TV Educativa pode ser proibida de retransmitir programação de outros países | Fábio Campana

TV Educativa pode ser proibida de retransmitir programação de outros países

Ney Leprevost

A retransmissão dos programas do Canal Telesur, do inseparável amigo de Requião, o presidente Hugo Chavez, na TV Educativa, poderá estar com os dias contados.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou projeto de lei, que estabelece a obrigatoriedade da programação da rádio e da TV Educativa ser exclusivamente de interesse nacional, sendo proibido a retransmissão de programações diárias de outros países.

Para o deputado Ney Leprevost (foto), do PP, autor do projeto, a televisão pública deve divulgar programas culturais e de interesse público, “não podendo servir de palanque para a divulgação de ideais políticos de uma só corrente, temos exemplos de televisões públicas com produções de extrema qualidade e excelente conteúdo, não se justificando a cessão de várias horas de programação a outras emissoras estrangeiras”, advertiu.

Os deputados Tadeu Veneri (PT) e Luiz Claudio Romanelli (PMDB) votaram contra porque alegaram se tratar de matéria inconstitucional.

Conforme a proposta, a programação da Rádio e Televisão Educativa do Paraná deverá ser exclusivamente de interesse nacional, ficando expressamente vedadas a retransmissão de programações estrangeiras, que tenham cunho ou vertentes políticas de qualquer espécie.

Entretanto, a legislação permite a retransmissão de documentários, desde que tenham prazo certo e determinado para sua exibição. Além disso, terá que conter programação científica destinada a promover o conhecimento e não fazer apologia a determinada pessoa, governo ou corrente de pensamento filosófico ou político.


18 comentários

  1. V.Lemainski-Cascavel
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 17:33 hs

    Até que enfim, um pouco de lucidez.

  2. Jaferrer
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 18:27 hs

    Até que enfim! Pelo menos alguma coisa foi feita frente ao descalabro que presenciamos, pois nos últimos 7 anos a TV educativa virou palanque para a visão estapafúrdia do duce e sua quadrilha, incluindo aí os bolivarianos cucarachas.

  3. Humberto
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 18:34 hs

    Porraaaa!!!!
    Demorou pra alguém se manifestar contra.

  4. Geraldo Medeiros
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 18:55 hs

    Esse projeto não vai passar…

    Embora a TV Educativa colocar no ar a programação do Chavez seja contra o espírito da lei da propaganda, por conter 100% de estrangeirismo, vale a tropa de choque do governador na AL que passa até gripe suína para pedra, e bloqueia o virus -ou projetos de lei- se o chefe mandar.

  5. jango
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 19:24 hs

    O Bacamarte das Araucárias, além de rematado incompetente na administração pública, porque tem nas mãos um canal de rádio e televisão que poderia ser um veículo extremamente interessante para a sociedade e para a propria administração pública divulgar a atuação do governo, com sobriedade, fim público, sem demagogia e enganação, está dando um mau exemplo de utilização da midia e de um serviço público, desacreditando ainda mais suas gestões governamentais, que vão passar para a história como as “décadas perdidas” para o Paraná.

  6. Jacutinga
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 21:47 hs

    Parabéns Ney! São mais ações assim que queremos ver nossos deputados desempenhando.

  7. RODRIGO GONÇALVES
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 21:58 hs

    “parabéns, deputado ney leprevost. os paranaenses aplaudem sua iniciativa”

  8. Carlinhos
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 7:36 hs

    Abaixo a censura! E impressionante com defendem a “liberdade de expressão” para alguns “escolhidos”, a “democracia” que “nos” conhecemos. Isto é hipocrisia.

  9. Motoqueiro Infernal!
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 8:57 hs

    …. é?… vai fazer alguma diferença?
    o povão gosta mesmo é de ver o Chaves do SBT, brasileiro nem gosta do maluco venezuelano… mais perda de tempo de posição e oposição.

