Ângela Curi é a nova desembargadora escolhida por Requião | Fábio Campana

Ângela Curi é a nova desembargadora escolhida por Requião

Pois, pois, quem apostou na promotora Ângela Curi acertou. Ela foi escolhida hoje pelo governador Requião e é a nova desembargadora do Tribunal de Justiça do Paraná.

Ângela Curi, prima do deputado Alexandre Curi, compôs a lista tríplice encaminhada pelo Ministério Público ao governador. Figurava ao lado dos nomes dos procuradores Valério Vanhoni e Ramatis Fávero.

A indicação do novo desembargador está na cota do “quinto constitucional”, os 20% do quadro que são compostos por indicação da Ordem dos Advogados do Brasil ou do Ministério Público, não sendo juízes de carreira.


33 comentários

  1. Com memória
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 11:52 hs

    E lembrar que o Requião chamava Anibal Curi de diabo gordo e outros impropérios. Como a memória dessa gente é curta !!!!!

  2. Beto
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 12:01 hs

    Parabéns Angela.

  3. O Povo
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 12:19 hs

    Havia alguma dúvida que a contemplada seria do clã dos “Curi”, prima do Alexandre Curi (o Dep. queridinho do Requião), com influência de mando e desmando herdado do avô Anibal, só pode acabar em família, do jeito que o Nepotista Mor do Estado gosta!
    E falta de ética e respeito dessa gente.

  4. terça-feira, 28 de julho de 2009 – 12:42 hs

    Ooohhh…ooohhh… Meu Deus, que surpresa!

  5. Franco
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 12:43 hs

    Surpresa!
    Até senti uma inspiração profunda:

    O tempo passa, o tempo voa,
    Há quem repudia,
    Mas há quem gosta,
    E esta administração pública no Paraná,
    Continua a mesma b…

    Mudam as estações,
    A jiripoca pia
    e o gafanhoto come

    Mas para se dar bem mesmo,
    Basta ter um sobrenome..

    Ao vencedor, as batatas !

  6. DON QUIXOTE
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 12:55 hs

    Já ouvi este sobrenome por aí.
    Será que foi no Poder Judiciário ?
    Não acho que não foi.
    Será ? Estou em dúvida.
    Onde os os “Zés” ?

  7. Ambrosio
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 13:11 hs

    Parabens Angela!

    O povo colocou Alexandre Curi lah, com mais de 130 mil votos. E Requiao aceitou o pedido do deputado mais votado e querido do povo paranaense.

    Deus planeja para o Alexandre um futuro brilhante, e o Roberto Requiao… sabe disso.

    Sucesso para o tres!

  8. mirâo
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 13:13 hs

    O VALÉRIO VANHONI É O MERECEDOR DESSA VAGA. NÃO SOU PT, PELO CONTRÁRIO MAS, DEVE SE FAZER JUSTIÇA.

  9. terça-feira, 28 de julho de 2009 – 13:21 hs

    Vc tinha dúvida???!!!

  10. Carlão
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 13:43 hs

    Claroooo né !

  11. Josoe de Carvalho
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 14:11 hs

    Não estou desmerecendo a competência de ninguem. acredito que cargo de desembargador,ministro de tribunal, ou seja, no Judiciário, precisaria de concurso e não nomeação do executivo. A princípio, quem nomeia, manda ou desmanda. O judicário fica menos engrandecido com tais nomeações.” Não nomeação já”.

  12. julio cesar
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 14:13 hs

    Independente de ser sobrinha daquele ou prima deste, o fato é que a promotora encabeçava a lista tríplice encaminhada ao governador. Foi a mais votada pelo colégio de desembargadores. Logo, pelo menos desta vez o governador agiu de forma democrática.

  13. jango
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 14:16 hs

    Este tipo de “escolha” – tal como o “suplente” de senador, “conselheiro” do tribunal de contas e todas essas indicações “cruzadas” – é um anacronismo ao avanço do princípio republicano no país, que continua um Estado de sinecuras detrimentosas à sociedade. Estes mecanismos asseguram o mantenimento de uma nomenklatura que se assenhorou do Estado e dividiu-o em sesmarias hereditárias que se perpetuam no tempo; a sociedade fica lá fora cheia de necessidades, dentro permanecem os “donos do poder” torrando dinheiro público. É preciso uma nova campanha republicana, tal como fez Rui Barbosa, para que a sociedade reflita o que isso significa.

  14. Pandolfo
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 14:32 hs

    Os ladrões de carteira, pé de chinelo, dão menos prejuizo à sociedade.
    Fora os cartórios, os ladrões de casaca e fora as dinastias!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  15. paulo
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 14:36 hs

    O Requiao vive reclamando da direita que sempre mandou na justiça do Paraná. Quando tem oportunidade de oxigenar o judiciario. Pasmem os senhores reforça o time da direita da aristocracia da burguezia. Esse Requiao é uma farsa.

  16. Interesse Público
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 14:37 hs

    Prevê o artigo 94 da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 que “um quinto dos lugares dos Tribunais Regionais Federais, dos Tribunais do s Estados, e do Distrito Federal e Territórios será composto de membros, do Ministério Público, com mais de dez anos de carreira, e de advogados de notório saber jurídico e de reputação ilibada, com mais de dez anos de efetiva atividade profissional, indicados em lista sêxtupla pelos órgãos de representação das respectivas classes”. A Constituição do Estado do Paraná, de 1989, possui semelhante disposição em seu artigo 95.
    O chamado “quinto constitucional” na composição dos Tribunais está positivado desde a Constituição da República dos Estados Unidos do Brasil, de 16 de julho de 1934.
    O dispositivo constitucional tem por finalidade arejar, democratizar, revitalizar e dinamizar o Poder Judiciário.

