Benedito Pires se estapeia com subordinado | Fábio Campana

Benedito Pires
se estapeia com subordinado

Benedito Pires

Da Ruth Bolognese

O secretário de Comunicação do governo Requião, jornalista Benedito Pires, também conhecido como um “assessor muito, muito nervioso” entrou em rota de colisão com um subordinado da sua pasta, hoje (sexta) à tarde, e sobraram sopapos pra todo lado. Na visão da fonte palaciana, Pires, que saiu com o queixo doendo, levou a pior.

É, a fase do governo Requião, decididamente, não é das melhores.


32 comentários

  1. Helena
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 9:55 hs

    Como dizia o Barão de Itararé: “não há nada tão ruim que não possa piorar”

  2. BISTEKA
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 10:12 hs

    Só uma pergunta: Tem ambulatório médico no Palácio das Araucárias?
    Se tem, tem bastante médicos e enfermeiros por lá?
    Pois vai precisar e muito dos trabalhos profissionais da saúde neste período que antecede o dia 04 de abril de 2010…
    – Um com o pé dodói… Outro com o queixo dodói…
    – Vai faltar medicamentos contra dor… Dor do fim de governo… Do fim da facilidade de aproveitamento das coisas do governo…
    – Vai faltar medicamentos para curar ressaca… (Não é Doático?)…
    – Vai faltar GARDENAL!
    – Se Pessuti cortar a verba então… VAI DAR INTERNAMENTO NO ADAUTO!

  3. Eduardo moreno
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 10:19 hs

    Que vergonha que final deprimente de feira de um mal governo coitado do povo que paga tudo isso,fiquei sabendo que estão contando os dias para que esses bandos vão embora o povo agradece.

  4. Zé do povo
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 11:08 hs

    Este ser inominado não sabe se é um comunista ou “capitão de mato” a serviço do Requião, embora a segunda hipótese seja a mais viável, pois além de ter parentes ligados a TFP (Tradição Família e Propriedade) com orgulho se diz descendente do militar e mestre de campo do Exército Imperial Antônio Pires de Ávila, que foi governador interino da Capitania de São Paulo entre 1737/1738, o que para quem se diz um marxista não pega bem.

    Não é a primeira vez que apanha e nem será a última, pois extremamente mal educado e autoritário não respeita a ninguém. Chegando a tratar os que pelas desgraças da vida se tornaram seus subordinados aos gritos e palavrões.

    Incidentes deste tipo envolvendo o nome dele não faltam!

    Para quem trabalha com o prepotente, que é useiro e abuseiro no assédio moral, deveria ter automaticamente incluída a insalubridade no salário.

    Vive perseguindo a todos que nomeia como desafeto, embora muitos destes nem o saibam o porquê, já que, tal grau o desequilíbrio do escriba, para entrar para a seleta lista é fácil.

    Rancoroso e vingativo transforma a vida de seus desafetos unilaterais em um verdadeiro inferno, pois usando do poder de Estado que lhe foi confiado eternamente persegue as vítimas alvo.

    No fundo não passa de um grande recalcado desequilibrado, sendo uma figura menor do ponto de vista do caráter, que é o que não tem ao pelas suas atitudes menores não conseguir criar relações afetivas com outrem.

  5. almir faleiros
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 11:27 hs

    e o motivo todos sabem: o rateio dos saques…

  6. Constantino Trindade
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 12:11 hs

    ELE É MASÓCA, QUANDO NÃO É CHINGADO PELO CHEFE TOMA PORRADA DO SUBORDINADO. AMANHÃ TÁ TUDO BEM.

  7. sábado, 7 de novembro de 2009 – 12:19 hs

    LEVAR XUTE NA B TODO DIA, NÃO É COISA PRA QUALQUER PIRES NÃO! TEM QUE INVERTER O GOJO. CORAJEM BENE. … AFINAL HERRAR É UMANO

  8. CLOVIS PENA -
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 12:21 hs

    Nem todo o assessor é capacho.

    O dilema se instala quando se perde a noção do limite entre o que é assessor, vassalo ou cúplice. E tudo tende a ser cumplicidade.

    Conforme a conveniência, convive-se com o dilema. O perigo é quando “assessor” não tem mais nenhum interesse na função. Quando, em fim de feira, não percebe algo que o motive adiante.

    Algumas reações de agressividade são típicas destes tempos. Outras, as piores ocorrem normalmente depois da festa.
    Depois da festa, podem aparecer algumas vinganças cruéis dos e das “ex” : caixa dois, amantes, filhos ocultos, testemunhas de acertos etc, etc…..

    Vamos ver. Vamos ver.

  9. cecilia
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 12:43 hs

    O REQUIÃO, VULGO BRUCUTU, TÁ FAZENDO ESCOLA, SE A MODA PEGA…………E TEM GENTE QUE QUER ELEGE-LO SENADOR, ME DÁ 10 TIPOS DE MEDO.

