias pessoais e sociais em um município de porte considerável e que sonha com a plenitude, para ser a cada dia, a cada obra, a cada tomada de consciência maior e melhor.
    Lembramos, ainda, que nenhum projeto nasce pronto… Que a obra é o início do trabalho do prefeito Sergio Stoklos para que a exemplo de Joinvile e Gramado, outra cidade do interior possa ser conhecida pela arte ou, pelo menos, ter cidadãos capazes de interpretar a realidade e interagir de forma crítica, mas… para isto é preciso cultura…

    Méritos ao governador Requião e ao prefeito Stoklos.

  23. MUTUKA
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 14:22 hs

    Feliz 2.010 Claudia Wasilewski !!!!
    Confesso que já estava com saudades de vc !
    Reconheço o talento da Denise Stoklos, e concordo com homenagens aos viventes, mas que a bela Irati precisa de Insdustrias, Saneamento, Educação, Habitação, Empregos, creches,etc não tenho dúvidas.
    Aliás, não sou contra a Cultura, mas um Teatro desse porte?
    Para quem frequentar?
    Quanto o município gastou de contra-partida nessa obra?
    Legal vc ser amiga da Denise. É da mesma geração?
    Abs

  24. Claudia Wasilewski
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 15:11 hs

    Mutukinha,não entendo pq você não tem twitter.
    O Seu João Stoklos era irmão de criacão do meu pai. Ambos trabalhavam no cinema e na padaria. A Dona Jani já era amiga da minha mãe quando eram solteiras. Sou mais nova que a Denise. Ela namorou meu irmão que era 16 anos mais velho que eu e já faleceu. Vou fazer 45 anos 14/03. Velhinha né?
    Vamos ao que interessa. Irati não tem tratamento de quimioterapia, casa para apoio de mulheres vítimas de violência, e muitas, muitas coisas. Este dinheiro poderia ser destinado a outra coisa? Não sei qual a origem da verba.
    Em todo caso para que servem os Parques daqui? Curitiba não é Bela e Justa, Capital Ecológica e nem Sorriso é mais. É uma cidade cada dia mais violenta, com tráfico de drogas, com ruas cheias de buracos e muitos portais. Ah os portais!!! Detesto todos.
    Inté!

  25. Defensor da cultura
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 15:52 hs

    Mutuka
    Toda a obra foi custeada pelo Governo Estadual, com verbas específicas para o setor de cultura, ou seja, não houve contrapartida do município para esta obra. Caso estes recursos não fossem utilizados para construir o teatro de Irati seriam destinados ao incentivo à cultura em outro município. E vale lembrar, cultura gera empregos!!!!!

    – Quanto à habitação, serão construídas 406 casas do Programa Minha Casa Minha Vida em Irati e as obras já começaram neste mês!

    – Em saneamento, uma nova Estação de Tratamento de Esgosto está sendo edificada, um investimento estadual de R$ 2 milhões;

    – Houve a construção de barracão industrial para uma empresa que irá gerar 500 empregos e outros 3 ou 4 têm sua construção prevista com financiamento estadual;

    – Em relação a educação, desde 2005, diversas escolas e creches foram construídas, reformadas ou receberam quadras esportivas.

    O município de Irati têm se desenvolvido com um todo e os investimentos em cultura só vêm estimular ainda mais a qualidade de vida e a formação de verdadeiros cidadãos.

  26. CARLI: NO CRAVO E NA FERRADURA
    quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 – 16:14 hs

    Guarapuava, Irati… E por aí afora.
    Há um descontentamento generalizado em relação ao governador Roberto Requião e os prefeitos que ele compra, jogando dinheiro público para endividar as prefeituras.
    A história não perdoará o sr. Fernando Ribas Carli e os seus secretários, a quem ele, Fernando Ribas Carli, faz questão de chamar de “incompetentes”.
    Teremos que suportar esse bando por mais 3 anos.
    Mas podemos imprimir a primeira derrota agora em 2010, não elegendo Requião e os deputados apoiados por esses prefeitos.
    O senador Álvaro Dias precisa entender, de uma vez por todas, o que representa o assédio de Fernando Ribas Carli, que procura, através dele, garantir um espaço na política estadual.
    Assim acontece, também, com o prefeito Beto Richa, ou, ainda, com Osmar Dias, que poderá ser o último “galho” no qual Fernando Carli poderá se agarrar.
    As últimas pesquisas indicam: desta vez, Carli não vai eleger o seu “poste”.

  27. Claudia Wasilewski
    quinta-feira, 7 de janeiro de 2010 – 9:32 hs

    Parabéns Defensor da Cultura. Mandou bem. Está bem explicada a origem da verba.
    Viu só Mutuka, é bem assim, as vezes no inflamamos e as coisas não são o que parecem.
    Só não entendo por que quando se fala em Irati, acaba em guarapuava. São 100 km de distancia. Outro tipo de formacão histórica. É como falar de curitiba e comparar com paranaguá. Ou será que é só a chance de criticar o governador?

  28. CLAUDIA: POVO IRMÃO
    quinta-feira, 7 de janeiro de 2010 – 12:11 hs

    Irati e Guarapuava…
    A manifestação de pessoas de Guarapuava neste tópico justifica-se, certamente, porque há situações comuns entre as duas cidades.
    A imprensa de Guarapuava (rádios, jornais, site) está totalmente comprometida com os atuais políticos, donos do poder. Silencia diante do descaso e dos desmandos.
    Resta ao povo de Guarapuava ocupar outros espaços, principalmente na imprensa estadual, onde há maior alcance de visão.
    Ademais, sentimos o povo de Irati como um povo-irmão.

  29. Claudia Wasilewski
    quinta-feira, 7 de janeiro de 2010 – 13:20 hs

    Meus irmãos de Mallet, Teixeira Sooares, Rio Azul, Reboucas, Fernandes Pinheiro, Imbituva,Prudentópolis, Inácio Martins,etc… por favor tbm se manifestem.

  30. Mutuka
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2010 – 7:01 hs

    Defensor da Cultura? rsrsrsrs
    Vc deve ser algum comissionado da Prefeitura!
    500 empregos para quem tem o Secretário da Industria e comércio? É nada!
    Habitação? Parabéns ao Sergio Stoklos por aceitar conselho de quem entende. MCMV é do Lula!
    Creches? Faltam pelo menos umas 15 em Irati.
    Saneamento? Já passou pelas vilas Raquel e São João?
    Claudia, acreditar nisso?
    Vamos lá: Papai Noel, Cegonha, Coelho da Páscoa, etc.
    45 anos? vc é mais nova do que Eu ! Tenho 48 !
    Então teremos Festa dia 14.03. ???
    Serei convidado?

  31. HOMEM DA LUA CHEIA
    sábado, 13 de fevereiro de 2010 – 2:02 hs

    É isso aí Mutuka…falar de obras que estão em andamento, parece muito vago, para considerar como efeito positivo de boa admistração. Alguém sabe dizer porque há tantos cargos comissionados em Irati, ocupando cargos identicos aos que estão descritos no concurso publico, e mesmo assim o pessoal que passou não é chamado?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*