  17. The Judge
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 15:23 hs

    Josoe de Carvalho.

    A Srª. Ângela é concursada sim.
    Todavia não era magistrada, e sim Promotora de Justiça.

    Todavia, conforme o Quinto Constitucional, precisa reserva certa vagas a membro da MP e OAB.

  18. O ARAPONGA
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 15:26 hs

    Esse caso do quinto constitucional é uma barbaridade, eu tinha certeza que essa moça eria levar o premio pelo sobrenome, o nosso Governador é um verdadeiro (louco), rasga o( nosso dinheiro) e come (B), O Secretario de saude do Estado alem de não ser do ramo da Medicina, tem cara de Elefantinho Triste, é um bobão.
    Gostaria de dizer muito mais das mazela desse governinho de (B),mais iria faltar espaço. deixa assim mesmo.

  19. Conde Edmundo Dantas
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 15:31 hs

    O absurdo não é colocar a Ângela, o Ângelo (não o Vanhoni) ou o Pedro, o absurdo é a existência do quinto constitucional. Advogados e Promotores, partes nos processos e afeitos a atuar desta forma, de hora para outra se transformam em autoridades judiciárias prolatando sentenças.

  20. Edmar Luiz
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 15:38 hs

    Corretíssimo o julio cesar. Se a promotora encabeçava a lista, deveria ser escolhida.

  21. JUSTIÇA
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 16:27 hs

    OPA, VEJAM TAMBEM A COMPETENCIA DA MOÇA, SERÁ QUE ELA TEM ALGUMA CULPA EM NASCER NO BERÇO DOS KURIS, VCS ESTAO SE PRECIPITANDO.

  22. JUSTIÇA
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 16:28 hs

    EM TEMPO: NÃO A CONHEÇO !!!

  23. Edson
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 17:19 hs

    Parabéns Dra. Angela Curi Munhoz da Rocha. O profissionalismo e a dedicação à causa social foram determinantes para a acertada escolha feita pelo governador. O Judiciário paranaense é quem sai ganhando.

  24. policarpo quaressma
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 17:59 hs

    parabens chegada a hora de mais mulheres ocupar lugar de destaque, pois assim teremos mais compromissos de etica moral e sinceridade na politica, judiciario e legislativo. não acho que por ser parente vai desmerecer ou prejudicar seu trabalho. conheço muitos homens que so fizeram lambanças e nao é por isso que deixaram de ser homens ou talvez menos que uma ocupação de cargo publico para seus interresses.

  25. V.Lemainski-Cascavel
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 18:08 hs

    Desejo que a nova desembargadora seja bem melhor do que seu avô. Pena que é um indicação política.
    Indicação política gera desconfiança, pois pressupõe dívidas mediante favores.. Deveriam ser diferentes, mais sérias essas nomeações.

  26. Oligarca
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 19:25 hs

    Como são felizes as velhas oligarquias nos tempos novos – Todos “concursados” todos “dentro da mais absoluta lei…” e o estado vai assim sendo uma extensão da mesa de jantar de alguns poucos abastados…ja o povão…que não tem pistolão nem sobrenome….rala as 5 da matina pra pegar o colombo cic….É a escravidão moderna!!

  27. advogado do povo
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 20:50 hs

    Em todo blog há comentários interessantes e também idiotas ,é o caso do araponga que fala do Secretáriol de Saúde , fala bobagem e do que desconhece, o Dr. Gilberto .Secretário de Sáude é excelente médico , conhece a fundo a medicina voltada para o povão . é especialista e ótimo gestor público como ex prefeito , oxalá TODOS FOSSEM COMO ELE .

  28. Tchê
    terça-feira, 28 de julho de 2009 – 21:42 hs

    Báh tchê, tinha que colocar uma foto da belezura Desembargadora aqui .

  29. quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 9:54 hs

    Ao longo da vida o tempo ensina a gente, eu aprendi uma realidade ,se voçe tem competencia em qual area for , será premiado, pelo teu esforço em buscar as novas conquistas, e aquele que assim age, na sequencia ve os frutos da sua luta e ideais serem reconhecidos,,,,se essa senhora chegou á desembargadora , por que trilhou o camino em busca da meta alcançada,,,Parabéms Dra. Angela.

  30. Fábio Max
    quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 12:03 hs

    Para a péssima Justiça paranaense, é apenas rotina…

  31. he man
    quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 12:31 hs

    Se as vagas do chamado quinto constitucional servem para ‘arejar” o judiciário, dar ao judiciário uma nova fonte de idéias, mais uma vez comprovou-se que na prática não serve pra nada disso, mas tão somente para dar continuidade áquilo que já existe DE PODRE dentro do judiciário. E a nova desembargadora significa justamente um continuismo da podridão lá existente. O governador perdeu uma grande chance de “renovar” o judiciário: Bastaria ter nomeado o Ramatis!!!!!

  32. Astrinha
    quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 14:32 hs

    NÃO!!!!!!!!!!!!!! MAS QUE SURPRESA’!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  33. lumar salete vensao
    domingo, 19 de fevereiro de 2012 – 10:00 hs

    nao tenho como me expressar mais preciso me comunicar com angela curi moro na cidade de uniao da vitoria aonde ange la curi ja morou entao pesso se puder por favor consiga uma maneira de eu me comunicar com a angela obrigada lumar

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*