Fabricante de papel higiênico leva o PAC ao banheiro | Fábio Campana

Fabricante de papel higiênico leva o PAC ao banheiro

PapelHigienico
Via Josias de Souza na Folha Online

Foi ao ar na noite passada uma publicidade radiofônica que converteu o PAC em mote de campanha de papel higiênico. Na peça, um imitador de Lula chama a “ministra” para falar sobre o “pack”. Uma novidade “que vai trazer mais economia para os brasileiros”.

Ouve-se ao fundo uma voz que macaqueia o timbre de Dilma: “Alfreeeeeeeeeeeeeeedo”. Alfredo é um mordomo, velho personagem dos comerciais da logomarca Neve, fabricante do papel higiênico de mesmo nome.

“A ministra está em conferência com o Alfredo”, diz o falso Lula, antes de enaltecer o “pack econômico de Neve, com 16 rolos”. O comercial é arrematado com o bordão do presidente: “Nunca antes na história desse país o povo teve tanta maciez”.

Cabe um acréscimo: Nunca antes na história desse país a imagem de um governo migrara da seara pública para a privada.


10 comentários

  1. Geraldo
    sábado, 28 de novembro de 2009 – 0:55 hs

    No passado eu assinava a Folha. Depois, com o tempo passei a assinar também o Estadão. Durante alguns anos li os dois jornais por dia, afinal a internet não existia. Já em tempos de internet virei assinante do UOL e cancelei minha assinatura da Folha. Estou com o Estadão até hoje. Como diz o Azenha, pelo menos do Estadão a gente já sabe o que esperar politicamente. O Estadão ainda tem a vantagem de ser bem mais completo que a Folha e para quem, como eu, costuma ler jornal de cabo a rabo, encontra matérias interessantes e não alinhadas com a postura do jornal, muito embora não mereçam destaque algum. É como se eles dissessem não nos acusem disto porque publicamos aquilo. Já a Foha nem mais no UOL eu leio já tem algum tempo. Aliás, quando abro o UOL não tenho vontade de ler nada, tamanha a banalidade reinante. Vou transferir meus contatos para outro email e em seguida cancelar também minha assinatura do UOL. Em termos de sites, me sinto melhor informado pela BBC Brasil além dos blogs, é claro.

  2. Paulo
    sábado, 28 de novembro de 2009 – 0:56 hs

    Cancelei a minha assinatura da Folha hoje.
    o mais interessante, é aquele “papo-aranha”, onde o atendente tenta te mostrar que existem outra boas opções de notícias, dentro do próprio jornal, mas pede prá que se entre em contato com o ombudsman, ou que use, o painel do leitor, para expor as críticas, pois trata-se de um jornal democrático(sic!!).
    só perguntei pro infeliz que me atendeu, se na matéria de hoje sobre Lula, tinha se usado o tal caráter democrático, uma vez que não se havia inquirido nenhum dos circunstantes citados na conversa, para credibilizar a mesma, ao menos.
    eles não agem como pregam!!! da boca prá fora…
    na verdade, ver a “folha” chegar nisso, é triste.

  3. Vigilante do POrtão
    sábado, 28 de novembro de 2009 – 8:18 hs

    Muito oportuna e justa a camapanha publicitária.
    Para um governinho de M**da, papel higiênico.kkk
    Parabéns para a agência que criou o comercial.

  4. Reinoldo Hey
    sábado, 28 de novembro de 2009 – 8:43 hs

    Bem que esse papel poderia patrocinar o Atlético. Afinal o time só joga atrás, está sempre na merda e está se enrolando em campo.

  5. caio brandao
    sábado, 28 de novembro de 2009 – 9:00 hs

    Os publicitários, em geral, buscam identificar, na sociedade, os apelos mais eficazes no sentido de dar a maior efícácia possível aos seus reclamos. Logo, deduz-se, pelo anúncio, que os profissionais do ramo estão constatando alguma identidade objetiva entre o governo, os seus titulares e os seus programas de trabalho, com a latrina e os seus apêndices e acessórios. Logo, surge, no País, a cultura da cloaca e a propaganda embasada no princípio das dejeções, o que não deixa de ser um avanço, uma visão quase anal das perspectivas que se alinham no horizonte do Brasil. É o preto no branco.

  6. Tiago
    sábado, 28 de novembro de 2009 – 10:00 hs

    O áudio está sensacional: http://oglobo.globo.com/pais/audio/2009/15664/

  7. FILET MIGNON
    sábado, 28 de novembro de 2009 – 11:38 hs

    Nunca antes na história deste País se teve tanta necessidade de tanto papél higiênco para “tentar” limpar as “cacas” dos governantes e legisladores!
    Somente no Paraná terá necessidade de toda a produção da neve e de todas os demais fabricantes de pepel higiênico. Só no porto de Paranaguá consumir-se-ia a produção de três meses da NEVE.
    Mais um ano da produção da NEVE só para limpar as ca….das no Palácio das Araucárias.

  8. ZÉ CUTUCA
    sábado, 28 de novembro de 2009 – 16:11 hs

    Bem que o acrescimo final do texto, explica tudo. Boa.

  9. ZÉ CUTUCA
    sábado, 28 de novembro de 2009 – 16:15 hs

    Bom o cara fazer assinatura de jornal, tem que ser um saco. Jornal tem que se distribuir gratuitamente, afinal acha que algum impócrita de jornalista ira públicar algo que tenha realmente interesse para o leitor, claro que o grosso R$ vem dos patrocinios, agora sera que alguem em sam consciencia acredita em jornalismo austero e independente. kkkkkkkkkk

  10. Laertes
    sábado, 28 de novembro de 2009 – 21:42 hs

    O que o Zé Pedágio vai dizer do mensalão dos aliados de Brasilia ?
    1, É preciso mexer no câmbio
    2. A culpa é da Marta
    3. Arruda ?
    4. Democratas?
    5.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*