Estudante de Direito é morto por PM em saída de casa noturna | Fábio Campana

Estudante de Direito é morto por PM em saída de casa noturna

Gladson Angeli na Gazeta do Povo

O estudante de Direito Thiago Klemtz de Abreu Pessoa, 19 anos, foi morto na madrugada de domingo (16) na saída de uma festa na Sociedade Harmonia, no bairro Bigorrilho, em Curitiba. Ele foi ferido com dois tiros no tórax e um na cabeça por volta das 5 horas na Alameda Júlia da Costa, cerca de uma quadra do clube. O policial militar Omar Assef Junior, de 23 anos, foi preso em flagrante. A polícia ainda não sabe o que teria motivado o crime.


De acordo com o delegado Rodrigo Brown de Oliveira, da Delegacia de Homicídios, o PM se apresentou na delegacia na manhã de domingo. O PM contou ao delegado que estava no clube com amigos, quando foi informado de que havia uma confusão do lado de fora. No depoimento, Omar afirmou que quando foi intervir na briga uma pessoa armada teria o ameaçado. Ele então teria efetuado diversos disparos que acabaram atingindo o estudante. Segundo o delegado, dez pessoas que estavam no local no momento dos tiros já foram ouvidas. O depoimento das testemunhas, porém, contradiz a versão do policial. Elas contaram que viram o PM atirando em Thiago que caiu na grama, próximo ao meio fio. O soldado teria se aproximado, ainda segundo os depoimentos, e efetuado mais dois disparos.

Oliveira esteve no Instituto Médico Legal (IML) e no Instituto de Criminalista para acompanhar a perícia. Os ferimentos, segundo o delegado, parecem ter sido feitos por uma arma ponto 40, mesmo calibre da pistola do PM. “O tiro que atingiu a cabeça de Thiago entrou num ângulo de cima para baixo, o que significa que ele não teve chance de se defender”, disse.

Confusão

Testemunhas contaram ao delegado que Thiago e um grupo de amigos foram expulsos da festa depois de uma confusão. O grupo, que tinham entre cinco e oito pessoas, aparentemente embriagados, agrediu um dos seguranças da casa noturna. Depois de serem expulsos teriam começado a atirar pedras no telhado do clube.

A polícia ainda não sabe se o crime foi em razão da confusão dentro da casa noturna ou se houve outro desentendimento do lado de fora. “Ainda não sabemos se o soldado tinha algum amigo entre os seguranças e tomou as dores ou se simplesmente foi interferir”, disse.

A polícia recolheu dez cartuchos de pistola ponto 40 no local. A arma funcional do PM foi apreendida para exame de balística com o projeteis retirados do corpo de Thiago. Omar foi entregue ao Comando da Polícia Militar.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar informou, em nota, apenas que o soldado estava em horário de folga e “acabou envolvendo-se no episódio, ocorrido entre os frequentadores, já ao lado de fora do estabelecimento”. A PM ressaltou que os fatos ainda serão apurados pelo inquérito policial civil e que o policial está à disposição da Justiça.

A reportagem da Gazeta de Povo está tentando ouvir os proprietários do estabelecimento.


17 comentários

  1. Epifânio
    terça-feira, 18 de agosto de 2009 – 10:11 hs

    Mais um caso de despreparo policial. Desde que o Requião assumiu só tem piorado a segurança pública.

  2. maria helena torraca
    terça-feira, 18 de agosto de 2009 – 10:26 hs

    ate quando os segurancas(maioria policiais) sairao impunes de crimes como esses. o meu filho tambem foi agredido barbaramente em um estabelecimento noturno de nome VICIUS E MANIA quebraram a mao e a braço direito dele e ninguem faz nada. a falta de justiça me faz sofrer sinto me revoltada e ate fiquei com depreçao…. sinto-me impotente sem fe. nao acredito que uma injustiça dessas vai ficar impune.

  3. NOTICIA
    terça-feira, 18 de agosto de 2009 – 12:17 hs

    SERA QUE 3 TIROS JÁ NÃO DEMONSTRA A INTENÇÃO DE MATAR.
    DEVERIA SER PROIBIDO POLICIAL TER OUTRO TRABALHO,EM ESPECIAL COMO SEGURANÇA E AINDA ARMADO.
    ALIAS CRIME NO USO DA PROFISSÃO DEVERIA TER PENA NO MINIMO DOBRADA,NÃO SÓ PARA POLICIAL PARA TODOS

  4. terça-feira, 18 de agosto de 2009 – 13:21 hs

    Há o cara deve ter faturado alguma p. do policial e ele não deixou por menos, ser corneado por mulher de zona é a pior coisa, mas não justifica tirar a vida de alguem. Lastimavel para família do estudante, pesames a família… Agora se é meu familia, este gambé já tava tambem chupando cana com o capeta…. e boa….

