Montagem de novo comando divide PT | Fábio Campana

Montagem de novo comando divide PT

MARTA SUPLICY1

Grupo de Marta Suplicy quer tirar Secretaria-Geral da
ala de Tarso Genro

Vera Rosa

A montagem da nova Executiva Nacional do PT já provoca queda de braço entre as correntes petistas nos bastidores. As divergências ocorrem na antessala do ano eleitoral de 2010, quando o partido terá o maior desafio de seus 30 anos de história: emplacar a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto.

Escudados no fortalecimento obtido na eleição direta, com voto dos filiados, que escolheu José Eduardo Dutra para presidir o PT, discípulos da ex-prefeita Marta Suplicy querem tirar o cargo de secretário-geral – o segundo na hierarquia partidária – do grupo do ministro da Justiça, Tarso Genro.

“Nós defendemos a proporcionalidade e, por esse critério, a nossa chapa deve ficar com os três postos estratégicos, que são Finanças, Secretaria-Geral e Organização”, afirmou o deputado Jilmar Tatto (SP), da corrente PT de Lutas e de Massas (PTLM). “Não vamos tensionar, mas é uma questão de justiça.”


O grupo de Tatto e a ala Novo Rumo – que giram como satélites em torno de Marta – fecharam acordo com a tendência Construindo um Novo Brasil (CNB), do ex-ministro José Dirceu, para apoiar Dutra. Eles negam ter feito qualquer exigência, mas o comentário nos corredores do PT é de que pediram a Secretaria-Geral, hoje ocupada pelo deputado José Eduardo Martins Cardozo (SP). Em conversas reservadas, o nome mais citado para o lugar de Cardozo é o do deputado Rui Falcão, líder do PT na Assembleia paulista.

Aliado de Tarso, principal desafeto de Dirceu no mosaico ideológico do petismo, Cardozo faz de tudo para passar longe da polêmica. “É natural que as correntes indiquem os cargos dentro da correlação de forças obtida com o resultado eleitoral”, amenizou. Tanto ele como sua chapa, Mensagem ao Partido, ficaram em segundo lugar na configuração petista que saiu das urnas após a eleição do último dia 22.

Na dança das cadeiras da Esplanada, o secretário-geral do PT também tem o nome lembrado para substituir Tarso, que deixará a Justiça para concorrer ao governo gaúcho, em 2010. Talvez por isso não queira encrenca.

PACTO

Vitorioso na disputa interna, o grupo de Dutra – o mesmo de Dirceu e do presidente Lula – terá direito a 10 das 21 cadeiras da Executiva do PT . Poderá ocupar, ainda, 45 dos 81 assentos do Diretório Nacional. Com o apoio das facções PTLM e Novo Rumo, a corrente praticamente ressuscitou o antigo Campo Majoritário, que deteve a hegemonia no comando petista até 2005, quando estourou o escândalo do mensalão.

Embora seguidores de Marta reivindiquem a Secretaria-Geral, Dutra tem dito que, para unificar o partido em 2010, a discussão precisa ser mais política do que numérica. “A meta do PT é se preparar para eleger a companheira Dilma. Não há definição sobre nenhum cargo na direção do PT”, insistiu Dutra. “Este é o momento de chamar todo mundo para um pacto de unidade. Não existe tendência que construa o PT sozinha”, emendou Francisco Rocha, coordenador da tendência CNB.

O embate, no entanto, continua longe dos holofotes. O deputado João Paulo Cunha (SP), réu no processo do mensalão, é cotado para a Secretaria de Comunicação do PT, que terá forte influência na campanha de Dilma. João Paulo, hoje, já integra o Grupo de Trabalho Eleitoral do partido, a exemplo do que fazia em outras campanhas de Lula.

TESOUREIRO

Se não houver imprevisto de última hora, também está certo que o ex-secretário-geral da CUT João Vaccari Neto será o tesoureiro do PT. Alvo dos adversários no escândalo do mensalão, a gestão da Secretaria de Finanças – que na crise foi dirigida por Delúbio Soares – preocupa o governo.

Vaccari é homem da confiança de Lula, como Delúbio, e ajudou a arrecadar doações para várias campanhas do petista, incluindo a última, de 2006. Segundo suplente do senador Aloizio Mercadante (PT-SP), o sindicalista enfrenta investigação no Ministério Público sobre desvios de recursos da Bancoop, a cooperativa habitacional dos bancários, para o PT. “Isso já foi profundamente investigado e reinvestigado. Não há nenhuma irregularidade”, garantiu o presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP).

