Bancários da Caixa encerram greve em Curitiba e em 4 capitais | Fábio Campana

Bancários da Caixa encerram greve em Curitiba e em 4 capitais

Trabalhadores do banco público estavam parados há 28 dias.
Proposta prevê PLR de até R$ 10 mil e abono de R$ 700.

Do G1:

Os bancários da Caixa Econômica Federal de cinco capitais decidiram nesta quarta-feira (21), em assembleias, aceitar a proposta do banco e encerrar a greve da categoria, que já durava 28 dias. Os bancários voltam ao trabalho nessas cidades e as agências devem reabrir já nesta quinta-feira (22).

Os bancários de São Paulo, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Três Rios (RJ) e Blumenau (SC) aceitaram a proposta da Caixa e voltam ao trabalho.

Já os trabalhadores de Porto Alegre, Chapecó (SC) e Pelotas (RS) rejeitaram a proposta e seguem paralisados.

Até esta quarta, a greve ainda seguia em cidades dos 26 estados e do Distrito Federal, tendo sido encerrada anteriormente em cidades do interior do Sul e Sudeste do Brasil. Assembleias em diversas cidades estão sendo realizadas nesta quarta para decidir sobre a continuidade da greve.

Proposta

A proposta apresentada pela Caixa prevê o pagamento de um abono salarial de R$ 700, a ser creditado até o dia 20 de janeiro de 2010, além da contratação de 5 mil empregados até dezembro do ano que vem. Já o reajuste é o mesmo estabelecido para a categoria no acordo da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), de 6%, ou 1,5% de aumento real (descontada a inflação).

A participação nos lucros e resultados (PLR) para os trabalhadores da Caixa vai variar entre R$ 4 mil e R$ 10 mil. Se for mais vantajoso para o trabalhador, porém, será aplicada a regra proposta pela Fenaban (federação dos bancos), aceita pelos bancários em geral, que prevê PLR de 90% do salário, além de valor fixo de R$ 1.024; mais distribuição de 2% do lucro líquido, divido igualmente entre os funcionários, com teto de R$ 2.100.

Já em relação aos dias de greve, a Caixa propõe o não-desconto dos dias parados, mas determina a ampliação do prazo de compensação das horas não trabalhadas até o dia 18 de dezembro, sendo que não é possível exceder duas horas diárias. Também não há a possibilidade de reposição nos finais de semana e feriados.


8 comentários

  1. nabucodonosor
    quarta-feira, 21 de outubro de 2009 – 18:46 hs

    VEM PRA CAIXA VOCE TAMBEM –
    NUNCA MAIS

    AGORA É

    SAIAM DA CAIXA VOCES TAMBEM

    Vão fazer greve abusiva e contra os correntistas paras as PAREDES

  2. rque
    quarta-feira, 21 de outubro de 2009 – 19:54 hs

    bamco que se ficar fechado para o fim dos tempos nao vai fazer falta pelo menos aqui em araucaria o bamco ruim

  3. Luis Gringo
    quarta-feira, 21 de outubro de 2009 – 23:22 hs

    que boa noticia!!!
    agora vou poder fazer o finaciamento da minha casa propia, a dias que estou esperando.
    Parabens a luta dos bancarios

  4. July
    quarta-feira, 21 de outubro de 2009 – 23:59 hs

    Já não era sem tempo… Mas vão estender o horário de atendimento ao público? Duvido…

  5. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 22 de outubro de 2009 – 3:24 hs

    Nada como a água batendo na bunda para o sujeito aprender a nadar. KKK
    Fim do mês tá chegando, o salário não vai ser depositado; É hora de voltar ao trabalho e negociar o perdão das faltas. Claro, o povão paga a conta. KKK

  6. Silvano Andrade
    quinta-feira, 22 de outubro de 2009 – 9:08 hs

    Estes vagabas tem que ficar sem salário…não tenho nada com isso, então não posso ser responsabilizado por esta palhaçada, se o lula tiver vergonha na cara ele exonera a metade destes grevistas e realiza concurso público e chama os nomes que estão em cadastro de reserva…porque senão no ano que vem esta corja vai fazer duas ou tres greves.

    Vergonha

  7. Cacá
    quinta-feira, 22 de outubro de 2009 – 10:52 hs

    Finalmente a VERGONHA acabou. Quase 30 dias de paralisação. Um absurdo. Esses mesmos funcionários públicos queriam mudar o governo, no passado recente. Elegeram o seu representante – Lula – e, no entanto, não estão satisfeitos e penalizam à população, os correntistas etc.
    A Justça tinha que ter dado um basta nisso. Greve passou de 10 dias é desrespeito ao cidadão pagador de impostos. O resto é papo fiado. Ou já seria o estilo bolivariano de fazer pressão e ganhar no rolo-compressor?
    Isso é uma vergonha.

  8. reinolds
    quinta-feira, 22 de outubro de 2009 – 20:26 hs

    UÈ , UÈ ,
    QUE PAÍS É ESTE ?

    Eles fingem que trabalham , e vivem em outro mundo , no mundo da fantasia .
    Agora que aumentou o volume de trabalho ,com a liberação do crédito , exigem a contratação de mais 5.000 colegas .

    AI QUE MARAVILHA !!!
    QUE PAÍS É ESTE ?
    É O PAÍS DAS MARAVILHAS …
    AI QUE MARAVILHA !!!!!!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*