Borghetti propõe limite de títulos de cidadão honorário | Fábio Campana

Borghetti propõe limite de títulos de cidadão honorário

juliano_borguetti

Parece que, enfim, a Câmara de Vereadores de Curitiba resolveu tentar frear a quantidade absurda de projetos com nomes de nome a ruas, praças e logradouros da cidade que chegam à direção da Casa.

O vereador Juliano Borghetti (foto), do PP, apresentou projeto de lei limitando o número desse tipo de proposta que os parlamentares poderão apresentar durante cada legislatura.

“A idéia é que cada vereador seja limitado a três projetos de rua e três projetos de cidadão honorário. O número ainda é grande e queremos diminuí-lo. O papel de vereador numa cidade complexa como Curitiba precisa ir além que simplesmente votar nomes de ruas e títulos. É preciso, principalmente, discutir a situação dos moradores dessas ruas e da cidade”, defende o vereador.


35 comentários

  1. Luis Pereira
    quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 18:38 hs

    Parabéns vereador Borghetti!!! Tenho certeza de que seu tio, o ex-deputado Luis Carlos Alborghetti (O Cadeia) está feliz por seu pupilo. Siga em frente com seus projetos…

  2. eta
    quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 18:59 hs

    Até que em fim que um vereador apresentou um projeto para acabar com essa palhaçada. Parabéns

  3. andréia politica
    quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 19:07 hs

    parabens vereador pela proposta o negocio é mesmo propor melhorias para a cidade,não so preposições de nomes de ruas mas sim o que aconteçe no bairro e melhorias para a população,que vivem nos bairros e periferias,vai em frente que atras vem gente vereador juliano,valeuuuuuuuuuuuuuuuu

  4. Betina
    quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 21:49 hs

    Nossa que projeto importantíssimo, não sei como Curitiba existiu até hoje sem ele…

    Pelamordedeus né essa notícia ridícula de novo?!

    O pior é que nós que pagamos o salário de palhaços como esse!!!

  5. DON QUIXOTE
    quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 22:35 hs

    HÓ, BORGUETTI.

    Deixa a coisa rolar frouxo,

    Os vereadores nada têm a fazer, o Beto manda tudo já certinho e decidido.

    Porque se preocupar ?

    Deixa a turma faturar votos com estes títulos que nada valem, pois sao dados aos borbotões, pelo critério de líder de família BEM NUMEROSA, PARA RENDER BASTANTE VOTOS, NÃO É ?

    Voce não ve que estamos em véspera de eleição ?

    Deixa a turma sair a caça de votos na concessão de TÍTULOS DE CIDADANIA, DE HONRADEZ, DE FIGURA ILUSTRE, DIPLOMA DE BOM CIDADÃO, E OUTRAS BOBAGENS MAIS , que os vereadores fazem na Câmara.

  6. Peraí
    quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 22:36 hs

    Quem lê a notícia, parece que não existe lei nenhuma sobre o número de nome de ruas e de cidadão honorário… já existe sim… cuidado com a clareza da notícia…

  7. Tatuquara
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 0:09 hs

    Esse tal de Luis Pereira tá por fora da política Paranaense, o Vereador Juliano Borghetti é de família honesta e não passa nem perto do ex-deputado Alborghetti que é de Londrina e já era!
    O Vereador de Curitiba é BORGHETTI E NÃO É PARENTE DESSE TAL DE alborghetti.
    Parabéns Vereador Juliano Borghetti pela coragem de apresentar esse projeto.

  8. leonardo
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 0:10 hs

    Concordo com a Betina…Sr.vereador ;dê uma voltinha ao redor dos rios de Curitiba,veja as ruas cheias de buracos e etc…

  9. coelho
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 0:12 hs

    parabéns vereador! Vc e dep fed Gustavo Fruet e o o prefeito Beto Richa saõ os políticos da nova geraçaõ que mais tem credibilidade perante a populaçaõ…

  10. Mercês
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 0:13 hs

    Essa tal de Betina, que fez o comentário acima, não entende nada de projetos de lei, deve ser amiga das velhas raposas da Câmara Municipal de Curitiba que não têm criatividade.
    Está certíssimo o Vereador Juliano Borghetti, o verdadeiro papel do vereador é criar projetos que beneficiem a população, e não ficar no gabinete criando projeto de nome de rua.
    Vereador tem que ir para a rua escutar a população e tentar melhorar sua qualidade de vida.

  11. Vista Alegre
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 0:15 hs

    O Vereador Juliano Borghetti foi muito bem votado na região da Vista Alegre e está fazendo seu verdadeiro papel , parabéns Vereador, o bairro agradece!!!

  12. Luis Pereira
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 9:40 hs

    Poxa, eu acho incrivel o ser humano. Eu parabenizei e continuo parabenizando o vereador Borghetti por tentar frear esses projetos bobos de nomes de rua e títulos honorários e já vem os asseclas dele querendo bater na gente. Mas, mesmo assim tenho certeza de que o Juliano será uma grande revelação da nossa política e apoiará o Beto Richa para governador e o Gustavo Fruet e o Lupion para o Senado em 2010. Muito Obrigado!!!