  10. Tak Heus Pah
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 9:20 hs

    Coisas mais importantes existem. Mas um deputado que pertence ao mesmo time do maluf tem sempre que buscar espaço na mídia com temas que agradem determinada camada da população, geralmente os ultradireitistas e reaionários. Não que me importe ver qualquer programa da tve, pois nem tv tenho. Mas vejo que impedir retransmissão de canais estrangeiros soa até ridículo, pois o mesmo povo que vai comprar no “shopping com 50% off”, por não ter mais o que fazer defendem “causinhas” deste naipe.

    Este nei leprevost, tá mais para nei reprovou, e reprovou muito na capacidade de gerar projetos importantes em sua cabecinha, que pelo visto, a única massa que tem é do lado de fora, uma massa de gel pra segurar os pelos da cabeça.

    Primeiro grande projeto do nobre deputado foi o título de persona non grata para hugo chaves, agora o segundo grante intento do magnânimo é impedir que chaves, direta ou indiretamente dê as caras pela telinha do reiquião.

    Tenha dó, com uma corja de deputados como esse e um governador que temos, pra frente impossível seguir.

  11. Alexandre
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 9:49 hs

    Imbecilidade total este projeto. Típico do Leprevost. Vamos então proibir a TV Cultura de passar programas feitos pela BBC de Londres ou por uma outra TV pública qualquer da Europa. A questão é a imbecilidade da programação da TV Educativa e do comando interesseiro que é dado pelo “Rei Quião”. Mas proibir programação extrangeira é típico de uma elitizinha provinciana. Devemos ir no caminho contrário da mundialização e da tolerância intercultural? Transforme a TV Educativa em uma TV, efetivamente púbica, com controle público da programação, e pare com estes projetos ridículos apenas para ganhar as manchetes dos jornais. Fora Requião, mas que vá junto com você, igualmente, esta oposição tão autoritária quanto você, que o Leprevost é um dos representantes da nova geração.

  12. Pé Vermelho
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 12:18 hs

    Continuo insistindo na minha cruzada (obrigado Zé Simão) para popularização do boicote, desobediência civil, coisas assim. Quando todos se conscientizarem da força desses instrumentos e começarem a usá-los, os poderes tremerão. Prá exemplar eu mesmo me decretei não ver a desEducativa. Se mais gente fizesse isso, a queda da audiencia obrigaria mudança de comportamento.

  13. ARQUIVO VIVO
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 12:58 hs

    se alguem lebra O NEY DEU TITULO DE CIDADAO HONORARIO NA CAMARA A ALGUM TEMPO ATRAS PARA CHAVEZ E AGORA BATE NELE HUMMMMMMMMMMMM

  14. Jorge
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 14:55 hs

    Em momento nenhum o Leprevost falou em proibir a programacao estrangeira em geral. O projeto fala de proibicao de programacao de cunho politico e propaganda de ideologias retransmitidas!
    Temos que valorizar a producao local e nacional e nao ficar fazendo apologia a Chavez!

  15. marceloah
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 17:46 hs

    Tudo muito lindo, somente um detalhe… “a televisão pública deve divulgar programas culturais e de interesse público” … isso vale para toda a televisão e imprensa, que utiliza por meio de concessão um meio publico para difundir a informação. Agora querem cobrar somente da televisão pública? Vão cobrar da televisão/imprensa privada, que está a décadas vomitando em nossos olhos e ouvidos.

  16. Bernardo
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 18:01 hs

    O Ney Leprevost nunca deu titulo de cicadao honorario pro Hugo Chavez. Pelo contrario, enfrentu o sistema autoritario dste governo e tornou o Chavez persona non grata no Parana. E isso ai!

  17. Macaco eletrico
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 18:02 hs

    Essa do Leprevost foi otima! Deve estar causando uma ciumeira danada nos que nao tiveram a ideia antes!

  18. Leticia
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 18:05 hs

    Conheco o Ney Leprevost. Eh um cara democratico e super gente boa. Esta certo ele de proibir o uso da TV Educativa para apologia do Hugo Chaves. A TV eh do povo. Nao eh justo que os paranaenses fiquem pagando horario para um ditadorzinho de m… falar besteiras e defender seu governo corrupto e autoritario.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*