No seminário de Requião, Lula é "medíocre bobo da corte internacional" | Fábio Campana

No seminário de Requião, Lula é “medíocre bobo da corte internacional”

requiao-seminario

O seminário para debater a crise organizado por Requião, do PMDB, concluiu ontem que a política econômica do governo Lula provocou perdas irreparáveis para o país de 2003 até a crise mundial, quando o PIB cresceu menos do que lhe permitiam as condições internacionais de expansão. E depois da crise, continua a perder porque se retraiu ainda mais.

Os adjetivos empregados para qualificar o Lula mostram a que ponto chegou o desrespeito pessoal pelo presidente. “Burro, medíocre, bobo da corte que faz a alegria dos banqueiros internacionais”, foram alguns. Proferidos diante de secretários de Requião que integram o PT, como Enio Verri e Walter Bianchini, que não se manifestaram.

A avaliação foi feita pelos economistas que constituem o grupo de orientação do governador Requião: Carlos Lessa, Cezar Benjamin e Reinaldo Gonçalves. Das críticas ácidas só escaparam as políticas sociais compensatórias, na avaliação do próprio Requião.

Tudo o mais foi considerado prova da mediocridade do governo federal. A começar pela falta de um projeto nacional de industrialização, o que faz do Brasil um mero exportador de commodities que gera empregos medíocres de menos de dois salários mínimos, em média.

Não faltaram avaliações negativas sobre a venda de petróleo do pré-sal in natura para a China a preços que a trupe de Requião considera inadmissíveis. “Preço de banana”, disse Lessa. O seminário concluiu também que o Brasil não tem um projeto nacional de energia, assim como não desenvolveu um projeto de transporte aquaviário e de logística considerados fundamentais para um salto de desenvolvimento.

Não faltou um exame do PAC, considerado “inexpressivo e com pouca efetividade até agora”. Sobre a política interna, os gurus de Requião afirmaram que Lula tem apenas ajudado aos bancos, as empreiteiras, as montadoras e o agronegócio. Para os trabalhadores, Lula teria sugerido que agora não é hora de pedir aumento salarial. Para eles, até o liberal Nicolas Sarkozy, da França, exige que empresas que recebem crédito sejam proibidas de demitir, enquanto aqui, empresas recebem ajuda dos bancos públicos e continuam a demitir.

Dentro do script, ao final Requião aliviou a carga contra o presidente Lula. Disse que ele não é tão burro, tão medíocre ou apenas bobo da corte que da alegria aos banqueiros internacionais, aos empreiteiros, às montadoras e ao agronegócio, e salvou as políticas sociais compensatória de ajuda aos pobres.


20 comentários

  1. Petista Envergonhado
    sábado, 6 de junho de 2009 – 10:19 hs

    Antigamente isso chamava-se VERGONHA na CARA – quando alguém criticava você, seu time ou alguém que vc defendia – não ficava barato – tinha sempre o troco ou o posicionamento – mas na politica moderna a SAFADEZA tomou o lugar dos bons projetos, onde se-lê – “O País precisa mudar” na verdade é “Tira aquele grupo e troca pelo nosso” e assim como dizia o poeta nos tornamos brasileiros…Se os dirigentes do Partido se acovardam em defender o governo LULA – não são os militantes que vão fazê-lo – O exemplo deve vir de cima – Isso demonstra que o APEGO AO CARGO substitui o APEGO AS IDEIAS e PROJETOS – quando isso ocorre, pode-se dizer que o PARTIDO POLITICO, SEU DISCURSO, SUA IDEOLOGIA deixam de ter razao de existir.

  2. QUER APARECER
    sábado, 6 de junho de 2009 – 10:46 hs

    SE O DIGNÍSSIMO GOVERNADOR BOB REQ QUER APARECER, ELE PODERIA COLOCAR UMA MELANCIA NO PESCOÇO OU EM QUALQUER OUTRO LUGAR QUE O VALHA.

  3. Caiçara
    sábado, 6 de junho de 2009 – 10:59 hs

    Quedeles aqueles que vévem dizendo que vão luita pelo povo?

    E o nosso Paraná. é governado por quem?
    Um tolo medíocre da corte estadual?

  4. Ricardo
    sábado, 6 de junho de 2009 – 11:25 hs

    Que adianta poucos reconhecerem a insanidade de Requião se o mesmo tem o dom do engodo em massa, o dom da mentira e assim se mantem em cargos políticos.
    Resta aos poucos concientes, esperar uma justiça, nem seja a dívina.