  13. Pamela Arruda
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 9:46 hs

    Quem é Juliano Borguetti????
    Ah já sei, é o cunhado do Ricardo Barros!!!!!!
    Siga os passos do seu cunhado e apresente projetos que realmente façam a diferença e não apenas um remake de algo que já foi produzido. Você está levando a risca o ditado que diz: “Nada se cria tudo se copia.”
    Essa Câmara de Vereadores de Curitiba está cada vez mais catastrófica!!!!

  14. K.N.F.
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 10:03 hs

    Para quem nao sabe o Juliano está toda semana visitando os bairros onde foi eleito e conversando com as pessoas para saber de suas necessidades…
    Não falem besteira!
    Basta aparecer um político, bom, honesto e com idéias inovadoras que os urubus já começam a atacar!
    Parabéns Juliano!
    Continue assim…

  15. Gripe Financeira
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 10:19 hs

    Parabéns Vereador pela coragem de apresentar este projeto. A população de Curitiba não aguenta mais aceitar projetos de nomes de ruas e titulos de cidadão honorário. O Vereador Juliano Borghetti mostrou coragem e competência tomando essa atitude, vamos usar a câmara municipal para debater e apresentar projetos que tenham relevancia para a população. O Juliano representa renovação na Câmara Municipal é disso que nós precisamos.

  16. Gripe Financeira
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 10:24 hs

    Vereador você está deixando muitos assessores irritados.conforme alguns comentários acima..O que eles vão fazer agora??? Só sabem dar nomes de ruas e fazer homenagens…Parabéns vereador!!!

  17. Morador em Rua não Oficial
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 10:29 hs

    Que pena mais uma vez o povo fica de lado.
    O importante e estar na midia,
    Esqueçe o Vereador que na Administração do Prefeito Beto Richa
    foi dado Cidadnia ao povo nominando as ruas que não eram oficiais hoje o povo recebe as cartas em suas casas, foram criados mais de 10.000 mil nomes de ruas. Apesar de faltar nomes no estoque da Secretária do Urbanismo, o pessoal do cadastro Tecnico tem feito grandes esforços para nominar as 1200 ruas que faltam .

    Parabéns vereador Borghetti!!! Tenho certeza como Administrador Regional voçê nen sabia que para ser nominado uma rua, precisava passar pela Câmara Municipal.
    agora com esse Projeto vai demorar uns 20 anos para minha rua ser Oficial.
    Pense no povo como um todo Vereador.

  18. Maria Moisés Lara
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 10:39 hs

    Então antes dá um título de cidadão honorário para os teus.
    Maria Aparecida Borgheti e Ricardo Barros.
    vai que é tua borghettinho.
    Antes dá um título para teu irmão que está no Lactec e outro para o time de levantador de peso que te acompanha como bate pau.

  19. Julio
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 10:52 hs

    Esse é um projeto de grande importancia em nosso municipio, a violencia comendo solta, a saude uma m..e..r..d…a, as ruas esburacadas, gente morrendo a todo minuto e esse vereadorzinho vem falar de projeto de nome de rua e cidadao honorario……… e ainda tem gente que vem ate aqui pra dizer que esta fazendo certo, que é a nova geração. Nova geração de playboys que estão tomando a politica paranaense por simples prazer de dizer na roda da alta sociedade que é vereador,…… bando de marionetes….. O povo curitibano, tenham vergonha na cara….. ou cargos comissionados que se queimam, fiquem em casa ja que não fazem nada na camara mesmo……..

  20. TATUQUARA
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 11:34 hs

    Andreia, em primeiro lugar não é prepor, é Proposição.
    Nome de rua e melhorara a vida da população principalmente para ter cidadania.

  21. Jorge Ventura
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 11:42 hs

    Concordo com o vereador, pois Curitiba tem coisa mais importante para discutir do que nome de rua.
    Tá na hora da turma ir assistir uma sessão na Câmara e entender que lá muito pouco se decide sobre a cidade.
    Um legislativo fraco e direcionado, não decide nada de importante e fica sempre na aba dos favores do executivo.
    Parabéns Juliano!

  22. Giovani Antonio
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 11:46 hs

    É lamentável que os recursos que a sociedade gasta com a pessoa do político no Brasil é muito caro e mal aproveitada, porque não dão o retorno devido a sociedade. O político é colocado no cargo pelo povo para buscar soluções de problemas, não para ficar criando problemas. É necessário que os seus olhos e ouvidos se voltem à necessidade do povo, não para ficar votando nome de rua. Para homenagear alguém que de fato foi importante pelos seus atos existem os historiadores, os literatos, os sábios que preservarão suas memórias em páginas de livros, jornais, contando sua história o seu exempro passando de fato conhecimento. Quanto a ruas, porque não fazer um projeto em que toda a rua, mesmo tendo um nome próprio não seja ela numerada? Ex: Rua nº 01 – Barão do Rio Branco, Rua nº 02 – Castro Alves; Isso sim facilitaria a vida do povo, ajudaria quem não é do município ao qual está se dirigindo, e não deixaria de fazer a homenagem devida, já expressa nas ruas e avenidas das cidades. Vocês foram colocados pelo povo aonde estão para pensarem, pensem nisso.

