Apagão da era FHC deu prejuízo R$ 45 bilhões, diz TCU | Fábio Campana

Apagão da era FHC deu prejuízo R$ 45 bilhões, diz TCU

LampadaFoto230

Com sete anos de atraso, o TCU quantificou os prejuízos que o apagão elétrico da era FHC impôs ao país: R$ 45,2 bilhões. A cifra consta de relatório aprovado pelo tribunal em sessão realizada ontem. Redigiu o texto o ministro Walton Alencar Rodrigues.

É a primeira vez que as perdas do apagão, ocorrido entre 2001 e 2002, é quantificada. De acordo com as conclusões do tribunal, o prejuízo infelicitou o bolso do brasileiro –direta ou indiretamente. O grosso do dano (60%) –R$ 27,12 bilhões— veio na forma de aumentos cobrados nas contas de luz de empresas e pessoas físicas.

O resto foi bancado pelas arcas do Tesouro, nutridas pelo contribuinte. Segundo o TCU, o governo teve de aportar recursos em companhias de energia elétrica. O reforço foi provido ora pelo BNDES ora pela CBEE (Comercializadora Brasileira de Energia Emergencial). A CBEE foi constituída emergencialmente para gerir as verbas coletadas por meio do chamado “seguro apagão”.

Um detalhe conferiu à sessão do TCU ares de inusitado: a presença de José Jorge. Ex-senador, José Jorge (DEM-PE) era ministro de Minas e Energia de Fernando Henrique Cardoso na época do colapso no fornecimento de energia.

Depois de ter sido alojado pelo governador ‘demo’ José Roberto Arruda na CEB (Cia. de Energia Eletrica de Brasília), José Jorge virou ministro do TCU. Viu-se compelido a votar a favor do relatório do colega Walton Rodrigues, aprovado por unanimidade. O texto realça que, além dos R$ 45,2 bilhões, houve outros prejuízos. Lembra que a falta de energia roeu o PIB. Antes do apagão, em 2000, a economia crescera 4,3%. Em 2001, o PIB despencou para 1,3%.

Com isso, lembrou o ministro, sobrevieram problemas como o desemprego e a queda na arrecadação tributária. O TCU decidiu encaminhar à Casa Civil da ministra Dilma Rousseff um lote de “recomendações”.
Entre elas o reforço do orçamento da Aneel, a agência governamental que cuida da fiscalização do setor elétrico.

Segundo Walton Rodrigues, o setor movimenta R$ 90 bilhões por ano. E o orçamento da Aneel foi, em 2008, de R$ 365 milhões.

Para complicar, apenas um pedaço da verba destinada à Agência Nacional de Energia Elétrica –R$ 150 milhões—foi efetivamente gasto.

O resto foi retido pelo Ministério da Fazenda na malha do do chamado “contingenciamento” de gastos.

O TCU pede à ministra Dilma que mande verificar se a estrutura do governo está efetivamente aparelhada para evitar novos desastres.

Recomendou-se que a verificação não fique restrita à Aneel. Deve ser estendida inclusive à pasta de Minas e Energia, hoje confiada a Edson Lobão.

Lobão é apadrinhado do presidente do Senado, José Sarney. Foi à Esplanada para preencher a cota do PMDB, não porque exibisse notório saber elétrico.

A despeito do seu papel estratégico, agora tonificado pela gerência do pré-sal, o ministério continua submetido às negociações trançadas sobre o balcão da baixa política. Ontem, o PFL-DEM. Hoje, o PMDB.


