José Sarney, discursos e grampos | Fábio Campana

José Sarney, discursos
e grampos


4 comentários

  1. AGATHA CRISTIE
    sábado, 25 de julho de 2009 – 13:45 hs

    Atentem para o dedo polegar do Marajá do Maranhão para perceber que o mal de parkssom já tomou conta deste corruPTssárius da politicagem.

  2. sábado, 25 de julho de 2009 – 21:14 hs

    Prezado campana;
    O Sarney, como tantos outros que infelizmente ainda poluem o ar do Congresso, deveria pedir o boné e ir pra casa esperar a morte chegar. Essa gente já roubou tanto e aprontou com o dinheiro público que até enoja nós, brasileiros. José Sarney, Pedro Simon, Tasso Jereissati e outros párias, são frutos da ditaduro, são velhas raposas que devem ser extintas da nossa política e da face da terra.
    Queremos que Sarney não só renuncie à presidência, mas sim ao mandato que o povo lhe concedeu.
    um abraço pro gaiteiro.

  3. Astrinha
    segunda-feira, 27 de julho de 2009 – 7:27 hs

    Ele deve se licenciar urgentemente. Agora já tem a desculpa de ir cuidar da mulher em S. Paulo. Assim não vai ficar tão feio pra ele.

  4. cejota
    segunda-feira, 27 de julho de 2009 – 10:53 hs

    Ela caiu antes dele.
    Uma pena

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*