Com o risco da gripe, Mario Celso quer dispensar servidoras grávidas do trabalho | Fábio Campana

Com o risco da gripe, Mario Celso quer dispensar servidoras grávidas do trabalho

mario-celso-cunha1

As servidoras da Câmara de Curitiba que estiverem grávidas poderão receber dispensa do trabalho durante os próximos dias, em virtude da propagação do vírus da gripe A.

A sugestão apresentada hoje pelo líder do prefeito, Mario Celso Cunha (foto), será agora estudada para a avaliação da viabilidade do pedido.

Mario Celso considerou “decisivos os próximos 15 dias para a prevenção da disseminação do vírus, levando-se em conta a predisposição e suceptibilidade do estado gestacional”. Segundo o líder, “a medida pretende garantir bem-estar às mulheres grávidas e que estão a serviço do município.”


9 comentários

  1. KAREKA
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 17:01 hs

    FAVOR AVISAR O SR. CHUPA CABRAS, QUE DOUGLAS FABRÍCIO JÁ DEU ESSA IDÉIA….. UMA PÉSSIMA IDÉIA INCLUSIVE…..SÓ QUEREM DEFENDER TURISTAS…E O POVÃO QUE É OBRIGADO A PEGAR ÔNIBUS LOTADO COMO FICA….SÓ FAZEM LEIS PRA DEFENDER FANTASMAS E O POVO….CIFO…..ESSE É O BRAZIL COM Z……Z DE ZONA.

  2. soldado
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 17:06 hs

    ei psi acorda planeta terra nao viaja. Faça alguma coisa pra resolver o prblema da viollencia, da flata de emprego, dos onibus lotados, da corrupçao no governo Beto RICHA, eITA POVO ALOPRADO

  3. terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 17:21 hs

    PARABENS GRANDE MARIO todas as mulheres gravidas

  4. Contrario Sensu
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 21:32 hs

    Plágio do J. Borghetti ?

    Pelo que consta na imprensa, esta medida foi feita na segunda-feira !

  5. Maria
    terça-feira, 11 de agosto de 2009 – 21:53 hs

    Parabens Vereador Mario Celso pela iniciativa. Peço que verifique se o mesmo não poderia acontecer com os órgãos da PMC onde grávidas estão trabalhando, inclusive na área de saúde como é o caso do ICS. Contamos com você e as autoridades de Curitiba até que tudo passe.

  6. LUCIANO - SAÚDE !!! -
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 4:53 hs

    Mais importante e prioritário é mandar as pessoas que estão com sintomas ou que têm familiares doentes ou com sintomas ficarem em casa. É só verificar e será constatado que na prefeitura existem casos assim, de pessoas com doentes na família que estão comparecendo ao serviço. E mais. Entendo que não há forma de contágio maior do que o transporte coletivo super lotado.
    Clovis Pena.

  7. Carlinhos
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 7:43 hs

    Vão ter que apresentar atestado de gravidez ou o edil tem olho clínico e sabe quando elas estão grávidas, com quantos meses de gravidez elas estão mais propensas a se infectar, etc.

  8. ERNESTO
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 8:20 hs

    E AS GRAVIDAS QUE NÃO ESÃO NO SERVIÇO PUBLICO?

  9. Motoqueiro Infernal!
    quarta-feira, 12 de agosto de 2009 – 9:01 hs

    Desta vez este inútil deu uma dentro…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*