Alvaro revela proposta de Sérgio Guerra | Fábio Campana

Alvaro revela proposta
de Sérgio Guerra

A coluna de hoje de Osvaldo Militão, na Folha de Londrina, registra uma declaração de Alvaro Dias que parece revelar o futuro senador.

Alvaro conta que passou o reveillon em Porto de Galinhas e lá ouviu do senador Sérgio Guerra, presidente nacional do PSDB, a seguinte proposta:

“Precisamos de você na coordenação de uma das mais importantesáreas da campanha de José Serra na disputa da preidência da Repúiblica”.

Uau, estaria Alvaro Dias prestes a ser ungido ministro por antecipação.


24 comentários

  1. Carlos
    quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 – 21:06 hs

    Álvaro Ministro?
    Não acredito que a Dilma vai nomea-lo.
    A Dilma será a Primeira Presedente Mulher do Brasil.
    Dilma 2010.

  2. Leite Quente
    quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 – 21:48 hs

    Sonha Carlos, sonha, Álvaro é inteligente e Serra ira nomea-lo Ministro. Parabéns.

  3. vanguarda
    quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 – 21:55 hs

    Álvaro é um dos mais habilidosos políticos do Paraná! Vai Beto -2010 para o governo. Gustavo Fruet, nosso senador da república !

  4. PSDB vitorioso
    quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 – 22:07 hs

    Serra – 45
    Beto – 45
    Fruet – 456
    Álvaro – 457
    Rossoni – 4545
    Galdino – 45.021

    Chapa do PSDB fechada pra vitória!!!

  5. Lino
    quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 – 22:07 hs

    O que é que tem a ver coordenar a área das minorias com ser ministro de um possível desempregado em 2011?

  6. Anésia
    quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 – 22:09 hs

    Alvaro é nome para o cenário nacional! Deixa o Paraná para o Beto e o apoiando aqui será decisivo para ele e terá, o Alvaro, um grande espaço para o Paraná no governo Tucano!

  7. Osmar Santos
    quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 – 22:37 hs

    Ministro de quem??? Cê acha que o Serra vai ganhar alguma coisa??

  8. Tatuquara
    quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 – 23:03 hs

    Carlos ta vivendo onde troxa?
    Vai para Bolivia q e seu lugar…
    Alvaro sera Ministro dos Esportes do nosso Presidente JOSE SERRA, q vai ganhar de lavada desta assacina , sequestradora e ladra de banco.
    E BETO RICHA e o nosso Governador…

  9. Luana
    quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 – 23:19 hs

    O Serra já ganhou a eleição, Fábio? Cuidado para não morder a língua. Prometer ministério antes da consulta popular de outubro é correr o risco… Vai dar Dilma!

  10. quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 – 23:24 hs

    Tô falando que o Alvaro é o genérico do Requião.
    Mas os dois vão definir o pleito no Paraná.
    Requião jamais irá pro lado da turma das trevas.,
    O Alvaro pode bandear de lá.
    Acreditar no Sergio Guerra que nem será reeleito, é fria.
    E mais, tentou pressionar o Serra com um almoço e o governador não foi. Serra ainda não se decidiu.

    O mundo das trevas vai começar a entrar em pânico

  11. zeca
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 0:38 hs

    O Alvaro é um grande senador,e vai continuar trabalhando por nosso estado e pelo Brasil.Ajude o Mano Osmar à governador,pois vai fazer a diferença.A Eleição vai ser apertadissima,mas dá 12 PDT,com apoio do PT e Cia.igual a última eleição.

  12. Olho Vivo
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 0:57 hs

    Sonha Laurindo!!!

  13. Ministro
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 2:21 hs

    Se o Alvaro não conseguir a indicação como parece que não vai conseguir para governador, vai ficar igual carrapato atrás do Serra para ver se consegue uma boquinha como ministro,Isso se o Serra ganhar.
    O Sergio Guerra poderia responder em que o Alvaro Dias pode contribuir na campanha do Serra, se não consegue nem levar adiante a propia campanha?
    Ele seria a pessoa que vai fazer o serviço sujo, digo, aquele que vai descer o pau no Lula e na Dilma para não queimar o Serra?
    Isso ele vem fazendo já algum tempo,sem sucesso. Tem fracassado em todas as tentativas de atacar o Lula e a Dilma.
    CPI do dossiê FHC, Não deu em nada, Dilma foi inocentada
    CPI da Petrobras, o maior fracasso. foi usado e descartado pela imprensa.
    LinaXDilma, não deu em nada.
    Tentou desmoralizar Toffoli, não deu em nada, ficou com a pincel na mão, até os propios colegas de partido aprovaram o nome de Toffoli.
    Se é com essa contribuição, que Sergio Guerra espera para Serra vencer a eleição, Dilma pode fazer o vestido da posse.

    .

  14. CLOVIS PENA -
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 9:07 hs

    É o caminho. Pegar ou largar.

  15. ildo baldo
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 9:27 hs

    POIS SE FOR ASSIM O ALVARO PODE ATÉ DEIXAR O PSDB PORQUE NUNCA VAI SER MINISTRO POIS O DR CAVEIRA NUNCA VAI GANHAR AS ELEIÇOÊS E A DILMA TERA MUITA GENTE COMPETENTE PARA POR NOS MINISTERIOS SÓ VAI POR POR O ALVARO NA EDUCAÇÂO PARA POR A CAVALARIA EM CIMA DOS PROFESORES QUE É SÓ ISSO QUE ELE SABE FAZER

  16. PAULO SÉRGIO MOREIRA
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 9:49 hs

    É um prêmio de consolação ao Álvaro. Tá livre então, o caminho para o Beto.
    Quando o Itamar era presidente, foi proposto a criação do Ministério dos Remédios para acomodar o Álvaro Dias. A revista Tendenciosa de Informação-Veja- fez uma montagem com o Álvaro e Itamar sentados em cima de drágeas, seringas e cartelas de remédios. Só não tinha ainda os genéricos que foi criado pelo ex-ministro da saúde Jamil Haddad. A tucanada, a la Paulo Joseph Goebbels, insiste dizer que foi o Serra, amigo dos Vedoin, o pai dos genéricos.

