Marina Silva assina filiação ao PV em São Paulo | Fábio Campana

Marina Silva assina filiação ao PV em São Paulo

marina1
Da Folha Online

A senadora Marina Silva (AC) assina hoje sua filiação ao PV em cerimônia que será realizada durante encontro nacional do partido, em São Paulo, a partir das 10h30.

Marina deixou o PT na semana passada e ainda vai decidir sua candidatura à Presidência da República pelo PV. Ela deixou a legenda com a justificativa de que o partido não ofereceu “condições políticas” para avanços na questão ambiental.

A cerimônia de filiação será realizada no espaço Rosa Rosarum, na rua Francisco Leitão, 416, em Pinheiros (zona oeste de São Paulo). O local é um espaço para a festas e tem capacidade para cerca de 1.500 pessoas.

Segundo o PV, pelo menos 1.000 pessoas se inscreveram para acompanhar a solenidade no local. A filiação também poderá ser acompanha pela internet, no site do partido.

Em entrevista na qual anunciou sua decisão de deixar o PT, Marina agradeceu a um grupo de petistas que a pressionaram a permanecer na legenda, como o presidente do PT, Ricardo Berzoini, os senadores Aloizio Mercadante (PT-SP), Tião Viana (PT-AC) e Eduardo Suplicy (PT-SP). A senadora não mencionou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva porque disse que não discutiu com o petista a sua saída da legenda.


6 comentários

  1. V.Lemainski-Cascavel
    domingo, 30 de agosto de 2009 – 11:08 hs

    Já vi muita coisa verde virar vermelha. Desconheço alguma vermelha que tenha virado verde. Acho que na política é possível… rssss

  2. david
    domingo, 30 de agosto de 2009 – 13:51 hs

    Se não for mais uma manobra do PT, tem seu valor, aliás, tem mais peso político do que a Dilma.

  3. SYLVIO SEBASTIANI
    domingo, 30 de agosto de 2009 – 15:49 hs

    A Senadora Marina Silva é efetivamente uma excelente candidata à Presidência da República, muitissimo melhor que a Dilma, no caso de querer uma mulher na Presidência.Aqui no Paraná ela vai ter que arrumar, organizar, um Diretório para enfrentar uma campanha, tirar e mandar fazer suco de uns “laranjas” logo no início da campanha, caso contrário eles fvão fazer uma laranjada, o que ela não merece.

  4. João
    domingo, 30 de agosto de 2009 – 22:00 hs

    Ia votar NULO, agora tenho em quem votar!

  5. agnóstico
    segunda-feira, 31 de agosto de 2009 – 10:03 hs

    Tenho muita simpatia pelos verdes. Mas concordo com o Sylvio, aqui no Paraná tem certas idiossincrasias que devem ser resolvidas, para que o fato do oportunismo político não seja usado contra a possível e ótima candidatura de Marina. Se o sujeito nem separa o lixo em casa não pode se dizer engajado em causas sustentáveis. Se o cara assasina alguém não pode se dizer engajado em causas pela paz. Issó só para comerçar.

  6. Pedro (PR)
    segunda-feira, 31 de agosto de 2009 – 14:43 hs

    Aqui no PR o PV apoiou o pefelista Lerner durante os 8 anos. O discurso idealista da candidata Marina exclui partidos com passado obscuro, dívidas, sem prestação de contas de campanhas, aliados da direita, ou seja, entende que o PV é um partido limpinho, limpinho. O que claramente não é e nunca foi. Melhor assumir que a mudança de partido foi puramente por questões eleitorais (ou eleitoreiras) ou então assumir essa postura asséptica e fundar um novo partido político que abrigue seu discurso ideológico. Pé no chão turma: a hora que o Lula sair por aí abraçado com a Dilma e pedindo votos para ela em todos os segmentos da sociedade, vcs acham que a Marina da Silva aguenta o tranco? Ou é mais uma candidata para levantar bandeiras e dar murro em pontas de faca?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*