Universidade Federal do Paraná suspende aulas até o dia 10 de agosto | Fábio Campana

Universidade Federal do Paraná suspende aulas até o dia 10 de agosto

A reitoria da Universidade Federal do Paraná decidiu suspender as atividades de graduação e pós-graduação da Universidade a partir de 30 de julho até 10 de agosto.

A decisão adotada neste momento pela Universidade está fundamentada no crescente diagnóstico de casos de Gripe A (H1N1) entre os adultos jovens em nossa comunidade, em especial na região metropolitana de Curitiba. A suspensão de atividades abrange todos os campi da UFPR, em Curitiba, Matinhos, Palotina e Pontal do Paraná.

A Comissão de Acompanhamento da Gripe, instituída na UFPR em 22 de julho vinha monitorando os dados epidemiológicos e as orientações das autoridades sanitárias municipais, estadual e federal. A Comissão disponibilizou farto material contendo informações sobre o surto de gripe, formas de prevenção de contágio, com a finalidade de disseminar orientações e procedimentos para a comunidade acadêmica.

A Comissão manterá a monitoramento durante todo o período de suspensão das atividades acadêmicas, mantendo informações sobre a evolução dos acontecimentos na página da UFPR.

Durante o período de suspensão das atividades acadêmicas, ficam mantidas as recomendações a todos para que evitem aglomerações desnecessárias, mantenham os cuidados básicos e procurem atendimento médico diante do surgimento de febre, tosse e outros sintomas gripais.


4 comentários

  1. Jonas
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 14:42 hs

    A

    UNIVERSIDADE POSITIVO também suspendeu as aulas!!!

  2. quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 23:04 hs

    Até a Universidade. É uma corja de desmiolados, isso não resolve, antes pelo contrário dá efeito contra prudocente, será que ninguém vê isso?

  3. Ana Paula Juliant
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 23:10 hs

    Em compensação a INESUL FAEC, ou seja,FaculdadeEducacional de Colombo, a direção achou que é uma medida desnecessária ….

  4. Francisco
    sexta-feira, 31 de julho de 2009 – 11:39 hs

    É praticamente inutil mesmo suspender as aulas. Tanto Requiao quanto o gerente careca da UFPR (vulgo reitor) suspenderam atividades academicas por desencargo de consciencia, e pra mostrar que estão preocupados e ninguém os possa acusar de não terem tomado nenhuma atitude. Na UFPR, porém, o Restaurante Universitário, sempre apinhado de alunos e servidores, continua funcionando, e não é preciso horas de aglomeração para os virus se transmitirem.
    Quero só ver, então, se a cada inverno, se determinar suspensao de atividades para evitar transmissão das doenças contagiosas sazonais que não estão sob holofotes da grande mídia: meningite bacteriana, influenza comum, pneumonias várias…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*