  5. ZÉ ALGUÉM
    terça-feira, 18 de agosto de 2009 – 13:32 hs

    E o secretario vêem a publico dizer que a policia do Paraná e a melhor do Brasil , lhe pergunto secretario que Brasil o Sr. Esta falando , aqui pelo menos a um descaso total da secretaria de segurança, os policias são mal pagos , mal treinados , e mal aparelhados , sem acompanhamento medico especifico para essas pessoas que convivem diariamente com a pior parte da população, vivem entre a linha da marginalidade com traficantes bandidos e toda a escoria da sociedade e vendo as barbaridades que acontecem , esses policias precisam de auxilio profissional e não de fazer hora extra em danceteria e boates ou fazendo segurança para supermercados para garanti o sustendo da família , E culpado pela ingerência e pelo despreparo da corporação policial do estado o secretario de segurança e o governador que não anda sozinho não pega ônibus e por isso não consegue ver a realidade do povão. E o desespero das mães que não dormem enquanto seus filhos não chegam em casa , pior é quando não chegam e vêem a noticia que foi morto com três tiros por um policial que deveria proteger e não exterminar um jovem que vinha de uma festa .

  6. ZÉ ALGUÉM
    terça-feira, 18 de agosto de 2009 – 13:35 hs

    Corrigindo
    E um desrepeito pelas mães.

  7. aritsumano
    terça-feira, 18 de agosto de 2009 – 13:50 hs

    isso é Brasil, esses porcos fazem absolutamente o que querem…

  8. jose pedro
    terça-feira, 18 de agosto de 2009 – 14:49 hs

    concordo com tudo o que foi escrito nesse espaço e principalmente com o ZÉ ALGUEM, a culpa é do governador requiao e de seu assecla , o secretario de segurança delazari,sou de foz do iguaçu e estamos sofrendo abusos de toda especie da rone e pelotao de choque da policia militar do parana que por aqui anda em missao de força meramente auxiliar da receita federal no combate ao contrabando,eu inclusive fui vitima do abuso de um despreparado desse que atende pelo sugestivo nome de puglia,vulgo capitao puglia.meus pesames a esse familia,por favor,processem o estado,ele é o culpado.mais uma vez,meus pesames.

  9. Gilberto
    terça-feira, 18 de agosto de 2009 – 20:20 hs

    PM de bosta! Que morra na cadeia!!!

  10. Policial
    quarta-feira, 19 de agosto de 2009 – 11:06 hs

    Em resposta a algums comentários foi lamentável o fato ocorrido, mas não devemos condenar uma instituição de mais de 150 anos a qual muitos policiais deram a vida em pró da sociedade paranaense pelo despreparo de um soldado que errou.
    E ao fulano “aritsumano” que se refere a porcos dever ser um piá de prédio inrustido que tem ou teve vontade de ser policial e não consegiu e hj fala besteiras no blog…

  11. Gilberto
    quarta-feira, 19 de agosto de 2009 – 17:54 hs

    É só o que a PM tem feito ultimamente frente a tamanha violência contra a população, que pela instituição deveria ser protegida:lamentar,lamentar e lamentar…

    E o corporativismo ainda impera nesses casos…

    O soldado errou??? Deu vários tiros com muito gosto e apenas errou???

    Engraçado:PM não comete crimes, apenas erra…A população é que é bandida, vagabunda…

    Sr. Policial, o dia em que a corporação de fato fizer justiça contra os frutos podres que estão nela infiltrados, aí sim, não fica tão feio para o sr vir aqui rebater críticas…

    Só lamentar não resolve. O que se espera para este e outros casos é JUSTIÇA , e não corporativismo…

  12. Policial
    quinta-feira, 20 de agosto de 2009 – 8:50 hs

    Gilberto!
    “É só o que a PM tem feito ultimamente frente a tamanha violência contra a população”….. Você condena uma instituição com mais de 18.000 integrantes pelo falo de alguns despreparados cometerem erros , falhas, ou como queira chamar, em todas as profissões sempre existirá o bom e o mau profissional como na própria PM anos atrás soldados foram flagrados furtando toca CD e por isso todos os os bons policiais teem que ser chamados de incompetentes?

  13. Oliveira
    quinta-feira, 20 de agosto de 2009 – 23:04 hs

    vcs deveriam esperar para a conclusao e apresentação das provas da defesa para começar a falar sobre grau de violencia e so a pm do paraná. E tambémsobre a tentativa do Thiago de tirar a arma do Soldado na abordagem mesmo após os disparos. Alem das outras provas sobre outra arma e disparos (não do policial, e sim contra ele) ja relatada por testemunhas. Entao caros leitrores , antes de vcs e parte da midia que tambem equivocada em varios pontos nao darem espaço para a resposta do acusado, espere para ouvir a outra versao. Como tambem, se é verdadeira a informação que o Thiago não teria sido tirado pelos seguranças por tumulto e agressoes do local. Perguntem ao segurança desmaiado por eles (como ja foi comprovado). Os “jornais” como vc fala, estao atras de noticias, com boa intensao para deixar a populaçao informada, entao aguardem.

