Maurício reassume, sem bumbos e sem trombones | Fábio Campana

Maurício reassume, sem bumbos e sem trombones

mauricio060908

Maurício Requião volta ao Tribunal de Contas até o julgamento do recurso de apelação. Sem bumbos e sem trombones. Sem foguetório para não irritar a vizinhança, recomendou o presidente do TC, Hermas Brandão. Festa só no Canguiri e nos arraiais do PMDB.

O caçula dos nepotes Requião recebeu ofício de Hermas Brandão para que reassuma seu posto até o julgamento do recurso de apelação, como recomendou Douglas Marcel Peres, juiz substituto da 4ª Vara da Fazenda Pública

Por força de decisão judicial, Maurício ficou fora do cargo desde março, durante oito meses. Mas recebeu integralmente os polpudos salários de conselheiro.


48 comentários

  1. bimbo
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 16:56 hs

    É o fim do mundo… me tira o tubo… me tira o tuuubooo.

  2. paulo
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:02 hs

    os calhordas vão mostrando a carinha, impossível deixar de pagar uma dívida, né Sr. Hermas?
    mas precisava ser às nossas custas?
    não tem vergonha na cara, não?
    consegue olhar seus filhos de frente?

  3. Gabriela
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:02 hs

    Quem pagou? Fabio Campana? Só pode ser, para afirmar com tanta convicção…E deve ter os recibos assinados! Porque na folha do Tribunal de Contas nada consta….Aliás, poderia disponibilizar para a população cópia dos olerites?

  4. joao
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:03 hs

    simplesmente vergonhoso

  5. Carla
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:04 hs

    Que absurdo! O povo quer ver esses olerites assinados!!!

  6. MUTUKA
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:15 hs

    Deixem o Mauricio trabalhar!
    Eu tinha avisado que a volta era um fato!

  7. paulo
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:26 hs

    TRABALHAR?????????????????????????????????
    FAZ-ME RIR, FAZ-ME RIR!!!
    TB QUERO TRABALHAR ASSIM, SÓ DISPENSO A FAMILIA!

  8. Amiguinho
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:28 hs

    Vou falar para meu Pai pedir emprego para esse Tio Hermas Brandão, pelo menos eu o veria todos os dias em casa durante oito meses e ele nem precisaria receber seguro desemprego, e aposto, que se ele não assumisse o cargo, não seria necessário devolver toda essa dinheirama.
    Agora eu vou até o play espalhar para os meus amigos que o TC emprega irmão para analisar conta de irmão, imagina as de vizinhos e amigos.

  9. BISTEKA
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:32 hs

    Este caso é estapafúrdio…
    A simples indicação por Requião do nome do irmão para a Assembléia Legislativa, poir sí só, não caracteriza TRÁFICO DE INFLUENCIA???
    TRÁFICO DE INFLUÊNCIA NÃO É CRIME???

    Levando-se ainda em consideração este caso especificamente, tudo isto, acho muito fácil para um Desembargador julgar este processo…
    Primeiro: não existe uma Lei que norteia o assunto?
    Então Vai lá:

    foi aprovada a SV nº. 13, sobre o nepotismo no serviço público:

    “A nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica, investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança, ou, ainda, de função gratificada na administração pública direta e indireta, em qualquer dos poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição Federal”.

    Quem NÃO pode ser nomeado?

    Parentes naturais, consangüíneos:
    a) Linha RETA:
    1º grau: filho(a) / pai-mãe
    2º grau: neto(a)/avô(ó)
    3º grau: bisneto(a)/bisavô(ó)

    b) Linha COLATERAL:
    2º grau: irmãos(ãs)
    3º grau: tio(a)/sobrinho(a)

    Parentes por afinidade:
    a) Linha RETA:
    1º grau: genro/sogro-sogra e nora/sogro-sogra
    2º grau: genros / noras com genros / noras de um mesmo sogro/sogra
    3º grau: cônjuges com os avós de seus cônjuges

    (adquire-se o mesmo grau de parentesco em linha reta do cônjuge consangüíneo considerado).
    b) Linha COLATERAL:
    cunhadio, somente (2º. grau).

    Como MARIDO e MULHER não têm parentesco entre si, não existe parentesco afim colateral em 1º. grau). Em 3º grau é algo bem difícil de exemplificar, mas dá para imaginar.

    Com isso, quem PODE ser nomeado (por não ser “até 3º grau”)?
    Exemplos:
    primos(as), sobrinho(a)-neto(a)/tio(a)-avô(ó)
    cuncunhados

    Ou seja, não posso acreditar que os doutos Ministros do STF não conheçam as regras de parentesco do Codigo Civil brasileiro. Logo, foi consciente permitir que se nomeie um primo, tudo ao amparo da SV nº. 13 do STF hoje aprovada.

