Taniguchi espera DEM para decidir se fica no governo de Brasília | Fábio Campana

Taniguchi espera DEM para decidir se fica no governo de Brasília

2af86d0b-694a-4318-aae6-654e449cad0a
Deu na Gazeta do Povo

Ex-prefeito diz que foi convidado para o cargo pessoalmente por Arruda, mas que aceitou o pedido graças à influência do DEM.

O ex-prefeito de Curitiba Cassio Taniguchi espera por uma posição oficial do DEM para definir se continua no governo do Distrito Fede­­­ral. Eleito deputado federal pelo Paraná em 2006, ele licenciou-se do cargo em 2007 para assumir a Secretaria de Desenvol­­­vimento Urbano e Meio Ambiente do Distrito Federal.

O secretário não foi citado nas investigações da Polícia Federal sobre o pagamento de propina para aliados do governador José Roberto Arruda.

Taniguchi diz que foi convidado para o cargo pessoalmente por Arruda, mas que aceitou o pedido graças à influência do DEM. “Estou aqui para cumprir uma missão determinada pelo meu partido. Sempre coloquei isso muito claramente para os meus eleitores. Preciso esperar por mais explicações do governador e pelo posicionamento do partido para decidir se fico ou não.”

O ex-prefeito recebeu 67.821 votos para deputado, a maioria de eleitores curitibanos. Na prática, a licença não beneficiou o DEM, já que a vaga deixada por ele na Câmara ficou com o suplente Airton Roveda, do PR, legenda que apoia o presidente Lula.

Além de Taniguchi, o deputado paranaense Alceni Guerra (DEM) também trabalhou no governo Arruda. Ele foi secretário de Educação Especial durante o primeiro semestre de 2008. O parlamentar afirma que não pode se manifestar sobre o escândalo porque ainda não conversou com o governador, mas faz elogios ao antigo parceiro.

“Para mim essas notícias foram uma surpresa. Sempre tive o Arruda como uma pessoa extremamente correta.” Alceni conta que exerceu uma função muito específica no governo e que por isso não teve contato com os secretários envolvidos nas denúncias.

“Meu objetivo era entregar 100 escolas com ensino integral. Consegui 200, mesmo com uma secretaria que não tinha orçamento próprio, e logo depois deixei o governo.” No começo do 2009, Alceni foi nomeado secretário municipal de Planejamento de Curitiba, mas logo depois voltou à Câmara. Ele é o principal articulador da campanha do prefeito Beto Ri­­cha (PSDB) a governador no interior do estado.

Já Taniguchi diz que só se en­­controu com o secretário de Rela­­ções Institucionais do Distrito Federal, Durval Barbosa, em reu­­niões do primeiro escalão do governo. Barbosa é o pivô das denúncias contra Arruda e foi presidente da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) durante o governo anterior, de Joaquim Roriz (ex- PMDB, atualmente no PSC). A Codeplan teria levantado R$ 57 milhões para a campanha de Arruda, em 2006.

Em 2007, a companhia passou a ser vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano, já sob a gestão de Taniguchi. “Quem escolheu o novo presidente (Marcelo Rosso) foi o governador. E a Codeplan passou por um período de intervenção, devido às denúncias que se acumulavam na gestão anterior”, afirma Taniguchi. As investigações da Polícia Federal até agora não apresentam denúncias de má gestão na companhia a partir de 2007.


27 comentários

  1. CLOVIS PENA -
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 12:28 hs

    “Sempre coloquei isso muito claramente para os meus eleitores. Preciso esperar por mais ……..
    Que eleitores ? Estranho isto.

  2. Luis Adolfo Kutax
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 13:15 hs

    Com certeza perceberemos nos próximos dias alguns distanciamentos. Vai respingar em Curitiba, já que era público e notório e caminho percorrido, a exemplo, de alguns paticipantes do governo do DF e da prefeitura de Curitiba.

  3. Gustavo
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 13:24 hs

    O Cassio merece respeito.

