Dito e feito: reforminha de Requião provocou aumento de arrecadação no Paraná | Fábio Campana

Dito e feito: reforminha de Requião provocou aumento de arrecadação no Paraná

elio

Acabou se confirmando o que muitos alertavam a respeito da minirreforma tributária de Requião, aprovada em dezembro de 2008: o governo vai arrecadar mais e o consumidor é quem vai pagar a conta.

Em plenário, o líder da oposição na Assembleia, deputado Élio Rusch (foto), do DEM, denunciou hoje que, no Paraná, a arrecadação do governo com o ICMS aumentou em 10% no primeiro semestre de 2009, se comparado com o mesmo período do ano passado.

Para o Democrata, esta é a prova cabal de que Requião só pretendia aumentar a arrecadação, às vésperas de nova disputa eleitoral.

“Pesquisamos produtos e empresas que atuam no Paraná. Pergunto porque ainda não tivemos a audiência pública do primeiro quadrimestre? Porque vai confirmar aquilo que denunciamos quando foi votado o projeto de reforma tributária. Que o projeto só visava aumentar a arrecadação”, disse Rusch.


5 comentários

  1. jango
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 23:15 hs

    Olha o perigo:

    Na Antiguidade, o rei MIDAS, da Frigia, em tudo que colocava a mão transformava em ouro. Midas consternava-se deste poder, e rezou a Baco, divindade benévola, que ouviu e consentiu. – Vai ao Rio Pactolo – disse – e segue a corrente até à fonte que lhe dá origem, ali mergulha tua cabeça e teu corpo e lava tua culpa e teu castigo. Midas assim fez e mal tocara as águas, antes mesmo de ter passado para elas o poder de transformar tudo em ouro, as areias do rio tornaram-se auríferas, e assim continuam até hoje.

    No Paraná, o rei SADIM, em tudo que coloca a mão vira shit, estrangeirismo aliás que lhe consterna. Que não reze ele ao Gramulhão para livrá-lo deste mal, porque se o dito ouvi-lo e resolver atende-lo, a história quando se repete fa-lo como farsa, e aí já podem ver o que vai acontecer com o Paraná …

  2. Eleitor
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 23:36 hs

    Impostos em tarifas públicas e combustíveis, que subiram por exemplo, todos pagamos e o índice de sonegação é baixo. E sempre são repassados ao consumidor final. Ou seja, arrecadação certa.

    Já impostos sobre produtos como aqueles que tiveram alíquotas reduzidas muitas vezes são sonegados ou não repassados para o consumidor final.

    O resultado dessa equação é claro: mais dinheiro saindo do bolso do povo paranaense.

    Requião está f… o Paraná. Só não vê quem não quer.

  3. Pedro Vigário Neto
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 8:59 hs

    – Cadê o Ministério Público ?

    – Tô de saco cheio.

    Abraço.

  4. sapo barbudo
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 10:18 hs

    Mas de novo o zé sutiã…
    Sai fora Élio sutiã rush.

  5. Jorge Ventura
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 10:30 hs

    Enquanto o povinho não aprender que a maioria dos Deputados Estaduais têm medo do perigoso Requião e que estes se comportam como ovelhas indo ao abatedouro, as coisas apenas tendem a piorar.
    Tenho visto como os Deputados da oposição sofrem por não fazer tudo que o Rei manda.
    Espero que o povo paranaense tenha aprendido a lição e exclua esta corja da Assembleia Legislativa do Paraná.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*