Justus garante que não existe "ato secreto" na Assembleia | Fábio Campana

Justus garante que não existe “ato secreto” na Assembleia

justus

Aos repórteres que o esperavam hoje, antes do início da sessão na Assembléia, o presidente Nelson Justus, demonstrou o tamanho de sua indignação com as denúncias de que os Diários Oficiais da Casa desde 2008 estariam desaparecidos.

“Não existe ato secreto na Assembleia. Todas as decisões estão nos Diários Oficiais e tudo vai estar no Portal da Transparência. Isso é só para quem está mal intencionado”, disse Justus bastante irritado.


12 comentários

  1. Patricia Marques da
    segunda-feira, 13 de julho de 2009 – 17:38 hs

    Acho que esse povo da Gazeta do Povo anda meio maluco.Os filhos de Francisco precisam explicar os atos secretos deles, como arrumaram tanto dinheiro com um jornal.Transparencia JA na RPC.Será que a Gazeta resiste a uma investigação? Vamos ver os atos secretos do JUSTUS e da Familia Cunha Pereira Beleza Filho.Somente assim o Povo do Paraná vai saber a verdade e como a familia ganhou tanto dinheiro.Pergunto: Foi tudo com a iniciativa privada? Acho que não foi. Os Nelson Justus mostra os diários e a Ana Cunha mostra de onde veio a grana dela, desde de criancinha.

  2. Carlão
    segunda-feira, 13 de julho de 2009 – 18:15 hs

    Estão nos Diários Oficiais ?
    O problema tambem é, onde estão os Diários Oficiais Sr. Presidente, tem no seu gabinete, arquivos públicos, Bibliotecas, Imprensa Oficial, CQC, cadê ?

  3. Funcionário...
    segunda-feira, 13 de julho de 2009 – 20:40 hs

    Então, onde estão os diários???

  4. Querendo Saber
    segunda-feira, 13 de julho de 2009 – 21:34 hs

    A propósito desse debate sobre supostos ATOS SECRETOS na ALEP, pergunto há DEMOCRACIA na suposta “Casa do POVO” ?

    A quanto tempo, vocês não visitam a ALEP ?

    Vocês, amigos bloguistas, já se deram conta das grandes mudanças havidas, por exemplo na Assembléia Legislativa do Paraná (ALEP) ?

    Antigamente (e não faz muito tempo assim), em pleno rodar da “redemocratização brasileira”, os movimentos sociais adentravam à ALEP e faziam suas manifestações, especialmente nas galerias e corredores, havendo até “acampamentos” e “greves de fome” em suas dependências.

    Hoje, começa que este espaço que dizem ser do povo (“e falam com orgulho e bem alto”… que pouca vergonha !), está cercado com grossas grades, depois na portaria existem “4 ou 5 seguranças e toda parafernália eletrônica, fazendo a triagem e o controle da entrada do “povo”.

    Lá dentro, as pessoas devem entrar “mudas” e manterem-se “caladas” .

    Só falta distribuirem na entrada pricipal, toda informatizada, um “KIT MORDAÇA”, contendo um rolo de esparadrapo, uma camisa de força, um adesivo “SILÊNCIO” e um “nariz de palhaço” !

    Nem faixas, nem cartazes, nem camisetas “panfletárias”, podem portar …. Ou seja, acabou a liberdade de comunicação e expressão !

    Tudo por culpa do regulamente interno, segundo explicam/justificam os “(IN) seguranças” da Casa do Povo .

    Hoje impera “a DeITADURA chapa branca”, qual seja, a TOTAL falta de liberdade de expressão e de comunicação.

    O que aconteceu ? Protestamos, DIVULGAMOS nossa JUSTA CAUSA (creches/pré-escolas/crianças), MAS fomos obrigados pelo batalhão de (IN)seguranças, a enrolar nosso “instrumento democrático” e a ficar quieto e calado.

    E lá tiveram também estavam alguns companheiros do REAGE BRASIL, com suas faixas e banners sobre a campanha do “PETROLÉO é NOSSA”, que premidos pela repressão legislativa, NÃO tiveram a “SANTA CORAGEM”, de abrir seus instrumentos de comunicação e expressão sobre a campanha o “PETRÓLEO É NOSSO”, enquanto Drª CLAIR explanava sobre o tema na “TRIBUNA LIVRE” (?).

    Ou seja, será que a sociedade mudou tanto assim ? Será que vivenciamos a plena e total DEMOCRACIA ! Não precisam me responder, só PENSEM NISSO !

