Lula diz que oposição não tem discurso para 2010 | Fábio Campana

Lula diz que oposição não tem discurso para 2010

LulaAlvoradaSLima

De Josias de Souza na Folha Online

Durou cerca de três horas e meia a reunião-jantar de Lula com as cúpulas do PSB e do PT. Deu-se na noite passada, no Palácio da Alvorada.

Começou por volta de 21h30. Terminou perto de 1h, já na madrugada desta sexta (13). Afora o anfitrião, participaram dez pessoas (veja lista lá no rodapé).

Além dos dirigentes partidários, foram ao Alvorada os presidenciáveis Ciro Gomes (PSB) e Dilma Rousseff (PT).

Lula conduziu os convidados à sala de jantar. Conversaram enquanto degustavam duas opções de prato: peixe e carne. Vai abaixo um resumo do que foi dito:

1. Vencida a fase da conversa mole, Lula foi ao ponto: 2010. Estava informado sobre a posição do PSB, divulgada à farta nos últimos dias.

2. Primeiro, disse o que os interlocutores queriam ouvir: se o PSB decidir que Ciro Gomes deve disputar a presidência, vai “respeitar”.

3. Depois, expôs a estratégia que considera ideal: uma disputa “plebiscitária” entre Dilma e o candidato do PSDB, provavelmente José Serra.

4. Para Lula, são “grandes” as chances de triunfo. Por quê? O governo terá muito a mostrar. As “realizações” ganharão mais visibilidade no ano que vem.

5. Soou otimista quanto à economia. Esboçou um cenário de superação da crise. Prevê um 2010 melhor do que o 2009. Não mencionou números.

6. De resto, acha que a oposição “não tem discurso”. Avalia que o tucanato levará ao palanque a plataforma da “ética”. Não vai colar, acredita.

7. Mencionou o fato de o PSDB ter ocupado a presidência por oito anos. Insinuou que, nesse período, também acumulou o seu contencioso ético.

8. Falou sobre a hipótese de Ciro concorrer ao governo de São Paulo. Uma alternativa que, no dizer de Lula, merece ser “muito bem avaliada”.

9. Nas pegadas de Lula, falou o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente do PSB. Expôs um compromisso e várias inquietações.

10. O compromisso: a prioridade do PSB é preservar o projeto conduzido por Lula, um empreendimento ao qual o partido se associou desde o início, em 2003.

11: As inquietações: acha que, aos olhos de hoje, a tática da disputa presidencial plebiscitária é arriscada. Pode levar a uma derrota no primeiro turno.

12. Disse que a hipótese de mais de uma candidatura governista pode ser conveniente a Lula. Daí a conveniência de manter Ciro no páreo.

13. Defendeu a tese de que convém observar a evolução da conjuntura por um período mais alongado. Definições, só no início de 2010, até março.

14. Em reforço à sua tese, Eduardo Campos disse que a disputa plebiscitária depende de variáveis que fogem ao controle do governo.

15. Citou a novidade Marina Silva, prestes a mudar-se do PT para o PV, para virar, também ela, candidata à presidência da República.

16. A esse respeito, Lula disse que não lhe passa pela cabeça apelar a Marina para que não seja candidata.

17. Lula recorreu à própria história. Disse que, tendo disputado a presidência tantas vezes, não tem “o direito de pedir a alguém para não ser candidato”.

18. Ciro Gomes não excluiu a hipótese de disputar o governo paulista, como prefere Lula. Mas falou como presidenciável. Ecoou Eduardo quanto aos riscos da tática do plebiscito.

19. Os mandachuvas do PSB se comprometeram a avaliar a conveniência de mudança do domicílio eleitoral de Ciro do Ceará para São Paulo.

20. Uma avaliação que terá de ser feita até o final de setembro, prazo limite. Mas, mesmo que opte pela mudança, o partido continuará com os olhos voltados para o Planalto.

21. Ficou estabelecido que só no ano que vem Ciro decidirá se vai às urnas como candidato ao Palácio dos Bandeirantes ou ao Palácio do Planalto.

22. Combinou-se que, até lá, PSB e PT farão avaliações periódicas da conjuntura. Se possível, mensais. Quando der, com a presença de Lula.

23. Embora não tenha sido o prato de resistência do jantar, a crise do Senado foi mencionada à mesa.

24. Lula não revelou aos presentes o teor da reunião secreta que mantivera na noite da véspera com José Sarney, na Granja do Torto.

