Stica sai do PT com um pote cheio de mágoas | Fábio Campana

Stica sai do PT com um pote cheio de mágoas

stica

Natálio Stica, atual diretor da Sanepar, que teve três mandatos de vereador em Curitiba e um de deputado estadual, saiu do PT e se filiou ao PV. Confessa que leva dos últimos anos no PT um pote cheio de mágoas. Entre os seus algozes no PT, destaca o deputado André Vargas

“Dentre outros motivos, o que mais pesou nessa decisão foram o desgaste e o desprestígio que sofri dentro do partido apesar da minha história de doação pessoal. Lembro que hoje só atuo como parte do governo estadual exclusivamente pela confiança no meu trabalho depositada pelo governador Roberto Requião, já que fiquei de fora das indicações partidárias para integrar o quadro do governo”, afirma Stica.


16 comentários

  1. Dani
    sábado, 3 de outubro de 2009 – 11:48 hs

    Vejam só como o lance do “me digas com quem tu andas que te direi quem és” é super válido. Sempre achei esse Stica um corrPTasso, e por isso sempre desprezei-o… Pô o cara não devia ter levado tanto tempo para se afastar das más companhias ele não mais criança, né?!

  2. Douglas
    sábado, 3 de outubro de 2009 – 12:02 hs

    puxa Stica! que legal hein! sabe que te acompanho a muito tempo…vou torcer por essa nova fase! acho que o PT nao ta legal mesmo…fez bem! conte comigo!
    Douglas da guaira

  3. A carta de desfiliação do PT
    sábado, 3 de outubro de 2009 – 12:04 hs

    Curitiba, 02 de Outubro de 2009

    VEJA PORQUE STICA SAIU DO PT
    [ 02/10 ]

    Prezado Sr. André Passos,
    Presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores,

    Eu, Natálio Stica, venho por meio desta, solicitar a minha desfiliação do Partido dos Trabalhadores. Trata-se de uma decisão difícil, que exigiu muito tempo de reflexão. Minha história política é intrínseca ao PT. É uma relação que começou quando organizei a primeira oposição sindical dos petroleiros, em 1978. Foi lá que conheci o companheiro Gilberto Carvalho, que à época fazia parte da oposição sindical dos metalúrgicos.

    Foi devido a essa atuação que conheci um líder sindical do ABC que despontava em 1983: Luiz Inácio Lula da Silva. Ali começamos uma amizade que perdura até os dias de hoje. Tenho orgulho de ter participado de todas as campanhas do Lula, da mesma forma que ele sempre esteve presente nas minhas.

    E foi sob os ideais do Partido dos Trabalhadores que construí uma carreira política vitoriosa. Fui presidente do PT municipal, três vezes vereador de Curitiba e uma vez deputado estadual. Por isso, sempre serei sempre grato ao partido. E, justamente por essa gratidão e por causa dos inúmeros amigos que deixo no PT, adiei minha desfiliação até o último minuto.

    Dentre outros motivos, o que mais pesou nessa decisão foram o desgaste e o desprestígio que sofri dentro do partido apesar da minha história de doação pessoal. Lembro que hoje, só atuo como parte do governo estadual exclusivamente pela confiança no meu trabalho depositada pelo governador Roberto Requião, já que fiquei de fora das indicações partidárias para integrar o quadro do governo.

    Assim, perdi o sentimento de cumplicidade com o PT, fator que julgo ser necessário para a participação em agremiação de qualquer natureza, especialmente numa de caráter político.

    Tenho muito orgulho em ter ajudado a construir esse Brasil que despontou sob o governo do presidente Lula, mas sinto a necessidade de discutir o país por outro viés. Nesses últimos anos, como diretor da Sanepar, vivi intensamente o meio ambiente – a busca pela qualidade das águas, a implementação de políticas de resíduos sólidos e a proximidade com atores que têm como prioridade o equilíbrio das ações do homem na natureza.

    Com isso em mente, vou em busca de novos desafios, de novos rumos e atrás de uma oxigenação de ideias que certamente farão parte da minha nova escolha partidária.

    Curitiba, 02 de outubro de 2009

  4. Ângelo Cordiolli
    sábado, 3 de outubro de 2009 – 13:21 hs

    Quando a gente se define por uma posição, busca justificá-la com qualquer desculpa. Faz tempo que o Stica buscava uma justificativa para deixar o PT, partido pelo qual teve todas as oportunidades: foi vereador, deputado, dirigente. Quando o partido cresceu e com ele novas lideranças, o Stica se sentiu menor. Infelizmente foi ele que parou de crescer. O PT tá cheio de pessoas assim. Tem gente que não se conforma inclusive com o Lula lá, porque se acham superiores. Nunca imaginei que o ciúme e a inveja pudessem dominar o PT. Pois é isso mesmo. O que tem de intelectual com inveja de peão, de peão achando que nesta condição é o único dono do partido e de burocratas só esperando perder a vaga para fazer igual o Stica. Afinal, o que leva um militante a deixar o barco às vésperas do vencimento do prazo para os candidatos mudarem de partido? Como todo oportunista, ele só mediu suas chances e fez a escolha. Para o partido nunca é bom perder um militante. Mas, ele é feito de pessoas com suas fraquezas e virtudes, vaidades e autodestruição. Pobre do Stica que não consegue superar suas contradições. De seu passado de peão não restou sequer a humildade necessária a todo líder. Aliás, até tentaram fazer dele um. Nem as lideranças da igreja conseguiram, por mais que tenham tentado. Ora, companheiro, suas mágoas são sem razão. O PT lhe deu tudo, inclusive fama e dinheiro. Vocêm tem todo o direito de ir para onde bem quiser. Só não procure justificar sua incompetência atirando pedra em que sempre só te fez o bem. Se o Jonny for inteligente vai te dizer: “desculpe pai, mas você pisou no tomate. Agora que sou adulto e posso caminhar com minhas próprias pernas, vou seguir o meu caminho confiante de que tdo o que você me dizia antes era verdade”.