  10. terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:34 hs

    Se no Brasil os poderes são independentes e o legislativo estadual
    foi quem indicou o judiciário não poderia afasta-lo temporariamente
    antes do julgamento final.
    de qualquer forma parabéns Grade Maurício.

  11. Rio Negro
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:40 hs

    Mauricio coloque o serviço em dia,e bola prá frente.

  12. bimbo
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:43 hs

    É um fato não consumado .

  13. ildo baldo
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:43 hs

    ELE TINHA SIDO AFASTADO POR POLITICAGEM POIS SUA NOMEAÇÂO FOI LEGITIMA E VOTADA POR MAIS DE 86% DOS VOTOS DOS DEPUTADOSENTÂO QUEM AFASTOU TEVE QUE ENGOLIR NO SECO

  14. saldanha
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:45 hs

    O que importa é que a “boquinha” está garantida.

  15. BISTEKA
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 17:46 hs

    EM TEMPO:
    Solicito a quem puder me dar a seguinte informação:

    Qual os nomes dos deputados que aprovaram a indicação de REQUIÃO?
    Aguardo com anisiedade…
    Vamos elaborar um grande cartaz e distribuí-lo por todo o Paraná, como fizemos com os deputados paranaenses que votaram a favor de Collor de Mello no impeachmant..
    Deu resultados surpreendentes, a grande maioria voltou pra casa!

  16. J. A. REZZARDI
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 18:05 hs

    Bem, se for pra ele ganhar “salários polpudos” sem trabalhar, que volte já. Aliás, já devia ter voltado. E eu pensando que ele não estava ganhando. Quão idiota soy!

  17. Jango
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 18:06 hs

    É simplesmente vergonhoso, receber sem trabalhar, assumir a vaga sub judice … enquanto isso os funcionários públicos efetivos passaram um ano trabalhando e o governo não lhes efetuou as promoções devidas e quando efetuadas não lhes pagou os atrasados … se confirmado o apossamento desta vaga vitalícia pela Justiça este nepote será para sempre o símbolo do maior e mais escabroso compadrio dos poderes públicos estaduais (com isoladas exceções) no atendimento de uma vontade personalíssima do governador de ocasião … violentando descaradamente as leis, a Constituição e os princípios do mérito e do trabalho que pregam as famílias de bem neste Estado a seus filhos …

  18. V.Lemainski-Cascavel
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 18:07 hs

    Receber polpudos salários sem trabalhar!… Eta nóis…
    Quando chegará o dia em que membros do judiciário deixarão de ser indicados por políticos e escolhidos mediante concurso?
    Quanto privilégio!!!!!!!!!………….

  19. moreira
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 18:10 hs

    LAZARENTOOOOOOOOOOOO.PAPAVERBAPUBLICA

  20. Professor Renato
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 18:24 hs

    É muita cara de pau de quem diz que o Maurício Requião afundou a educação do estado, muito pelo contrário ele revolucionou a educação do Paraná, tanto na estrutura pedagógica quanto técnica e tecnológica, devendo servir de exemplo para todo país. Com toda certeza será um conselheiro justo e muito atuante, sabemos da sua dedicação exemplar em tudo que atua. Parabéns Maurício, e parabéns ao TCE que recebe de volta um ótimo profissional, melhorando muito seu quadro de conselheiros. Me surpreende os comentários daqueles que são contrários ao governador Requião, atribuindo exclusivamente a ele a indicação do Maurício ao TCE, uma vez que a mesma foi feita pela Assembléia Legislativa do Paraná, portanto NÃO é nepotismo. Se esquecem que o Jaime Lerner fez sua indicação exatamente para esta mesma vaga do TCE ao seu parente e TODOS os outros governadores também indicaram seus preferidos e NINGUÉM, NINGUÉM MESMO questionou nada! Ter um integrante da família Requião para verificar as contas no TCE incomoda muita gente, e com certeza com a transparência deste governo não é o governador que precisa aprovar suas contas, muito pelo contrário o Maurício não pode julgar as contas de seu irmão governador!!!!!!

  21. Reginaldo Pardim
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 18:56 hs

    Eu ja sabia! Parabéns Mauricio, agora vamos se cuidar vamos rezar bastante pois a bruxa continua solta…, temos muitos desafios pela frente. QUANDO SE BUSCA O CUME DA MONTANHA, NÃO SE DA A IMPORTÂNCIA AS PEDRAS NO CAMINHO….

