Richa sancionará lei que obriga identificação na compra de ingresso | Fábio Campana

Richa sancionará lei que obriga identificação na compra de ingresso

A Câmara aprovou nesta terça projeto dos vereadores Juliano Borghetti, Roberto Aciolli e Tico Kuzma tornando obrigatória a identificação de torcedores na compra do ingresso para jogos de futebol em Curitiba, nos estádios com capacidade para mais de quinze mil pessoas. O projeto será aprovado em segundo turno nesta quarta e será sancionado pelo prefeito Beto Richa.

Os torcedores serão cadastrados no ato da compra dos ingressos, mediante a apresentação de um documento oficial de identidade e a informação de seu respectivo endereço. Não será permitida a venda de ingressos a pessoas que não forem cadastradas. Os torcedores integrantes de Torcidas Organizadas serão cadastrados mediante documento oficial de identidade, comprovante de endereço, certidão de antecedentes criminais e biometria.

Pela lei, os estádios de futebol terão que ter monitoramento por imagem das catracas e instalação de equipamentos de gravação fotográfica do rosto, a fim de identificar os torcedores e relacioná-los com o ingresso adquirido. As informações gravadas deverão ser preservadas pelo prazo de 30 (trinta) dias , a fim de instruírem eventual inquérito policial, administrativo ou ação judicial.

Os estádios de futebol que descumprirem o disposto nesta lei ficam sujeitos às seguintes penalidades, sem prejuízo, conforme o caso, das sanções de natureza civil, penal e das definidas em normas específicas:

I – Advertência, por escrito, da autoridade competente, esclarecendo que, em caso de reincidência, o infrator estará sujeito à multa;

II – Multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), na segunda infração;

III – Multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais) , na terceira infração;

IV – Cassação do alvará de licença do estabelecimento.

Art. 4º Esta lei entra em vigor no prazo de 90 (noventa) dias após a data de sua publicação.


7 comentários

  1. Jonas II
    terça-feira, 15 de dezembro de 2009 – 16:58 hs

    A ideia é boa mas precisa que se façam algumas alterações para que funcione de forma a não prejudicar a entrada dos torcedores nos estádios.Mas é fácil sanear isto. Basta que o torcedor paranaense, de qualquer clube faça um cadastro antecipadamente, quando irá adquirir uma especie de carteirinha, com chip e tudo mais e quando entrar em qualquer estádio, ao passar a catraca, a identificação será imediata. Não será necessário, portanto, cada vez fazer uma identificação.
    E os torcedores de equipes de outros estado?

  2. Xisburgue
    terça-feira, 15 de dezembro de 2009 – 17:19 hs

    lei mais burra que essa, impossível.

  3. Pedro
    terça-feira, 15 de dezembro de 2009 – 17:55 hs

    Então, a partir de agora, cada um vai ter que comprar o seu ingresso?? nada mais de cambistas e afins??

  4. terça-feira, 15 de dezembro de 2009 – 22:15 hs

    O povo tem que cadastrar essas tonguices para não votar mais nesses orelhudos. O Beto Richa é o maior de todos. Cmo tem uma orelha grande.

    O Paraná já foi envergonhado pelos vandâlos, agora também o será pela aprovação dessa “lei”. O Brasil todo vai rir.
    Já pensaram a torcida do Flamengo sendo cadastrada e filmada na entrada para assistir o jogo?

    Já pensou 15.000 torcedores sendo cadastrados? E o que adiantará isso diante de um tumulto? Todos vão ser chamados para prestar depoimentos?

    A policia quando quer identifica todos. Quando quer prende todos.

    O espírito de Felinto Miller e do Delegado Fleury estão em atividade no Paraná.

  5. Laertes
    terça-feira, 15 de dezembro de 2009 – 23:10 hs

    Mais uma abobrinha para envergonhar o Paraná.

    Equipara todos os cidadãos aos meliantes da Império.

  6. tiba-ctba
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 0:08 hs

    Maravilha….. será também sancionada Lei que mostre a freqüência nestes últimos 10 anos de nosso anterior vice-prefeito e atual prefeito em horário de trabalho nas instalações do Graciosa Country Club para jogos de golfe/tenis etc etc etc ……. vamos trabalhas e deixar de guilhotinar os assessores por faltas do executivo…..

  7. Pedrowiski
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 1:24 hs

    Isso só deveria valer para os coxas e paranaistas. Na Baixada, o estádio está tomado pelos sócios, que por sua vez, são todos cadastrados, com seus locais identificados, etc…

    Besteira, futebol é paixão, não há lei que explique isso!!!
    Talvez numa competição de skate seja mais viável…ahahaha

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*