  5. Frank
    sábado, 3 de outubro de 2009 – 15:36 hs

    Minha casa, Minha Vida libera 2.241 moradias em Londrina

    Na próxima segunda-feira, dia 05 de outubro, uma comitiva do Governo Federal, capitaneada pela ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, vem a Londrina para anunciar a construção de 2.241 moradias para a cidade e mais 176 para o município de Arapongas. A informação é do deputado federal André Vargas (PT-PR), que foi relator do Programa Minha Casa, Minha Vida na Câmara.

    De acordo com o deputado, serão construídos 784 apartamentos, mais 1272 casas no Residencial Vista Bela, ao lado do Maria Celina, na zona norte de Londrina. Ainda na zona norte, ao lado do Ilda Mandarino, está previsto o Residencial Ana Terra, com 85 casas. Mais 100 imóveis serão erguidos no Residencial Nova Esperança, ao lado do União da Vitória, na zona sul. No total, Londrina irá receber 2.241 residências do Programa Minha Casa, Minha Vida, voltado para a faixa de zero a três salários mínimos de renda familiar.

    Neste caso, lembra o deputado, a prestação será de no mínimo, 50 reais e, no máximo, 10% da renda familiar, durante 10 anos, depois disso o mutuário passa a ser dono do imóvel, explica. Dentre as muitas vantagens do programa desta faixa de renda, o deputado André Vargas ressalta a isenção do pagamento do registro de imóveis. “As famílias ficam isentas de pagar essa taxa, graças a uma emenda aprovada na Medida Provisória 460”, comemora. “Nos esperamos que Londrina chegue a 6 mil moradias, principalmente para as famílias mais pobres”, defende.

  6. HENRY
    sábado, 3 de outubro de 2009 – 16:40 hs

    GRANDE PERDA DO pt (partido de trambique) hehehehehehe

  7. petista das antigas
    sábado, 3 de outubro de 2009 – 19:29 hs

    pena que o stica deixou o pt, sou petista de fundacao, tenho o maior respeito ao stica, acompanhei sua trajetoria sindical, os petroleiro na sua epoca se tornaram referencia nacional. o stica deveria passar por cima das maluquices do bocao. enfim, te desejo sorte e continuo te respeitando, afinal convivi muito tempo com vc no pt e sei da tua indole. sorte amigo

  8. Wilson
    sábado, 3 de outubro de 2009 – 19:29 hs

    Será que é um momento de lucidez ou será mero oportunismo de “fim de festa”?

  9. sábado, 3 de outubro de 2009 – 19:54 hs

    eu juro que não entendo mais nada de politica……..pois o Stica éra o protótipo do partido do P T,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

  10. claudemir
    domingo, 4 de outubro de 2009 – 7:35 hs

    POXA O PV ESTA CADA DIA PIOR QUE CATREFA ESTA VIRANDO ESTE PARTIDO OS RATOS ESTÃO ABANDONANDO O NAVIO

  11. Nilmar Fernando
    domingo, 4 de outubro de 2009 – 16:03 hs

    oh my god !!!

    ateh o Stica vazou….

  12. renato
    domingo, 4 de outubro de 2009 – 16:29 hs

    Parabens Stica, conheço teu trabalho, serio e competente. O Partido Verde que aproveite teu potencial. No PT ja nao tinha espaço mais mesmo. Boa sorte

  13. E os outros?
    domingo, 4 de outubro de 2009 – 21:20 hs

    E os outros? Stica onde você estava quando isso aconteceu com outros? Lembram-se do Stica defendendo os caras do mensalão quando toda a militância se revoltava? A questão em sua carta fica clara. Cargo. Eu quero cargo. Cuide-se PV. O homem quer cargo.

  14. baicharelazinha
    segunda-feira, 5 de outubro de 2009 – 9:53 hs

    Pena… gosto do Stica, tenho esperança no Jonny… mas acho que a falta de indicação para cargos no Governo não pode ser motivo para desfiliação… a grande maioria ficou fora de indicações e continua fazendo a discussão do partido.

  15. domingo, 11 de outubro de 2009 – 19:33 hs

    Reforçando comentários: e o PV está virando o que?
    É melhor parar por aqui do que fazer vexame nas próximas eleições. Melhor seria esvaziar o partido para balanço e começar tudo de novo, do zero.

  16. João Jorge
    quarta-feira, 24 de março de 2010 – 22:59 hs

    Olá Stica.
    Votei em vc como tb votei em outros Petistas.
    Isso de vc ter perdido espaço…é normal. Normal não é vc ter saído do partido. O petista não se entrega nunca. No PV vc vai mofar. No PT vc teria que se reciclar sim..mas as oportunidades seriam reais. No PT tb defendemos a ecologia, então não há como justificar do jeito que vc justificou.. além do mais. na Sanepar vc ganha para fazer bem teu trabalho de olhar a natureza como tal…eu, mesmo não tendo um emprego no governo faço o que eu posso em defesa da natureza. Sigo em frente acreditando na capacidade dos petistas. Que o PV seja próspero..OK mas não dá pra parar o País pensando romanticamente na natureza.
    Nossa pisou na bola.
    Sinceramente, não esperava isso.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*