  22. Lalo
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 18:58 hs

    Tribunal de Contas: faça o que eu digo, não faça o que eu faço.
    É imoral receber sem trabalhar!

  23. Nello Morlotti
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 19:03 hs

    Ontem estive em Cerro Azul, lá uma senhora de 94 anos aprendeu a ler, o programa de alfabetização criado pelo Mauricio está dando muito certo…ele é um grande sujeito e vai ser bem bom pro TC ter ele por lá.

  24. Professor Celetista
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 19:08 hs

    O professor Maurício é uma pessoa competente para o cargo. Ele fez um ótimo trabalho na SEED.
    Agora, se houver a definição da data para o Enio Verri ir na Assembléia prestar contas dos gastos, e se a AL resolver convocar junto o Sr Ricardo da SEED, aí a casa cai.
    O Sr Ricardo tem sido muito truculento com os colegas de bancada que votaram no ex patrão dele. Talvez nem o Romanelli queira defender o cara.
    Douglas Fabrício, propõe a ida dele na AL ainda neste ano! Romanelli, dá uma força tb pro cara falar! Falar que a SEED não tem agenda de investimentos em 2009, que depois que o professor saiu a SEED perdeu o rumo, que na véspera de natal, como fizeram ano passado, estarão dando mais um presente para a Cequipel, comprando mais milhares de tvs, mesmo contra a vontade do governador e do ex secretário.
    Só quero ver o líder do governo suando na tribuna em fevereiro para defender a compra desta novas tvs laranjas. Isto se ele estiver disposto a mais este sacrifício. Se ele pensar bem, com certeza não vai topar.

  25. nilson femoclam
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 19:15 hs

    valeu MAURICIO siga em frente Deus esta ao deu lado.saudacoes comunitaria.

  26. Priscila
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 19:21 hs

    Professor Renato, por um acaso o Senhor trabalha no município de Doutor Ulysses? Pois os avanços pedagógicos e tecnológicos na educação devem ser vistos lá. O que acha? No restos dos 398 municípios desconheço.

  27. bacamarte
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 19:29 hs

    Extinção do Tribunal de faz de Contas já! Esse tribunalzinho é uma vergonha nacional. O Hermas é funci do Requião Essa famiglia Requião nada adiciona ao Paraná, só subtrai.
    Paraná quebrado e decadente graças a esse bando de parasitas.

  28. verde oliva
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 19:40 hs

    AI-5 já! Requião na cadeia já! Ah que saudades daquela turma de 64 com ternos verde-oliva. Com esse pessoal esses políticos ursapadores não se criavam, ou, até iriam para a cadeia! Em 2010 faremos uma limpeza, hermas e requiões sem votos!!!!!!!!!!

  29. Perci Lima
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 19:58 hs

    Afinal, não sei para que fizeram tanto barulho. Que iam abrir as pernas pro Requião, só cego para não ver. Além do mais, o Tribunal de Contas não passa mesmo de um cabidaço de empregos, não tem poder nenhum!

  30. plebendas
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 20:14 hs

    Os costumes desse nosso país tem de mudar, O tribunal de contas que tem a função essencial de aprovar e julgar as contas do executivo e colocam para tomar conta do galinheiro bandos de Lobos. Em sua maioria políticos ou apadrinhados com Status de desembargador. A maneira lusitana para inglês ver. Quanto esta atividade abocanha do orçamento do estado.
    Aquilo lá é um verdadeiro palacete, mordomias acima dos maiores executivos de multinacionais. Portanto, essa a verdadeira razão de impor, a forceps a entrada de um membro do clã naquela casa. TRABALHAM POUCO E MUITÍSSIMO BEM REMUNERADOS , PLEBENDAS.

  31. ronaldo
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 20:32 hs

    Chora Bisteka , chora biskate .
    O Mauricio reassume com decisão favorável de primeiro grau e decisão favorável do Supremo Tribunal Federal , a mais elevada instância judiciária do Brasil.
    Chora Bisteka , o Mauricio foi eleito pelos Deputados e não vi absolutamente nenhum deles subir à tribuna para criticar a escolha.
    Chora Bisteka o Mauricio tem o respeito dos Professores , não houve nenhum dia de greve enquanto foi o Secretário de Educação.
    Chora Bisteka o Mauricio é intelectual respeitados até pelos adversários pollíticos , educado e discreto sua atuação no Tribunal de Contas sempre primou pelo equilibrio e pela educação.
    Chora Bisteka , o Requião foi eleito tres vezes Governador , uma Prefeito , outra Deputado e de quebra Senador .
    Chora Bisteka o Requião será eleito novamente Senador e sai consagrado do Governo deixando 300 clínicas da mulher , dezenas de hospitais regionais , um bilhão em obras rodoviárias , a Copel superávitária e os Professores entre os tres maiores salários do país .
    è muito né Bisteka , aumente a dose do calmante e do chá para dor de cotovelo.

