Paraná ainda não recuperou empregos perdidos na crise | Fábio Campana

Paraná ainda não recuperou empregos perdidos na crise

20090520200530desemprego

As planilhas do Caged do Ministério do Trabalho demonstram onde a crise internacional mais atingiu a geração de emprego o Paraná em 2009 nos vários setores econômicos.

No setor da agricultura, em 2007, até novembro, antes da crise internacional, o Paraná gerou 12.244 empregos.

Em 2009, até novembro, a agricultura do Paraná gerou 2.642 empregos. Queda de 78% na geração de empregos.

No setor da industria, em 2007, até novembro, antes da crise internacional, o Paraná gerou 63.310 empregos.

Em 2009, até novembro, a industria do Paraná gerou 27.047 empregos. Queda de 56% na geração de empregos.

No setor do comércio, em 2007, até novembro, antes da crise internacional, o Paraná gerou 31.518 empregos.

Em 2009, até novembro, o comércio do Paraná gerou 24.535 empregos. Queda de 22% na geração de empregos.

O setor de serviços e da construção civil não foram atingidos, pois geraram um pouco mais de empregos em 2009 em relação a 2007.

Como o setor industrial foi o que mais gerou emprego em 2007 e paga os melhores salários, pois agrega mais valor aos produtos, os trabalhadores perderam com a crise internacional.


Um comentário

  1. FILET MIGNON
    sexta-feira, 25 de dezembro de 2009 – 17:36 hs

    nÃO RECUEROU OS EMPREGOS PERDIDOS E MUITO MENOS O RUMO DO CRESCIMENTO E DO DESENVOLVIMENTO, ALIÁS, ENQUANTO O TIMÃO ESTIVER NA MÃO DO insano NÃO HÁ gps QUE NOS FAÇA REENCONTRAR O CAMINHO DO PROGRESSO, EXCETO O DAS PENDENGAS, INTRIGAS E DESGOVERNOS!
    VADE RETRO Ó REIQUIÃO DE MELLO (POR FAVOR NÃO UTILZEM O SILVA EM NOMINANDO O INSANO, TUDO POR RESPEITO AOS MILHARES DE SILVAS DESTE PAÍS)
    POR ESTA LEI FICA PROIBIDO A UTILIZAÇÃO DE “SILVA” EM SE NOMINANDO REIQUIÃO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*