Governo Federal aprova inclusão da Linha Verde Norte em contrato da Agência Francesa | Fábio Campana

Governo Federal aprova inclusão da Linha Verde Norte em contrato da Agência Francesa

paulo-bernardo

A aprovação foi comunicada em ofício enviado ao prefeito Beto Richa nesta quinta-feira (16), assinado pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo (foto). A Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), órgão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, autorizou a inclusão da Linha Verde Norte no financiamento que a Prefeitura de Curitiba está contratando junto à Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD).

A aprovação foi comunicada em ofício enviado ao prefeito Beto Richa nesta quinta-feira, assinado pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo. “São recursos para obras importantes para a população curitibana”, diz Richa.


Após seguir todos os trâmites de aprovação do Governo Federal e do Senado, a Prefeitura assinará com a AFD um contrato de 72 milhões de euros (cerca de R$ 200 milhões). A maior parte dos recursos será aplicada em obras da Linha Verde Norte. A segunda fase da Linha Verde, do Jardim Botânico ao Atuba, terá canaleta para uso exclusivo dos ônibus, pistas marginais e vias locais. O trecho, onde a BR-476 dará lugar a uma avenida urbana, terá 8 km de extensão, partindo do ponto sob a passarela do Centro Politécnico.

Outra parte dos recursos será aplicada em meio ambiente e habitação, como reassentamento de moradias e regularização fundiária na Bacia do Rio Barigui; combate à degradação da Bacia do Barigui: estudo para a integração dos parques Tanguá, Tingui e Barigui, implantação do Parque da Biodiversidade (na região entre o Parque Barigui e CIC) e de dois novos parques no trecho seguinte da bacia até a confluência com o Rio Iguaçu.

A Prefeitura de Curitiba também aguarda liberação do Ministério do Planejamento para o programa Pró-Cidades, um contrato de US$ 100 milhões (cerca de R$ 200 milhões) junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), já aprovado pelo BID.

Os recursos serão aplicados na urbanização das vilas Parolin, Três Pinheiros (Santa Felicidade), e Prado (Vila Torres). Também serão feitas obras no sistema viário, como construção da trincheira da Rua Gustavo Hartmann com a Linha Verde e a pavimentação das ruas Raul Pompéia, na Cidade Industrial de Curitiba, e Desembargador Antônio de Paula, no Boqueirão. Serão construídos ainda dois Clubes da Gente – complexos com piscinas aquecidas para aulas gratuitas de natação, hidroginástica, ginástica e condicionamento físico –, um no Pinheirinho e outro na Regional Boa Vista.

Financiamentos internacionais:

Agência Francesa de Desenvolvimento: R$ 200 milhões

Obras: Linha Verde Norte; reassentamento de moradias e regularização fundiária na Bacia do Rio Barigui; integração dos parques Tanguá, Tingui e Barigui; Parque da Biodiversidade e dois novos parques.

BID Pró-Cidades: R$ 200 milhões

Obras: Urbanização de vilas; sistema viário (trincheira e pavimentação); Clube da Gente


10 comentários

  1. Don Quixote.
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 18:51 hs

    COM ISSO AOS POUCOS OS LOBISTAS DO JAIME LERNER E DO SINDICATO DO TRANSPORTE COLETIVO, VÃO INVIABILIZANDO O METRÔ.

    O BETO RICHA, ACEITOU O JOGO DESSA GENTE DO MONOPÓLIO DOS ÔNIBUS.

    E DÁ-LHE APERTO E FALÊNCIA AOS PASSAGEIROS NESTE SISTEMA DE LERNER, MAS DÁ MUITO$$$$
    LUCRO$$$$$$$$$$$$$.

  2. Cidadão Paranaense
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 19:28 hs

    A aprovação pelo Governo Federal da verba se da por tratar-se de projeto serio que beneficiara toda a população Curitibana e também Região Metropolitana de Curitiba. Parabéns Prefeito Beto Richa

  3. Acorda Brasil!
    quinta-feira, 16 de julho de 2009 – 21:20 hs

    Trocando em miúdos: mais dinheiro pra uma obra que não serve pra nada.
    Acorda Brasil!

  4. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 7:38 hs

    A agourenta Gazetona publicou na edição de hoje.
    O jornal, tempos atrás, afirmou que a Linha Verde ficaria pela metade, pois não havia financiamento. KKK
    Para desqualificar o bom trabalho que o Beto Richa está fazendo vale tudo. Na edição de hoje, por exemplo, está na Coluna do Leitor uma opinião de que é inviável a construção do Metrô, o solo do trecho não seria propício para escavações. KKK
    Então vamos dispensar os Geólogos e Engenheiros que trabalham no projeto, São todos INCOMPETENTES, sábio mesmo é o leitor.
    Cada um tem o direito de pensar o que quiser, mesmo que seja bobagem … KKK

  5. AGORA EU SEI
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 8:39 hs

    Agora da pra saber porque o Brasil esta indo de mal para pior no comando destes PETRALHAS, é so ver comentarios como do dom quixote e acorda brasil……como diz o comando do PTROBABRASIL, “vamos descontruir a imagem do Prefeito”

  6. peter
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 9:06 hs

    zé bethio, você já ouviu falar em roaming internacional? sai das cavernas meu filho

    alguém já viu o lerner andar de ônibus?

  7. sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 9:18 hs

    Boa noticia sem dúvida. O governo federal tez a sua parte e isso é ótimo. Quanto ao metrô só é contra os ignorantes que; ou estão com receio de eventual boa imagem do prefeito, ou não tem noção da praticidade do sistema. Pra quem conhece os metrôs que estão espalhados pelo mundo em todas as grandes cidades, não tem a menor dúvida do grande beneficio desse meio de transporte. Agora falar de terreno e outros blá,blá,blás que idiotiçe, até parece que só Curitiba tem rios, terrenos banhados ou outros problemas….quero ver meus impostos virarem obras públicas sim, menos assistencialismo e mais obras úteis: escolas, avenidas, saúde, transporte em massa ( metrô)….

  8. sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 10:00 hs

    Beto vc tem dinheiro aí para trabalhar muito. Só cuidado com quem vai fazer o que com ele.

    Não será má ideia a total transparência desses valores, afinal quem sabe num futuro próximo vc poderá ser o Presidente da república que precisamos….Calma, Ainda não, há muito o que fazer.

  9. SYLVIO SEBASTIANI
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 10:09 hs

    Ministro Paulo Bernardo, e o Trem Bala de Curitiba à São Paulo que o senhor prometeu, quando vai ser inaugurado? No dia de seu lançamento da candidatura à Governador do Paraná? O Povo quer saaber sobre essa promessa.

  10. taladentro
    sexta-feira, 17 de julho de 2009 – 18:02 hs

    A linha verde é um importante projeto para a região sul da cidade. Quem mora nesta região já sentiu a diferença no transporte coletivo e nas vias públicas.
    Só mesmo ignorantes que acham este projeto dinheiro jogado fora do alto de seus apartamentos do Batel e Cabral por não morarem em áreas densamente povoadas da cidade.
    E o metro é outra boa idéia que irá facilitar a vida de muita gente nesta cidade.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*