  23. Sine Qua Non
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 11:51 hs

    Por favor, senhores !

    Vcs acreditam que tais projetos realmente são siginificativos para a cidadania ?

    Será mesmo que a competência do Vereador é dar nome à rua ? Pois, parece que há alguns velhos políticos que restringem-se à isso: nome.

    Ao invés de fiscalizar o Prefeito, as suas obras e escutar a população e levar os reais pedidos ficam fazendo projetinho meia-boca.

    E, para quem fica falando que falta nome, não diga falácia. Liguem para a Sec. de Urbanismo e perguntem a quantidade de nomes que estão aguardando a criação de ruas para efetivarem-se.

    Fala sério !

  24. Betina
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 12:00 hs

    Esse tal de mercês deve ser um lambe-botas semi analfa. Pra achar que houve criatividade em uma prooposição ridícula tem que ser muito bitolado.

    Agora pra sair uma proposição de interesse da população tem que diminuir o trabalho já existente?!

    Esse Juliano não passa de um preguiçoso, que não quer trabalhar!!!

    Renuncie cara e deixe um suplente trabalhador assumir no teu lugar!!!!

  25. Nova Política
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 12:12 hs

    Parabéns Vereado! Juliano Borghetti por nos defender nesta casa de leis!!! O papel do vereador é legislar a favor da população e não ficar dando nome de ruas… é vergonhoso ver o número de projetos apresentados sobre esse tema… Esses comentários acima devem ser de assessores desesperados…. ou melhor despreparados que não sabem nem escrever. Vamos estudar mais meu povo. vão legislar em favor do nosso povo que tanto precisa de políticas públicas. Tava mais que na hora de haver um porjeto que atendesse essa demanda. A falta de criatividade é tanta que vai ter rua com o nome de Michael Jackson!!!!

  26. quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 12:23 hs

    Concordo com a limitação de projetos desde que a mesma venha companhada de uma redução salarial. 3% do que os Vereadores ganham hoje já será bem pago!

  27. andréia politica
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 12:39 hs

    parabens para maria moises lara,voçe sabe de tudo heim,so não concordo com sua ironia,o vereador esta fazendo um trabalho bom,e sua irmã cida borghetti é uma otima deputada ,pois eleita pelo jornal diario popular com a melhor parlamentar por 3 anos consecutivos,voçe e eu como mulheres devemos sim apoiar o trabalho das mulherers na poltica e firmamos a nossa força ,primeiro deixe aconteçer para depois julgar,e o vereador juliano não precisa de segurança sabe se proteger tem 1,88 de altura e não é bunda mole,bjusssssssssss.

  28. joao curitiboca
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 12:43 hs

    betina desculpe palhaça pelo jeito é voçe,porque se incomoda de dar opinião,qdo não gosta o melhor remedio é ignorar ,força na peruca.

  29. encostacerca
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 13:35 hs

    Ei perai, nao e iniciativa do Juliano só, embora goste dele mas a verdade e que e da bancada de oposicao composta por cinco vereadores. A Cesar o que e de Cesar

  30. Sine Qua Non
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 14:03 hs

    “encostacerca”…

    Como assim não é do Juliano ?

    Pelo o que a imprensa mostrou, a autoria do projeto é exclusivamente dele !

  31. Sine Qua Non
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 14:29 hs

    Betina…

    Explique melhor para gente porque vc acham ruim a iniciativa, que tal ?

    Ou vc não passa de assessora invejosa ?

  32. et
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 15:12 hs

    Esse vereador! Ainda vai ser prefeito de prefeito de Curitiba! Tem caracter e moral!

  33. Nova Política
    quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 16:00 hs

    Existe um banco de dados no setor técnico da Secretaria do Urbanismo com aproximadamente 300 nomes de ruas. Isso significa que faltam ruas para tantos nomes. Sendo assim três projetos ainda é muito por vereador, más já é uma excelente iniciativa.

  34. quinta-feira, 30 de julho de 2009 – 22:54 hs

    Eu não li todos os comentários, mas vai minha contribuição:
    Os títulos de cidadão honorário deveriam ser votados por plebiscito em quiosques de votação pela internet. Faz uma lista anual e a população vota naquela lista. Os mais votados (uns dez ou doze) recebem o título naquele ano – e sem campanha, só pela ficha do candidato.
    E as ruas deveriam ter números (divididos em quatro quadrantes) e não nomes. Mantendo os nomes que já existem somente nas avenidas.
    E acabou-se a discussão. Estamos no século XXI. Temos que eliminar estes hábitos coloniais.

  35. Merces
    domingo, 2 de agosto de 2009 – 21:59 hs

    VEREADOR JULIANO BORGHETTI O Melhor de CRITIBA

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*