Hoje, a decisão sobre os fumódromos | Fábio Campana

Hoje, a decisão sobre
os fumódromos

image004

Na foto, um fumódromo na Espanha. No teto, a pintura mural que faz o fumante sentir-se no fundo da cova mortuária, para lembrar o que todos sabem, –o fumo faz mal à saúde. O modelo poderá ser adotado por aqui, dependendo do que decidirem hoje os deputados estaduais.

Os deputados vão votar exatamente isso, se permitem a existência de fumódromos ou se a proibição será drástica, sem espaços para os fumantes, que só poderão fumar em casa.


18 comentários

  1. pabufe
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 8:29 hs

    Pelo menos, os idiotas dos fumantes vão banzidos pelo padre com água benta.

    Que morram felizes e nicotinados.

  2. FABIO AGUAYO
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 8:37 hs

    O DIREITO DE TERMOS ESPAÇOS EXCLUSIVOS e RESERVADOS PARA FUMANTES!

    Depois meses de discussão, com consulta inclusive na internet no portal da Assembléia legislativa do Paraná (ALEP), por sinal disputa acirradíssima.

    Chegou à hora da decisão e da participação da categoria com todas as entidades do setor unidas (ABRABAR, ABRASEL, ASSINDILITORAL, GASTROME, ABRESI, SINDOTEL E CNTUR) e isso será fundamental para o posicionamento dos parlamentares que valorizam a democracia em nossos ambientes. Aliás os locais mais democráticos de um povo se reunir e discutir a vida, sem segregação e discriminação.

    A lei antifumo radical como querem alguns parlamentares e Ongs Antitabagistas podem comprometer o orçamento, planejamento e a sobrevivência dos estabelecimentos. Muitos irão dizer que o poder econômico não pode sobrepor ao direito a vida. Sim a saúde é vital, mas sobreviver sem liberdade e dignidade é um pecado mortal. Pois é fundamental acima de tudo a livre consciência e arbítrio de freqüentar e trabalhar nesse ou aquele lugar.

    Se os Bares ou Casas Noturnas não tivessem nossos ingredientes como vida noturna até altas horas, bebida alcoólica, energéticos, tabaco (Narguille, cigarro e charuto), músicas envolventes, sensação de alívio, liberdade e muitas possibilidades de encontrar um parceiro ou parceira para um relacionamento eventual ou duradouro.

    Por que os Bares ou casas Noturnas de ritmo Gospel ou de filosofia puritana que só consomem água, suco, refrigerante, alimentos saudáveis, músicas comportadas e ambientes livres de fumaça não têm público ou não faz sucesso, não gera emprego e renda em todas as cidades?

    Por isso não podemos viver de demagogia e hipocrisia, precisamos nos afastar de regimes e pensamentos totalitários. A diversidade e a pluralidade é o tom da nova era.

    E a realidade demonstra que a medida radical adotada em São Paulo é prejudicial à maior parcela da sociedade que opta pela vida noturna como aponta a pesquisa divulgada pelo Jornal Folha de São Paulo sobre o primeiro mês da lei antifumo Paulista onde indicou prejuízo e a queda de faturamento dos estabelecimentos paulistas com a discriminação e a retirada dos clientes fumantes.

    Aqui no Paraná não será diferente. Ainda mais com os difíceis momentos que passamos com baixíssimo movimento, principalmente por causa da Gripe A e a recuperação da crise econômica.. Então para o segmento será delicadíssima a exclusão total do cliente fumante. Inclusive podendo comprometer a manutenção de empregos nas empresas.

    Portanto, esta votação no Estado do Paraná vai servir de alerta para a categoria, pois começa com a lei antifumo, depois vão querer questionar o horário de funcionamento dos bares e casas noturnas, aí vem à restrição do consumo de bebida alcoólica, praticamente selando a existência do nosso comércio. Sempre com desculpas eleitoreiras.

    ABRABAR
    Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas

  3. V.Lemainski-Cascavel
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 8:45 hs

    É simples. Se o fumo faz mal, não tem o que discutir.

  4. Joao Marcio
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 8:59 hs

    Quem defendo fumodromo não esta nem ai com o povo, estes deputados recebem dinheiro sujo do fumo, e nao estao nem ai com a saude do povo.

  5. noossa
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 8:59 hs

    então vamos proibir o alcool tb!!! é simples se faz mal…. o problema é conseguir que o parlamento cheio de bebum aprove o fim do consumo de alcool….

  6. noossa
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 9:01 hs

    e não adinta vir com aquela historia de que o alcool nao afeta as pessoas que estao proximas. é só perguntar para o sobrinho do requiao e comprovar que o uso do alcool afeta terceiros tb!!!

  7. Nicotinado
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 9:03 hs

    é que tem deputado querendo capitalizar politicamente a medida…..

  8. Ex-fumante
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 9:48 hs

    DEFINIÇÃO DO CIGARRO.
    O cigarro é um cilindro de papel recheado de fumo, com uma brasa numa ponta e um IDIOTA na outra.
    (todo Ex-fumante é um Ex-IDIOTA)

  9. Marcos Calonga
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 9:50 hs

    Interessante que, ao mesmo tempo que se discute a proibição do direito de fumar, com tanta veemencia demagógica; até ministro de estado defende a liberação da MACONHA!!!
    Vamos para de fumar tabaco e passar a fumar maconha?