  10. Tiago
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 13:33 hs

    Sempre achei esse aí um troglodita. Em pleno século XXI o cara aparece com papo de Puebla tsc… tsc… tsc…

  11. Lerry
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 13:58 hs

    Imaginem em dezembro do ano que vem qual será o clima no Palácio!!!!!

  12. mauricio
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 14:00 hs

    foi briga do roto e o esfaarapado. o cara então dizia pra todo mundo eu sou o cara, vou ver o que o requiao quer. o bene coitado, é pau mandado.todo mundo sabe.
    tenho 21 anos de tv, sei tudo. bobagem. ele mandava equipes viajarem 600 km por dia pra atender goverrnador enquando ele ficava na boa.
    tem que se ferrar mesmo isso vale pra radio, tv e jornal. cade a imprensa? ninguen viu.
    mentiroso, o waschinton vai te bater, esconde as coisas por causa da diaria, teu irmao tá recebendo…
    barbaridade…
    ouvi por acaso, e registrei; tem mutreta na tv do palacio, radio e jornal. denuncie por favor;.

  13. sábado, 7 de novembro de 2009 – 14:08 hs

    Pois é pois é,final de feira dá nisso,estão se socando pra ver quem acredita ser o melhor para continuar com o sucessor palaciano.
    Esta é a cara do final de governo do Duce,daqui a pouco o Palácio das Araucárias vai viver dias de catátrofes maiores.Tudo isso deve-se a turma do terrorismo arquitetado pelos asseclas mais diretos do Duce,ou seja,tem Rafa fazendo o papel certo,mandando todos se esbofetearem…Claro, em um governo que não faz nada e manda cortar água e cafézinho alegando economia,é a treva,dá nisso, a adrenalina sobe e eles se descem no cacete…
    Portanto bons paranaenses,não votem no Duce,nem pra Dilma,nem pra toda a turminha da alegria do gargarejo das terças insanas…
    Em 2010 FORA com todos eles ,não vamos reeleger ninguém e muito menos aqueles da família do Duce.

  14. BISTEKA
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 14:17 hs

    EM SE FALANDO EM SENADOR….
    Segue o teste do ENEM para 2010…

    INSANO: Louco, demente, portador de insanidade;
    ENERGÚMENO: Endemoniado, possesso;
    DÉSPOTA: Tirano, opressor;
    NEPOTISTA: Favorecedor de apaniguados, afilhadista;
    USURPADOR: Aquele que se apodera de algo mediante fraude; que exerce ilegalmente ou de forma ilegal;
    ANTIÉTICO: Contra a ciência dos costumes, amoral; contra regras de conduta, de costumes vigentes numa sociedade;
    PUSILÂNIME: Fraco, covarde.
    NARCISISTA: Aquele que tem amor por si mesmo; auto-admirador, muito vaidoso, caso em que a libido é dirigida ao prórprio ego;
    PECULATÁRIO: crime de funcionário que se apropria de dinheiro ou bem que tenha posse em razão do cargo (uso de helicópteros – barcos, passeio Ilha Bela);

    A QUEM CABERIA ESTES ADJETIVOS?_______________________.
    É SÓ PREENCHER E MANDAR PARA A COLUNA EM NOME DE BISTEKA…
    O RESULTADO DO TESTE SAIRÁ NO DIA 03 DE OUTUBRO DE 20010.

  15. bacamarte
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 14:42 hs

    O carinha tá ficando nervoso porque após sua mediocre passagem pelo mediocre governo vai ter que mandar curriculo para a Gazeta do Povo para ver se arranja um empreguinho de foca. Esse Bene já era!

  16. Guilherme
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 15:32 hs

    Fábio Campana, faça uma matéria pra o Blog com o levantamento de quanto ganha um secretário de estado, as regalias que tem (ressarcimento, motorista, carro, etc..) e publique no Blog. è realmente uma mamata o trabalho dos Secretários do Requião. Tem super vantagens, não fazem nada e nem se quer obedecem o chefe mais – a falta de quórum nos eventos e na escolhinha que o diga!

  17. paulo
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 15:34 hs

    PORRA, É SACANAGEM C/ A GENTE!!
    ELES DEVIAM FAZER ESSAS CENAS DANTESCAS NA ESCOLINHA DO IMBECIL, SERIA, NO MÍNIMO DIVERTIDO E DARIA UMA RAZÃO DE EXISTIR PARA A TVE….
    CADÊ O SECRETÁRIO DE GOVERNO QUE NÃO ORGANIZA A BAIXARIA???

  18. Invicto
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 15:47 hs

    Quem tinha razão? cadê a notícia, o fundamento da informação, a causa!
    Só vi aqui fofoca jogada ao vento.

