Esquerda funcionária ensaia hino da despedida | Fábio Campana

Esquerda funcionária ensaia hino da despedida

Será o Benedito? Não, mas bem que poderia ser. O cantor Pierre Simões é o preferido do soturno representante da esquerda funcionária e burocrática que começa a arrumar as gavetas para deixar o governo junto com seu guia e protetor Requião. Não há criatividade, mas essa esquerda costuma mesmo chorar de emoção quando perde a sinecura e quando ouve canção de Roberto Carlos. Ouça:

Se você está nessa, aí vai a letra para cantar junto:

Despedida

Composição: Roberto Carlos/Erasmo Carlos

Já está chegando a hora de ir
Venho aqui me despedir e dizer
Em qualquer lugar por onde eu andar
Vou lembrar de você
Só me resta agora dizer adeus
E depois o meu caminho seguir
O meu coração aqui vou deixar
Não ligue se acaso eu chorar
Mas agora adeus
Só me resta agora dizer adeus
E depois o meu caminho seguir
O meu coração aqui vou deixar
Não ligue se acaso eu chorar
mas agora adeus


4 comentários

  1. Joel
    segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 – 21:27 hs

    Vão mamar em outro lugar porque é só isso q sabem fazer, se soubesse fazer outra coisa com certeza não estaria apoiando essa vergonha que é esse Desgoverno Requeijão.

  2. Otávio
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 0:36 hs

    Sem estes trastes inúteis é capaz do governo começar a funcionar!
    Já vão tarde!

  3. Rock
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 12:18 hs

    Vamo que vamo, para Brasilia como Presidente ou Senador, a escolher ainda. he, he, he.

  4. FILET MIGNON
    terça-feira, 5 de janeiro de 2010 – 13:28 hs

    Que se vá!
    Que se VÃO!
    PASSAGEM DE IDA PODEMOS DAR…
    PASSAGEM DE VOLTA NÃO RECEBERÃO!

    Para todos desse DESGOVERNO que leram a Carta de Puebla,
    Por desconhecerem a tradução,
    Dela nada tiraram, senão, PROFANAÇÃO…

    PROFANARAM “LA CARTA”…
    destruiram os portos…
    Acabaram com o Estado,
    Celeiro desta Nação!

    Que se vão, para jamais retornar!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*