PMDB exige palavra de Lula para desfazer mal-estar | Fábio Campana

PMDB exige palavra
de Lula para desfazer mal-estar

altatensao

Do Josias de Souza na Folha Online

Segue aceso o pavio que queima no PMDB desde que Lula sugeriu que o partido deveria encaminhar a Dilma Rousseff uma lista tríplice de vices.

O Planalto agarrou-se aos panos quentes. O ministro Franklin Martins (Comunicação Social) e a própria Dilma tocaram o telefone para Michel Temer.

Por ora o único nome do PMDB para a vaga de vice, Temer mastigou em privado as declarações de Lula. Não conseguiu engoli-las. A água fria de Franklin e de Dilma não bastou para arrefecer a fervura que o blog detectara na noite de quinta e noticiara na madrugada de sexta.

O pedaço governista do PMDB exige uma palavra de Lula. Chega-se mesmo a dizer que, sem ela, o caldo da aliança pode entornar.

Em viagem ao Peru, Lula mandou dizer que telefonará para Temer ao longo do final de semana. Ouça-se um grão-pemedebê amigo do presidente da Câmara:

“O telefonema do presidente, se vier, será um bom começo. Mas talvez não baste…”

“…O veneno da lista tríplice foi destilado em público. O antídoto também precisa ser servido à luz do dia, com Sol a pino”.

E se Lula não telefonar? “Bem, nesse caso o PMDB talvez se sinta à vontade para procurar parceiros que o tratem com mais respeito”.


4 comentários

  1. salete cesconeto de arruda
    sábado, 12 de dezembro de 2009 – 22:06 hs

    Vão ter que engolir o sapo barbudo!
    Mas um dia ele vira príncipe.
    Enquanto isso o príncipe vira sapo.
    De fato este não parece um país – igual aos outros!

  2. CLOVIS PENA -
    domingo, 13 de dezembro de 2009 – 6:12 hs

    Estão abrindo de graça um precioso espaço para Requião, que sabe muito bem capitalizar situações de conflito como esta.

  3. domingo, 13 de dezembro de 2009 – 12:45 hs

    Exigem a palavra de quem ??? kkkkk… Ninguém dá o que não tem.

  4. Alerta
    segunda-feira, 14 de dezembro de 2009 – 10:10 hs

    Duas lições tiramos daí:
    1º Não se deve confiar no PT;
    2º Ninguem leva a sério o PMDB.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*