  17. Austragésilo
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 10:18 hs

    Em outras palavras, Álvaro seria guindado à coordenação nacional da campanha presidencial de Serra e sairia de fininho do tiroteiro político paranaense nas próximas eleições, deixando o campo livre – e sem atritos de sua parte – para uma disputa entre Beto Richa e Osmar Dias.
    É uma maneira inteligente de aceitar uma realidade que, parece, nessa eleição ao Palácio das Araúcárias, não contempla o seu nome, como no passado. Natural da gargorra política. O importante é não sair chamuscado.

  18. Rio Negro
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 10:45 hs

    Já deram a rasteira no Zé Peruca.

  19. Austragésilo
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 10:47 hs

    Eu voltei! Lendo os comentários achei engraçado o do MINISTRO e, como bom leitor e conhecedor dos trâmites da política nacional, dei boa risada.
    1.- Queiramos ou não, senhor MINISTRO Álvaro Dias foi sempre um excelente combatente, no Senado Federal, em defesa dos temas paranaenses e nacional. Portanto, cumpriu, cumpre e honra o voto recebido nas urnas do eleitorado paranaense.
    2.- Em sendo convidado para ministro de José Serra, por certo fará um bom trabalho porque é versado na política de ação, não tem medo de falar o que pensa e não tem o rabo preso com correntes de raposas felpudas. Nunca se viu Álvaro envolvido em falcatruas e roubo do dinheiro público. Isso vale muito.
    3.- Foi governador e mostrou trabalho e competência, razão da enxurrada de votos que o levou para Brasília a serviço do povo paranaense e lá continuará por mais cinco anos.
    4.- “fazer o serviço sujo” como você diz, não é a expressão da verdade. Todas às críticas feitas aos desmandos do governo, foram documentados, analisados e é de conhecimento público. E olha que não foram poucas às falcatruas de arrepiar, né?
    5.- As CPIs se tornaram uma vergonha, não apenas pelo volume de assuntos a serem analisados – todos cabeludos -, porém, pela maquinação do governo em ficar com o mando geral e com a DETERMINAÇÃO DE NÃO APROVAR NADA. Ou seja, ganhar no grito e pisotear no direito da sociedade em esclarecer os fatos, doa a quem doer. E mais: o cidadão-eleitor é usado em período eleitoral e depois descartado até a próxima eleição… Ou comprado com benesse governamentais!
    6.- Portanto, falar do insucesso das CPIs não é o melhor argumento. Em alguns casos o governo, pela pressão da oposição, aceitou abrir a CPI sabendo que poderia matá-la mais adiante com a base aliada – ou seria alugada? – que come, bebe e dorme na mão do governo, liderado pelo popularíssimo hoje, senador Sarney e sua tropa. E por aí vai.
    7.- Você cintou ainda o Toffoli. E errou! Sim, pela pressão e interesses outros ele encontro. Pena que não levou – pois não tinha – o NOTÓRIO SABER que o cargo sempre exigiu e lá abrigou nomes importantes da República da boa cepa que, aliás, hoje fazem falta naquele recinto, salvo excessões.
    8.- Teria mais a dizer. Fica para a próxima.
    Obs.: não estou fazendo defesa de um político. Estou revendo a história, o contexto e a representatividade para o Paraná de um político, no caso o senador Álvaro Dias. Poderia ser outra pessoa. Mas quem?
    Abs

  20. joao pereira
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 11:47 hs

    Alvaro ja teve seu tempo e seu espaço, foi um bom Governador é um otimo Senador e será um grande Ministro, aqui no Paraná nao tem pra ninguem é BETO RCIHA Governador no Primeiro Turno, quem viver verá.

  21. Bob
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 12:06 hs

    Não acredita que a Presidente Dilma vá nomear ele… é mais fácil nomear o Beto Lerner depois que esse perder pro Osmar, esse é jovem e ainda pode se converter pro lado certo da força.

  22. PCBR
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 12:09 hs

    JÁ FEZ 10 ANOS DA MAXIDESVALORIZAÇÃO DO REAL DIANTE O DÓLAR SERÁ QUE O POVO ESQUECEU VÃO ESPERANDO , FHC PASSOU O CHAPÉU NO POVO E DEU GRANA PARA OS BANCOS , SEM CHANCE QUEREM VOLTAR AO PLANALTO.

    TÁ LIGADO.

  23. AZEDO
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 15:37 hs

    Esse é o tipo de convite que serve para tirar o cara de determinados caminhos. Em política é assim. Um lado faz de conta que está muito afim de algo e o outro, que já se definiu contrariamente, oferece um tanto maior. É do jogo e, esse, é jogado. Portanto Àlvaro, parece-nos, já está fora da campanha estadual e aceitará o irrecusável. Ô joguinho brabo e velho, hein!

  24. Cris
    quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 – 20:45 hs

    Será que Sergio Guerra consultou o Serra para saber se ele quer o Alvaro como papagaio de pirata .
    Serra nem sabe se vai ser candidato. Se Dilma começar a crescer, Serra disputa o governo de SP, ele confidenciou isso a Aécio.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*