Brasil aprova entrada da Venezuela no Mercosul | Fábio Campana

Brasil aprova entrada da Venezuela no Mercosul

Chavez-Lula

O Senado aprovou hoje o protocolo de adesão da Venezuela ao Mercosul, o que abre caminho para que o país vizinho passe a integrar o bloco econômico. Apesar da oposição ser contrária à adesão da Venezuela no Mercosul, os governistas conseguiram mobilizar senadores da base aliada para aprovar a matéria por 35 votos favoráveis e 27 contrários.

A votação ocorreu depois de várias semanas consecutivas de adiamento. Em menor número, a oposição fez diversos discursos para atrasar a análise da matéria, mas a estratégia não foi suficiente para impedir a votação. Argentina e Uruguai já aprovaram o protocolo de adesão, e falta agora apenas que o Paraguai conclua a análise do tema.

Senado aprova entrada da Venezuela no Mercosul

Da Folha de São Paulo, por Gabriela Guerreiro:

A oposição é contra o ingresso da Venezuela no Mercosul por considerar que o presidente do país, Hugo Chávez, coloca em risco a democracia no bloco econômico. Os oposicionistas criticaram, em especial, o fato de Lula já ter anunciado que o Senado iria aprovar o ingresso da Venezuela no bloco econômico.

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), disse que o Mercosul será prejudicado por ações “chavistas” com a aprovação do protocolo de adesão. “Eu voto contra o Brasil apadrinhar atos ditatoriais de um presidente. Voto contra o regime ditatorial que se encontra na Venezuela, o autoritarismo que começa a mostrar as suas asas na América do Sul. Não voto contra o comércio, mas a favor do Mercosul que possa garantir da cláusula democrática ao livre comércio”, afirmou.

Os governistas, por sua vez, defendem a integração da Venezuela porque consideram que Chávez não ficará no comando do país para sempre –por isso deve integrar o bloco econômico.

Para o senador Pedro Simon (PMDB-RS), apesar das restrições pessoais a Chávez, o país não pode ser penalizado por desejar integrar o bloco econômico. “Apesar de tudo, eu sou favorável à integração na América do Sul. Se fosse pelo presidente da Venezuela, eu jamais falaria em integrar a Venezuela ao Mercosul. Mas o presidente da Venezuela passa, essas questões ficam”, disse o senador.

Líderes governistas admitiram que as recentes declarações do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, de que os líderes militares da Venezuela devem estar preparados para a “guerra” no continente, atrasaram a aprovação da adesão do país ao Mercosul –por isso só colocaram o tema em pauta quando tiveram certeza de que teriam maioria para aprová-lo. Chávez fez as declarações há cerca de um mês, o que dificultou as negociações dos governistas para a votação do ingresso da Venezuela no Mercosul.

Comissão

A CRE (Comissão de Relações Exteriores) do Senado aprovou no final de outubro o ingresso da Venezuela no Mercosul. Desde então, o projeto esperava pela análise do plenário da Casa. Apesar da pressão de senadores oposicionistas contra a adesão do país presidido por Hugo Chávez no bloco econômico, o governo tinha maioria na comissão para garantir a aprovação do voto em separado do senador Romero Jucá –favorável ao protocolo de ingresso do país no Mercosul.

Antes de aprovar o voto de Jucá, a comissão rejeitou o relatório do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), contrário ao ingresso da Venezuela no Mercosul.

“Eu não me importo se o Chávez é de direita, de esquerda, se é isso ou aquilo. Mas não podemos considerar preso político como um pequeno detalhe, liberdade de imprensa, um pequeno detalhe, prisão de jornalista é um pequeno detalhe. Isso é incompreensível’, afirmou o tucano.

O argumento dos governistas, porém, é que a Venezuela não pode ser penalizada por ter Chávez no poder uma vez que a adesão do país no bloco é uma questão de Estado, e não do atual governo Chávez.