  32. Tchê
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 20:40 hs

    ………………V E R G O N H A …………………….

  33. ´Tina
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 20:45 hs

    Vergonha!!!!!!!!!!!! e ainda há quem defenda!

  34. terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 20:56 hs

    Mais uma das vergonhas ocorridas no Paraná. Pelo que li, ainda há de se julgar um recurso de apelação???? até julgar esse recurso o cara pode ficar lá…Agora não dá pra entender tanto recurso assim,,tá mais que claro que é caso de nepotismo e o que vemos no pais é a mais completa cegueira judiciária..o que precisa pra comprovar nepotismo??aparecer um aloprado e dizer ” isso é nepotismo”, pois parece que quem deveria cuidar do Brasil se faz de desentendido…Espero que esse tal recurso de apelação seja analisado o mais rápido possível pois estamos bancando um come e dorme indicado por um desqualificado e com o aval dessa assembléia legislativa que tem como lider do governo um fura pedágio que não foi multado porque usou sua influencia junto aos outro demagogos pra se livrar…..

  35. terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 20:56 hs

    Boa noite Prof. Renato. Você poderfa me dar um exemplo claro desta revolução na educação que você apregoa. Principalmente na esfera administrativa? Eu adoraria esta novidade.
    Outra coisa, porque um membro da família Requião, que é capitaniada por um aloprado, causaria medo em quem não tem medo destes despostas de capitania? Quem tem medo são apenas os puxa-sacos que sem a bajulação ao Imperador, não são nada.

  36. terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 20:59 hs

    Sr. Reginaldo Pardim, como pode um Secretário de Estado em exercício, ser indicado para assumir um cargo de fiscalizador das ações do Governo que ele faz parte????
    Dentro desta sua sabedoria, e, acredito, ética, você acha isto moral??????

  37. BISTEKA
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 21:30 hs

    Professor Renato….
    Menos, professor, muito menos…. Tens assistido ou usado as tvs laranjas???
    Não sabe quanto custaram aos cofres públicos?
    Ah…. Então tá certo… O caro Senhor Professor Renato deve ser o tal PHD em LAMBIMENTO DE BOTAS, que está garantindo o curso de aprimoramento de LAMBEÇÃO DE BOTAS DE REIQUIÃO…
    Vá te catar, sô!

  38. BISTEKA
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 21:31 hs

    EM TEMPO…
    HERMAS EURIDES BRANDÃO….

    O VENDILHÃO DO TEMPLO….

    Chega a dar náuseas!!!!!

  39. STF
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 21:32 hs

    leiam o site do stf. reclamação 9375. roma locuta, causa finita.

  40. parnanguara
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 21:53 hs

    e melhor ler STF: requerida de maneira a sustar, de imediato, os efeitos da nomeação de Maurício Requião de Mello e Silva para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná até o julgamento final da Ação Popular nº 52.203/08 ajuizada pelo reclamante perante o Juízo de Direito da 4ª Vara da Fazenda Pública, Falências e Concordatas do Foro Central da Região Metropolitana

  41. terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 22:08 hs

    PROFESSOR RENATO PARABÉNS .Também sou da Educação e como o senhor falo com propriedade e sem interesse político nenhum que esse homem só é esculhambado por quem não o conhece de verdade.Não tenho cargo político nenhum,sou concursado da época do LERNER e sei bem a diferença desse governo para os outros.Se tenho uma coisa a lamentar é a falta que ele está fazendo na SECRETARIA DE EDUCAÇÃO.As viuvas do Lerner são genéricas nas afirmações mas jamais postam argumentos convincentes.Usam falácias e esquecem que não foi ele quem pediu para ficar em casa e sim algumas viuvas do grupo deles mesmo.Estes sim estão prestando um desserviço ao Paraná.

  42. RubensTavares
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 22:11 hs

    Parabéns presidente do Tribunal de Contas com seu exemplo a República não se funda mesmo, a questão é muito mais profunda do que o nepotismo, é pensar que “eu posso indicar” mais não vou usar da prerrogativa, o exemplo sempre é a melhor educação. gostaria de ver o ex secretário defender com tanto vigor o aumento salarial dos professores do estado, com o mesmo vigor, defender o piso salarial nacional para os professores, e não ficar no discurso vazio de que o Estado paga além do piso, cabe lembrar que estamos numa federação. faça jus ao seu cargo, fiscalizando as contas públicas como devem ser.

