Faltam 74 dias | Fábio Campana

Faltam 74 dias


31 comentários

  1. NEM MORTO????
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 15:25 hs

    O camarada tá de brincadeira fazer uma replica desta foto, tudo bem que o original está morto, a debaixo tbem tá morto a muito tempo.Só que como alma penada incomada a gente aqui na terra.
    Odorico deve estar revirando na tumba com esta bricadeira besta.

  2. sandro ferraz
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 15:47 hs

    esse homem é um mala sem alça.

  3. Jose Carlos
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 15:49 hs

    Nosso coroné da roça, Mello e Silva, findando seu terceiro obscurantista, infecundístico e niilístico mandato, como diria seu camarada de armas e política, Odorico Paraguassu… pelo jeito das coisas, vão faltar fogos de artifício na praça às vésperas do bota-fora da comarca… já vai tarde…

  4. Adalberto
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 15:52 hs

    Pois é… E o escriba ai fazia parte do governo… Haja Ferreirinha… ahahahahah

  5. terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 15:54 hs

    Valew, Campa… Dez dias a mais seria de enlouquecer… Ou melhor, pegar a doença que grassa em todos os gabinetes de governantes – às vezes muito inteligentes – mas de pouca cabeça. Tal qual Bob Req.

  6. Saiu em Outro Blog
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 15:57 hs

    Cartinha do Beto Ao Sr Requião

    Deu no blog do Esmael, não tenho culpa RERE RERE RERE

    Deixa de ser covarde, Requião

    Em mais uma demonstração pública de desequilíbrio, fato que vem se tornando corriqueiro desde que venceu as eleições por pouco mais de 10 mil votos, o atual governador do Estado vem a público tentar denegrir a imagem de um homem íntegro e honesto que o Paraná e o Brasil conheceram, que foi JOSÉ RICHA, que infelizmente já não se encontra entre nós para reagir pessoalmente.

    Com a minha família, senhor inquilino palaciano, o senhor não terá o silêncio que costuma ter junto de seus auxiliares, que por vezes têm medo de suas constantes loucuras públicas.

    Ao longo de sua carreira política, o senhor tentou denegrir muita gente e instituições sérias, como a Imprensa, o Judiciário, o Ministério Público e até setores religiosos. Em alguns casos, até com agressões físicas, como aconteceu com jornalistas. Nós temos honra, dignidade e orgulho, como os paranaenses e brasileiros, em defender o legado de José Richa, que só se preocupou em promover o bem comum, servindo a todos com lealdade e dignidade.

    Num passado recente, a repetição de seus “chiliques” públicos forjou uma imagem folclórica. Agora, passado o período eleitoral, nossa população vem conhecendo dia a dia uma pessoa que se encontra visivelmente atormentada, pondo em dúvida seu equilíbrio e decoro para o exercício do cargo. Não há dignidade no comportamento demonstrado.

    A história inventada hoje na “escolinha”, tentando envolver a Família Richa, é de uma leviandade e histeria que não encontra respaldo na verdade. Desrespeitando pessoas, faz insinuações e acusações caluniosas, distorcendo fatos e inventando versões. Não hesita em tentar macular biografias que até ontem elogiava de público. Não tem limites para seus arroubos verbais – uma de suas marcas registradas.

    São acusações mentirosas, sacadas de situações administrativas com o claro objetivo de confundir a opinião pública e plantar a dúvida na sociedade paranaense. Diante disso, não podemos nos calar. Não podemos aceitar que o discurso encubra a verdade, que as versões suplantem a realidade. A minha honra e a de minha família serão defendidas acima de qualquer coisa, de qualquer situação política ou conveniência administrativa.

    Estamos constituindo advogado particular para interpelar judicialmente o senhor Roberto Requião para que confirme ou desminta em juízo as declarações que fez nesta data. Virulento em suas intervenções diante das câmeras, teatral em outras, o governador desfila um estilo que busca permanentemente o conflito. Talvez a estratégia esteja a serviço de um objetivo maior, o de desviar o foco de questões de amplo interesse público, como o noticiado superfaturamento de obras de saneamento no litoral do Estado – onde está o saneamento? As nossas praias estão cada vez mais poluídas, como atestam os laudos do Instituto Ambiental do Paraná – e a igualmente noticiada compra de aparelhos de TV por preços exorbitantes, de uma empresa doadora de sua última campanha eleitoral.

    Como pode o governador usar a TV oficial para atacar a biografia do ex-ministro Euclides Scalco, um homem honrado, que durante as últimas décadas prestou relevantes serviços ao Paraná e ao Brasil, servindo incansavelmente à causa da democracia e do bem-estar do povo? Suas insinuações, senhor Requião, são levianas e falsas.