“Esse é menos um debate sobre questões da política interna da Venezuela do que sobre os interesses estratégicos do Estado brasileiro no tabuleiro internacional. Quem solicita a adesão ao Mercosul não é o governo venezuelano, mas o Estado venezuelano. O governo da Venezuela é transitório; a Venezuela continuará, ao longo da história, a ser vizinha do Brasil”, argumentou Jucá no seu voto em separado.

No texto, Jucá não reconhece atitudes antidemocráticas no governo de Hugo Chávez ao considerar que isso é fruto de distorção da imprensa sensacionalista e de organismos internacionais. O líder governista também argumentou que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, da oposição, foi quem deu início às negociações para a adesão da Venezuela ao Mercosul.


16 comentários

  1. claudemir
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 0:23 hs

    SÓ UM GOVERNO IMBECIL DESTE PODE ARPOVAR A ENTRADA DESTE GOVERNO NO MERCOSUL QUE VAI VIRAR UMA MERCADORIA VAI QUERER FICAR ATE AMORTE NO COMANDO

  2. PT - COMUNISMO DISFARÇADO
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 8:58 hs

    Aos que não acreditam, leiam o textoabaixo

    O PROJETO COMUNISTA PARA O BRASIL E AAMERICA LATINA

    Por Taiguara Fernandes de Sousa

    Há décadas os comunistas planejam a instauração de um regime ditatorial comunista no Brasil e em toda a América Latina.

    No dia 23 de maio de 2008, uma reunião em Brasília tornou realidade a UNASUL (União das Nações Sul-Americanas), através de um Tratado Constitutivo que crio uma personalidade política própria para o Bloco e, entre outras coisas, um Conselho Sul-Americano de Segurança.

    Este Bloco – estipulado nos moldes da União Européia como união política e econômica, com moeda única e parlamento comum – é divulgado como a última salvação econômica da América do Sul, como se o simples ingresso no mesmo fosse tornar qualquer país sul-americano desenvolvido instantaneamente.

    E promessas como esta atraem mentes ingênuas…

    A Unasul é apenas uma mal-disfarçada tentativa de implantar na América do Sul um regime ditatorial comunista, exatamente igual ao que foi feito na União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, a extinta URSS. Diríamos que a Unasul é tão-somente a URSS trazida para a América.

    E quem deseje confirmar tal coisa, basta abrir os olhos e analisar as pistas que a própria Unasul nos dá…

    Não por coincidência, sua bandeira carrega as cores vermelho-sangue e amarelo… exatamente as mesmas da bandeira da URSS, ainda hoje utilizadas pelo Partido Comunista.

    A Sede da Unasul será em Quito, Equador… o Equador do socialista Rafael Correa.

    O Parlamento da Unasul será em Cochabamba, Bolívia… a Bolívia hoje dominada pelos comunistas de Evo Morales.

    E o Banco do Sul, o centro financeiro do Bloco, por onde circulará a
    moeda única (que Evo Morales sugeriu chamar-se “pacha”: “terra”, em idioma quíchua…) será… em Caracas! Caracas, a capital venezuelana, do déspota totalitarista Hugo Chávez… que nunca escondeu seu desejo tão caro de estabelecer uma união das nações do Sul, como propôs Bolívar….

    Estas pistas revelam bem o que, realmente, é a Unasul: uma tentativa – já uma realidade política – de implantar na América Latina uma nova URSS.

    A diferença entre União Soviética a União das Nações Sul-Americanas é tão somente o método de implementação: a URSS foi implantada de chofre, por uma revolução violenta e anárquica; hoje, como já não se dá mais valor a estas revoluções – o mundo está cansado de revoluções que no final tornam tudo pior do que era antes – a Unasul é implantada aos poucos, gradativamente, de forma sutil, em um movimento lento, cuja intenção é desviar as atenções. E, de fato, quase ninguém está percebendo para onde estamos caminhando.