  43. Carlinhos
    terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 22:28 hs

    Verde Oliva serve para que mesmo? Se derem duas tartarugas mancas para eles cuidar as duas fogem.

  44. terça-feira, 10 de novembro de 2009 – 22:37 hs

    Educador Zé, faço a você, tão esclarecido quanto diz ser, a mesma pergunta que fiz ao Prof. Renato, que, por sinal, não respondeu: Você poderia me dar um exemplo claro desta revolução na educação que você apregoa?
    Comprar TV laranja?
    Retornando um tema mais antigo. Qual investimento em Educação foi feito, sem que o objetivo principal seja atingir, de forma medíocre, os 25%?

  45. Professor Renato
    quarta-feira, 11 de novembro de 2009 – 0:32 hs

    Entrei no magistério em 1988 e imediatamente já estavamos aderindo à maior greve da história da educação com o fatídico 30 de Agosto. Sou professor estatutário(QPM 2 padrões) a mais de 20 anos e nunca se viu avanço tamanho na educação do estado. Só não vê a revolução da educação do Paraná quem não tem argumentos e quer só depreciar as ações do governo. Pois bem sr. X da Questão, Bisteka & afins, na história do Paraná qual secretário de educação efetivou mais professores e funcionários através de CONCURSO PÚBLICO? Foram mais de 60 mil vagas! Quem criou o Plano de Carreira da Educação e o orçamento para a educação de 30% e não os 25% constitucionais? O Maurício Requião! Quem construiu mais escolas e as equipou com laboratórios de informática com fibra ótica, TVs Multimídias em TODAS as salas de aula do estado(nem escola particular tem), uma ferramenta excelente de uso diário para nós professores; aliás antes que falem bobagens, as TVs 29′ foram compradas(pregão eletrônico) por preço abaixo do mercado(+ ou – R$600,00), com especificações técnicas(entrada USB e cartão) inexistentes nas TVs comuns e caixa estrutural na cor laranja e tubo de imagem codificado que impedem de serem roubadas e/ou comercializadas. O maior programa do país de capacitação de professores bem como a maior distribuição aos municípios de ônibus escolares(+ de 1000). Foram instaladas em todas as 2100 escolas do estado antenas parabólicas com sinal digital(vocês tem TV digital em suas casas?), além de contar com a criação da emissora de TV Paulo Freire voltada exclusivamente à educação, com programação própria e com parcerias e programas com a TV Cultura, TV Escola, Canal Futura, UFPR-TV, RTVE entre outras. Desde os tempos do Maurício na SEED, temos o maior programa de alfabetização do país, visando a ERRADICAÇÃO do analfabetismo nos próximos 2 anos!!!!! Tem tanta coisa ainda que vai faltar espaço neste blog, como o PDE, a educação indígena, de quilombolas, escolas itinerantes dos movimentos sociais, FERA & COM CIÊNCIA, o retorno dos Jogos Escolares e cursos técnicos profissionalizantes(aqueles que foram desativados no governo Jaime Lerner) entre muitas e muita ações de governo. Claro que muito ainda precisa ser feito, mas já tivemos aumentos salariais e sem dúvida os avanços são inegaveis! Escrevam uma linha se quer(mais não vão conseguir) sobre ações governamentais(em qualquer área) de governos anteriores que superem as do governo Requião!

  46. DANIELA DOS PNEUS
    quarta-feira, 11 de novembro de 2009 – 1:34 hs

    “QG” NELES!…

  47. quarta-feira, 11 de novembro de 2009 – 21:02 hs

    X da questão: Ás vezes penso que não vale a pena ocupar esse espaço tão democrático para ficar batendo boca. No entanto acho que vc é uma pessoa de bem só um pouco mal informada e vítima do quarto poder.Procure conversar com algumas pessoas que trabalham em escola desde a época do LERNER .Vc vai ouvir e não vai acreditar que naquela época tinha funcionário ganhando menos que o salário mínimo.Na época era R$ 180,00 e eles recebiam R$ 160,00.O que vou contar não ouvi de ninguém, aconteceu comigo.Uma funcionária veio tremendo com o contracheque nas mão porque na época do Requião o salário dela foi para R$ 1.200,00.Ela me falou que jamais tinha recebido tanto dinheiro na vida e me perguntou se não tinha perigo de descontarem que achava ter recebido a mais no mes seguinte,até entender que o salário era aquele mesmo.

  48. SOLANGE LOPES
    quarta-feira, 11 de novembro de 2009 – 21:45 hs

    Este Dr. Renato deve sentir um amor platonico pelo Maurício.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*