Show na piscina | Fábio Campana

Show na piscina

Lula descartou o o jurista nativo Luiz Edson Fachin e nomeou o Toffoli, que começa a trajetória com esta notícia publicada na coluna do Cláudio Humberto.

O subchefe Jurídico da Casa Civil, José Antônio Toffoli, virou a sensação no 4º Encontro dos Procuradores da Fazenda Nacional, no Blue Tree do Cabo de Santo Agostinho (PE): após a abertura do evento, foi relaxar na piscina do hotel, despiu-se e mergulhou. Colegas juram que ele vestia só cueca, os amigos, calção. Pelo sim, pelo não, a sensação foi mesmo a transparência.


10 comentários

  1. Jose Carlos
    sexta-feira, 18 de setembro de 2009 – 12:25 hs

    A quinta comarca jamais emplacará um ministro do STF… não porque o Paraná não tenha insígnes juristas, mas por outras razões mais primárias…. primeiro, porque a comarca nunca teve ou terá influência para tanto; segundo, porque a nomeação é um ato pessoal do presidente e ele nomeia quem ele bem entende; terceiro, porque mesmo na improbabilíssima e remotíssima possibilidade de um paranaense vir a ser presidente, a tradição da terrinha é o canibalismo político, assim, jamais um presidente paranaense nomearia um conterrâneo para o cargo, pois a inveja, o ciúme e a jecaria mental local impediria… para um “paranaense” vir a ser ministro do STF ele tem que ter nascido em Santa Catarina…. de leve…

  2. carlinhos
    sexta-feira, 18 de setembro de 2009 – 13:45 hs

    Cada um olha o que gosta.

  3. Requisito
    sexta-feira, 18 de setembro de 2009 – 13:58 hs

    No Brasil do PT, pela cueca ou pelo calção se conhece o Ministro …

  4. Pandolfo
    sexta-feira, 18 de setembro de 2009 – 14:16 hs

    OS “CUMPANHERO” ESTÃO CHEGANDO AO PARAISO!!!!!!!!!!!!!!

  5. é o q dizem...
    sexta-feira, 18 de setembro de 2009 – 15:04 hs

    lamentável……..

  6. Diego
    sexta-feira, 18 de setembro de 2009 – 16:04 hs

    Foi pre mostrar que não tinha dolar na cueca!

    Mas é uma nomeação padrão lula, seria de se estranhar se fosse alguem competente e gabaritado. Não conheço nenhuma nomeação do lula que obedeça um padrão mínimo de qualidade.

    O Lula vai nos deixar uma herança maldita e vai ser lembrado por isso. Ao menos o futura fica livre do PT!!!

  7. Jango
    sexta-feira, 18 de setembro de 2009 – 17:34 hs

    É – Jose Carlos – enquanto nesta Comarca Quinta só pensam na indicação às vésperas do evento, nas outras comarcas mais “aparelhadas” políticamente o coelho é colocado na cartola no mínimo seis meses antes. No caso um coelho petista de carteirinha …

  8. Jose Carlos
    sexta-feira, 18 de setembro de 2009 – 17:46 hs

    Estranha a confusão do Cláudio Humberto… que se saiba o dr. Tofoli é Advogado Geral da União e não subchefe jurídico da Casa Civil….

  9. Chico 1
    sexta-feira, 18 de setembro de 2009 – 20:37 hs

    Ah, é por isso, então, que tem muita gente do PT chamando o cara de “pau pra toda obra”!!! Hehehe!!!!!!

  10. josé
    sexta-feira, 18 de setembro de 2009 – 23:44 hs

    Indicado de Lula ao STF é condenado no Amapá

    Decisão manda José Antonio Dias Toffoli e sócios devolverem R$ 420 mil aos cofres públicos

    De Felipe Recondo, de O Estado de S. Paulo:

    Indicado para o Supremo Tribunal Federal (STF), José Antonio Dias Toffoli e seus sócios no escritório de advocacia Firma Toffoli & Telesca Advogados Associados SC foram condenados, na semana passada, pelo juiz da 2ª Vara Cível do Amapá a devolver R$ 420 mil aos cofres públicos do Estado.

    O escritório de Toffoli é acusado de “conluio” com o então governador do Amapá, João Capiberibe (PSB), para firmar o contrato ilegal e receber, mensalmente, R$ 35 mil para representar o Estado nos tribunais superiores em Brasília.

    De acordo com o juiz da 2ª Vara Cível da Justiça do Estado Mario Cezar Kaskelis, houve afronta à Lei de Licitações e ao princípio da moralidade administrativa.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*