Rasca Rodrigues fecha unidades de conservação ambiental | Fábio Campana

Rasca Rodrigues fecha unidades de conservação ambiental

tn_Imagem 013

Enquanto o secretário do Meio-Ambiente, Rasca Rodrigues (foto), e o presidente do IAP, Victor Hugo Burko, viajam pelo Paraná em campanha eleitoral e o governador Requião usa e abusa do Fundo Estadual do Meio-Ambiente, não há recursos para manter abertas as unidades de conservação ambiental.

A secretaria e o IAP determinaram o fechamento de 21 das 27 abertas à visitação pública nos finais de semana. Para indignação dos servidores, ambientalistas e usuários.

Todas as demais atividades de preservação estão comprometidas. Como se vê, a propaganda na escolinha é bem diferente da realidade. Para ler o memorando enviado aos servidores e as primeiras manifestações de indignação, clique no Leia Mais.

Este é o memorando:

Para: Todas as unidades administrativas

De: DIAFI

Nº: 10/09

Data: 18 de setembro 2009

Ref.: Serviço extraordinário/sobreaviso

Comunicamos que a partir de 21/09/2009, segunda-feira, fica suspensa a execução de todo e qualquer serviço extraordinário, bem como do regime de sobreaviso.

A decisão deriva-se do entendimento da Secretaria de Estado da Administração – SEAP estabelecendo a incompatibilidade do pagamento da gratificação de serviço extraordinário – códigos 1079 e 1476 com o pagamento da gratificação de encargos especiais – cód. 1096.

Considerando a imperiosa necessidade de reavaliação da realização de serviços extraordinários no cumprimento das atribuições legais que competem ao IAP, considerando que a execução de serviço extraordinário torna-se inviável financeiramente na grande maioria dos casos, em razão da supressão da gratificação de encargos especiais, a diretoria administrativa financeira – DIAFI revisará todas as situações junto às diretorias e escritórios regionais.

Ressaltamos, que as horas-extras realizadas no período compreendido entre 21/08/2009 e 20/09/2009 serão normalmente remuneradas na folha de pagamento de outubro 2009, sem qualquer alteração.

Solicitamos que seja dada ampla ciência, da presente comunicação, a todos os servidores da unidade.

Mariano Felix Duran
Diretor Administrativo Financeiro

Comunicado dos servidores

Prezados Companheiros

É com muita tristeza que comunicamos a todos os servidores do Sistema SEMA o fechamento de 21 Unidades de Conservação (UCs) Estaduais, das 27 que estão abertas à visitação pública, dentre as 65 unidades de conservação mantidas pelo IAP. Também todas as demais atividades ( fiscalização, proteção e conservação do patrimônio natural e infra-estrutura , atendimento e apoio a pesquisadores, programa de voluntariado e outras atividades) ficarão comprometidas. Isso tudo em atendimento à determinação administrativa, conforme memorando n° 10/09 – DIAFI de 18 de setembro de 2009: “Comunicamos que a partir de 21/09/2009, segunda-feira, fica suspensa a execução de todo e qualquer serviço extraordinário, bem como do regime de sobreaviso.”

Não se trata do simples fato de abrir e fechar a porteira, mas sim de deixarmos de atender aos mais de 180 mil visitantes que passaram por nossas unidades de conservação no ano de 2008, atender a 58 pesquisas científicas em andamento nas UCs no ano de 2009 e que na maioria das vezes são realizadas aos sábados, domingos e feriados, de madrugada e à noite, necessitando do acompanhamento de nossos funcionários. Além de mais de 15.000 horas de trabalho voluntário realizados no ano de 2008, das atividades de fiscalização e monitoramento da fauna e da flora e dos bens patrimoniais, dos resgates e socorros aos visitantes dentro dos limites das UCs e áreas de influência, em especial nas áreas de montanha da Serra do Mar, onde em sua maioria o nosso atendimento é o diferencial entra a vida e a morte, destacando que estas áreas não podem ser fechadas, pois não tem porteira, ficando simplesmente abandonadas.

Destaque-se que apenas o Horto Florestal de Jacarezinho, Parque Estadual de São Camilo, Parque Estadual da Cabeça do Cachorro, Parque Estadual Rio Guarani Parque Estadual de Vila Velha, além do Paque Estadual João Paulo II, este gerenciado pelo Município de Curitiba estarão abertos. As demais Unidades de Conservação, conforme lista abaixo estarão fechadas:

1. Parque Estadual Serra da Baitaca + Caminho do Itupava – Base Borda do Campo.
2. Parque Estadual Pico do Paraná.
3. Parque Estadual do Monge.
4. Parque Estadual de Campinnhos.
5. Floresta Estadual Metropolitana.
6. Parque Estadual do Cerrado.
7. Parque Estadual do Guartela.
8. Parque Estadual do Caxambu.
9. Parque Estadual Mata dos Godoy.
10. Parque Florestal de Ibicatu.
11. Estação Ecológica do Caiuá.
12. Parque Estadual de Amaporã.
13. FE do Palmito.
14. EE do Guaraguaçu.
15. PE Mata São Francisco.
16. PF Rio da Onça.
17. PE Vila Rica do Espirito Santo.
18. PE Pico do Marumbi + Caminho do Itupava Base Prainhas.
19. PE do Pau Oco.
20. Parque Florestal de Ibiporã.
21. PE Lago Azul.