  10. Patrick R.
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 10:12 hs

    Quer ter câncer ? Pergunte-me como.
    SOU DEPUTADO ESTADUAL DO PARANÁ.

  11. Nicotinados FDP's
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 11:11 hs

    SÓ QUERO LEMBRAR UMA COISA…
    SÊ APROVADO O FUMÓDROMO, TAMBÉM DEVERÃO CONSIDERAR O TEMPO EM QUE ESSES FUMANTES FDP’S PERMANECEM NÀQUELE LOCAL, POIS NÃO É JUSTO QUE ESSES IDIOTAS TRABALHEM MENOS QUE NÓS NÃO FUMANTES, POIS TEM GENTE QUE PASSA A MAIOR PARTE DO TEMPO TROCANDO FIGURINHA NOS FUMÓDROMOS DO QUE TRABALHANDO!!!

  12. marcondes
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 11:37 hs

    Impressionante como o interesse pessoal dos seus próprios bolsos interfere na opinião de alguns “egoístas”, pois é preferível manipular as pessoas em casas noturnas e demais estabelecimentos para usarem de tudo que lhes faz mal para a saúde e para o bem estar emocional, simplesmente para manter o seu próprio ego, infelizmente são escravos do dinheiro.
    Lembro, o seu direito de fumar termina exatamente onde começa o meu direito de respirar ar puro, e fumar em ambiente fechado é propício para eu não ter o meu direito preservado, portanto, espero que os Deputados tenham sabedoria na hora de votar.

  13. Nelson Edison de Moura Rosa
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 12:55 hs

    É isso Fabio Aguaio
    Se os Bares ou Casas Noturnas não tivessem nossos ingredientes como vida noturna até altas horas, bebida alcoólica, energéticos, tabaco (Narguille, cigarro e charuto), músicas envolventes, sensação de alívio, liberdade e muitas possibilidades de encontrar um parceiro ou parceira para um relacionamento eventual ou duradouro.
    Quem no gostar disto tudo, que va para a igreja, ou, ou vá fazer um curso de HIENA, tá?

  14. Pepe deodato
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 14:31 hs

    E a partir de agora, por lei “estadual”, as igrejas catolicas; os templos evangelicos; as repartições publicas; os cinemas; os onibus; os aviões e outros lugares onde os fumantes frequentam e nunca se ausentam para dar uma fumadinha, vão exigir um fumódromo de acordo com a lei.

  15. Alessandro
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 15:07 hs

    Eu não fumo, mas sou contra até a proibição de fumar em locais fechados, exceto prédios públicos (o que já é proibido por lei federal há mais de dez anos).
    O sujeito vai em uma tabacaria comprar o que? Vitamina, remédio?
    Ora, só vai quem fuma, entra quem quer.
    Da mesma forma que alguns barzinhos, se há pessoas fumando, entra quem quer e o comerciante que faça suas regras.
    Há muito “Estado” em tudo e onde deveria haver (principalmente segurança pública), não há.
    Vamos enxotar esse governo nojento de nossas vidas, antes que nos proíbam até de nos empanturrar de guloseimas dentro de nossas próprias casas!

  16. Enforquem os fumantes!
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 15:14 hs

    Fica claro nos comentários dos anti-tabagistas a intolerância e ódio que têm dos fumantes. Parece que se depender de uns e outros, os fumantes deveriam ser linchados em praça pública. Mesmo assim, se dizem mui preocupados com a nossa saúde.

    A nova lei está aí para respeitá-los, e agora vocês querem ir além e tirar o direito dos outros fumarem sem incomodá-los. Querem também vir na minha casa e jogar os meus cigarros na privada? Estão realmente preocupados com a minha saúde?

    Queria que algum anti-tabagista xiita me apresentasse os dados de o quanto se gasta em saúde pública com fumantes versus o quanto se arrecada. Aposto que dá um belo saldo para os cofres públicos. O ônus da prova é de vcs, que vivem citando este argumento. Pura demagogia e intolerância!

  17. THEMIS
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 16:47 hs

    Aos Srs. Deputados

    Vale lembrar que a grande maioria da população paranense é de não fumantes e lembrará de sua posição hoje. Cigarro mata e se mata não tem o que discutir. É triste ver a apologia ao cigarro de alguns fumantes enquanto seus filhos passam o ano todo tomando cortizona para bronquite e asma, porque seus pais intoxicam seus pulmões. Pessoas egoístas que a décadas vem empesteando os ambientes fechados e tornando insuportável a vida de seus colegas de trabalho, seus funcionários, seus conjuges, filhos e netos. Basta de hipocrisia. Quer fumar fume sózinho!!!

  18. THEMIS
    terça-feira, 15 de setembro de 2009 – 17:07 hs

    Que triste explanação do Dep. Caíto Quintana, os oitenta por cento dos eleitores do Paraná lembrarão de seu voto para sempre.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*