  4. Poliana
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 13:24 hs

    Nego Veio, votar no Osmar não PODE….. mas votar na Familia Richa PODE…

  5. salete cesconeto de arruda
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 13:38 hs

    Como no governo dele NÃO SE CASSAVA ALVARÁ DE BAR – mesmo tendo 5 pareceres para isso – sugiro que enquanto espera venha comemorar mais um aniversário com os donos de bares e casas noturnas. Lembram?!
    O eleitorado dele vai gostar de vê-lo pessoalmente para mostrar-lhe novamente o quanto ELE respeitava os CIDADÃOS DE CURITIBA.
    Acorda Cassio.
    Em tempo: esse ARRUDA felizmente não é e NUNCA foi dos meus. Muito menos os parentes do Requião que não sei se são gente boa ou não.
    Sou do ramo pobre dos ARRUDAS.
    Dos que acreditavam que político cumpria o que prometia.
    Mas felizmente ACORDEI!
    Deixe de ser analfabeta política.
    Por isso que se calarem minha voz – uso o CORPO para gritar SOCORRO em defesa da VIDA DE TODOS!!!

  6. terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 13:38 hs

    Oh! Taniguchi.

    Tá certo que os orientais tem olho puxadinho, mas dá uma olhada naquelas fitas, vai precisar o partido se posicionar ?
    Será que tem jeito de pedir devolução do voto ?

  7. Pedro
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 14:04 hs

    Sou Curitibano, mas moro em Brasilia, acompanho o desenrolar politico do nosso estado por seu Blog.
    Com respeito ao Cassio, é verdade sim, que nada foi dito nem citado sobre ele neste epsódio a Lamentar daqui de Brasilia. QAo contrario acredito que muita coisa que foi e esta sendo feito aqui em Brasilia para melhorar a vida dos Brasilienses deve ter o dedo e a Inteligencia e competencia dele. Por isso Merece nosso Respeito e Apreço Incondicional. Mas temos que relevar que certos Babacas que mal conhecem o Paraná, vão falar besteira .

  8. dem cepcionou
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 14:44 hs

    A grande verdade paira no ár uma grande suspeita, não apenas com o DEM, mas, todos os partidos políticos, ainda que existam homens sérios ilibados, há no meio o joio e o trigo, estando mais para o joio.

    Desde os famigerados mensalões, os desvios de verbas de obras em São Paulo (metrô), o caixa dois veículado pela imprensa, delúbio, os milhões da campanha na era Taniguchi curitiba. Acabam dando em nada, não é mesmo Janene.

    Além dos poderes o poder do dinheiro fala sempre mais alto, onde surge o cancro da corrupção, e os interesses dos lobistas, empresários, empreiteiros, contratos bilionarios.

    ´NOS OS CONTRIBUINTES PAGAMOS O PREÇO, isso sim é injustiça.

    Certamente a imagem do DEM ficou abalada, não sinta constrangimentos, pois, no cenário político deste país, não ninguem melhor, são tdos farinhas do mesmo saco.

  9. Vigilante do Portão
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 14:48 hs

    Quem é o suplente do Cassio?
    POde ir ensacando a viola, não tem como o Arruda não renunciar. Aliás, renunciar por fraude, é especialidade dele. KKK

  10. MAYKON OLIVEIRA
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 15:17 hs

    CASSIO MERECE RESPEITO COM CERTEZA SOU FILIADO AO DEM E ACOMPANHEI SUA TRAJETORIA E SEU COMPROMISSO COM O GOVERNO DO DF FOI POR SER UM GRANDE URBANIZADOR AGORA NÃO PODEMOS É SAIR JULGANDO TODAS AS MAÇAS DA CAIXA POIS NEM TODAS PODEM ESTAR PODRES.

  11. ÁULICO
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 15:53 hs

    Taniguchi nos parece boa gente, não sendo capaz de participar dessas armações e esquemões de roubo de dinheiro público. Agora pintar sujeira no lombo do ex-comunista Roberto Freire é demais. O homem está sendo acusado por uma diretora de uma firma prestadora de serviços de envolvimento no esquema Arruda. Ô loco, sô! Então esse pessoal do Voto Limpo também é chegado? Não acreditamos em tamanha acusação. Não pode ser verdade que após esses anos todos travestidos de moralistas, transparentes e éticos tenham se envolvido com falcatruas. Impossível!!!! Só nos resta aguardar o término ds investigações da PF e Ministério Público para que se possa emitir um juízo de valor pois até agora, nossa ética, nos impede. Não é verdade?

  12. Silvano Andrade
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 15:53 hs

    Estava esperando por esta…

    Este senhor foi eleito para trabalhar pelo estado do Paraná, mas resolveu ficar lá na gatolândia…merece respeito o cacete…cambada de traíra…

    Até quando vai esta falta de respeito com as pessoas.

