Stephanes na contramão do Requião | Fábio Campana

Stephanes na contramão do Requião

O ministro Reinhold Stephanes deu entrevista hoje e fez duas declarações que mostram que ele está na contramão do governador Requião, de quem era aliado.

Stephanes confirmou que vai apoiar Osmar Dias para o governo e disse que não acredita nessa candidatura de Requião à presidência.


13 comentários

  1. Miro
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 15:19 hs

    Mas o ministro não é do PMDB?
    O PMDB no Estado do Paraná não vai ter candidato próprio?
    O governador Mello e Silva é do PMDB e quer ser candidato do partido a presidente da República?
    O PMDB nacional está apoiando a candidata Dilma do PT?
    O Osmar Dias é de outro partido o PDT e recebe o apoio de um ministro do PMDB?
    Minhas dúvidas procedem ou estou ficando louco?

  2. Jose Carlos
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 15:41 hs

    O PMDB só teve um presidente da República: José Sarney (ex-PDS, ex-Arena, ex-UDN) eleito por via indireta, ou seja, biônico, porque Tancredo jamais tomou posse, a não ser na ficção jurídica… além de Ulysses Guimarâes, lançados aos leões para passar vergonha com uma votação ínfima, os demais candidatos do PMDB lançou foram cortina de fumaça ou embuste, para beneficiar terceiros, como no caso de Quércia, que fez menos votos que o Enéas… o PMDB é o partido do bom bocado, dos cargos polpudos, das sinecuras régias, não disputa bola dividida… Mello e Silva é motivo de piadas de norte a sul, entre as pessoas que têm algum poder ou significância e a estratégia de lançá-lo é mais um truque para aumentar o cacife do honestíssimo e impoluto Orestes, o Quércia… entrementes, embora saiba perfeitamente disso, pois não é bobo, Mello e Silva consegue quinze segundos de fama e engana a caipirada da terrinha, que acha que ele realmente tem alguma projeção nacional… é a roça paranaense e seus jecas crédulos…

  3. MUTUKA
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 15:50 hs

    Stephanes apesar de ser PMDB, é Ministro de personalidade forte, como seu filho o Junior.
    Irão seguir a diretriz da executiva Nacional.
    Dilma e Barba Dias!

  4. CWB
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 15:57 hs

    -PUTZ, COM ESSE APOIO, O OSMAR COMEÇOU A ENTERRAR SUA CANDIDATURA!
    ABELARDO E STEPHANES??
    É MUITA SAFADEZA P/ UM SÓ CANDIDATO!!
    AGORA SIM, MELOU TUDO!!
    O PARANÁ, TÁ SEM SAÍDA!!
    SE FICAR O BICHO COME E SE CORRER O BICHO PEGA! VOU PEDIR ASILO POLÍTICO P/ PARAGUAI!!!!

  5. Londrinense
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 15:58 hs

    Fábio, acompanho seu site, porém devemos ser multiplicadores da verdade. O que disse sobre o ministro estar na contramão do gonvernador Requiào É MENTIRA, assisti a entrevista e não vi nada do que você escreveu em sua coluna.

  6. Edit Silva
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 16:02 hs

    Na entrevista que concedeu a rádio Band News, nesta segunda-feira, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, foi indagado sobre sua posição quanto a candidatura do senador Osmar Dias a governador e fez questão de deixar claro que acompanhará a decisão de seu partido, o PMDB. Mas, que enquanto o partido não definir um candidato ele opina pela coligação PDT/PT dentro de uma orientação nacional. Reafirma, o ministro, que sempre seguirá a orientação do partido ao qual é filiado, o PMDB.

  7. Edit Silva
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 16:09 hs

    Por favor, aguarde a aprovação do seu comentário.
    Na entrevista que concedeu a rádio Band News, nesta segunda-feira, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, foi indagado sobre sua posição quanto a candidatura do senador Osmar Dias a governador e fez questão de deixar claro que acompanhará a decisão de seu partido, o PMDB. Mas, que enquanto o partido não definir um candidato ele opina pela coligação PDT/PT dentro de uma orientação nacional. Reafirma, o ministro, que sempre seguirá a orientação do partido ao qual é filiado, o PMDB.

    Edit Silva
    Assessora de Imprensa
    Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

  8. Marcelo Rosa
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 16:35 hs

    Esta turma de Deputados e ministro não tem um pingo de vergonha na cara. Só estão aonde estão graças ao Pessuti.Já imaginou se o Pessutão não aceitasse ser candidato a vice já naquela eleição onde o Álvaro estava disparado na frente e ninguém acreditava na virada mais de 50% na frente.E na ultima eleição foi escolhido o Hermas de vice e o Pessuti ficou de lado depois aceitou novamente ser o vice. O PMDB ter por obrigação apoiar o Pessuti. E na minha humilde opinião no governo já teve um Dias um Richa e Requião vamos mudar colocar O PESSUTI.

  9. fabio M
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 17:11 hs

    STEPHANNES é um mercenário, sempre esteve no governo, é Ministro desde o governo militar, sempre foi um direitista de primeira linha e agora integra um governo que sempre combateu. Seu filho STEPHANNES JUNIOR é tão safado quanto o pai, um menino mimado que não tem um pingo de vergonha, que mama nas tetas do governo do estado, aproveita-se das benésses e critica a gestão.
    PAI E FILHO SEM CARÁTER E SEM VERGONHA NA CARA !!!

  10. homen bomba
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 18:47 hs

    eu vou te botar na posição
    igual a uma franguinha assada
    e não vais poder dizer não
    porque vais estar de maõsinhas amarradas !!!!

  11. FILET MIGNON
    segunda-feira, 30 de novembro de 2009 – 23:14 hs

    Só o Stephanes não acredita?
    Aliás, o único que acredita é REQUIÃO, o BEBADOÁTICO, O PULA-CATRACAS LAMBE-BOTAS e os demais matilheiros do INSANO!

  12. LEAD
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 10:06 hs

    Stefanes e Lupion apoiando Osmar Dias com verbas da Monsanto e outros fabricantes de pesticidas. Qual o resultado disso tudo? Mais veneno para nosso prato de comida do dia a dia. Tá duro achar candidato pra votar nessa eleição pois todo mundo faz aliança com o capeta!

  13. XUXU
    terça-feira, 1 de dezembro de 2009 – 10:58 hs

    OS DOIS STEPHANNES PAI E FILHO SEM VERGONHA NA CARA

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*