A portas fechadas, o PT discute a crise | Fábio Campana

A portas fechadas,
o PT discute a crise

gleisi131108

A executiva estadual do PT, comandada por Gleisi Hoffmann e acrescida de todos os seus deputados, está reunida a portas fechadas. Discute a crise. Examina os últimos acontecimentos. Em especial, o comportamento ambíguo de Requião que revelou-se danoso para o partido.

No PT, todos já perceberam que Requião, ao insurgir-se contra a decisão nacional de apoiar Dilma Rousseff e ao pedir candidatura própria no PMDB, está dando uma grande ajuda ao tucano José Serra.

Além das hostilizações grosseiras como a sofrida pelo deputado professor Lemos, não escapou da observação do PT nativo a progressiva aproximação da horda de Requião ao tucanato local, que desagua amanhã em ação conjunta do governo e da prefeitura de Curitiba em ação comunitária na vila Icaraí, uma das áreas mais pobres de Curitiba.

— Imaginem, o Doático Santos e o Luciano Ducci de mãos dadas na periferia, comenta o secretário geral do partido, Florisvaldo de Souza.


4 comentários

  1. sexta-feira, 30 de outubro de 2009 – 11:45 hs

    E o prefeito Richa, onde passeia?
    Será que a comitiva com, prefeito,procurador Ivan bonilha, vereador Serginho do Poswto, primeira dama Fernanda Richa, perderam-se pelo oriente médio?
    A palestra foi de 10 minutos em Jerusálem. Estão voltando a Camelo?
    Prefeito , volte antes que perca sua cadeira.

  2. sexta-feira, 30 de outubro de 2009 – 13:07 hs

    Muito bem seu Florisval.
    Lula, Collor, Renan e Sarnei pode?

  3. CAÇADOR DE PETISTAS. fim do PT
    sexta-feira, 30 de outubro de 2009 – 13:54 hs

    A tese de que sem o apoio do PMDB nenhum partido se sustenta no poder já corrompeu as bases do pensamento ético do PT

    No passado, o PT não conseguiu entender o futuro e foi contra o Plano Real, a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e o Proer.

    No presente, o PT não sabe entender o passado e defende José Sarney. Lula, líder supremo da legenda, para alcançar seu intento, reescreve a história do país, dando novas versões aos fatos para que faça sentido seu projeto de poder. Sem noção de futuro nem de passado, o PT se tornou um partido de fantoches, manipulados por um populista interessado apenas em sua própria imagem.

    Os senadores petistas Aloísio Mercadante e Ideli Salvati figuram nesse teatro de absurdos como escravos de um pensamento que não lhes pertence mais. Diariamente, precisam consultar o oráculo para saber o que vão pensar nas próximas 24 horas. Como nem sempre o oráculo Lula está por perto para ditar as regras, acabam contracenando enredos farsescos, até serem enquadrados pelo demiurgo.

    A tese de que sem o apoio do PMDB nenhum partido se sustenta no poder já corrompeu as bases do pensamento ético do PT. Se é que essa base um dia existiu. E o partido vem se revelando uma nova versão do coronelismo. Dessa vez, com o aval de intelectuais da USP e da Unicamp, o que o torna bem mais promissor e eficaz que o original em seus propósitos, até mesmo na urbe mais ‘progressista’ do país.

    O obscurantismo petista chegou ao extremo de Lula ser porta-voz de uma nova ordem mundial um tanto quanto canhestra. No Brasil, ele pretende unir o que há de mais atrasado em política com o que há de mais jovem em projeto de poder. No mundo, ele pretende a aproximação do país com ditadores islâmicos e latinos. Desorientado em sua concepção de organização social, o balaio de gato que se forma com os resultados de suas ideias geraria, se levado a cabo, um país monstrengo: tem turbante, barba, fuzil, estatal, latifúndio, dinheiro roubado, baixo clero e muitos escravos mentais.

    Há quem desconfie da sanidade do homem, que age como quem não admite as diferenças entre o bem e o mal e desrespeita a força das nações ocidentais, invertendo a polarização e construindo um ambiente amoral, do vale tudo. A aliança de Lula com Sarney, para a nossa sorte, se tornará em breve apenas um livro regionalista, insano e belo como o Coronel e o Lobisomem, de José Cândido de Carvalho.

    O freio, no entanto, compete à oposição, que se não souber agir nesse momento, e se deixar levar pelos bárbaros, contribuirá para o retrocesso político no país. E o que não deveria passar de delírio de um novo Ponciano de Azeredo Furtado, redivivo e redimensionado, poderá ganhar a proporção de um estrago monumental para o desenvolvimento geral da nação.

    ACORDA BRASIL
    FORA DITADOR LULLA
    FORA GUERRILHEIRA DILMO-NA
    FORA PELEGOS DO PT E PMDB

  4. UMUARAMA
    sexta-feira, 30 de outubro de 2009 – 19:29 hs

    gleisi

    que bomba hein!!!!

    tudo deu errado!
    hauahauhauahauhaua
    o acorda pra limpar sua vaga do senado pelo jeito furou?

    é isso que o seu ptzinho merece!!!!!

    O PARANÁ ESTÁ NO CAMINHO CERTO!!!!!

    PARA DE ATRAPALHAR O ESTADO!
    QUER SE ELEGER SENADORA!?

    LUTE!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*