  5. Jose Carlos
    sábado, 6 de junho de 2009 – 11:28 hs

    Com um governo que nada, nada de importante produziu em quase dez anos de mandato, Mello e Silva cria factóides para chamar a atenção…. Entretanto, além de uns poucos blogs e a AEN nenhum veículo de alcance nacional se interessam pelo assunto… traz sempre os mesmos chatos e os profetas do apocalipse, inclusive esse Lessa que é mais conhecido nos meios econômicos como o chato desmancha roda… Apenas loucos varridos, fracassados intelectuais e a turma que depende do din-din público de seus empregos frequentam estes “seminários do apocalipse”… Se deixar a barba crescer, Mello e Silva pode ser candidato a Papai Noel da Macy’s em sua aposentadoria e sabotar o Natal dos americanos….

  6. sábado, 6 de junho de 2009 – 11:29 hs

    Este seminário da TV Educativa do PR está sendo bombástico, nós achamos que o governo central na verdade está sendo conduzido, não por um trabalhista ou nacionalista como foram Getúlio Vargas e João Goulart, mas por uma figura que mais se compara com o cabo Anselmo, aquele personagem que deu as costas para o povo brasileiro e literalmente passou a fazer o jogo das grandes rapozas na vida pública.
    Lula segue as ordens de duas figuras tipicamente conservadoras, que são o Henrique Meirelles (Banco Central) e o Celso Amorim (Relações Exteriores), todos os demais são figurantes que os aplaudem cegamente. Não podemos concordar com qualquer ação ou omissão direcionada a encobrir escândalos ou manter privilégios, nem quando líderes governistas firmem com setores da oposição esses ‘pactos de operação abafa’, como fizeram algumas vezes
    Ass. Editoria Rede PDT Brasil, redepdtnac@hotmail.com

  7. Cap. Nascimento
    sábado, 6 de junho de 2009 – 12:17 hs

    Todos medíocres e farinha do mesmo saco.
    Sai fora reiquejão e leva junto o companheiro lulinha e o playbeto.

  8. Nossa!
    sábado, 6 de junho de 2009 – 12:32 hs

    Gozado, esses PMDBistas e assemelhados descem o cacete no presidente, criticam à torto e à direito mas não demonstram a miníma capacidade de propor soluções. E aí, o que fazer diante de suas críticas? Ora, é verdade que alguns problemas existem e isso é comum e natural em qualquer governo. Até porque até nos reinos da Dinamarca, Suècia e que tais também existem problemas. Na verdade o problema está nas articulações espúrias que estão em andamento para derrotar o homem que está nas alturas e em quem a sociedade já demonstra vontade de ver em um tercveiro mandato. Esse é o problema. Então esses críticos, aliados à demoníacos e tucanos, ficam nesse reme reme que não vai chegar à lugar nenhum pois suas credibilidades é simplesmente nenhuma. Acordem, pois o poder está com o presidente e a sociedade já está vacinada contra esses discursinhos atrasados e ultrapassados. Enfim, são apenas mais uns em busca de um discurso tucano para tentar derrotar o CARA.

  9. Vigilante do POrtão
    sábado, 6 de junho de 2009 – 12:39 hs

    Veja quem fala, logo o Requião e Cia. que travaram o desenvolvimento do Paraná, espantaram os investidores e os investimentos. Só pode ser brincadeira. Parece a propaganda do PMDM na televisão, quem assiste imagina que o Requião é um estadista.
    Na propaganda os hospitais “deram cria” tal qual uma porca, agora são mais de 30 hospitais que o mentiroso diz ter construído; Apresenta como pronto o Hospital de Reabilitação de Curitiba, basta ir ao loca para constatar que apenas uma ala está pronta e funcionando. Claro que 1/4 de hospital é melhor do que nada, entretanto a promessa era de termos um dos maiores e melhores hospitais do Brasil, não é o que acontece, apesar do esforço dos poucos funcionários e dos médicos.
    O manganão descobriu que “fazer” hospitais, para os eleitores, é erguer o prédio, isso é o mais barato, caro é fazer a manutenção equipar e pagar médicos e enfermeiros. Os recursos para essa tarefa são do SUS e não do governo estadual.
    Nas estradas então, diz a propaganda que foram 8.000Km, nem contando ida e volta, tal qual o Álvaro Dias, KKK. O que a propaganda não fala é que as poucas obras realmente feitas, contaram com a grana do governo federal, tais como a duplicação da Cascavel/Toledo e a Estrada para Cerro Azul. Por sua vez a União apenas transferiu o “dinheiro carimbado”,da CIDE, aquele tributo que nós pagamos, cada vez que enchemos o tanque do carro.
    Não conta também que em troca da transferência das Rodovias e dopedágio, a União repassou uma gorda verba para o Estado, dinheiro esse que foi aplicado nos reparos nas outras estradas não pedagiadas.
    Em Resumo, tudo mentira do Requião.