25. O presidente tampouco repisou as defesas enfáticas que costuma fazer da manutenção de Sarney no comando do Senado.

26. A alturas tantas, Lula pronunciou uma frase que denota preocupação com o dia seguinte: “O problema é que não tem um substituto natural para o Sarney”.

27. No mais, repetiu um lero-lero encontradiço no discurso do PMDB: a oposição faz da crise do Senado plataforma para 2010.

28. Dilma estava descontraída. Mas falou pouco. E o pouco que disse foi para reforçar raciocínios do chefe.

– Eis a lista dos presentes ao jantar do Alvorada- Pelo PT: Ricardo Berzoini, presidente; José Eduardo Cardoso, secretário-geral; Gilberto Carvalho, chefe de gabinete de Lula; e Dilma Rousseff. Pelo PSB: Eduardo Campos, presidente; Roberto Amaral, vice-presidente; Renato Casagrande, secretário-geral; Rodrigo Rollemberg, líder na Câmara; Beto Albuquerque, vice-líder; e Ciro Gomes.


16 comentários

  1. Ita
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 10:43 hs

    Uma coligação, PSB, PT e PMBD leva o candidato da coligação a vencer a eleição para presidente no 1º turno.
    Os demais partidos não tem candidato para bater esta coligação.
    O PSDB é o pior partido que tem!
    E os demais também não tem postulantes a altura.
    O PSDB esta se desgatando com esta plataforma politica que implantou no Senado por Álvaro, ele acha que o povo é besta para acreditar nas suas besteiras.

  2. JOÃO KASSAB
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 11:09 hs

    MUITO BEM SR. LULA DA SILVA, ENTÃO VAMOS DEIXAR DE PRATICAR A ÉTICA E FAZER “LOAS” AOS CANALHAS LADRÕES DO DINHEIRO PÚBLICO E TAMBÉM, ADULAR-MOS A QUADRILHA QUE FAZ PARTE DO SEU GOVÊRNO. BANDO DE MALFEITORES, COMANDADOS POR UM VIVALDINO MAL INTENCIONADO.

  3. Betina
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 11:23 hs

    Se a oposição tem discurso ou não eu não sei.
    Só sei que tem voto, o meu por exemplo!!!

    Xô manézão!!!! Teu tempo acabou!!!!

  4. IDIOTA..PALHAÇO
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 11:40 hs

    O LULA TA CERTO! O PSDB NÃO TEM DISCURSO PRA 2010 ISSO É VERDADE. RSRSR. AGORA O PT TERÁ MUITAS DESCULPAS PRA APRESENTAR AO POVO BRASILEIRO, ESSE SERÁ SEU VERDADEIRO DISCURSO.

  5. JOÃO KASSAB
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 11:58 hs

    ESSA OU ESSE ITA, DEVER SER UM PT RANÇOSO E FAVORECIDO POR ESSA FAMIGERADA BÔLSA ESMOLA DO LULA, QUE É UM PROGRAMA DE COMPRA DE VÓTOS. É UMA PENA QUE A JUSTIÇA ELEITORAL NESSE PAÍS SÓ EXISTA PARA FAVORECER GOVÊRNOS JÁ INSTALADOS. ESSE PROGRAMA E A DESAVERGONHADA CAMPANHA ELEITORAL QUE O LULA FAZ COM A DILMA DEVERIA POR SI SÓ SER OBJETO DE IMPUGNAÇÃO DE CANDIDATURA E A CASSAÇÃO DE MANDATO DESSE ENEGÚMENO.

  6. Aristides
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 12:59 hs

    Não sou eleitor do Lula, porém afirmo que o PSDB e o DEM não tem um projeto de governo para apresentar ao povo.
    Caso tenha, deve ser mais um projeto secreto.
    Dessa maneira, o Lula não encontra adversários, tudo por culpa da oposição que não tem o que apresentar em 2010.
    Quando o país foi governado pelo PSDB e teve quase todo seu patrimônio vendido e os problemas continuaram, os eleitores perceberam que havia necessidade de mudança, foi assim que o Lula ganhou.
    Devido a prática de uma política clientelista e desastrada, a atual oposição vai ter que engulir os petistas, porém vejo com tristeza que o clientelismo continua vergonhosamente a todo vapor.
    A não ser que aconteça algum fato inesperado.
    Vamos ver o que os partidos de plantão vão apresentar de proposta para que eu sinta entusiasmo de votar.

