43% dos brasileiros querem proibir imigração | Fábio Campana

43% dos brasileiros querem proibir imigração

Blog de Ricardo Noblat

A grande maioria dos brasileiros esbraveja, critica, define como absurdas e condena as restrições cada dia mais severas à imigração impostas por países europeus (em especial a Espanha) e pelos Estados Unidos.

No entanto, essa mesma maioria é amplamente favorável à implantação de condições igualmente restritivas à entrada de estrangeiros que pretendem viver no Brasil.

É o que mostra reportagem de José Meirelles Passos na edição deste domingo do jornal O GLOBO.

Segundo a reportagem, essa atitude aparece de forma muito clara no mais recente Relatório do Desenvolvimento Humano, do Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), divulgado dias atrás. Ele registra que apenas 9% dos brasileiros são favoráveis à liberação da entrada de estrangeiros no país.

De acordo com o relatório, quase a metade da população – 43% – é a favor de limitar ou proibir a imigração. Outros 45% querem que o governo só permita que estrangeiros ingressem “desde que haja empregos disponíveis”. Trata-se de um argumento que não passa de uma simples cristalização de um equívoco.


3 comentários

  1. Imigrante
    sábado, 10 de outubro de 2009 – 23:25 hs

    Voltando à noite para o hotel em Boulder, USA, recentemente, escutamos chamar, era um brasileiro, lá perdido tentando sobreviver. De perguntar porque irmãos e irmãs brasileiras em levas e levas vão para fora deste país nunca visto ? Fácil: porque não há condições de emprego e renda para essas levas e levas de brasileiros e brasileiras que querem ter uma vida decente aqui em nossa terra. Juros exorbitantes, tributos escorchantes, crescimento pífio, oportunidades de empregos ínfimas, criminalidade avassaladora, corrupção e ineficiência dos poderes públicos sem controle, saúde, educação e segurança públicas criminosamente deficientes. Devemos lembrar que os imigrantes fizeram a grandeza deste país, não podemos tratá-los como desiguais. Esses povos, sobretudo os europeus, passaram sofrimentos em duas guerras (e outras conflagrações regionais) que jamais podemos imaginar. Mas eles reconstruiram seus países e voltaram a ter qualidade de vida. Nós não saímos da mesmice de um desenvolvimento que nunca chega. Por que será ? É preciso dizer ? Se queremos ser incluidos no plano dos países desenvolvidos temos que estabelecer as nossas normas, mas em reciprocidade razoável. Antes de coibir imigrantes, temos que fazer a lição de casa: conter o aumento populacional que não é sustentável, nos bolsões de pobreza e de miséria. E permitir aos mais desfavorecidos que possam sobreviver e crescer na vida, mas sem a aterna, sem fundo e sem futuro bolsa-familia.

  2. domingo, 11 de outubro de 2009 – 18:41 hs

    E a emigração interna, que está inchando as grandes cidades e suas regiões metropolitanas, o que o povo pensa?
    Esta emigração está criando um ciclo vicioso de aumento da população, que leva a aumento do comércio, serviços e indústrias, que leva a aumento da emigração (que vem procurar emprego). Enquanto isso as pequenas cidades do interior estão diminuindo, praticamente não tem economia (salvo aquelas com grandes produtores rurais) e estão tomando recursos dos impostos que são arrecadados nas cidades maiores.
    Como escreveu o Imigrante acima, o Brasil foi construído com a sua gente miscigenada com os imigrantes, e isso temos que admitir e continuar com nossa política de paz e cordialidade.
    E temos que forçar nossos politicos em grande parte em conluio com a concentração de renda, e não pular etapas. De que adiante investir no Sudeste ou no agronegócio se deixamos mais da metade do povo sem ao menos terra para plantar, já que aidna não sabem fazer outra coisa.

  3. domingo, 11 de outubro de 2009 – 21:09 hs

    Acho interessante estes discursos repititivos,já ouvi a muitos e muitos anos,a falação destes, é impressionante e marcante,que chega a marcar um blog,então vem a pergunta,em quantas faculdades já ensinaram palavras tão bonitas e eficientes????Resolveram alguma coisa??? Vejam e comparem,os Estados Unidos sempre foi a referência deste povo,com cotação diária,comparação diária, as maiores indústrias “brasileiras” fazem remessas em dólares para toda a parte do mundo, agora mesmo , esta semana passamos a ser credores do FMI.Então srs. os discursos foram maravilhosos,mas, o povo continua a morrer na porta de hospitais,porque o único médico foi para a praia,ele também é filho de DEUS.Engraçado,os brasileiros fogem do trabalho,porque aqui no Brasil tem sim oportunidades para quem quer vencer,vejam os exemplos de milhares de nordestinos que migram e vencem em São Paulo, claro que não são todos que procuram se qualificar, aqueles que se sujeitam ,no Brasil, vencem.
    Tristeza de ver os mesmo discursos feitos a época de Geisel,Figueiredo,Médici,Castelo Branco,o Brasil mudou ou melhor está mudando,porque os estrangeiros que para cá vieram se deram bem????Nem todos são mafiosos ou chineses, encontraram seus espaços e venceram com o que????TRABALHO e muita força de vontade,ninguém ganha sózinho na loteria toda a semana ou todos os dias no jogo do bicho. Vamos mudar o discurso e vamos ajudar a nossa pátria amada BRASIL, não gosto do PT,da Dilma e muito menos do Duce,mas, antes de votar reparem que a urna,mesmo que eletrônica não é pinico,não façam dos seus votos uma descarga,pois, pode estragar de vez com a urna,passem bem srs. do belo discurso, fui.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*