    No Brasil, onde a ingenuidade chega às raias da ignorância, o povo não percebe a que ponto está sendo conduzida a lenta revolução comunista do governo Lula. É incompreensível que o povo brasileiro se deixe seduzir por promessas de milagres econômicos e feche os olhos à realidade: em breve, neste caminho, o Brasil se tornará uma república socialista, de regime ditatorial!

    O Presidente Lula põe em postos-chave de seu governo pessoas abertamente ligadas às causas revolucionárias comunistas, com um passado terrorista e guerrilheiro envergonhável.

    José Genoíno, o “companheiro Zé” do Lula, sempre foi genuinamente a favor de uma revolução comunista, e nem mesmo hoje, quando o PT tenta passar uma imagem mais bonita e disfarçada de seu esquerdismo, não esconde esta sua pretensão. A Guerrilha do Araguaia, na qual ele lutou, tinha este objetivo. Felizmente foi suprimida pelo Exército Brasileiro…

    José Dirceu, outro “companheiro Zé”, é revolucionário comunista e guerrilheiro de carteirinha, inclusive treinado em Cuba pelos mais preparados assassinos… ops! oficiais cubanos para implantar o regime comunista no Brasil.

    Esta figura foi deslocada do governo Lula após o escândalo do Mensalão, mas em seu lugar foi posta criatura muito melhor, de credenciais tão ou mais aptas que as de Dirceu à condução da Revolução que o Presidente teme promover abertamente: Dilma Roussef, a “camarada de armas” de José Dirceu, como ele mesmo lhe chamava, unindo numa só expressão o tratamento soviético e o ideal comuno- guerrilheiro.

    Que beleza de Ministra! E agora já se fala em lançá-la à Presidência, em 2010. Deus nos livre!

    A Ministra Dilma “Estela” Roussef, em seus tempos de juventude, foi guerrilheira e participou ativamente das fileiras de dois grupos terroristas no país: o COLINA, Comando da Libertação Nacional, organização terrorista e subversiva; e o VAR-Palmares, a Vanguarda Armada Revolucionária de Palmares, uma verdadeira FARC brasileira, a qual, como o próprio nome diz, tencionava realizar a Revolução Comunista por meio das armas e da violência. No VAR-Palmares, a Ministra usava o codinome de “Estela”. E, tomando como base as atitudes da Ministra, nada nos faz supor que tenha esquecido suas idéias revolucionárias.

    A Sra. Estela Roussef fez até um showzinho na CPI dos Cartões Corporativos, dizendo orgulhar-se de ter combatido a ditadura… Ora, sejamos ao menos sensato (sensatez é muito a exigir-se de um comunista): a Ministra Roussef, ou Camarada Estela, não lutou contra a ditadura militar, mas sim em prol da ditadura, só que uma outra ditadura: a comunista, cuja implantação era objetivo do COLINA e do VAR-Palmares.

    E isto não se aplica somente aos grupos terroristas dos quais a Ministra Estela participou, dado que é fato inegável que os comunistas que lutaram contra a ditadura militar no Brasil, lutavam, na verdade, pela implantação de um regime comunista nos moldes cubanos. Negar isso é negar o fato histórico concreto.

    Eis a Ministra Estela, que se quer fazer Presidente… Estela.

    O Lula, com seu jeitinho tímido e de “homão” nordestino, na verdade é muito inteligente: move tudo por debaixo dos panos. Uma revolução tão habilmente traçada e planejada, há tantos anos. Não uma revolução: uma conspiração contra a nação brasileira.

    São estes os políticos que hoje dominam o Brasil. São estes os políticos que querem implantar um regime comunista na soberana nação brasileira, suprimindo as liberdades individuais e propugnando ideais há muito demonstrados errôneos. São estes os políticos que querem enxertar na América o carcinoma da União Soviética.

    Seríamos capazes de prever os passos desta Revolução Comunista lenta e gradual:

    1º Passo: Revolução cultural

    Antes de semear, o terreno deve ser arado e a terra preparada. Não se pode infiltrar a ideologia na mente de alguém sem que antes seu pensamento seja direcionado a recebê-la. Mão Tse-Tung sabia disto, e foi no que se baseou para sua Revolução Cultural na China, a partir de 1966.

