Em Ponta Grossa, Beto Richa defende desenvolvimento regional | Fábio Campana

Em Ponta Grossa, Beto Richa defende desenvolvimento regional

Cidadao 4_0910

Em visita ao município de Ponta Grossa nesta sexta, onde foi homenageado com o título de Cidadão Honorário, o prefeito de Curitiba, Beto Richa, defendeu a elaboração de um plano estadual que priorize o desenvolvimento regional dos municípios.
mail.google.com
“O Paraná precisa voltar a se desenvolver regionalmente. É preciso ‘interiorizar’ as ações administrativas e aproximar o Estado das pessoas”, disse Richa, ao lado do deputado Plauto Miró Guimarães (DEM), do prefeito Pedro Wosgrau (PSDB), do presidente da Câmara Municipal de Ponta Grossa, Sebastião Mainardes Júnior (DEM), e do vereador de Curitiba Mário Celso Cunha (PSB).
beto
Como exemplo, o prefeito destacou a realização de audiências públicas, um dos programas de maior sucesso da administração da capital, que incentiva a participação popular nas decisões administrativas, fortalecendo a interação da sociedade com o governo municipal. “Esta foi a maneira que encontrei de estar mais próximo dos anseios da população, de ouvir as suas reivindicações e de poder discutir a administração municipal. O que fizemos em Curitiba, podemos fazer pelo Paraná”, afirmou.

Richa também defendeu um “choque de gestão” para transformar o Estado. “É possível fazer mais, gastando menos. Basta planejamento, transparência, ética, respeito às pessoas e austeridade fiscal”, disse. “As boas experiências administrativas de Curitiba, aliadas ao sentimento de mudança que a população paranaense tem manifestado na capital e no interior, além da possibilidade de apresentar novas propostas e ideias, nos credenciam para o governo do Estado”, completou o prefeito de Curitiba.

O prefeito disse ainda, que o próximo governador deverá dar a devida contrapartida ao município de Ponta Grossa. “Por tudo aquilo com que a cidade já contribuiu em favor dos paranaenses, sobretudo na arrecadação tributária, o Estado, tem o dever da contrapartida”, disse Richa, lembrando que “uma contrapartida se constrói na cooperação, no respeito mútuo e no diálogo”.

Richa também desmentiu os boatos de que o lixo gerado na capital seria depositado em aterros sanitários de Ponta Grossa. “Isto nunca esteve em pauta e nunca foi alvo de discussão. É boato e não condiz com a verdade”, garantiu.

TÍTULO – Beto Richa, que foi homenageado pela Câmara de Vereadores de Ponta Grossa com o título de Cidadão Honorário da cidade, lembrou que a homenagem detém grande significado pessoal e aumenta a sua responsabilidade com a população local. “Eu sempre mantive vínculos com Ponta Grossa. Primeiro, pelo afeto que a cidade sempre demonstrou por meu pai, José Richa, e também pela amizade e confiança de amigos e lideranças locais. Prova disso, foram os 27% dos votos do eleitorado da cidade que me honraram com sua confiança nas eleições para o governo do Estado, em 2002. Por muito pouco, não fui o candidato mais votado do município naquele pleito”, lembrou.

De acordo com Sebastião Mainardes Júnior (DEM), autor da proposição, a entrega do título “externa a gratidão e o reconhecimento para alguém que a comunidade admira muito. O prefeito Beto Richa é uma personalidade de destaque e é merecedor da maior honraria concedida pelo nosso município”.

O prefeito Wosgrau acrescentou que Richa se destaca por dedicar o seu tempo, os seus talentos e seu esforço em benefício da coletividade. “Beto dignifica nossa cidade ao se tornar cidadão pontagrossense, e sabemos que podemos contar com ele para continuar levando o desenvolvimento de nossas cidades adiante”.

Além de membros da sociedade e lideranças locais, a sessão solene contou com a presença do vice-prefeito Rogério Serman, do presidente do PSDB-PR, Valdir Rossoni, do presidente da Assembléia Legislativa, Nelson Justus (DEM), dos deputados federais Gustavo Fruet (PSDB) e Luiz Carlos Setin (DEM), dos deputados estaduais Plauto Miró (DEM), Marcelo Rangel (PPS) e Péricles de Mello (PT), dos vereadores de Curitiba Mário Celso (PSB), Felipe Braga Cortes (PSDB) e Prof. Galdino (PSDB), além de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e secretários municipais da região dos Campos Gerais.

ENCONTROS – Beto Richa e o deputado Plauto Miró Guimarães tiveram ainda um encontro com cerca de 300 professores das redes municipal e estadual de ensino do município. Na ocasião, defenderem a educação como instrumento primordial de inclusão social e desenvolvimento.

Durante sua passagem por Ponta Grossa, o prefeito Beto Richa ministrou a palestra magna “Gestão Pública – A Experiência de Curitiba”. A apresentação, no Clube Sírio Libanês, reuniu cerca de 800 estudantes dos cursos de Administração, Sistemas para Informática e Sistemas de Informação da Faculdade União Sistema de Ensino.

À noite, Beto Richa também participou de um jantar organizado pelo deputado Plauto Miró com lideranças do município e dos Campos Gerais, além de representantes partidários.


4 comentários

  1. Moisés
    sábado, 10 de outubro de 2009 – 15:18 hs

    Esta afirmação é chover no molhado. Quem em sã consciencia não defende o desenvolvimento regional. Aliás nem precisa de muito governo para isso acontecer.

  2. sábado, 10 de outubro de 2009 – 18:44 hs

    Título de cidadão honorário já virou piada, será que os vereadores ainda não descobriram isso?
    Isso foi um comício com dinheiro publico. Nada contra o Prefeito Richa, muito pelo contrário, e também nada contra Ponta Grossa.
    “Beto dignifica nossa cidade ao se tornar cidadão pontagrossense, e sabemos que podemos contar com ele para continuar levando o desenvolvimento de nossas cidades adiante”. De preferência como governador, certo?
    Sem falar todos os gastos envolvidos.

  3. domingo, 11 de outubro de 2009 – 10:43 hs

    o plautinho mostrou sua forca na regiao so tinha assessor seu para bater palma p ele

  4. Nhengo
    domingo, 11 de outubro de 2009 – 15:26 hs

    até o LINO OVIEDO (???) tava lá…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*