10 comentários

  1. Ita
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 11:25 hs

    A incompetência do governo do PSDB só causou prejuízo ao Brasil mesmo, foi um governo que só favoreceu os poderosos.
    Os filiados do PSDB não tem moral alguma para falar nada contra o atual governo.
    Estiveram no poder e não fizeram o que hoje cobram.
    Fora PSDB.
    Fora FHC
    Fora Serra
    Fora Álvaro
    Fora Dias

  2. Andre
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 11:32 hs

    FHC do apagão e do PSDB > O partido que é contra o bolsa familia e o prouni > O partido do prefeito de Curitiba…

  3. Maria Clara
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 11:53 hs

    Mais uma divulgação pré-campanha e eleitoreira da presidência para enfraquecer a oposição! GOVERNO LULA, A DECEPÇÃO DO BRASILEIRO! E quanto custou aos cofres públicos o mensalão, a farra no senado, etc, etc, etc, etc…

  4. Andre
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 12:27 hs

    Maria Clara… eu sou tão brasileiro como você e tenho orgulho do Governo Lula. Aqui em casa todo mundo é Lula e Dilma!!

  5. quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 12:34 hs

    Assim funciona o TCU do lula em campanha.
    Se a conta de luz subiu na época e agora não tem apagão, POR QUÊ continua em alta e subindo mais ainda ?

  6. CARLOS CUNHA
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 14:24 hs

    Quanto custam aos cofres paranaenses todos os nepotes da “famiglia”?

  7. Don Quixote.
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 18:29 hs

    FHC do PSDB, , foi o maior INCOMPETENTE presidente de nossa história
    e O MAIOR ENTREGUISTA A GRUPOS DE ESTELIONATÁRIOS, das nossa Estatais.

    Esse bababca esperava que a “iniciativa privada” fosse construit usinas hidroelétricas no Paaís, COM RECUSOS PRÓPRIOS ?

    Foi um idota.

    FHC do PSDB, deixe de ser ingênuo (ou MUITO VIVÃO $$$), NESTA PORCARIA DE PAÍS NÃO EXISTE INICIATIVA PRIVADA,

    ELES SÓ TRABALHAM COM A GRANA DO ESTADO, QUE É ARRANCADA DOS TROUXAS DOS TRABALHADORES.

    Esta visão burra do PSDB e do PPS de privatizar tudo, é o mesmo que implorar para O MACACO CUIDAR DO DEPÓSITO DE BANANAS.

    DEIXAR A INICIATIVA PRIVADA À VONTADE, COMO O PORCARIA DO BUSH FEZ, DEU NISSO AÍ, NESSA CRISE MUNDIAL. ELES ROUBAM TUDO E
    PÕEM O MUNDO EMFALÊNCIA.

    SÃO PANTAGRUÉLICOS. SÃO POÇO PROIFUNDO SEM FUNDO. NUNCA ESTÃO SATISFEITOS; QUEREM ROUBAR MAIS, E MAIS E MAIS.

    ESTA FHC, VOCE VAI LEVAR SUJO NO SEU CURRÍCULO, PARA O RESTO DE SUA VIDA, SEU PANACA.

    PARE DE DAR ENTREVISTAS. CHEGA.

  8. Rock
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 20:21 hs

    DILMA 13, PESSUTÃO 15 E REQUIÃO 151, Deputado Federal e Estadual, vamos pensar bem ainda.

  9. luis gringo
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 21:51 hs

    E ainda querem que volte tudo isso ao Brasil na figura do Serra.
    Carlos Cunha falando em depotes, será que o nepotismo estadual custa o mesmo que o nepotismo municipal?

  10. Evandro
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 8:18 hs

    vejo apenas q essa maria clara deve ser “bem nascida” para criticar o Lula. Ficaram sendo beneficiados pelo governo durante 500 anos desse país, sempre governo de ricos, quando muda e começa a dar preferencia aos pobres, revoltam-se. vcs já ganharam muito R$ em 500 anos, fiquem calados, mas uma coisa é fato: Lula elege seu sucessor, e em 2014 volta.
    falaram em corrupção no senado…engraçado, isso iniciou-se no governo Lula né? hahaha, tem q rir de pessoas alienadas que leem a veja e assistem a globo….lamentável….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*