    No Brasil, a Revolução Cultural acontece: o governo estimula uma degradação de valores como nunca antes vista. Foi no governo Lula que foi aprovada a perniciosa Lei de Biossegurança, que não garante a segurança dos mais indefesos, os seres humanos em idade embrionária. E é neste governo que se quer aprovar o nefasto e animalesco crime do aborto – por iniciativa do Presidente, que convocou uma Comissão Tripartite para elaborar um Projeto de Lei a respeito, e pôs no Ministério da Saúdo um médico abortista ao extremo da obsessão.

    Não bastando, ainda se quer neste governo do Lula aprovar uma Lei pela qual todos os brasileiros – todos, e absolutamente todos – são obrigados a tolerar e concordar com os atos imorais e pecaminosos praticados por um homossexual, sendo-lhe proibido o direito de manifestar-se contrariamente às práticas homossexuais. E sequer pense o brasileiro em tachar de “promíscuas” as perniciosas paradas gays, pois poderá ser levado ao hospício… afinal, ainda um dia desses disse o Presidente Lula que ser contrário ao homossexualismo é a “doença mais perversa que já entrou numa cabeça humana”…

    Mas nada é comparado às máquinas de camisinha nas escolas públicas, pelas quais os adolescentes são expostos e estimulados ao sexo livre e irresponsável. Sexo animalesco e bizarro, na verdade.

    É a Revolução Cultural, que no Brasil anda a mil.

    2º Passo: Amizade com regimes comunistas

    Mas para preparar o pensamento do povo ao acolhimento de um regime comunista, é necessário ainda que sejam fechados laços de amizade com regimes do tipo, para que o cidadão já tenha como parte de sua experiência de vida a convivência com tal regime.

    E nisto se dá a lua-de-mel de Lula e Hugo Chávez, a quem o Presidente chama de “companheiro” (que bela qualidade de “companheiro”…). A entrada da Venezuela no Mercosul, não obstante as constantes violações dos direitos humanos naquele país, se dá no mesmo contexto.

    É nisto que se dá, também, a tímida reação brasileira às estatizações do gás boliviano, e a maravilhosa relação fraterna entre Lula e o comunista Evo Morales.

    Não se pode esquecer a grande amizade deste governo com a China comunista… China na qual não há liberdade; China que assassinou e assassina milhares – ou milhões; China na qual milhares de homens são presos em verdadeiros campos de concentração e forçados a trabalhar de forma escrava nas indústrias, fabricando estes produtos baratos que atolam o mercado brasileiro (“Made in China”… ou “Made by slave work”).

    3º Passo: Censura

    A Lei da Mordaça Gay, da qual já falamos, é um exemplo do início da censura no Brasil.

    A censura já acontece.

    Durante o julgamento do STF sobre as células-tronco embrionárias, esta censura tmou proporções absurdas: nenhuma notícia, uma sequer, foi divulgada contra as pesquisas; apenas a favor. Não deve ser coincidência que o governo fosse o maior interessado nas pesquisas com células-tronco embrionárias.

    Não se falou nos tumores que estas células podem causar.

    Não se falou dos benefícios maravilhosos que se pode obter com células-tronco adultas.

    Não se falou de tantas crianças que nasceram mesmo após terem sido conservadas criogenicamente por mais de uma década (desmentindo o argumento dos “embriões inviáveis”…)

    Por não ter provas, o autor deste artigo exime-se de acusar o governo de estar por trás da manipulação midiática de informação a respeito das células-tronco e de censurar as informações em contrário às suas intenções.

    Mas que uma censura larga em ação no Brasil, isto ninguém pode negar.

    E se os brasileiros não tomarem cuidado, ela se alastrará.

