Paulo Bernardo e o jogo de cena do metrô | Fábio Campana

Paulo Bernardo e o jogo de cena do metrô

bernardo2

A proposta que o ministro Paulo Bernardo, do Planejamento, fez ao prefeito Beto Richa há pouco em audiência na Prefeitura para financiamento da construção do metrô de Curitiba, é antiga. A mesma apresentada por Dilma Rousseff na reunião de 10 de novembro em Brasília e que o prefeito Beto Richa recusou e voltou a recusar hoje.

A única novidade é a dos hábitos brasileiros. O assunto fica para o PAC 2. Portanto, nada aconteceu de novo. Certe4za apenas uma. Do governo federal Curitiba só aceita recursos a fundo perdido.

Acontece que todos os metrôs do país (a exceção é o de São Paulo feito com ajuda do governo estadual) são construídos com recursos a fundo perdido do governo federal. Mas para o metrô de Curitiba o governo federal oferece dinheiro do PAC a juros de agiota. Para que se tenha uma idéia, se a Prefeitura tomasse o mesmo dinheiro em empréstimo do BNDES pagaria menos.

A prefeitura fez a sua proposta, compatível com tudo o que o governo federal tem dado para outras cidades. Nada a mais, nada a menos.

Propõe que o governo federal entre com 50% do recurso necessário a fundo perdido. A prefeitura se compromete a entrar com 30% e a conseguir os 20% que faltam em parcerias público privadas.

Mais que isso a prefeitura de Curitiba não pode fazer. E já é mais do que fazem cidades como Salvador, Fortaleza, Brasília e Rio de Janeiro, onde o governo Lula investe com generosidade. A explicação do prefeito corre sobre o fio da lógica e do bom senso.

“Eu não vou endividar a cidade e comprometer a próxima geração com compromissos de 30 anos para pagar”, diz Beto Richa.

Porque, então, o ministro Paulo Bernardo vai à prefeitura de Curitiba para fazer a proposta inaceitável que já foi feita e recusada porque é inaceitável?

Há um jogo de cena e tudo faz crer que o ministro Paulo Bernardo joga para o público externo. Procura deixar a imagem de que o governo federal está disposto a fazer a sua parte e se o projeto do metrô gorar não será ele o culpado.

Pois, pois, esse expediente até pode funcionar em certas áreas com a ajuda da mídia oficial do ministro. Mas tem perna curta. Não vai longe.


29 comentários

  1. Jose Carlos
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 11:00 hs

    O metrô de Curitiba e a ponte Caiobá-Guaratuba são os dois sonhos da caipirada da quinta comarca, “pra modi di ficá mais parecido com as capitar das metrópoli”… e as lideranças da roça local atiçam fogo na crendice de que isso irá se realizar… a grana, a bufunfa não está aqui, está nas “capitar das metrópoli”… a jagunçada da comarca pode começar a tirar o cavalinho da chuva e “arriá o burrão trá vez”…

  2. Waldir
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 11:32 hs

    Queria o que? que o PB dessa munição para o adversário usar contra ele próprio? “é bébé, mama na vaca ocê num qué”…

  3. KIm
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 12:20 hs

    Curitiba esta esperando o que dessa caterva do PT que quer fazer campanha com dinheiro público. Só jogo de cena, por isso espero que o curitibano de forma geral de uma resposta clara para isso , como por exemplo pedir um linha que liga a mansão hoffmann – bernardo à India.
    E.T. O sobre nome esta grafado em minusculo , pois é desse tamanho que consigo enxergá-los

  4. Barão de Cruz Machado
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 12:24 hs

    Quanto chororô! O problema é que a prefeitura não sabe fazer projetos… E agora querem jogar a culpa pela incompetência e pelo descumprimento da promessa de campanha em outro governo!

  5. sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 12:31 hs

    Niguém acredita na Dilmá Mentira Roussef e muito menos no Marolinha, será que Beto ainda estava acreditando no governo das só promessas?? eu hein !