  10. Rogério Trino
    sábado, 6 de junho de 2009 – 13:20 hs

    Esses Petistas, principalmente esse medíocre Verri, ouvem tudo que é xingamento do Requião ao Lula e PT e ficam quietinhos agarrados nas tetinhas do Governo alimentadas, essas tetinhas, pelos impostos que pagamos! Quem conhece o Estado sabe que esse Enio Verri é o Pior Secretário de Planejamento de toda a História do Paraná!

  11. sábado, 6 de junho de 2009 – 13:48 hs

    Inacreditável a fala dos desqualificados do PMDB. Analisem bem os atos desses elementos na economia paranaense. Se a economia brasileira foi motivo de criticas, e o crescimento paranaense, que foi menor que o brasileiro desde 2003, o que falar??? Requião, olhe pro Paraná, veja o prejuíso imenso que vc causou ao estado, tenha “semancou” e pare de atormentar qem teve um desempenho muito melhor que o seu…

  12. Salvio
    sábado, 6 de junho de 2009 – 13:49 hs

    Burros mesmo são os assessores do gardenal. Imagine ofender diretamente a pessoa do presidente, embalado há anos em níveis de aprovação popular estratosféricas. É mais um tiro no pé, dado pelos imbecis que o assessoram.

  13. Benedito
    sábado, 6 de junho de 2009 – 14:23 hs

    O velho João Amazonas ja dizia que com o PT isto ia acontecer. É a velha social-democracia reformista dando bolsa familia para os pobres. Nenhuma surpresa para quem leu e ouviu o mestre…..

  14. Dom Quixote
    sábado, 6 de junho de 2009 – 16:42 hs

    O Requião é o eterno pretencioso.
    Não tem concerto.

  15. Jaferrer
    sábado, 6 de junho de 2009 – 18:13 hs

    O problema não são as críticas nem a falta de educação do nosso duce e seus asseclas incompetentes, isso todo mundo já viu antes. Mas o que dizer desse partido subserviente, o partido do sim senhor? O PT paranaense, que nunca foi grande coisa, esta se superando na total falta de vergonha na cara. Faz-se qualquer coisa por cargos e benesses.

  16. Lu
    sábado, 6 de junho de 2009 – 18:53 hs

    Até o site dos Fãs do Requião entrou em Crise (http://requiaofaclube.blogspot.com/2009/06/crise.html)
    eles tem ate uma pagina no youtube só com videos do Requião ensinando combater a crise, veja no menu lateral do site.
    então porque o Requião não ensina eles vencerem a crise/?

  17. Antero de Quentão
    sábado, 6 de junho de 2009 – 19:08 hs

    Requião: teu nome rima com
    Pretensão.
    Rima com, nomeador de irmão.
    Rima com Bufão, Trapalhão,
    Ingratidão, Manipulação…

    Rima também com
    Submissão, do PT nativo,
    Rima com compra de
    Apoio de quem tá vivo,

    Rima enfim com céu azul,
    Marca registrada dessas
    Alagoas do Sul…
    NOssa Provincia!

  18. luis gringo
    sábado, 6 de junho de 2009 – 20:04 hs

    Bom seria o Requião chamar um seminario para ver as “obras” dele nos ultimos 4 anos.
    Para cair no colo do PSDB esse maluco fala qualquer coisa.
    Esta na hora do PT estadual tomar vergonha na cara e entregar os cargos, e ter autonomia para poder falar como andam as coisas por estas bandas.
    Pois sem os recursos do PAC,Luz Solidaria, Minha Casa Minha Vida e outros o Requião teria feito muito menos de que fez.

  19. Carlos-Curitiba
    domingo, 7 de junho de 2009 – 0:25 hs

    Há bobos em Brasilia, bobos em todo lugá, os bobos são Requião aqui e o Lula lá!

  20. Carlão
    domingo, 7 de junho de 2009 – 7:29 hs

    Burro ele não é mesmo !
    Ele é NEPOTISTA (17 parentes em cargos públicos), MENTIROSO ( não cumpre as promessas de campanha ), TRAÍRA (enganou o povo), isto é !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*