    4º Passo: Reforma Agrária nos moldes soviéticos

    Uma Reforma Agrária injusta, confiscatória e completamente desprovida de sentido deverá ser realizada por iniciativa governamental. O proprietário rural terá sua terra desonestamente confiscada para ser redistribuída da forma que o governo bem desejar. Exatamente como na URSS, não se fará distinção entre proprietário rural grande ou pequeno: o proprietário rural é o inimigo, seja ele quem for.

    O apoio do governo Lula ao revolucionário MST, que, invadindo propriedades (com o apoio da CNBB), desrespeita os Sétimo e Décimo Mandamentos de Deus, pode ser visto como o primeiro passo rumo a este ideal…

    5º Passo: Perseguição à religião

    A religião é a pior inimiga do comunismo quando não se dobra perante ele. E a única capaz de não se dobrar, por sua coerência e firmeza, é o Catolicismo. Por isto, ela deve ser perseguida.

    Nesta primeira fase da perseguição, o Catolicismo será desacreditado junto ao povo.

    Isto já está acontecendo.

    Basta observar o episódio das células-tronco embrionárias, onde a posição contrária da Igreja não era digna de crédito, simples e estapafurdiamente rejeitada pelos opositores (que conhecem sua coerência e exatidão), tachada de obscurantista e medieval. A expressão mais utilizada no episódio das células-tronco embrionárias foi “Estado laico”, e não “embrião humano”.

    Agora se quer tirar, por força de lei, o título de Padroeira do Brasil de Nossa Senhora Aparecida, algo que já faz parte da piedade popular.

    6º Passo: Censura formal

    Censura decretada sobre forma de lei.

    7º Passo: Prisões

    Inimigos políticos ou pessoas contrárias ao rumo tomado pelo país deverão ser presas e caladas. Primeiro com base em acusações falsas. Depois, sem motivo.

    8º Passo: Decretação do Regime Comunista

    Será decretado um regime ditatorial de cunho comunista. Se dirão palavras do tipo: “Uma nova era se inicia, uma era de igualdade e justiça”… Serão prometidos milagres econômicos, justiça social, o fim da fome e da pobreza, e outras coisas materiais que encantarão a muitos.

    9º Passo: Unasul

    Uma nova URSS.

    10º Passo: Extinção aberta da religião

    A religião, em especial a católica, será perseguida de forma bizarra. O ódio comunista à religião fará muitas vítimas. Como na URSS e na China, o objetivo será claro: eliminar a religião até os seus fundamentos. Igrejas fechadas, católicos presos e assassinados. Verdadeiro “Holocausto Católico”, de feições demoníacas.

    Cada um destes passos já está em andamento. Deus nos livre que todos eles sejam dados!

    Podemos parecer pessimistas ou chocantes demais ao denunciarmos estes dez passos. Mas nada fazemos a não ser olhar para o passado e dele tirar lições para o presente: exatamente o que aconteceu na URSS, na China e na Guerra Civil Espanhola pode acontecer no Brasil. Não queremos ser sensacionalistas, mas é chegada a hora de o brasileiro deixar de lado a ingenuidade e ver a realidade de forma nua e crua, como ela é de fato.

    Seria ingênuo considerar que tudo ocorrerá durante este governo.

    Não.

    Este governo é o início de um antigo sonho comunista.

    Uma sucessão de governos deste tipo e logo teremos uma ditadura comunista no Brasil.

    Um futuro governo da Ministra Dilma “Estela” Roussef piorará as coisas.

    Cabe ao povo brasileiro não permitir tal coisa.

    Cabe ao Brasil reafirmar sua soberania perante este crápulas terroristas e mascarados, discípulos de Stálin, Mao e Fidel.

    O povo brasileiro não pode cruzar os braços diante da ofensiva comunista nesta nação.

    Se este povo não lutar contra esta ofensiva, o Brasil será deixado num berço de serpentes.

    E estas serpentes o envenenarão, com conseqüências trágicas para a nação.

    Levanta-te, brava gente brasileira!