Na prática, porém, o que pode impedir a ida de um ou outro nome para a Executiva é muito mais o caráter regional do que o ético. No confronto entre as facções, petistas lembram que São Paulo já tem vários assentos no comando partidário e querem ampliar a direção para além das fronteiras do Sudeste.


8 comentários

  1. BREAK
    domingo, 6 de dezembro de 2009 – 12:57 hs

    Tarso Genro ditador Brasileiro do século XX. Quem duvida que prove o contrario.

  2. Luis Gringo
    domingo, 6 de dezembro de 2009 – 14:19 hs

    A turma do grupo CND ( construindo uma nova direita) não para, não para, não para, não.
    Todos nós sabemos o que aconteceu quando o Delubio era o TESOUREIRO do caixa 2 a mando do Zé do Mal (Dirceu).
    Se faz urgente que os grupos mais a esquerda tomem o rumo do Paritido.
    Por enqanto aqui em Curitiba vamos sofrer 2 anos mãos de uma direção descontrolada a començar pela presidenta.
    E no PT estadual com uma direção entreguista e de DIREITA mesmo.
    So vai mudar quando essa corrente de mal (constrindo uma nova direita) deixar de ter a maquina dos gabinetes para poder “comprar” os pensamentos de algumas lideraças.

  3. É CASO SÉRIO SIM.
    domingo, 6 de dezembro de 2009 – 14:49 hs

    Volto a cobra e continuarei cobrando

    A oposição tem a obrigação para com a sociedade esclarecida do Brasil, aquela que não depende bolsa miséria tampouco vive de favores deste pelego governo lulla da silva, evitar que que o PT plante definitivamente a semente do mal no Brasil através da guerrilheira Dilma.

    Isto seria um retocesso a democracia brasileira, garantida as custas de suor e luta e Dilma não fez parte desta história pois, seu passado é de escandalos, assalto a Banco e Guerrilha e não queremos e não merecemos ter esta mulher do mundo como chefe da nação.

    É uma afronta a democracia, a horna, a dignidade e honestidade dos mais esclarecidos.

    Oposição, por favor, sem demagogia, sem interesse próprio e com o pensamento no Brasil e o fururo de nosso povo é que pedimos, não deixem esta corja do PT, semear através desta insignificante Senhora, uma nova Ditadura no pais e também solicito aos meios de comunicações, cuidado, Dilma, tomará rádio, televisão e outros meios de comunicação como Chaves fez na Venezuela.

    Acorda Brasil, ainda há tempo.

  4. domingo, 6 de dezembro de 2009 – 21:40 hs

    É um caso sério sim saber que Serra também foi “terrorista” por ter sido militante da AP.
    O pior é saber que todos os candidatos a presidente do Brasil são de esquerda. Reconheço que isso é um caso seríssimo.
    Quantos aos marxiitas do PT são sempre radicais nos seus discursos, mas na prática estão sempre fazendo o jogo da direita. É caso de querer levar o PT a ter um candidato ao governo estadual, a Pupatto.
    Mas não passam 20%, como demonstrou os resultados do PED.
    Em relações a nossas brigas internas, são importantíssimas!
    Elas nos levam a crescer e democratizar mais o partido.

  5. STORM
    domingo, 6 de dezembro de 2009 – 22:16 hs

    Essa foto é da Marta Suplicy?
    Vixe, Maria!!!
    Cara esticada, boca torta, a mulher está deformada.

    Pra quê montar novo comando do PT? partindo da premissa que Lula é o partido, a partir de janeiro/2011 a tendência é o PT se transformar em um nanico, sem poder. Então…

  6. Silvano Andrade
    segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 – 9:31 hs

    marta suplicy

    que baranga…parece uma uva passa…

    fico a imaginar como alguém pode votar neste poço de soberba e arrogância…

    Ao menos se fosse inteligente…

    relaxa e goza…é o fim.

  7. Pandolfo
    segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 – 9:43 hs

    Não acredito!
    Esta fotografia não tem nada a ver com aquela mulher dos tempos de apresentadora de televisão, falando de sexo para adolescentes!
    Não sei como as pessoas gastam tanto dinheiro em cirurgia plástica, para ficar com cara de mistura de mocréia com travesti.
    Além do que, acredito que boa parte do dinheiro que financiou estas cirurgias devem ser uma parcela daqueles que faltaram para pagar a saúde pública, para melhorar a educação pública, para melhorar a segurança pública e até para a bolsa família.

  8. henry
    segunda-feira, 7 de dezembro de 2009 – 11:20 hs

    A QUADRILHA TODA BRIGANDO PELA DIVISÃO DO FURTO. BEM COISA DE pt (partido do trambique)

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*