  13. Alexandre
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 15:54 hs

    Não sei se o Cássio está envolvido no escândalo do Arruda. Aparentemente, não. Mas não podemos esquecer que ele teve seus escândalos também, ou o Paraná já esqueceu do caixa 2, na reeleição do Cássio. Mas o que é curioso, é saber se ele ainda merece voto de alguém. Ele foi bem votado para deputado federal, mas nunca representou nenhum paranense. Não dá para eleger alguém, que depois vai trabalhar em outro governo e esquece dos problemas dos paranaenses. Estando ou não envolvido no escândalo do Arruda, espero que o Cássio nunca mais seja eleito, pois ele abandona seus eleitores.

  14. STORM
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 16:23 hs

    Partindo da premissa que, se o partido do Cássio, o DEM, determinar sua saida do governo Arruda, seu retorno à Câmara federal ou à Curitiba, que moral perante seus “eleitores”, cerca de 70 mil? Como ele (Cássio) é um “cara de pau”, de zoinhos rasgados mas bem espertos, vai encontrar uma forma de enrolar, com certeza.

    O que vai dizer na campanha em 2010, pleiteando uma provável reeleição?. Esses questionamentos fazem sentido. “Meus eleitores” votaram no candidato à deputado e não para secretario do governo do DF.

  15. Cidadao
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 16:37 hs

    Ele foi eleito Deputado Federal pelos paranaenses para ser Secretario Distrital, Isso que eh respeito pelo eleitor paranaense.
    Aposto que na proxima eleicao ele se reelege Deputado pelo Parana novamente mesmo nao tendo cumprido o seu mandato.

  16. PAULO
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 18:27 hs

    UÉ, O BETO FOI ELEITO PREFEITO DE CURITIBA E NUNCA PREFEITUROU!!!!!!!
    DAÍ QUE O EX-PATRÃO DELE TB RESOLVEU MUDAR DE ARES…
    AQUI É ASSIM….

  17. Vigilante do Portão
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 18:47 hs

    Pô Alexandre, vc. não ouviu ou assistiu ao que disse o LULA, Caixa 2 TODO MUNDO FAZ. kkk

  18. dem cepcionou 2
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 19:48 hs

    Se o cássio está no esquemão, bem da verdade ninguém sabemos, mas, trocar o pleito de deputado federal, se redimir da sua pior atuação como prefeito de Curitiba e no entanto, preferiu o cargo de secretário, deve ter boi na linha….

  19. Marechal
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 21:20 hs

    BANDIDO – DEMOS = CORRUPÇÃO

  20. ro dentro
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 21:51 hs

    vai prondi, curitiba ta uma discussao danada entre arvo e beto

  21. Zé do povo
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 22:28 hs

    Que grito mais feio o da Salete!!!!

    Um horror!!!!

  22. Carcereiro de Dia
    quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 – 1:49 hs

    RETIFICAÇÃO.

    Disse que o Secretario de Segurança estaria na Camara dos Deputados, mas não, e sim na Assembleia Legislativa do Paraná.

    E se falando em Camara dos Deputados atentem ao PL 4051/2008 da digna Deputada e Colega de Profissao no Estado do Rio de Janeiro Marina Maguessi.
    Boa noite…

  23. DE GUARATUBA -
    quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 – 5:03 hs

    Palmitos > gafanhotos > cuecas > meias > panetones.

    Guaratuba > Curitiba > Brasília.

    Dutos afins.

  24. Cana Mansa
    quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 – 7:57 hs

    Esse é o Casio?
    Parece outro, mas são iguais!!

  25. quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 – 10:04 hs

    Tomara que este MALA, fique por lá mesmo.
    PS. recado aos servidores, caso o traíra venha a ser eleito: cuidado, muito cuidado……

  26. Professor
    quarta-feira, 2 de dezembro de 2009 – 10:43 hs

    ARENA defensora da ditadura e golpe de 64. PDS do Maluf. PFL, Frente Liberal, que deveria se chamar PFN, Partido da Frente Neoliberal. E agora DEMO. Uma piada de mau gosto.

  27. Arcanjo
    quinta-feira, 3 de dezembro de 2009 – 16:58 hs

    Leiam o valor economico…

    Nem mesmo o fato de Arruda ter trazido para seu governo diversas estrelas nacionais do partido, como Cássio Taniguchi e Jaime Lerner (ex-prefeitos de Curitiba) e José Jorge (ex-ministro das Minas e Energia e atual ministro do TCU), sensibilizam o partido. “Não há nada contra esses nomes. Há contra Arruda.”

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*