    Taiguara Fernandes de Sousa,

    14 de junho de 2008, Festa de Santo Eliseu.

    “Omnes cum Petro, ad Iesum, per Mariam”

    Data Publicação: 01/09/2008

    Em suma:

    Tudo certo, tudo dentro da normalidade, tudo como o previsto.
    Com a entrada de Chaves, no mercosul, o Brasil esta a um passo de fazer parte do eixo do mal.

    Esta é a real pretensão de do Comunista e Ditador Lula da Silva bastando apenas a Comunista e Guerrilheira Dilma se eleger.

    Quem viver verá.

    AORDA BRASIL.

  3. bimbo
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 9:00 hs

    Mais um que sabe tudo e está certo em tudo , estilo req.

  4. Dekv@bol.com.br
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 9:21 hs

    Bah!!! Este cara já estão fora de moda, passou a época de Tche, Fidel, etc… Capitalismo versus Socialismo, já era, hoje tem que ser, obrigatoriamente, um pouco de cada.

  5. V.Lemainski-Cascavel
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 9:27 hs

    Existe um ditado popular que diz: “Arrumaram sarna para se coçar”. Com referência à admissão da Venezuela íngressar no Mercossul acho muito bom, integra mais e o mercado venezuelano é promissor. Entretanto, seu dirigente maior é uma temeridade, uma pessoa que deixa a vaidade e a prepotência superarem sua capacidade de governar. Então, parodiando o ditado popular diria: Arrumaram “Chaves” para se coçar.

  6. jaferrer
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 9:37 hs

    O Mercosul já anda mal das pernas com as intermináveis disputas entre Brasil e Argentina, agora morre de vez. Será transformado em mais um palanque político para o ditador bolivariano que afastará mais ainda as possibilidades de acordos com o mercado mundial. Este é mais um crime contra a nação cometido por esses irresponsáveis petralhas.

  7. quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 9:53 hs

    O CINISMO DESTE GOVERNO É ILIMITADO ,

    DESCARADAMENTE NÃO TEM O MENOR PUDOR

    EM APOIAR FORAS DA LEI, COMO TERRORISTAS,

    A ASSALTANTE…. E ATÉ UM DITADOR POPULISTA COMO

    ESTE BRUCUTU DA VENEZUELA . MUITOS VOTARAM PARA

    AGRADAR O PRESIDENTE, OUTROS POR DEMAGOGIA

    HISTRIÔNICA , COMO PEDRO SIMON E CRISTOVÃO

    BUARQUE .

  8. O Pato Curitibano
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 10:14 hs

    Nós ainda vamos viver a situação abaixo, só que com os bolivarianos. Vão treinando que esta será a língua oficial da América do Sul.

    En Cuba, un niño regresa de la escuela a su casa, cansado y hambriento y le pregunta a su mamá:
    – Mamá, que hay de comer?
    – Nada, mi hijo.
    El niño mira hacia el papagayo que tienen y pregunta:
    – Mamá, por qué no papagayo con arroz?
    – No hay arroz.
    – Y papagayo al horno?
    – No hay gas.
    – Y papagayo en la parrilla eléctrica?
    – No hay electricidad.
    – Y papagayo frito?
    – No hay aceite.

    El papagayo contentísimo gritó:
    PUTA QUE LO PARIO, VIVA FIDEL!!!
    VIVA LA REVOLUCIÓN !!!

    Em 2010 nem o cara nem a coroa.

  9. Jose Carlos
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 10:26 hs

    O apocalipse de São João fala em uma única besta… na américa latrina, bem contadas, há bem mais que uma besta-fera do apocalipse: Chávez, Fidel e seu maninho assassino, Evo, Correa, o casal Kirchner, Zelaya, Lugo… isso sem contar os assistentes das bestas: Mello e Silva, Lula e outros…

  10. Silvano Andrade
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 10:40 hs

    O Brasil precisa de uma cortina ao norte para ajudar a nos proteger dos falcões do norte…

    Os falcões virão babando atrás de petróleo, água e outras matérias primas …temos que proporcionar uma bela recepção a eles…CHUMBO GROSSO, BOMBAS NUCLEAR OPERACIONAIS E COVAS RASAS.