    QUEREM SABER ? – ainda estou INDIGNADO e continuarei até ver reais mudanças na ALEP, justificando chamá-la de a “CASA do POVO” !

    roberto de andrade silva (1979 – 2009 -” resistir sempre, desistir jamais “)

  5. RIBEIRO
    segunda-feira, 13 de julho de 2009 – 21:50 hs

    ME FAZ LEMBRAR O PROGRAMA DA ANTIGA REDE MANCHETE “ACREDITE SE QUISER”

  6. bacamarte
    segunda-feira, 13 de julho de 2009 – 22:08 hs

    Tá, e se sumiram ou há atos secretos pede pra sair!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. ALO MAMAE
    terça-feira, 14 de julho de 2009 – 6:19 hs

    Para o QUERENDO SABER: “o desânimo (reflexo do progressismo) leva o homem a renunciar não só a todo ato (em seu sentido mais amplo) mas até mesmo a todo desejo pessoal. Esta dinâmica tende a aprisioná-lo pois ao tentar se mexer colidirá c/ os demais individuos(e c/ seus interesses individuais) e desta forma, ao poder só agir em conjunto com movimentos quase sincronizados, o homem torna-se presa fácil para os demagogos”. (José Ortega y Gasset)

  8. Mutuka
    terça-feira, 14 de julho de 2009 – 7:32 hs

    Fábio
    Só não entendo pq o Romanelli discutiu com o Tadeu Veneri.
    Romanelli se doeu por Justus?
    Ou é ele quem dá as cartas na Assembléia, digo o chefe dele?

  9. Pimpão
    terça-feira, 14 de julho de 2009 – 8:51 hs

    E EU TAMBÉM NÃO EXISTO. SOU UM ATO SECRETO QUE NUNCA EXISTIU, QUE NÃO ESCREVEU NADA AQUI E O QUE VOCÊS ESTÃO LENDO É PURA ILUSÃO DE ÓTICA E IMAGINAÇÃO DA MENTE DOS LEITORES. OU SEJA, É MODA NEGAR TUDO. PALHAÇADA MESMO!

  10. JUSTUS VERISSIMUS
    terça-feira, 14 de julho de 2009 – 9:20 hs

    Descobriram no Senado, que um cara que ficou 17 anos na direção, fez poucas e boas. A continuidade é a doença mortal das instituições públicas pela tendencia de confundir-se o publico com o privado dos dirigentes. João XXIII, ja dizia: “AS INSTITUIÇÕES SÃO O QUE FOREM SEUS DIRIGENTES”.
    Imagine-se então uma transparencia e investigação na Assembleia Legislativa do Paraná em que o tal BIBINHO, cria e soócio do Anibal Curi, vem imperando a mais de 20 anos como diretor.
    O distinto publico saberia poucas, ma muito boas, como as milionárias compras de carros, moveis, terceirizados e principalmente o nepotismo e empreguismo fantasma que chegou em determinados momentos a passar dos mil e quinhentos fantasmas….
    Ah..a quanto tempo mesmo não se faz um CONCURSO PUBLICO NA ASSEMBLÉIA?

  11. SYLVIO SEBASTIANI
    terça-feira, 14 de julho de 2009 – 10:04 hs

    Patricia Marques Da, em primeiro lugar exitem uma grande diferença entre um orgão público e um privado. O orgão Público necessita sim de fiscalização.Vou te dar um exemplo, e peço à você dizer se está correto:”O Diário da Assembléia Legislativa do Paraná, do dia 23 de março de 2004, publicou o Decreto n°240/2003, Nomeia a esposa do 1° Secretário, deputado Nereu Moura, o qual ele mesmo assina, para exercer o cargo de Sub-Diretora Administrativa, “cargo inexistente” e ainda com “efeito retroativo” de mais de um (1) ano. Ela ainda não trabalha. Você acha justo, que o povo pague tudo isso? O Ministério Publico Federal e Policia Federal, apuraram que na Assembléia Legislativa existem 400 (quatrocentos) funcionários, determinados por eles de “Gafanhotos”, que consiste em funcionários com nomes fictícios ou inexistente, cujos salários de muitos anos, eram depositados nos Bancos na conta de outros , até de deputados, você está de acordo com isso? Com certeza o jornal A Gazeta do Povo que é particular, não faz estas e outras que faz o nosso Poder Legislativo, o qual você tanto defende, no ANONIMATO, o que não acho justo, isso é COVARDIA OU COBRA MANDADA!

  12. terça-feira, 14 de julho de 2009 – 15:20 hs

    Então Publica, ou dá transparência deles porque a SUA ATITUDE sim é de quem não está nada BEM INTENCIONADO.

    Onde estão os Diários??

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*