  19. Pé Verrmelho
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 19:02 hs

    É, Invicto tem razão. A matéria tá capada. Uma briga só acontece com a participação de dois contendores. Cadê o outro?

  20. BISTEKA
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 20:30 hs

    Ô Invicto e Pé Vermelho.. O ôtro é anônimo… Indiferente, Não faz falta, como não faria falta alguma o Benê, o Anão de Jardim do Canguiri entre outros… Portanto, se não fazem falta, não existem…
    É briga DUN SÓ SÔ!!!
    é PRA NÓIS RI!!!

  21. Pedro Paulo
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 22:05 hs

    Esse Benedito é competente e gente fina, mas não deixa de ser um grande capacho do Requião. Palavras do Requião:
    “tenha mais postura Bene, porra, você não é denada”.

  22. Wilson
    sábado, 7 de novembro de 2009 – 23:14 hs

    Quando dito cujo perder o emprego de “Rasputin das Araucárias”, o que está perto de acontecer, vai haver uma enorme fila dos que querem “acertar as contas” com este sujeitinho desprezível!

  23. sábado, 7 de novembro de 2009 – 23:27 hs

    Vai ter que se mudar para a Venezuela.

  24. marlus fioravante
    domingo, 8 de novembro de 2009 – 9:28 hs

    Esse Benê é louco de pedra.
    Nem tenho coragem de expor em letras de forma o que esse bestializado individuo ajudou a perpetrar há alguns anos atrás, em cena de sangue onde foi co-partícipe por omissão e a Justiça não abriu sequer um inquérito. Tenho a certeza de que a cumplicidade e a subservidência dos tais “jornalistas investigativos” da época ajudaram a varrer para baixo do tapete esse nefando acontecimento, que veio a ceifar vidas preciosas.
    Requião, não continue a aturar esse louco, só porque sabe fazer discursinhos bonitos, na linha de Puebla.
    Quando os fatos retornarem à luz, sobrará para muita gente.

  25. marlus fioravante
    domingo, 8 de novembro de 2009 – 9:30 hs

    Fábio, troque “subservidência” por “subserviência”.
    Segundo, ternha a coragem de publicar, explicitando os fatos.

  26. Stalinista
    domingo, 8 de novembro de 2009 – 13:10 hs

    Dizem que o “pena de aluguel” está muito rico. O que chegou aqui com a roupa do corpo hoje têm chácara, apartamentos, casas, fazendas, prédios comerciais e é sócio “informal” em várias agências de publicidade, mas será que futuramente será feliz quando a balança da Justiça não pender para o seu lado?

    Aqui se faz e aqui se paga!

  27. Stalinista
    domingo, 8 de novembro de 2009 – 14:47 hs

    Dizem que o “pena de aluguel” está muito rico. O que chegou aqui com a roupa do corpo hoje têm chácara, apartamentos, casas, fazendas, prédios comerciais e é sócio “informal” em várias agências de publicidade, mas será que futuramente feliz quando a balança da Justiça não pender para o seu lado?

    Aqui se faz e aqui se paga!

  28. Integral
    domingo, 8 de novembro de 2009 – 16:47 hs

    Autodestruição da família/governo Requião! … Vai tarde…

  29. Alexandre Campos
    domingo, 8 de novembro de 2009 – 16:56 hs

    Está muito divertido esse “”FIM”” de governo hehehehe !!!

  30. Alexandre Campos
    domingo, 8 de novembro de 2009 – 16:56 hs

    Está muito divertido esse “”FIM”” de governo hehehehe !!!
    Quem não se comunica … se trumbica !!!

  31. Vigilante do Portão
    domingo, 8 de novembro de 2009 – 18:24 hs

    Ele e o patrão são acostumados a levar na cara.
    O Frare deu umas bolachas no Napoleão e agora o Benedito apanhou também, é o fim de feira do governo Requião.

  32. Anônimo
    segunda-feira, 9 de novembro de 2009 – 10:06 hs

    As atitudes do Sr. Benedito não são de uma pessoa normal. Ele trata a todos nós como se fossemos lixo. Toda fez que um de nós é chamado a sua presença dá até tremedeira por sabermos do seu constante destempero emocional.

    Nunca vi este senhor elogiar alguém. Embora pessimamente remunerados por mais que façamo-lo em nada vê de bom em nosso trabalho. Ao só vê defeitos em tudo e ser incapaz de nos dar qualquer tipo de estímulo positivo nos perdemos, o Estado perde e ele perde ao não saber o que pensamos.

    Trabalhar com este nível de pressão faz com que nosso trabalho fique insuportável.

    Somos servidores públicos e como tal merecemos respeito. Não somos escravos.

    Como o governador Roberto Requião cometeu a insensatez de nomear para a Comunicação quem não consegue se comunicar com ninguém?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*