Esperamos que esta situação administrativa se resolva o mais rápido possível, de
modo a salvaguardar a realização dessas atividades, que são um dever da Instituição, com a devida remuneração do servidor.
Atenciosamente

Servidores das Unidades de Conservação Estaduais do Paraná


11 comentários

  1. Que looouuuucuuurrraaaa
    sexta-feira, 25 de setembro de 2009 – 16:16 hs

    O Povão será que vai ter coragem de votar nessas traias no ano que vem, se essa turma se elegerem eu acredito que o fim do mundo está chegando.
    Tá loko meu!

  2. Alessandro
    sexta-feira, 25 de setembro de 2009 – 16:26 hs

    Estava fazendo planos para visitar o Canyon do Guartelá em poucas semanas. Quarenta quilômetros de canyon, sexto do mundo em extensão. No parque nacional do Guartelá também há cachoeira, piscinas naturais e escrituras pré-históricas em rochas.
    E isso é apenas UM dos vinte e um parques fechados.
    É lamentável que as pessoas sejam proibidas de conhecer seu próprio patrimônio histórico, cultural e ambiental.
    Isso é mais uma das barbaridades que esse tosco que é o Imperador do Paraná faz.
    Cadê o Ministério Público ou a oposição?!!!
    Quem vai proteger nossos interesses?
    Pra que serve um governo que tem como premissa servir em primeiro lugar os servidores e não o contribuinte?
    Tenho profunda vergonha de ter como governador esse sujeito obtuso, vil e egoísta chamado Roberto Requião de Melo e Silva.
    Fora Requião!

  3. Lingua de Krocodilo®
    sexta-feira, 25 de setembro de 2009 – 16:29 hs

    Rascunho de ambientalista!

    Esses caras querem mesmo é casa no Marumbi e na Ilha do Mel.

  4. Cap. Nascimento
    sexta-feira, 25 de setembro de 2009 – 18:13 hs

    Esta é a realidade do governo do nepotão de mello e silva; a falência do estado.
    Mas, enquanto isto, a família continua empregada e muito bem remunerada, e o helicóptero da Polícia servindo-o para fazer a sua campanha ao senado.
    O silêncio das ongs ambientalistas, do ministério público estadual, do tribunal faz de contas e do sindicalismo pelêgo, é de causar surdez irreversível.
    Ei reiquejão, pede prá sair. Fora sarney e lula viajando da silva

  5. Eduardo moreno
    sexta-feira, 25 de setembro de 2009 – 19:22 hs

    Que pouca vergonha niguém quer mais nada deste governo não e só o Rasca não O Greca só anda viajando fazendo campanha pra Deputado Estadual com o dinheiro da Cohapar que vergonha e o povo é quem paga tudo isso.

  6. Jorge Ventura
    sexta-feira, 25 de setembro de 2009 – 19:24 hs

    Uma pena, pois a flora e a fauna paranaense não têm culpa das pessoas não saberem votar.

  7. Pé Vermelho
    sexta-feira, 25 de setembro de 2009 – 20:15 hs

    O Burko está inelegível… Pois quando Prefeito de Guarapuava teve as contas reprovadas pelo TC…

  8. Carlão
    sábado, 26 de setembro de 2009 – 9:08 hs

    Só picaretagem .

  9. BISTEKA
    sábado, 26 de setembro de 2009 – 18:46 hs

    ELE FECHA TUDO NÃO???
    PORQUE NÃO FECHA TAMBÉM AS ABERTURAS QUE DÁ A ONG “SVS”, QUE ATUA EM ANTONINA E GUARAQUEÇABA?
    PORQUE SERÁ??
    SERÁ PORQUE???
    NINGUÉM FALA NADA???
    ETA GOVERNINHO DE LASCÁ SÔ!!!

  10. Rafael Filippin
    segunda-feira, 28 de setembro de 2009 – 16:16 hs

    O Governador Requião é reponsável pelo atual funcionamento precário do sucateado sistema SEMA. Não foram realizados os concursos prometidos, os recursos do FEMA foram investidos de modo ilegal em várias oportunidades (vide os casos do “parque” de Almirante Tamandaré, do helicóptero e do dinheiro das multas judiciais), os programas de planejamento não foram concluídos, os comitês de bacia e conselhos não têm funcionado direito, em outras palavras: não há uma política ambiental clara, que possa ser discutida e aperfeiçoada democraticamente. O que existe é a vontade do Governador, as vistas grossas para os erros dos aliados e a imposição de dificuldades para o resto do mundo.

  11. USUÁRIO DO IAP
    segunda-feira, 28 de setembro de 2009 – 20:18 hs

    Muito bem, esta atitude, jugo ser a cara deles. Quem conhece esses administradores do IAP como o Sr. Burko e Raska sabe que são mesmo covardes com o meio ambiente. Quantos benefícios que o sr. Brko arrotou recentemente ao serviço do IAP. SABEMOS QUE É TUDO “BALELA”, pois o IAP não tem funcionário para fazer tudo o que ele berrou aos quatro ventos. Esses Parques e o atendimento aos acidentes que os funcionários faziam eram por profissionalismo mesmo, pois segundo eles faz um ano que não recebem as promoções e ainda cortam as horas extras que já faziam parte dos salários. Agora que comentam que vão dar com uma mão e tirar com a outra. Voce que sabe, nas eleções vc pode retribuir!!! Esses cara de pau oco, devem saber que os paranaenses não são bonecos de gesso que podem ser manobrados quando querem.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*