Sarney apoia filho em ação que proíbe reportagem do 'Estado' | Fábio Campana

Sarney apoia filho em ação que proíbe reportagem do ‘Estado’

sarney preocupado

Agência Estado

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), demonstrou a apoio a seu filho, o empresário Fernando Sarney, sobre a medida judicial apresentada contra o jornal O Estado de S.Paulo e o Portal Estadao.com, que proíbe a publicação de reportagens que contenham informações da Operação Faktor, mais conhecida como Boi Barrica.

Em nota divulgada nesta segunda-feira, 3, José Sarney disse que seu filho tem sido vítima do jornal e que, com o pedido de proibição, apenas exerceu seu direito de cidadão, por o que não pode condená-lo.

Clique em Leia Mais para ver a nota de Sarney na íntegra:

“A respeito da medida judicial prolatada contra o jornal Estado de S.Paulo, venho esclarecer o seguinte:

1. Meu filho Fernando Sarney, com 53 anos de idade, tem sido vítima de cruel e violenta campanha infamante por parte de O Estado de S.Paulo.

2. É empresário, tem sua vida, família, sua independência.

3. Na defesa de seu direito, por seus advogados, Fernando entrou na Justiça contra O Estado de S.Paulo, uma vez que ninguém é privilegiado com imunidade contra a lei. Não discuto a demanda, mas não posso condená-lo por exercer seu direito de cidadão

4. Não fui consultado sobre essa iniciativa, de exclusiva responsabilidade dele Fernando Sarney e de seus advogados, e por isso é uma distorção de má fé querer me responsabilizar pelo fato

5. Todo o Brasil é testemunha de minha tolerância e minha posição a respeito da liberdade de imprensa, nunca tendo processado jornalista algum.

José Sarney”


6 comentários

  1. Jose Carlos
    segunda-feira, 3 de agosto de 2009 – 15:58 hs

    Quem sai aos seus, não degenera, dizia minha avó… o DNA dos “Sir Ney” tem insculpido no seu código o arbítrio, o mandonismo, o coronelismo de duração multissecular, na região onde constituíram seu feudo… empastelar jornais, calar opositores, cessar a divergência, antes era trabalho de jagunço a mando do coroné… hoje, mais sofisticado, mais “civilizado”, é trabalho de outros serviçais, mas, ainda, a mando do coroné-senador… é o cangaço nacional, de terno e gravata, com ar-condicionado e carro importado… a eterna roça-pátria…

  2. V.Lemainski-Cascavel
    segunda-feira, 3 de agosto de 2009 – 16:04 hs

    Essa figura retrógrada é um dos excrementos políticos do país.
    Deveria ser cassado.

  3. Chico 1
    segunda-feira, 3 de agosto de 2009 – 16:33 hs

    É, Seu Sarney: a culpa é do sofá, né?

  4. cejota
    segunda-feira, 3 de agosto de 2009 – 16:41 hs

    o cara é um santo

  5. segunda-feira, 3 de agosto de 2009 – 17:03 hs

    Seu filho é um vigarista acobertado por um pai sem escrúpulos que se sente hoje culpado pela educação que lhe deu, pois o treinou para a esbórnia e a impunidade características que não duram para sempre e são lamentáveis num ser humano.

    Empresário sim, mas de onde vêem os recursos se fossem de fonte limpa, não teriam ido parar na mão de um órgão idôneo como a Policia Federal

    A lei já reza que o processo é público e se essas gravações foram feitas licitamente, devem ser tornadas publicas SIM Sr “SECRETO”.

    Bom nesta altura não temos como saber quem mente ou não, sabemos que todas as vezes que o Sarney, vulgo “Secreto” abriu a boca para se defender, levamos menos de 24 hrs para descobrir que mentia.

    É processar jornalista parece que não, mas tolher a liberdade não se resume só a isso.
    No final fica bem claro que Tal Pai, Tal Filho.

  6. Sidinei
    terça-feira, 4 de agosto de 2009 – 14:00 hs

    Fiquem tranquilos, entraram pessoas idôneas para defender Sarney e família: Collor de Melo , Renan Calheiros…com estes daí defendendo é perigoso fazer discurso contra, PC Farias que o diga! e o Collor está nervoso…será melhor dizer que o Sarney é gente honesta sim, e que tudo não passou de brincadeirinha. A Foto da Dilma para presidenta ficará muito interressante para O PT ético, DILMA, LULA, SARNEY, COLLOR , RENAN CALHEIROS.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*