Pedro Simon vai pedir afastamento de Sarney | Fábio Campana

Pedro Simon vai pedir afastamento de Sarney

simon

Do Estadão:

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) disse nesta quinta-feira, 25, que a crise do Senado se transformou em uma crise do presidente José Sarney (PMDB-AP) e, portanto, o “melhor que ele tem a fazer é se afastar”. Simon vai pedir nesta tarde, da tribuna, que o presidente da Casa se licencie e explicou que tomou a decisão após a nova denúncia publicada em O Estado de S. Paulo, segundo a qual um neto de Sarney – José Adriano Cordeiro Sarney – é um dos operadores do esquema de crédito consignado para funcionários da Casa.

“Não estou pedindo para ele sair como punição, apenas acho que é melhor para todos ele se afastar. Essa última do neto que teria participação no sistema financeiro esgotou. O melhor que Sarney faz é se afastar e deixar andar essas coisas. Senão, vai ser manchete permanente de jornais. Ele diz que é ‘uma crise do Senado, não minha’, mas se transformou numa crise dele”, contou o senador.

Simon se refere ao discurso do presidente Sarney no último dia 16, quando afirmou: “A crise não é minha, é do Senado”, sobre as denúncias dos atos secretos da Casa revelados em reportagens de O Estado de S. Paulo. O senador não acredita ser uma “voz isolada” no pedido para saída de Sarney, mas não deu nomes de outros parlamentares que o apoiam. “Não tem movimento, mas tenho visto mais pessoas falando que o interessante é ele se afastar.”

Indagado se o clima de festa junina, que esvaziou a Casa, inviabilizaria esta iniciativa, Simon acredita ser positivo: “Com as festas juninas, com plenário mais esvaziado, é mais fácil a gente pedir e ele tem mais tempo para refletir, vai ter todo este fim de semana para refletir e ver o que ele vai fazer. Acho que é interessante ser colocado agora.”

O PSOL informou que vai entrar com representação no Conselho de Ética do Senado contra contra Sarney e contra os ex-presidentes Renan Calheiros (PMDB-AL) e Garibaldi Alves (PMDB-RN). Internamente, o PSOL discute se as representações serão protocoladas nesta quinta-feira, 24, como defende Heloisa Helena, ou se na próxima semana.

Na opinião de senadores, a denúncia é grave. O senador Renato Casagrande (PSB-ES) acredita que o “presidente Sarney está chegando ao limite”. Está chegando a um ponto que ele querendo ou não querendo, os fatos vão atropelá-lo. Não conversei com meu partido ainda (sobre pedir a saída), mas a minha interpretação é que está chegando ao limite”.

Casagrande, nega, no entanto, que haja um movimento articulado pedindo a saída de Sarney. “Não tem um movimento articulado, uma decisão de um grupo de forma coletiva da situação do presidente. O que está claro é que a situação do presidente está cada vez mais frágil, de insustentabilidade política.”

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), afirmou que a situação de Sarney com a nova denúncia caminha para a “inviabilidade”. O senador voltou a cobrar respostas imediatas e drásticas por parte de Sarney. “Não sei se é licença ou renúncia. Mas ele está indo mal e precisa responder com urgência. O que se desenha é uma crise institucional. Creio que seja a maior que já vi depois da ditadura militar. É uma crise maior que a do mensalão, porque envolve agora um poder mais fraco do que o Executivo”, ressaltou.

Para Virgílio, a ligação de um neto de Sarney com empréstimos consignados é mais grave do que a participação do ex-diretor João Carlos Zoghbi no esquema – a Polícia Federal já investiga a atuação do servidor por meio de uma empresa em nome de uma ex-babá. “É mais agravante, no caso do Sarney, porque envolve um componente familiar, no caso, o neto”, disse.


8 comentários

  1. ita
    quinta-feira, 25 de junho de 2009 – 15:32 hs

    Eu vou alem.
    É bom que todos os Senadores envolvidos com os atos secretos peçam afastamento do senado e passem para seus suplentes.
    E que uma envstigação seja feita mas não somente dos últimos anos, mas sim dos últimos 15 anos.

  2. O Povo
    quinta-feira, 25 de junho de 2009 – 16:38 hs

    Duvido que dê algum resultado prático este pedido, a podridão do Senado está a mais de 30 anos a serviço da corrupção e dos corruptores!
    Sarney é exemplo da falência das Instituições Políticas, junto com seu auxiliar Renan Calheiros!

  3. quinta-feira, 25 de junho de 2009 – 17:01 hs

    Senador Pedro Simon, o Afastamento do Sarney, seria um ato de muita dignidade, logo, portanto isso é pouco provável, mas eu venho escrevendo para quem quiser ler, desde que apareceu naquele discurso onde se omitia sobre a crise, apenas se negava a ser o responsável, pois que na realidade ele pode não ser único responsável, mas é o principal, mas ele já disse fartamente que não, que é realmente um GRANDE IRRESPONSÁVEL. Mas convencendo-o a se desligar o Senhor estaria prestando um serviço da mais alta valia ao contribuinte e deixando a Instituição em condições de ser Sanada sim. Pois que com esse Senhor aí dentro não há como ter certeza de nada.