    Contra meu irmão, José Richa Filho, o ensandecido governador levanta suspeitas sobre decisões administrativas adotadas por colegiado do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem, o DER, do qual foi diretor. Decisões que foram, inclusive, referendadas pela Justiça. Nem uma palavra sobre um de seus primeiros atos de governo em 2003, quando nomeou José Richa Filho para a Agência de Fomento.

    O que hoje é suspeição – por oportunismo político, registre-se ainda mais uma vez –, na época era um atestado incontestável de boa conduta. O que mudou? Quem antes era bom, hoje já não presta? Definitivamente, é bom desconfiar dos elogios e das críticas do governador Requião. Nenhuma delas pode ser sincera. Dependerá sempre da conveniência política que atender ao governador.

    Repudiamos com todas as nossas energias a esses ataques. Repelimos com a nossa honra qualquer insinuação de desvio de conduta. E vamos buscar no caminho da justiça a reparação contra qualquer ato, discurso ou leviandade que atente contra meu nome e a honra de minha família.”

    Curitiba, 13 de fevereiro de 2007.

    Beto Richa
    Arlete Richa
    José Richa Filho
    Adriano Richa”.

  7. terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 15:58 hs

    Faltam só 74 dias…

  8. TVLaranja
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 16:01 hs

    Quem diria Odorico Paraguaçu acabou no Canguiri …

  9. Don Quixote
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 16:27 hs

    ÚIA´, ÚIA, FABIO.
    OCE PEGOU PESADO HEIN ?

  10. Carla
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 16:30 hs

    hahahaha

  11. tata
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 16:34 hs

    O Rafael bem que poderia ser o Dirceu Borboleta com aquela mão boba.

  12. Irado
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 16:46 hs

    Convoco a todos que frequentam esse espaço, – e que não concordam com o método requianista de governar-, a participar de uma ampla campanha pela não eleição de Bob silva a senador.
    A coisa consiste em cada um, mandar imprimir uns 100 mil adesivos com os dizeres ” NÃO VOTE EM REQUIÃO”.
    Vamos manifestar nossa contrariedade, distribuindo 10 milhões de adesivos contra a eleição de Requião. Sei que ele vai enlouquecer. Porém é o merecimento pelos seus desmandos, arrogância, prepotência, nepotismo, falta de educação, e sobre tudo pela sua total arbitrariedade com que conduziu o governo.

  13. Não vote em requião..........
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 17:19 hs

    Tem meu apoio, e de todo o povo do Paraná! Fora vadio, o Paraná parou no tempo, fora chaves das araucárias, vai trabalhar vagabundo! O FIM ESTÁ PRÓXIMO!

  14. curitibana
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 17:29 hs

    NÃO VOTE EM REQUIÃO
    AMEEEEEEEEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
    FUJA LOCO

  15. Inté Nunca Mais
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 17:33 hs

    Caro colega Irado, concordo com vc. Acho que devíamos fazer o seguinte adesivo:
    “”” O POVO DO PARANÁ EM CAMPANHA PRESIDENCIAL.
    REQUEIJÃO P/ PRESIDENTE. PORQUE SÓ NO NOSSO??????””””

  16. J. A. REZZARDI
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 17:47 hs

    Campana, faltou dar o crédito ao artista, mas seja lá quem for, foi muito espirituoso. Me fez lembrar da época que o jornal O Estado do Paraná tinha na segunda página a coluna “Chumbo grosso” e todo dia colocava uma foto escrachada do então governador Jaime Canet. Quando acabou o mandato, acabou-se a coluna. Foi uma pena, pois provocava uma gargalhada por dia! Agora temos a contagem regressiva e é bem possível que a coluna volte, nénão?!

  17. Valmor Lemainski - Cascavel
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 18:11 hs

    O Odorico tem algo parecido com o Requião, ou seja, obras a inaugurar. Odorico a inauguração do cemitério. Requião as rotas alternativas para desvio do pedágio, os hospitais, os núcleos habitacionais…. Vou morrer e não vou ver…
    Agora, na próxima campanha, qual será o estelionato?

  18. Dagmar Servia
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 18:14 hs

    Quem sabe:

    REQUIÃO NUNCA MAIS

    Ficaria mais objetivo

  19. Zangado
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 18:25 hs

    Irado – estou com você – Requião “NUNCAMAIS !

  20. VIGILANTE DO PORTÃO
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 19:49 hs

    Pelo menos o Odorico era engraçado, o requião é apenas trágico.

