Para defender sinecura do irmão, Requião faz o que jamais fez pelo interesse do Paraná | Fábio Campana

Para defender sinecura do irmão, Requião faz o que jamais fez pelo interesse do Paraná

requiao131109

Nunca antes, jamais, Requião mobilizou-se para defender um interesse do Paraná no STF. Nunca antes convocou os presidentes da Assembléia e de Tribunal para que o acompanhassem à Brasília em defesa de um interesse público do Paraná.

Mas para tentar garantir a sinecura vitalícia do irmão caçula Maurício como conselheiro do Tribunal de Contas, Requião mobilizou-se e mobilizou o presidente da Assembléia, Nelson Justus, o presidente do Tribunal de Contas, Hermas Brandão, a Procuradoria Geral do Estado, secretários, diretores, advogados públicos, além da máquina, aviões, escritório em Brasília, assessores, transporte, tudo para brigar pela cargo de conselheiro para o irmão. Mobilizou tudo isso e mais um pouco para pressionar o presidente do STF, Gilmar Mendes. (foto)

Nepotismo, assim, ninguém nunca viu. Desfaçatez dessa ordem, nem o coronelismo do nordeste praticava, tinha mais dignidade e classe.

Agora, imaginem o espanto dos ministros do Supremo Tribunal Federal ao saber da comitiva que foi pressionar o presidente do STF, Gilmar Mendes, a encontrar uma fórmula na mais alta corte do país para beneficiar o irmão com um cargo vitalício que lhe dará salário de R$ 22.500,00 mensais, além de mordomias, influências e a chance de defender a administração do irmão e da família nos últimos sete anos no poder nesta província que parece ter perdido a vergonha.


3 comentários

  1. silvio
    sábado, 14 de novembro de 2009 – 19:00 hs

    o ministerio público deve acompanhar este espetáculo de gasto desnecessário

  2. BISTEKA
    sábado, 14 de novembro de 2009 – 19:22 hs

    Parabéns aos companheiros deste blog…
    Uma contagem muito representativa sobre este caso:
    Foram: 36 comentários contra a posse de Maurício e somente q04 (quatro favoráveis)…
    Este resultado nos alenta que não existem tantos imbecís assim no Paraná, e, desta forma, cabe repetir aqui um trecho de uma oracao de Mahatma Gandhi…
    “”MAHATMA GANDHI:

    Ajuda-me a dizer a palavra da verdade aos fortes e a não mentir para obter o aplauso dos débeis!”””

    Aos quatro cumpanheiros de Reiquião, pergunto:
    Na oração de Mahatma, voces fazem parte dos fortes ou dos débeis, EIS A QUESTÃO!!!

  3. Tiozão
    sábado, 14 de novembro de 2009 – 19:27 hs

    Requião esta com a moral baixa em BSB,
    teve que levar dois do segundo escalão de partidos diferentes pra acertar este conchavo.
    O pior é que eles FORAM ! kakakaka

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*