    Estes babacas que postam neste blog contra a entrada da Venezuela no Mercosul são um alienados, acham que o mundo é cor de rosa e os americanos do norte são nossos mui amigos.

    Qndo os judeus atacarem o Irã…e os Persas pulverizarem o “donos do mundo” os falcões mostrarão as garras…cairá a máscara do testa de ferro obama…ai será a hora da verdade!!!

  11. observador
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 11:51 hs

    sílvio TUFUMA?? BEBE?? CHEIRA?? E OTRAS COSITAS MÁS…

    QUE MAL TEM COM OS AMERICANOS DO NORTE??

    PELO MENOS ELES ENFRENTAM OS LOUCOS TERRORISTAS. E OS COMBATEM.
    E NO PAÍS DELES TEM PROGRESSO E DEMOCRACIA

    MUITO DIFERENTE, DO QUE NA TERRA DO DITADOR HUGO CHAVES

    LULA TMB QUER SER DITADOR, E NAO CONSEGUE ESCONDER ISSO

    QUE O NOSSO PAÍS GANHA COM AMIZADES COMO CUBA, VENEZUELA IRÃ??????/

    ME FALE??

    ESTADOS UNIDOS O BRASIL TEM SÓLIDAS RELAÇOES COMERCIAIS MIL VEZES OBAMA AO LOUCO CHAVES…

  12. observador
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 11:55 hs

    EBAAA PATO CURITIBANO!!! TÚ É NOTA DEZ..

    ÓTIMA PIADA, TRISTE REALIDADE. CHAVES AINDA FALA QUE BAÑO SOLAMENTE MÁXIMO 3 MINUTOS

    NEM O CARA E NEM A COROA HORROROSA BANDIDA… RSRSRSRSRRSRSRSRRSRSRS

  13. E AI SALETE?
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 12:37 hs

    Porque você não se manifesta a respeito do ato comunista de Lula?
    Será que agora você começa cair na real sobre o perigo que Lula representa para o Brasil? E Dilma é a sequência ou você acha que tudo isso é uma brincadeirinha?

    Leia a história do PT por favor e verá suas intenções. Somente um idiota não percebe que Lula da Silva ha muito vem preparando o Brasil para um sistema socialista.

    Lula da Silva, representa a semente do mal.

    Corja de comunistas safados.

    E la Venezuelita vamos nós.
    Adios Democracia, adios.

  14. socialistactba
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 16:41 hs

    Se todo esse medo do PT “comunista” se justificasse eu seria mais feliz.

    Entendo que a entrada de Chaves mostra que essa “direita”, mesmo tendo maioria, não se move pela ideologia, mas sim pelo “mepaguelogia”.
    Espero que a Dilma seja mais ousada para avançar na luta contra os capitalismos e os bonecos verde-amarelo dos EUA em nosso país

    Viva a revolução Bolivariana!

  15. OSSOBUCO
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 18:12 hs

    Nossa, liberaram o LSD. Só os lisérgicos acreditam nessa teoria da conspiração comunista no Brasil. è pra rir de tamanho nonsense ou chorar de tamanha cara de pau desses reacionários!

  16. Laertes
    quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 – 18:19 hs

    Caraca, como tem gente de má fé, espalhando mentiras e falsas conspirações. É pessoal, pelo jeito vocês também acreditam em Papai Noel, não é? E que ele também deve ser comunista, com essa história de distribuir presentes pros pobres, ah … ele também deve ser petista, tá sempre acompanhado daquele estrela amarela de 5 pontas. Vamos ficar atentos, assim que ele aparecer vamos moer o velhaco, que pelo tamanho da barba e pelo óculos deve ser trotskista. Puxa rapaziada, que bom que vocês são tão espertos!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*