  7. sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 13:04 hs

    O Molusco tá se achando, mas vai comer poeira. O povo está de saco cheio com as suas fanfarronices e falta de escrúpulos.

  8. sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 13:24 hs

    kkkk……lula tem discurso né ? Quando petista não tem discurso elle mente , inventa , planta e repete 1000 vezes. E o pior, tem quem acredita.

  9. sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 13:42 hs

    A Oposição, faz, isso sim, tentar acabar com a crise do Senado, que Lula e Sarney precisam manter para continuar com o emaranhado de falcatruas.

    Só sem essa crise é possível então, fazer aquilo para que são pagos, e do que são conscientes, LEGISLAR em favor do povo como deve ser e não como faz o PT – PMDB e coligados que só o fazem em benefício próprio ou não fazem vão passear já que ninguém desconta os dias de vadiagem. CORJA.

    Eleições para políticos sérios que é o que queremos conseguir para 2010, se faz e se trata depois do Carnaval, agora os homens de Bem, os políticos que precisamos estão trabalhando, não comendo e se embebedando à custa do contribuinte.

  10. Kapa
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 14:10 hs

    Dessa conversa pode sair o futuro presidente do Brasil.
    Com o apoio de Lula, o PSB, partido de esquerda e sem muita mácula durante os últimos anos do governo atual, a oposição não terá como bater em escândalos cometidos pelo PT de Genuino e Delúbio Soares. O que falta para sacramentar a vitória nas urnas em 2010 e dobradinha com o candidato a vice-presidente que venha do PMDB e apoio de Lula para sacramentar a eleição do nosso futuro presidente da República a partir de 2010, o cabra, Ciro Gomes (PSB-CE). Vamos a vitória Ciro!!!!

  11. Carlo Montserrat
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 14:34 hs

    Se o povo tiver lembranças, mas acho que não tem, Ciro Gomes, não ganha nem para síndico daquele apartamento velho, que mora com a Patricia Pilar, no Rio, aliás o Apartamento não é dele, mas sim dela, que herdou de herança.

  12. O Pato Curitibano
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 14:57 hs

    Dilma já era arrogante. Depois que se auto-mutilou ficou insuportável. Quem sabe se deixar a barba crescer, possa ter alguma chance. Ciro Gomes, já sei como fica de barba e lingua presa. Outra caricatura. Será que discutiram alguma coisa séria para o Brasil? Ou será que já pensavam no sucessor do sucessor? Será que do Brasil, só se consegue extrair isto?. Socorro. “Chega de ações, quero promessas”.

  13. O Povo
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 15:38 hs

    A Dilma que deve ter um discurso bom para o Lula, pois já deu uma mostra que consegue mentir na maior cara de pau como não fosse com ela, e não fica nem da cor da bandeira do PT, ou seja vermelha!
    Mentiu e já foi desmentida por três testemunhas, fora as gravações de câmaras de vídeos e agendas onde comprovam o encontro que ela nega ter ocorrido! Tudo isso apenas para defender com unhas e dentes a figura corrupta do José Sarney!
    Essa demente mentirosa que deve ser boa candidata para o ensano Lula!

  14. Astrinha
    sexta-feira, 14 de agosto de 2009 – 15:44 hs

    Mas é lógico que o Lula tem discurso! Quem não se lembra disso: eu não sei de nada, eu não ví nada, meus companheiros são só uns aloprados????????

  15. Diego
    sábado, 15 de agosto de 2009 – 0:16 hs

    Como o governo vai vencer? impossível! Do outro lado do ringue está um homem chamado José Serra. O segundo homem mais popular dessas terras do Brasil, perdendo apenas pro próprio Lula.

    Não importa o que Lula faça. Somente ele em pessoa é um político mais robusto para bater o governador de São Paulo, e não por muita coisa. Então a chance de Dilma vencer Serra é mínima, mesmo com o apoio do presidente.

    Ainda tem mais. Serra é líder e tem menos rejeição. E Dilma todo mundo já conhece. No sul/sudeste vai levar aquela surra. E no nordeste o Serra ta na frente.

    Por mais, o PT ainda tem muito problemas nos estados pra montar palanque, principalmente com aliados como o PMDB.

    Então vamos de Serra, o futuro presidente do Brasil.

  16. Luiz
    quinta-feira, 15 de outubro de 2009 – 11:37 hs

    Eu queria saber por que o lula bão faz discursos no sul e sudeste?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*