  6. Rosinha
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 12:31 hs

    O prefeito tucano, na verdade, quer apenas receber o dinheiro a fundo perdido e inaugurar como se fosse ele o pai da criança. Primeiro quem prometeu o metrô, e continua prometendo, até a Copa é o prefeito. Ele que faça agora com o dinheiro que já conseguiu da iniciativa privada (não sei quem), de recursos próprios e do financiamento federal. Aliás quem é que vai ser ser responsável pelo metrô deve ser a família Gulin…

  7. Oberdan
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 13:03 hs

    Esse metro vai virar lenda, tipo o vampiro de curitiba

  8. augusto cardoso
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 13:05 hs

    PELO AMOR DE DEUS!!!ESSE PAULO BERNARDO/’GREISI’
    NUNCA DIZEM DO QUE VIVEM….VIAJAM, AGORA POSSAM
    DE COLUNÁVEIS, UM PADRÃO DE CONSUMO ALTÍSSIMO,
    MAS, A RENDA VEM DE ONDE?????????????????????

  9. Inner City Spy Lover
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 13:05 hs

    por que que turco tem nariz comprido? PERGUNTE PRO AÉCIO POIS EU NÃO TENHO ESTE TIPO DE RELAÇÕES HOGHOHOHOHO COF COF COF COF SNIFFFFFFFF

  10. João
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 13:16 hs

    O Beto fez o certo. Agiu com sensatez e consciência – não quer deixar a cidade endividada. O governo nesse caso é a parte errada da história, pois enquanto em outras cidades investiu pesado em infra-estrutura, aqui, em Curitiba faltam investimentos.

  11. Lilica
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 13:33 hs

    Cá entre nós, há tempo para construção e uso dos serviços do metrô até a Copa? Até o mais leigo dos mortais, diria que não. Então prá que tanta pressa? Imagine a cidade toda esburacada, um número incalculável de gente transitando prá lá e prá cá e nada funcionando. E o pior. Um montão de dinheiro jogado no ralo.
    Muita calma nbessa hora moçada.

  12. Raquel
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 14:02 hs

    PARABÉNS BETINHO SARADINHO!!!!!!!!!!!

  13. fulano de tal
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 14:03 hs

    Tava na cara que o senhor ministro iria recusar ajuda pra Curitiba.
    Aí rola a coisa de “egos”.
    Se fosse pra mulher dele certamente fariam a benfeitoria a fundo perdido!!!

  14. Profª Abel
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 14:30 hs

    Mas esse namoro com o metro é antigo nem no tempo em que a prefeitura, o estado e o governo federal era o mesmo seguimento político, na hora do FHC dar a garantia ele roeu a corda magine agora.
    Já podemos ver pela “LINHA VERDE” ou podemos dizer a linha do engarrafamento ou a do alagamento, já que o nome não foi nada criativo.
    Um abraço.

  15. PABUFE
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 14:42 hs

    Não adianta esse jogo de cena do PT. A Dilma vetou o financiamento e fica mais uma vetado o dinheiro do metrô de curitiba.

    Por isso a Dilma vai ser mal votada em Curitiba e região metropolitana. Votar nela é burrice.

  16. MUTUKA
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 15:16 hs

    Seria o Metrô linha Verde?
    A cada cem metros um sinal e uma estação?

  17. Profª Abel
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 15:19 hs

    Os comentarios dos leitores são com um pouco de aminesia eleitoral, por que será que o Sr Jaime, Sr FHC e o Sr Cassio não fizeram então, acredito que falta de projeto político, agora que são oposição, a culpa de não sair o metro é do PT.
    Está igual quando o Sr Cassio aumentou a passagem dos coletivo e ele viaja e o Sr Beto vem abaixa o valor e diz que não sabia. Como que o vice e secretário de obras não vai saber de nada, é o mesmo jogo político a não ser que os que fizeram os comentátios querem que o Paraná quebre novamente ou melhor a Copel, Sanepar ou outras empresas estatais possam ser passadas para frente já que o Sr Beto, é aluno do Sr Jaime Lerner.

  18. Emerson
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 15:37 hs

    Nós percebemos, a partir de comentários como o de “Rosinha” como é a cabeça dos petistas. Não estão interessados no bem comum, mas somente em fazer a velha politicagem. Xô, reacionários do PT!