  14. Olga
    sexta-feira, 21 de agosto de 2009 – 11:51 hs

    É lamentável o que aconteceu e acontece todos os dias. Mas nada justifica tirar a vida de uma pessoa…..Se o crime tivesse sido praticado por um negro, pobre, com certeza ele já estaria preso….Como se trata de um policial, ai a PM precisa averiguar a causa do crime…..Como se tivesse justificativa pra cometer tal crime….Não precisa ser perito pra constatar que houve sim, intenção de matar. Dois tiros no tórax e um na cabeça, não pode ter sido sem intenção….Esse crime teve repercussão por se tratar de um jovem de classe média, mas não esqueçamos que jovens pobres são mortos todos os dias e infelizmete, alguns deles, praticados por policiais e nada é feito…..Esses policiais, Secretário de justiça, se é que existe justiça, Governador, Prefeito, enfim, pessoas que são pagas por nós, esquecem que tem família e que se não houver trabalho sério no combate a violência, um dia essa violência pode bater nas suas portas. Quando era criança, se ensinava nas escolas e na família que se precisasse de ajuda, era pra procurar um policial…..Hoje falo pro meu filho, que não sabemos mais quem é o bandido e mocinho, não estou aqui generalizando, sei que existem policiais que trabalham em favor da população…..Mas por favor, não compactuem com esses bandidos, que se dizem policiais …..Esses policiais bandidos tem que ser expulsos da corporação.
    Quando se tira uma vida, se acaba com várias outras, que são seus familiares…Que Deus dê forças a eles pra seguir em frente!
    E vamos lutar por justiça. E a justiça tem que ser pra todos!

  15. IB_PL ( Ao Oliveira )
    sexta-feira, 21 de agosto de 2009 – 17:35 hs

    Oliveira, realmente nao sei aonde voce coletou suas informaçoes para escrever tamanha besteira e ignorancia aqui. Thiago nao participou de briga e nao encostou no segurança apenas estava junto perto e sendo pedido para se retirar.

    Esse bandido assassino que o senhor defende efetuou mais de 12 disparos em rua aberta com mais jovens correndo junto e atirava em direçao deles, depois acertar dois tiros no peito e ainda com o thiago implorando pela vida atirar mais uma vez na cara, e ainda gritando eu so policia mao na cabeça…que tipo de policial e esse! nao estou condenando a PM toda e sim os bandidos com destintivo, ou policiais despreparados que acham que sao a lei e fazem o que bem entendem e ainda ficam impunes
    A justiça tenque ser feita e por completa. o que adianta esse assassino pegar 30 anos de cadeia, cumprir 7, 8 anos e sair…

    so espero que a justiça seja feita e que esse assassino sofra muito e tenha o que mereçe…

  16. IB_PL ( Ao Oliveira )
    sexta-feira, 21 de agosto de 2009 – 17:40 hs

    E em nenhum momento o Thiago tentou retirar a arma do policial bandido, pq ele estava correndo atras e atirando para pegar em qualquer joven que estava correndo, e o primeiro tiro no torax foi de longe, voce realmente acha que alguma reação ia ser tentada apos levar o tiro e estar deitado no chao???

  17. Indignada
    sexta-feira, 21 de agosto de 2009 – 17:42 hs

    Oliveira,
    Vc deve ser o advogadozinho porta de cadeia do assassino do Thiago, que precisa defender marginal pq não tem capacidade de defender gente séria.
    Em primeiro lugar o Thiago já estava fora do bar quando começou a confusão e não foi colocado pra fora como vc falou.
    Segundo, como um menino de 19 anos, baleado e caído no chão tentaria “tirar a arma do Soldado na abordagem”?
    Terceiro, se foi mesmo legítima defesa, o q pelo jeito vc está alegando, pq mesmo o Thiago suplicando pela vida, o policial assassino e covarde ainda disparou mais dois tiros, sendo um na cabeça e outro no peito?
    Quarto: Não bastaria ele ter chamado reforço e imobilizado o rapaz até q isso ocorresse?
    Por favor! Isso foi sim um crime cruel e desumano.
    Nem bandido é morto desse jeito, pq se fosse as delegacias e penitenciárias não estariam lotadas.
    E vc vem pedir para “esperar para a conclusao e apresentação das provas da defesa para começar a falar sobre grau de violencia”?
    Sinto muito, mas pra terrorismo não tem justificativa!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*