  21. Leite Quente
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 19:52 hs

    To nessa ” REQUIÃO NUNCA MAIS “.

  22. ANA JULIA DE OLIVEIRA
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 20:06 hs

    Vivemos em país democrático, tem muitos setores da imprensa com dor de cotovelo daquele que foi eleito democraticamente pelo voto popular 03 vezes governador do PARANÁ. O único na história…..E olha vou votar pra senador para ele e o BETO RICHA. Espero que esta mesma imprensa que esnoba, fala , xinga do governo REQUIÃO, que parece que em 2011 vão acabar com os problemas paranaenses de segurança pública, saúde, estradas, sejam todos resolvidos. Falar é tão fácil, agora quero ver se tem orçamento, grana para fazer…….
    discurso é tão bonito,,,,,,,,,,,,,,,,

  23. R. Silva
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 21:09 hs

    Essa é a campanha que promovo há tempos, em todos os meus posts:
    REQUIÃO NÃO!!!

  24. Roberto Carlos
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 22:44 hs

    Ando contando os dias as horas os minutos e até os segundos pra esse governo acabar, votei neles o maior arrependimento do mundo.

  25. Maria do Ingá
    terça-feira, 19 de janeiro de 2010 – 23:20 hs

    Se o Beto ganhar a eleicao para governador, desejo que o Requiao dispute e ganhe a eleicao pra prefeito de Curitiba!

    Desgraça pouca é bobagem!

    Assume que o filho é daí da Capitar

    uhahuaahuhu

  26. Waldir Leite - Litoral do Pr
    quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 – 1:17 hs

    Sou Osmar e Baka vice!

  27. PARNANGUARA
    quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 – 1:20 hs

    maior canalha da política do paraná

  28. bimbo
    quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 – 9:15 hs

    Irado, tô contigo.

    Ana Julia de Oliveira, se não tem verba é porqueo seu querido governador reeleito por tres vezes, torrou tudo, não sei onde. E tem mais, depois de “sucatear” fica mais defícil e caro de arrumar.

  29. fora da lei....
    quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 – 9:59 hs

    O fim do coronelismo….a entrada da máfia. As divergências políticas, no fundo querem o osso ou melhor o mignon são 19 bilhões que o Estado arrecada. A sociedade as instituições de classes tem o direito de exigirem transparência e a lisura com os recursos públicos. Quando está no final de feira falar das frutas podres. As improbidades questão recursos de saneamento desviado, TVs Laranja, OBRAS NO PORTO…onde fica o papel dos deputados estaduais. Por acaso são os deputados omissos coniventes….ou comprados???? A camara municipal de curitiba, basicamente, não existe oposição, a maioria são governistas. A sociedade não aceita desvio de conduta, pois, estamos cansados dos mensalões, dos panetones, das manipulações de interesses pessoais. CHEGA DE IMPUNIDADE

  30. Maskão Destroyer
    quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 – 11:16 hs

    A situação da rebelião na PCE para entender e ser comentada é muito complexa, sendo o conteúdo da mesma carente de lapidação. Julgar e emitir pareceres é cedo,isto , no sentido administrativo, policial e jurídico! Mas no sentido político da coisa, está sendo, um desastre estes últimos momentos do governo requianista na área de segurança e de cidadania! Pois, é um tal de maquiarem e disfarçarem os números da violência no estado que já ultrpassaram a mentira como limite! Este fato de tirarem os policiais militares de dentro do presídio, foi o segundo acontecimento emblemático e de terror (cite-se a cabeça de um detento na bandeija e as várias mortes dentro da PCE) que marca este governo, juntado ao primeiro, ou seja, que foi a escalação de poucos policiais militares no estádio Couto Pereira,e todos, sabem no que deu! Já repararam que a gloriosa Policia Militar (Diga-se na sua maioria Soldados, Cabos e Sargentos que são a linha de frente da instituição no inicio da ocorrência) está colocada estratégicamente no meio das circunstâncias e não é valorizada como se deve! Sendo usada como justificativa e joguete políticos para encobrir a verdadeira discussão sobre as trapalhadas de secretários estaduais incompetentes! Foi assim em governos passados, esperamos como sempre que não seja desta forma no próximo governo! Observaram! Sou um idealista sonhador daqueles bem “inocente” que pelo jeito gosta de sofrer com a decepção! Lá vai! Esperemos!

  31. FILET MIGNON
    quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 – 12:29 hs

    Serão quase oito anos de completa INDECÊNCIA PÚBLICA o legado do INSANO enquanto DESGOVERNADOR DESTE ESTADO.
    Graças a DEUS FALTA POUCO, somente mais 71 dias sofridos!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*