  19. Marcos Calonga
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 15:40 hs

    Metrô em Curitiba só vai servir para ser inundado durante as chuvas e desviar dinheiro público.
    Se a linha verde estiver pronta até a Copa já será uma grande obra!

  20. Rose
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 16:04 hs

    Beto tá fazendo campanha e ninguém recrimina isso? Agora quer dinheiro para o metrô… na inauguração ele, sozinho, pinta de bom moço e competente. Mesmo com dinheiro não terá tempo de fazer até a Copa. Como e quando vai se preocupar em melhorar o nosso sistema de transporte coletivo que não tem transparência, é um monopólio privado e mantem trabalhadores ensardinhados.

  21. Centro
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 16:40 hs

    A Rosinha acha que o Beto vai inaugurar a obra, só se for a jato ou como governador né?

  22. vilmar césar rubollino
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 17:28 hs

    E o dinheiro jogado fora para os “estudos do metrô”? Quem vai pagar a conta, o marqueteiro do Beto?

  23. vanguarda
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 17:54 hs

    O Requião e o Paulo Bernardo querem o Gustavo Fruet fora da disputa do senado. Aí, ficam de namoro com o Beto. É, se cuida Gustavo. Entre benesses, anistias, o teu couro tá sendo negociado.

  24. sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 18:48 hs

    EU OUVI ONTEM NA RÁDIO BANDA B, UMA NOTICIA QUE ME DEIXOU MUITO FELIZ,,,AS ÁGUAS DO NOSSO LITORAL FORAM APROVADAS PELO IAP,,,67% DE BALNEABILIDADE,,,ISSO É ÓTIMO PARA NÓS , E PARA ATRAIR MAIS TURISTAS,,,,Á PREVISÃO NORMAL É DE 1 MILHÃO E MEIO DE PESSOAS……….É UMA GRANDE CONQUISTA…AGORA VAMOS DAR Á MÃO Á PALMATÓRIA…O SR GOVERNADOR INVESTIU 48 MILHÕES EM SANEAMENTO,,ESGOTO,,ILUMINAÇÃO,,CALÇADAS,,EU SOU UM DOS QUE INCLUSIVE JÁ PAGAMOS E TÁ LIGADO O ESGOTO DESDE JULHO, NO NOSSO PRÉDIO,,,,,ISSO ÉRA NECESSÁRIO PARA ANIMAR Á GENTE………………………………………………………

  25. ofachineiro
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2009 – 22:03 hs

    Pior que o metrô de Curitiba é só o bonde-elétrico dos vereadores que liga a Câmara ao Passeio Público…

    Eu quero que Curitiba perca a nomeação pra copa por causa dos COXAS!!!!!!!!

  26. Reinoldo Hey
    sábado, 19 de dezembro de 2009 – 8:55 hs

    De onde vem o dinheiro, não nos importa. O playboyzinho prometeu…TEM QUE CUMPRIR!

  27. Curitibano Nato
    sábado, 19 de dezembro de 2009 – 12:10 hs

    Bacana… mais uma demonstração clara da preucupação do governo Lula em melhorar a qualidade de vida do sul… Por mais que Curitiba seja a quinta cidade mais rica, não quer dizer que podemos levar tudo sozinho… Nessa tem que concordar com o Beto…

  28. rock
    sábado, 19 de dezembro de 2009 – 13:20 hs

    Hey Reinoldo, voce é um cara inteligente e sabe que o Playbozynho nunca mediu o que fala e por isso so fala o que os seus seguidores abobados querem escutar achando o que ele divulga pela imprensa paga é verdade.

  29. sábado, 19 de dezembro de 2009 – 15:31 hs

    Porque a Prefeitura não consegiuu até hoje fazer o Projeto de Viabilidade do Metrô, até para projetos precisa de dinheiro federal. O Orçamento per capta da Prefeitura de Curitiba é o dobro dos outros pobres mortais do Paraná. Diga-se de passagem que o próprio Jaime Lerner acha desnecessário o Metrô como solução de transportes para Curitiba. Posso não gostar dele mas, de planejamento urbano, entende muito mais que o Beto Richa

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*