Em Londrina, o gesto de solidariedade | Fábio Campana

Em Londrina, o gesto de solidariedade

Do Jornal Bom Dia Brasil da Globo

Eles passavam no momento do acidente e correram para socorrer um carro submerso em um canal.

Em Londrina, no Paraná, um acidente de trânsito por pouco não acabou em tragédia, graças a três brasileiros que arriscaram suas vidas para salvar uma família que estava em um carro.


As imagens de um cinegrafista amador mostram um resgate emocionante. Três pessoas que passavam no momento de um acidente correram para socorrer um carro submerso em um canal. Dentro dele, estavam o pai e duas filhas: uma de 8 anos e a outra de 5 anos.

Sobre o teto, dois homens se esforçam para retirar os passageiros. Um deles é o entregador de jornais Daniel Pedroso. É ele quem tenta quebrar os vidros com uma chave de rodas.

No mesmo celular que usou para chamar os bombeiros, o frentista Diogo também registrou os minutos de desespero. “Fiquei aflito der ver o carro lá. Imaginei que as pessoas já estivessem mortas ou se afogando”, conta.

Daniel cuida para que as meninas não se afoguem. Todos estavam desacordados. Os bombeiros chegam e socorrem as vítimas, com vida. “O que ele fez foi decisivo para tirar as vítimas do estado em que elas estavam. Se ele não tivesse feito isso, provavelmente, elas estariam mais graves na chegada da ambulância”, afirma o cabo do Corpo de Bombeiros Daniel Agnes.

O carro caiu depois de perder o controle. O motorista se negou a fazer o teste do bafômetro, mas admitiu que havia bebido. Ele perdeu a carteira e vai pagar multa de R$ 1 mil.

Hoje, o entregador de jornais Daniel Pedroso olha para o cenário do acidente e ainda não acredita no que foi capaz de fazer, mas ele sabe que a façanha já se transformou na principal história da vida dele.

“Eu sinto um orgulho de poder ter ajudado, afinal foram três vidas que foram salvas. A gente não sabe o que poderia ter acontecido, se a gente não tivesse tomado essa atitude”, comenta.

Passado o susto, o jornaleiro reencontrou a família. Foi uma visita reservada. A avó agradeceu o gesto heróico de pessoas anônimas que salvaram a vida do filho e das netas. “Deus colocou os anjos deles lá, salvando. Ainda existe gente boa no mundo. E esse menino é uma pessoa muito boa”, diz a senhora.


3 comentários

  1. Nelson Edison de Moura Rosa
    segunda-feira, 21 de setembro de 2009 – 9:33 hs

    POIS É!!!
    Com nosso país vivendo uma turbulencia ética e moral…
    Com os mandatários desta terra, em todos os níveis, salvo, raríssimas excessões trambicando, permutando, negociando, nepotando, afinal, as câmaras municipais, as assembleias legislativas, o congresso nacional, as prefeituras, as sedes de governo, se transformaran nos últimos 20 anos na maior universidade do mundo, com cursos de mestrado e doutorado em :improbidade administrativa, peculato,formação de quadrilha, desvio de dinheiro público, licitações fraudulentas, corrupcao ativa e passiva.
    Enquando isto…em Londrina, homens corajosos e humanitários prestam socorro a pessoas desconhecidas, prestando socorro unicamente para serem solícitos.
    Parabéns cidadãos brasileiros, quçá nossos políticos copiem suas atitudes!

  2. segunda-feira, 21 de setembro de 2009 – 12:55 hs

    Eu assisti e revi o video dessa quase tragédia,,,e digo que coragem do rapaz que não mediu esforços e destemido se jogou encima do carro e com a ajuda de um amigo tentava de todas as formas quebrar o vidro e tirar as pessoas,,,,eu recomendaria que no minimo se desse um aumento de slário a esse heroi anonimo.

  3. Olhos Abertos
    quarta-feira, 23 de setembro de 2009 – 14:32 hs

    Em um mundo tão individualista arriscar a vida para salvar outro é curioso mesmo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*