    Senador Casagrande, o Sarney, caso o Senhor não queira dizer, extrapolou qualquer limite há muito tempo, pelo que vemos vendo ele está cometendo ou acobertando desmandos de toda a espécie há mais de dez anos. Eu sei que existe essa história de partidos, mas não vejo cabimento em deixar esse “estorvo” aí, muito menos na cadeira de presidente, como eu digo há dias. RENUNCIA SARNEY – será o ato mais digno da tua carreira.

    Eu acho muito digno não só da parte do Senador Casagrande, como de todos de uma forma geral, a afirmação de que não há movimento para, pelo menos licenciá-lo. Mas deixe-me que lhes diga, sou apenas um contribuinte, que tem a certeza de que esse Sarney não tem Honra nem dignidade para estar nessa casa, e eu e mais um milhão de pessoas de bem que com certeza estão indignadas com os desmandos desse Senhor, que repercutiram no nosso legislativo QUEREMOS SIM ESSE CANALHA FORA DAÍ.

    E Só para lembrar, somos nós os patrões, é do dinheiro dos contribuintes que o legislativo vive, assim como os seus membros, e não está havendo nenhum respeito por nós. LICENCIEM ESSE SARNEY. Pode ser mesmo por livre e “espontânea” pressão.

    Mais uma vez o Senador Arthur Vergílio está certo. Ele não quer por dignidade dizer abertamente, mas não é o Sarney que é membro da academia Brasileira de Letras. (outra vergonha) não consegue nem ler nas entrelinhas que os Senadores de Bem, estão dando a entender que ele (SARNEY) está SOBRANDO. – RENUNCIA SARNEY- Estão lhe dando a opção de sair sem ter que passar pela vergonha (há!!!! Isso ele não tem) de ser deposto CASSADO é isso que merece.

    Envolve um componente familiar, o Neto, que como aprendeu tudo com o Avô, dá o tapa e esconde a mão, colocou a empresa em nome de uma baba, que vai ver nem sabe que estão usando o nome dela para falcatruas, é capaz da coitada ser presa e esses “SENHORES” ficarem como santinhos.

    Realmente o Sarney e Cia. Viraram caso de policia, e tão sério que só mesmo a Policia Federal. – SARNEY RENUNCIA –

  4. Astrinha
    quinta-feira, 25 de junho de 2009 – 17:08 hs

    Esse Senador é um dos poucos de credibilidade. Meu apoio a proposta dele.

  5. Edmond Dantes
    quinta-feira, 25 de junho de 2009 – 18:58 hs

    Pedro Simon não passa de um oportunista. Nunca fez nada pelo País. Alguém cite algo de posítivo que este Senador fez e dou um pirulito. Agora que o leão está morto aparece ele para por posar de caçador. Aliás, como sempre faz. Até o mais humilde servidor do Senado conhece como Sarney “cuida bem” de seus interesses privados utilizando-se de verbas, equipamento e servidores públicos e nunca o Sr. Pedro Simon abriu a boca.

  6. CURTA E FINA
    quinta-feira, 25 de junho de 2009 – 19:51 hs

    AFASTAR O SARNEY?
    MUITA BONDADE DO SENADOR SIMON….PQ NÃO PEDE A CASSAÇÃO?
    NÃO NÉ….SE CASSAR, DEMORA MUITO PRA RETORNAR ÀS TETAS GOVERNAMENTAIS…..E NO FINAL DAS CONTAS….COMO SÃO TODOS FARINHA DO MESMO SACO……

    E VIVA A TERRA DOS ODORICOS!
    VAI UM LICOR DE JENIPAPO?

  7. Carlos-Curitiba
    quinta-feira, 25 de junho de 2009 – 23:18 hs

    Gaucho véio deixa o Sarney de lado e va la em casa me pagar meis quinhentao!
    E venha armadoque eu ja te espero, cuma espingarda, um trinta e oito e um facão!

    Meupai era professor no tempo que esse tal de pedro Simon era governador do Rio Grande!

    Foi um dos piores governadores que o RS ja teve, afiundou o estado em dívidas, que levou decadas pra se recuperar!

    Va pro inferno idiota!

  8. JPT
    sexta-feira, 26 de junho de 2009 – 8:43 hs

    A boa intenção do Senador Simom é bem seletiva… Sua aliada no Rio Grande do Sul pega fogo em evidências de corrupção até maiores que as do senado e senador fica quietinho… como ~quem não tem nada com isso….. até defende o governo da Yeda. É como a midiona…. detona quem interessa no momento…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*